Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Análise depois do Clássico com toque Vimaranense!

Rui Pedro Barreiro, em 07.01.20

1024.jpg

Vou tentar ser o mais isento possível neste meu escrito. Sou sportinguista, gosto muito de futebol e sou um grande apreciador dos bons espectáculos que os chamados "artistas da bola" nos proporcionam.

Assim, vou dar a minha breve opinião sobre os jogos Guimarães/Benfica e Sporting/Porto. O Vitória foi claramente superior e perdeu o jogo. Provavelmente, com Paulinho Cascavél teria ganho (relembro os mais novos que Paulinho Cascavél foi um excelente ponta de lança que nos deu alegrias e não é o nome de nenhum árbitro internacional).

O comentador de arbitragem da Sport TV, no final da partida, disse claramente que ficou uma grande penalidade por marcar a favor do Vitória e que no mínimo o VAR Rui Costa deveria ter sugerido a Nuno Pinheiro o visionamento do lance com as diferentes câmaras. Tenho a certeza que se tal lance ocorresse na grande área do Sporting teria sido marcado a respectiva falta e mostrado um cartão ao jogador do Sporting, acontecendo o mesmo se fosse na área do Guimarães.

O Vitória não merecia perder o jogo. Ivo Vieira armou bem a sua equipa e causou muitos problemas ao Benfica, que ganhou praticamente sem dominar, em nenhuma ocasião, o jogo, tendo até demonstrado super ineficácia. O comportamento dos adeptos encarnados voltou a ser mau, muito mau, quero ver o que irá acontecer. Alguém me explica porque foi repetida a equipa de arbitragem do jogo do Benfica com o SC Braga? Alguém me explica porque razão jogos destes não são arbitrados por árbitros internacionais? 

Ao contrário do que pode parecer não gosto nada de falar de árbitros e de arbitragens. Já o disse e escrevi várias vezes, em diversos locais. Mesmo quando acho que o Sporting é prejudicado muito raramente faço apreciações aos erros de arbitragem.

Na verdade, durante um jogo todos erram e é, muitas vezes, dos erros de uns que nascem os golos de outros. Treinadores e jogadores erram, mas, como sempre, o clubismo perdoa rapidamente esses lapsos. Já os árbitros não podem errar, apesar de ser da natureza humana o erro. Para dirigentes e treinadores dá jeito chamar esses erros, os que existem e os que não existem para camuflar os seus.

Quando se escolhem reforços para uma equipa, que acabam por não jogar ou que quando jogam demonstram não ser reforços, o que se pode dizer? E quando se mexe mal na equipa porque não se assume o erro? Ou se se está convencido que as opções tomadas foram as correctas e que falta tempo de trabalho conjunto a alguns dos reforços, porque razão não se assume frontalmente essa questão? Não assumir os erros próprios pode não ajudar a reconhecer o que de menos bom se fez e a modificar o que deve ser corrigido.

1024 (1).jpg

Dito isto, passo ao 'Clássico' Sporting/Porto. Como disse no final do jogo e escrevi a sair de Alvalade, não gostei do jogo e ainda menos do resultado. Não podemos falhar tanto. Como espectadores e adeptos, temos que exigir mais destas duas equipas cujos orçamentos são elevadíssimos para o contexto do futebol profissional nacional.

Criámos várias oportunidades e colocámos, nalgumas alturas do jogo, o FC Porto em grandes dificuldades, mas reforço, não gostei do jogo. Para mim exigia-se mais de ambas as equipas e, obviamente, não gostei do resultado porque não achei o Porto superior e acabamos por perder! Nem sei porque me lembrei do Bas Dost!

Fora do relvado achei inaceitável o comportamento dos supostos adeptos do topo sul que, entre outras coisas, lançaram tochas para o relvado (atitude sempre condenável), na direcção de Luís Maximiano. Sofremos dois golos que mostram porque razão temos uma defesa com golos sofridos muito acima do que se exige a um clube com o nosso orçamento anual.

As substituições de ambas as equipas vieram reforçar a ideia da nossa falta de opções face a outros clubes. Devo destacar as exibições de Marcus Acuña ( com a sua raça e crer) e de Luís Maximiano, que na fase final evitou que a diferença no resultado fosse maior, apesar das oportunidades de Vietto e de Coates.

A presença de espectadores acima dos quarenta mil, com muitos jovens e famílias, veio contrariar muitas das vozes que parece que só sabem ver a versão do copo meio vazio e só apontam os erros da actual Direcção ( e houve alguns ), mas esquecem a  recente e terrível gestão do destituído presidente e ex-sócio do Sporting.

Ouvi e li críticas às declarações de Silas sobre o terceiro lugar. Não as entendo. Será que para chegar ao segundo lugar não temos primeiro que garantir o terceiro? Vêm aí Setúbal e Benfica (campeonato), e o final four da Taça da Liga. Desafios que precisam de apoio dos nossos adeptos e uma equipa o mais consistente possível. Sobre saídas e reforços prometo escrever brevemente.

publicado às 03:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds