Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




242790998_10157955606856555_1147100069957815287_n.

O Sporting Clube de Portugal informa que os seus adeptos e staff foram alvo de agressões na noite de (ante)ontem, no Pavilhão Municipal de Valongo, durante e depois do jogo entre o AD Valongo e o Sporting CP, a contar para a I Divisão do Campeonato Nacional de hóquei em patins.

Após a vitória do Sporting CP por 5-3, os adeptos do AD Valongo ameaçaram e agrediram adeptos do Sporting CP e elementos do staff. Situação que obrigou o staff e adeptos a terem de refugiar-se nos balneários, sendo necessário prestar imediata assistência médica a um dos adeptos gravemente agredido.

Posteriormente, ocorreu ainda uma segunda vaga de violência após a entrada de outros adeptos do AD Valongo, alguns acompanhados de cães e martelos, que voltaram a agredir os adeptos do Sporting CP que ainda permaneciam nas bancadas.

O número de lotação do pavilhão era superior ao permitido, o que contrastava com o reduzido e insuficiente número de forças policiais - circunstância preponderante para o sucedido.

Tanto a comitiva do Sporting CP, como os nossos adeptos, tiveram de ser escoltados pelas forças policiais. Forças policiais que tiveram que ser contactadas pelo Sporting CP para se deslocarem ao recinto e assegurar a saída em segurança.

O Sporting CP enviou ontem uma exposição ao Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal a relatar ao pormenor todos os incidentes. O Clube repudia todas as formas a violência no desporto e apela, uma vez mais, às autoridades competentes que ajam no sentido de banir certas pessoas e comportamentos dos recintos desportivos.

Uma palavra final para os nossos grandes adeptos, incansáveis no apoio à equipa e que sofreram, pela inoperância e falta de condições mínimas de segurança, actos de violência inqualificáveis.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


18 comentários

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 24.09.2021 às 09:26

Que selvagens e vergonhosas agressões foram vítimas os adeptos e staff do Sporting!
O que foi relatado e visualizado é totalmente inadmissível.
Em que país estamos? Não há um mínimo de condições de segurança?
No país dos brandos costumes, tudo vai "assobiar" para o lado, deixar a "poeira assentar" e fugir às responsabilidades. Até um certo dia...
Imagem de perfil

De Greenlight a 24.09.2021 às 11:14

O que interessa, agora, é distribuir "bem" o dinheiro da bazuca europeia. O resto é paisagem com uns rebanhos a pastar e acenar que sim.
Sem imagem de perfil

De MAV a 24.09.2021 às 09:51

Agora pensem onde isto aconteceu...
Sem imagem de perfil

De José Silva a 24.09.2021 às 10:50

A maio parte dos adeptos do Valongo, são adeptos do...clube do "apito dourado..., portanto, não estou surpreendido.
Imagem de perfil

De Greenlight a 24.09.2021 às 11:12

Enquanto continuar o discurso do ódio por parte desse clube, patrocinado pelo seu dirigente máximo, é natural que continuem acontecer casos destes.
Sem imagem de perfil

De SP a 24.09.2021 às 11:07

E o problema era não haver o cartão do adepto .... palhaçada o Valongo terá de ser responsabilizado assim como as forças policiais presente no local que nada fizeram para impedir, tendo sido o SCP a solicitar apoio policial ... VERGONHOSO!
Sem imagem de perfil

De Elsa a 24.09.2021 às 11:26

O que se passou em Valongo é inqualificável mas, infelizmente, é "apenas" mais um episódio entre os muitos que vamos testemunhando em recintos desportivos promovidos a circos romanos (veja-se por ex. os caos recentes na Ligue 1) por gente que devia ser banida sem apelo nem agravo destes.

Incompreensível, na minha opinião, o sacudir de água do capote e o empurrar de responsabilidades para outrem por parte de todas as entidades responsáveis, nomeadamente os clubes que muito pouco fazem, por falta de vontade e/ou capacidade, para que consigamos dar passos seguros na erradicação desta praga, e deviam ser os primeiros a fazê-lo com as claques à cabeça.

Os atletas também têm que ajudar. Como ídolos de muitos, por um lado têm poder para influenciar positivamente e podem e devem dar um passo à frente, por outro lado, devem reflectir sobre alguns comportamentos que têm em determinados momentos, por ex. conquistas do clube.

Por último, também nós, comuns adeptos, temos que adoptar uma posição mais responsável quando, por norma, o que acontece é uma procura de justificações idiotas dependendo da cor.

Enfim, falando de Portugal, parece que estamos a espera do nosso Hillsborough ou Heysel Park para tomar decisões. A história do desporto está cheia de exemplos mas teimamos em não querer tirar as devidas ilações.

Sem imagem de perfil

De Francisco Antão a 24.09.2021 às 11:36

Totalmente de acordo.
Sem imagem de perfil

De Elsa a 24.09.2021 às 11:37

Completando o meu comentário.

...devidas ilações quando por ex. Alcochete ainda está na memória de todos. Foi por muito pouco, mesmo muito pouco, que não aconteceu uma tragédia imensa. E de Alcochete independentemente do contexto/momento do clube em que aconteceu, tem um alcance que ultrapassa em muito o Sporting, bem entendido.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.09.2021 às 13:05

Excelente comentário Elsa!
Sem imagem de perfil

De Elsa a 24.09.2021 às 17:29

Muito obrigado Rui!
Sem imagem de perfil

De Paulo SCP a 24.09.2021 às 11:50

Não é apenas no futebol que há gente com mau perder e sem escrupulos, ainda mais qdo semana sim, semana sim, são espicaçados pelo "mestre da fruta" e seus camaradas.

Cães e martelos num pavilhão desportivo?!
E a pouca policia nada faz face à violência em seu redor?!

Onde é que já vimos este comportamento? "Há novidades"?

A origem destes comportamentos é sempre o sentido de inpunidade que impera na sociedade! Haja coragem para agir, sendo que no imediato o Valongo teria o seu recinto interditado por longos meses...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.09.2021 às 13:05

Será surpresa se não acontecer?
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 24.09.2021 às 17:00

Ao que julgo saber, a responsabilidade a todos os níveis, pela organização do jogo, compete ao clube visitado.
Resultante da Lei, as condições de segurança (policial, emergência, vigilância, etc.) estão obrigatoriamente acometidas ao Valongo.
Ora, sendo o jogo realizado num recinto om perímetro fechado e determinada capacidade para entrada de público, condicionada e vistoriada, como é possível o acesso e permanência em bancadas, de um felino - como é visível em imagens gravadas?
É inacreditável e inadmissível a permanência de um cão e o seu dono, sem que ninguém de direito, faça a devida abordagem, para que de imediato abandoasse o interior das instalações.
Por outro lado, havendo prova material e testemunhal, que foram perpetradas agressões e/ou ameaças de ordem física, com recurso a meios e/ou arma, como as do alegado martelo(s), que configuração deve ter, tal crime de tentativa, ofensa e/ou agressão?
Estas ocorrências de extrema gravidade, mais não representam à luz do Código Penal, do que a tentativa de homicídio voluntário não consumada.
Apenas e tão só, por mera e ocasional sorte por parte das vítimas, que foram perseguidas, auxiliadas e socorridas pela comitiva visitante.
Outra coisa não poderá deixar de ser feita, do que o imediato confisco da gravação das imagens, para identificação dos energúmenos, desordeiros ou até cadastrados, para posterior sentença condenatória, ao pagamento de todas as custas e indemnizações, por danos físicos e morais.
Quanto ao clube visitado, esperam-se pesadas e exemplares sanções pecuniárias e desportivas, face aos imputáveis e gravíssimos acontecimentos.
Sem imagem de perfil

De Elsa a 24.09.2021 às 17:27

Boa Tarde Rumo Certo,

Espero não ser mal-entendida no que vou dizer.

Concordando com o seu comentário e com o nível de exigência nele expresso de que haja consequências, seria importante que a mesma se mantivesse sempre que estas situações aconteçam mesmo quando os actos são de adeptos da nossa cor, o que raramente acontece.

Como digo acima num comentário que fiz, este é um dos grandes problemas que existem quando se pretende combater estas situações e, aqui, os clubes são parte importante do problema em vez de contribuírem para a solução.

Eu sou benfiquista mas muito me entristece a actuação do meu clube nestas coisas.


Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 25.09.2021 às 00:23

Boa noite, Elsa,
Quando existe respeito e elevação no trato, jamais ocorrerão mal-entendidos.
Aliás, é precisamente da troca de diferentes opiniões, argumentos e ideias, que o ser humano enriquece o conhecimento, desenvolve a sensatez e apura a experiência de vida.
Por conseguinte, é com grato prazer e concordância que acolho a gentileza do seu aditamento, ao meu comentário.
Obviamente, que o por mim expressado anteriormente, é extensível a qualquer entidade, independente do credo e/ou, cor, raça ou simpatia.
Precisamente porque a minha identidade e carácter, absorve, comunga e pratica, um conjunto de convicções, de valores desportivos, sociais, humanistas e solidários e, que os mesmos são, o legado histórico, cultura e lema do Sporting CP, é que passei a ser mais um, entre milhões de almas leoninas.
Acredite, que pese embora na minha hiberne juventude, terem existido tantas tentativas em contrário, de pessoas que de forma infausta já não estão neste nosso Mundo existencial e por quem nutria profunda estima e consideração, foram aquelas as considerações que acenderam a luz do farol, que me conduziu a ser um indefectível e apaixonado portador do ideal e alma Sportinguista.
E não é, cara Elsa, que passadas mais de 6 décadas, com a sabedoria e experiência acumulada e, depois de ver e assistir a tantos e tantos exemplos de insanidade comportamental, a diversas situações de adulteração de resultados, a variados casos de tráfico de influências, a inequívocas situações de clara parcialidade nas decisões, etc., concluo, quotidianamente, que sempre estive do lado certo do dever e, da História.
Este, será certamente, um legado de Honra e Dignidade, que perpassou para filhas e agora netos.
Como pessoa de boa-fé, acredito que a Elsa e outras "Elsas", lutem pelos os seus ideais de respeito, Justiça e desportivismo e que sejam novamente semeadas e cultivadas, no clube da sua simpatia.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo