Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Apenas os factos

Rui Gomes, em 27.05.14
 

 

As estatisticas referentes à performance de Eric Dier durante a época de 2013/14. Isto, para evitar as deturpações, à conveniência dos argumentos, que se verificam nos comentários do prévio post:

 

I LIGA

 

- Titular em 8 jogos - suplente utilizado em 5 jogos - suplente não utilizado em 17 jogos - 864 minutos de jogo (9,6 jogos)

 

II LIGA

 

- Titular em 9 jogos - 860 minutos de jogo (9,6 jogos)

 

TAÇA DA LIGA

 

- Titular em 3 jogos - 283 minutos de jogo (3,1 jogos)

 

1.ª Arouca - SNU

2.ª Académica - SU - 18'

3.ª Benfica - SU - 36'

4.ª Olhanense - T - 94'

5.ª Rio Ave - T - 95'

6.ª SC Braga - SNU

7.ª V. Setúbal - SNU

8.ª FC Porto - SNU

9.ª Marítimo - T - 96'

10.ª Guimarães - T - 96'

11.ª Paços de Ferreira - SNU

12.ª Gil Vicente - SNU

13.ª Belenenses - SNU

14.ª Nacional - SNU

15.ª Estoril - SNU

16.ª Arouca - SU - 23'

17.ª Académica - SU - 32'

18.ª Benfica - T - 92'

19.ª Olhanense - SNU

20.ª Rio AVe - T - 94'

21.ª SC Braga - SNU

22.ª V. Setúbal - SNU

23.ª FC Porto - T - 95'

24.ª Marítimo - SNU

25.ª Guimarães - SNU

26.ª Paços de Ferreira - SNU

27.ª Gil Vicente - SNU

28.ª Belenenses - SU - 9'

29.ª Nacional - T - 94'

30.ª Estoril - SNU

 

Se há uma pergunta que eu gostaria de fazer a Leonardo Jardim - partindo do princípio que a decisão foi dele - é qual a razão da sua quase total não utilização a partir da sua excelente exibição na vitória sobre o FC Porto. Se Marcos Rojo não tivesse sido expulso no jogo com o Belenenses, a época para Eric Dier teria para todos efeitos terminado à 23.ª jornada. Há um outro ciclo intrigante: foi titular nas vitórias consecutivas sobre o Marítimo e Guimarães - 9.ª e 10.ª jornadas - mas depois não foi utilizado um único minuto nos seguintes 5 jogos.

 

Mais um daqueles casos em que há razões que a própria razão não compreende.

 

publicado às 12:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De M a 28.05.2014 às 15:53

Já dizia Aurélio Pereira: «Quando um jovem não joga o tempo que o paizinho quer e eles mostram descontentamento, eu digo sempre que ele devia ir a pé a Fátima agradecer ter filhos numa instituição chamada Sporting, onde estudam, são acompanhados e sabem que estão em segurança»
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.05.2014 às 15:59

O Aurélio Pereira poderá ter dito isso em termos gerais e até sabemos que, por vezes, há problemas com os pais de jogadores. No entanto, posso garantir-lhe, sem margem para dúvidas, que não é esse o seu pensar sobre Eric Dier.

Além do mais, o Eric está no Sporting desde criança e só agora constou qualquer tipo de intervenção por parte do pai, que é também o seu empresário.
Sem imagem de perfil

De M a 28.05.2014 às 16:42

Pois claro que foi só agora. Lembra-se de termos discutido sobre a aposta prematura nos jovens, há uns meses atrás, incidindo nas saídas de Ilori e Bruma? Pois, eis que houve um determinado treinador que via em Eric Dier um Beckenbauer e o pôs a jogar regularmente (até fora de posição). No ano a seguir, esta época, já não jogou regularmente e depois, claro, há queixas. Se fosse eu também me queixava...

Lembro-me também de determinada promessa de determinado dirigente a João Mário, que esteve depois na origem do seu, dele, mau estar na Equipa B este ano, independentemente das questões desportivas que poderiamos discutir.

Há coisas que não se fazem em desporto, e promessas a jogadores é uma delas.

Quanto a Aurélio Pereira, devo dizer-lhe que sempre o tive em muito boa conta (obviamente), e conhecendo o pouco que conheço dele, custa-me a aceitar que ele esteja a tomar o partido do pai do jogador, neste ou em qualquer outro caso semelhante, até porque AP é um homem de princípios...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.05.2014 às 16:52

O Aurélio Pereira não toma nem deixa de tomar o partido do pai. A comentar, ele centra-se em quem ele conhece como poucos desde criança e sendo, ao fim e ao cabo, um funcionário do Sporting, não será ele que virá a público com alguma crítica à SAD sobre a gestão desportiva de Eric Dier . Ele lhe dirá que o jovem é um grande jogador e que merece ter toda a oportunidade para jogar.

Na formação o Eric já jogou a trinco e a lateral, não sendo portanto novidade alguma, muito embora se reconheça que a sua posição mais natural é a de central.

Se vamos falar de "mau estar" na equipa B, teremos decerto muito e muitos casos para debater.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds