Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




depositphotos_50627951-stock-illustration-soccer-r

A FIFA divulgou esta quinta-feira a lista final de árbitros que vão estar presentes na fase final do Mundial'2022, no Qatar, que não conta com nenhum português.

Ao todo, a lista conta contempla 36 árbitros principais, 69 assistentes e 24 que estarão presentes no vídeoárbitro.

Destaque para as árbitras Stephanie Frappart (França), Salima Mukansanga (Ruanda) e Yoshimi Yamashita (Japão), que se irão estrear em jogos masculinos em Mundiais. A brasileira Neuza Back, a mexicana Karen Diaz Medina e a norte-americana Kathryn Nesbitt também estarão presentes como assistentes.

Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), comentou a ocorrência:

"Vejo com tristeza, naturalmente, para a arbitragem nacional. Acho que os nossos árbitros são tão competentes como os que foram nomeados, mas infelizmente por vezes não é só a competência que conta... Temos de pensar também no que podemos nós melhorar e fazer diferente, para que nos próximos Mundiais, Europeus, estejamos lá, como no recente campeonato da Europa e nos últimos Jogos Olímpicos. O momento exige pensar e ver porque é que estas coisas acontecem, se a meritocracia funciona".

O que é que ele esperava?... A FIFA pode não intervir em jurisdições domésticas, mas isso não significa que não tenha amplo conhecimento do estado do elemento por esse mundo fora, neste caso em Portugal.

O processo para a arbitragem do Mundial é diferente do que é praticado pela UEFA para as provas europeias, em que indigita a FPF para nomear árbitros, e esta, como é sabido, encarrega-se então de designar quem se presta às ordens de outrem. Daí que surgem os Artur Soares Dias, João Pinheiro, Tiago Martins e outros do género a serem premiados pelos préstimos de registo. 

Diz Luciano Gonçalves que é preciso pensar e ver porque é que estas coisas acontecem...

Qual é o grande mistério?... Todo nós sabemos porquê e, também, que apesar deste cartão vermelho à arbitragem portuguesa, nada vai mudar com os mesmos figurantes a liderar o futebol Luso.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds