Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E depois temos as contas...

Rui Gomes, em 21.02.14
 

 

No jornal do Clube que foi para as bancas esta quinta-feira, foram reveladas diversas importantes disposições sobre o movimento de jogadores e a gestão da Sporting SAD.

 

Começamos pelo mais simples de compreender:

 

1º - Foram despendidos 1,5 milhões de euros na contratação de cinco jogadores: Hekdon (1,2 milhões) - Shikabala (190 mil euros) - Dramé (25 mil euros) - Enoh (35 mil euros) e Matias Pérez que chegou por empréstimo.

 

2º - Pelas saídas a título definitivo de Jeffrén e Alexandre Guedes, foi estipulada uma cláusula de salvaguarda de 15 milhões de euros, caso pretendam representar o Benfica ou o FC Porto.

 

3º - O mesmo tipo de cláusula foi imposta nos empréstimos com opção de compra de Fito Rinaudo e Nuno Reis.

 

4º - A Sporting SAD garantiu uma poupança global de 12,8 milhões de euros com as saídas de Jeffrén (7,2 milhões) e Labyad (4,5 milhões). 

 

Não refuto nenhuma desta informação revelada pela Sporting SAD, mas gostaria de compreender as contas que foram feitas com Jeffrén e Labyad, para permitir uma poupança tão elevada. Jeffrén tinha contrato até 2016, ou seja, mais duas épocas e meia. Através de uma matemática simples, isto implica que o seu salário era sensivelmente 2,9 milhões de euros por ano, mais de 240 mil euros por mês, para se chegar os tais 7,2 milhões. Labyad tinha/tem contrato até 2017, ou seja mais três épocas e meia; foi emprestado por uma época e meia que alegadamente resultou na referida poupança de 4,5 milhões de euros. Significará isto,então, que o seu salário no Sporting era/é 3 milhões por época, cerca de 250 mil euros por mês.

 

Ou eu estou a fazer muito mal as contas - uma clara possibilidade - ou, então, há algo que não está a ser bem explanado.

 

publicado às 03:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


47 comentários

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 21.02.2014 às 08:37

Não sei se estás a fazer a divisão certa, pois não deves estar a contar com os subsidios de ferias e Natal, mas mesmo assim, o ordenado não deve ser esse. A poupança não é só no ordenado que se faz, também é nos outros contratos de direitos de imagem, etc...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:01

Para compreender Mike , é necessário especificidade não conjecturas. O contrato de direitos de imagem de Labyad não foi rescindido unilateralmente pelo Sporting ?
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 21.02.2014 às 08:43

Rui,

Como já lhe tinha dito hoje sabe-se muito mais do que no passado.

As suas contas estão certas eram esses ordenados pornográficos que Jeffren tinha e que Labyad ainda tem.

Ficaremos agora aguardar a informação relativa ao Elias ao seu contrato, ao negócio que envolveu o Atlético de Madrid o Jorge Mendes e o SCP, sendo que ao contrário dos nossos rivais que quando fazem negócios com esse senhor ficam a ganhar uns bons milhões nós acabamos por perder! (valor de aquisição Vs a venda dos 50% a Jorge Mendes).

SL,

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 11:59

Eu já lhe respondi sobre o saber-se mais agora, você ignorou a resposta e vem insistir no mesmo.

Não obstante o descalabro da última gestão, não acredito de modo algum que estes números representam salários. Porque é que a SAD não explicou como estes números foram atingidos ?
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 21.02.2014 às 12:28

Rui isto não vai lá com crenças mas sim com factos ... esses estão à vista de quem os quiser ver.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:39

É só o que eu estou a pedir agora: factos !!!

Se os conhece, agradeço que os explique aos leitores. Não basta dizer que é assim, sem nada mais.

O post visa compreender como é que se chegou aos números anunciados. Dizer que agora se sabe mais do que se sabia anteriormente, não diz coisa alguma, é só mais do mesmo.
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 12:37

Mas Rui a resposta está lá.
Ordenados, direitos de imagem, comissões, dividas a fundos. Só não sabemos os valores exactos de cada parcela.
Deviam, podiam estar explicitos ... não sei.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:42

Paulo, a resposta não está "lá", como bem sabe. O que está lá é uma inferência ambígua sem qualquer comprovativo, deixando a ideia que todos nós devemos aceitar a informação "face value" sem questionar seja o que for.

Reitero... não refuto a informação divulgada, simplesmente peço para que esta me seja explicada. Tão simples como isto.
Sem imagem de perfil

De Anti-Tripas a 21.02.2014 às 10:29

Mais uma vez acho que as pessoas ligadas ao blog facilmente vão saber o porquê dos valores e aqui vão colocar as razões.

Só uma dica: As remunerações de alguns jogadores do Sporting contratados pela direção anterior tinham clausulas de aumento automático anual (mas isto todos sabem e os autores do blog sabem ainda melhor que eu).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:03

Não compreendo porque afirma que as pessoas ligadas ao bligue vão saber esta informação mais facilmente do que qualquer outro sócio ou adepto.
Sem imagem de perfil

De Anti-Tripas a 21.02.2014 às 13:58

A minha afirmação prende-se apenas por os autores do blog serem pessoas bem informada e com ligações ao meio futebolistico, tendo exercido cargos em estruturas diretivas de clubes e ligas.

Não vejam em tudo que se escreve uma acusação ou um apontar de dedo, já parecem aqueles que por vezes criticam. Acima de tudo somos todos do Sporting (menos uma certa letra que é assumidamente lampião).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 14:05

Meu caro, ou tem problemas em ler ou em compreender, não sei bem qual. O post a presenta uma muito simples pergunta: quais são os detalhes da operação em questão que levaram à poupança de 12,8 milhões de euros. Não faz acusação alguma. Na realidade a acusação apenas reside consigo por falta de outros argumentos concretos.

Quanto à sua outra cinica insinuação, não tenho/temos nada, mas mesmo nada, a provar a si. Faça disso o que desejar, mas não ofenda a inteligência de terceiros com essa diatribe.
Sem imagem de perfil

De Anti-Tripas a 21.02.2014 às 16:55

Em vez de andar à volta da mesa porque não se senta e come logo? Eu pedi que me explicasse uma coisa que você e os seus co-autores sabem bem melhor que eu, se se quer armar em "tótó" então não responda ou diga que não sabe e ponto final.

Em relação à diatribe... pelos vistos dá-se melhor com os vermelhos que com os verdes, isso sim é uma diatribe.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 17:43

Novamente com a mesma... ! O post apresenta uma pergunta; se eu soubesse a resposta tinha-a escrito e não feito a pergunta.

Quanto ao acesso a informação por parte dos autores deste blogue, sabemos, por vezes, de algumas coisas, o que não significa que tenhamos um acesso previligiado para tudo, nem nunca clamámos essa disposição.

Tente ser mais construtivo se pretende respostas aos seus comentários.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 21.02.2014 às 11:08

Posso estar enganado, mas esse dinheiro pode não ser só o salário que estavam a ganhar actualmente. Desde prémios, aumentos salariais no final da época... dou um exemplo simples. Se Labyad tiver um aumento de 50% no salário do final da época como chegou a ser noticiado (hipótese), então para receber 4,5 M nestas 1,5 épocas que falta receberia 140 mil por mês até Junho e 280 mil a partir daí. Contando com 13 meses de salário na próxima época (subsídios) e sem prémios.

No R&C do final da época poder-se-á retirar muito mais conclusões, provavelmente. Digo mais, para quem aqui desconfia muito das operações financeiras, transferências, comissões, etc, desta direcção, ter uma tabela com todos os valores envolvidos no jornal do clube a informar os sócios é um claro upgrade na transparência relativamente ao passado. E ou muito me engano, ou nem disto os sócios dos rivais são informados devidamente por respectivas direcções.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:06

Não se trata de confiar ou desconfiar. Há quem aceite tudo e mais alguma coisa sem questionar nada, só porque sim, e há quem queira compreender.

Quem teve a iniciativa de atirar estes números para o jornal, devia igualmente explicar a sua origem. Ou será que o objectivo é somente impressionar quem não ousa questionar ?
Sem imagem de perfil

De Jorge a 21.02.2014 às 13:09

Acho bem que se questione. Foi por não nos questionarmos o suficiente e por termos uma confiança cega em quem geria o Sporting que chegámos a esta situação. Ninguém se perguntava, e os dirigentes faziam o que bem lhes apetecia sem terem de prestar contas a ninguém.

Posto isto, é inequívoco um esforço da direcção para informar os sócios dos contornos das transferências. O Rui nega que há um upgrade neste aspecto, mesmo que haja espaço para melhorar ainda mais? Mas mesmo assim há sempre mais hipóteses. Quem quiser saber tudo mais ao pormenor, pode sempre perguntar ou requisitar essa informação em AG.

De resto, a origem da informação é obviamente da parte da direcção, que fez os negócios! Se essa informação estiver errada, outros valores aparecerão no R&C. Porque insisto nisto? Porque o R&C tem toda esta informação e os valores são devidamente auditados, por uma empresa independente!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 13:24

Através do post que publiquei não abordei de modo algum a comparação entre a informação disponibilizada agora e no passado, esse é um argumento por parte de alguns leitores na ausência da informação que se visa compreender neste momento.

Precisamente pos essa informação vir a ser, pelo menos teoricamente, divulgada no Relatório e Contas, é que devim ter disponibilizado agora quando, por iniciativa própria, referiram a questão. Não houve qualquer fórum onde a pergunta foi apresentada à SAD Sporting, os dirigentes é que entenderam publicar os números conhecidos. Precisamente por isso, e só por isso, é mais do que justo e razoável questionar como chegaram a esses números.

Além do mais, também já tive ocasião de explicar a um leitor que, em contexto, sabe-se muito menos agora dos movimentos e contas da SAD, desde que as regras foram alteradas quanto ao futebol, no que é obrigatório comunicar à CMVM.
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 11:15

Meu caro Rui,

o que eu acho mesmo muito mais importante é podermos estar aqui e agora a discutir números com base em informações veiculadas pela direcção do clube através de um órgão oficial do mesmo. Isso não tem valor.

Eu acho que por esta altura já todos percebemos que os contratos realizados com muitos jogadores que têm saído (Jeffren, Labyad ....) estavam cheios de "coisas" agarradas que oneravam em muito as despesas do clube. É impossível não concordar com este facto.

De facto a "poupança" com as dispensas de Labyad e Jeffren são inqualificáveis de tão expressivas que são.

Mas julgo que as suas contas seriam mais explicitas se se atentasse ao que surge em rodapé no quadro publicado no Jornal Sporting.

"Poupança global incluindo salários, direitos de imagem, dividas a fundos, comissões e outros custos, vencidos ou vincendos."

E aqui entra decerto a nossa curiosidade. Bem que eu gostaria de conhecer bem melhor estas coisas ... que dividas a que fundos, que comissões ... etc.

p
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:11

Paulo, esse rodapé não diz nada. É uma banal generalidade que visa impor uma ideia na mente do leitor sem explicar coisa alguma.

Como digo no post, não refuto a informação, apenas a quero compreender.

Na realidade não sabemos nada de nada sobre os saláros destes jogadores. O que sabemos são informações diversas que foram aparecendo à conveniência do momento, sem confirmação alguma por parte do Sporting.
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 12:22

Não concordo.
A bem ver não conhecemos nenhum salário de nenhum jogador de nenhuma equipa ;) . E o que está em rodapé é bem mais explicito do que acha.

E eu tb quero conhecer que parcelas são aquelas e quanto importam em $$. Acho que essa será porventura análise da auditoria de gestão.

Eu percebo que perante uma afirmação desta natureza (poupança de 11,7ME com dois jogadores) fiquemos ... surpreendidos ... com a dimensão do valor referido. Mas apesar de querer saber mais, isso não me leva a desconfiar da bondade do que está publicado.

Continuo a dizer-lhe, a diferença de tratamento destas matérias face aos sócios e adeptos, mudou como da noite para o dia ... aliás devemos ser o único clube com uma listagem tão detalhada da situação contratual com os seus jogadores.

p


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:47

Aqui estamos "nós" a falar muito sem dizer coisa alguma. Agora sabe-se mais, mas... não se sabe nada !

Eu considero ofensivo que atirem esses números para o ar, sem qualquer explicação. Se não podem divulgar essa informação, não deveriam ter mencionado a questão. A partir do momento que anunciam que se poupou X milhões, é somente lógico e justo que se pergunte como ?

Não compreendo a defesa do indefensável ou será que não se deve questionar coisa alguma ?
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 12:58

Sabe-se mais e muito mais ... parece-me inegável. Pelo menos eu que não tenho nem tive nada a ver com uma qualquer direcção do Sporting sei mais do que sabia.

A explicação está lá! Os valores dizem respeito a verbas que o Sporting teria de pagar caso o jogador permanecesse no clube a totalidade do contrato e dizem respeito a ordenados, direitos de imagem, comissões, dividas a fundos. Só estou a referir o que vem explicito no quadro publicado no Jornal.

"Não compreendo a defesa do indefensável ou será que não se deve questionar coisa alguma ?"

Para mim não é indefensável! E depois continuo a dizer que se pode e deve questionar tudo.
O que eu quero dizer é que em nenhuma outra circunstância eu vi alguma direcção do clube dizer tão abertamente quanto gastou, quanto poupa, nas contratações de jogadores. Se estão a dizer a verdade, se estão a mentir, a aumentar os valores para parecerem melhores ... cá estaremos para fazer essa avaliação.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 13:06

Paulo, não é preciso tanto para tão pouco. O post visa somente saber como se chegou à poupança de 12,8 milhões de euros com as saídas de Jeffrén e Labyad. Uma vez que se "sabe mais", agradeço que apresente os detalhes desta operação, sem amibiguidades. Ou seja, as contas exactas que, em conjunto, somam 12,8 milhões.

Apresente estes números e a resposta ao posto está dada, efectivamente.
Sem imagem de perfil

De Fernando Mamede a 21.02.2014 às 14:44

Caro paulo, permita-me que lhe coloque algumas questões.

Sabe o que significa "vencido" quando se fala de créditos?

Acha que o Sporting (a sua comunicação ou a sua direcção) publicariam alguma informação que não fosse para promover determinada agenda pessoal? Qual o interesse da notícia em causa? O Sporting compete em algum campeonato financeiro? Ou a notícia refere quanto é que o Sporting deixou de ganhar pelo facto de não valorizar os jogadores?
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 21.02.2014 às 11:46

Também partilho dessa duvida - serão porventura valores brutos, mas mesmo assim acho um pouco demais.

Em relação ao Shikabala - pelos vistos a contratação fez-se por valores bastante mais baixos que os 500m€, anunciados pela imprensa desportiva

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 12:17

Sejam valores brutos ou líquidos, a que se devem ? Essa é a questão. Não aprecio que tenham atirado estes números para o jornal, obviamente visando impressionar, sem apresentar detalhes alguns e a contar com que ninguém questionasse a informação. E depois ainda há quem critique quem tem a "ousadia" de pedir uma explicação. Isto assente em uma mentalidade que não permite que se façam quaisquer perguntas sobre a gestão do Bruno.
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 12:34

Eu acho que está enganado. Julgo que a maioria quer uma prestação de contas apertada, aliás foi essa inexistência que nos trouxe aqui em muitos domínios.

Pedir explicações não é uma ousadia ... é um direito.

Mas prefiro estar aqui a discutir se de facto poupamos 8, 9, 10, 11ME a discutir se o custo do Elias foi de facto 8, 9, 10, 11ME.

Percebo que esteja subjacente uma ideia. A de que os valores apresentados podem estar inflacionados para mostrarem uma eficácia maior na decisão tomada. Lá está teríamos de distribuir a despesa pelos vários itens que aparecem em rodapé.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 16:12

Eu não fiz referência alguma a Elias neste post. A única subjacente ideia, da minha parte pelo menos, surge em duas partes: a) qual a intenção em propagar esta informação e b) uma vez que optaram por a propagar, sujeitam-se a que lhes seja pedido explicações, porque a mim, e decerto a muitos mais, declarar que pouparam 12,8 milhões, sem mais nem menos, diz muito pouco. Qual o porquê de não terem explicado, em detalhe, como os 12,8 milhões foram atingidos ?

Eu admito a possibilidade de os números estarem inflaccionados para impressionar, mas não o garanto, porque não tenho conhecimento croncreto de causa. Daí, a pergunta do post. Até é uma questão muito simples que está a ser complicada pela evidente recusa, por alguns, que se façam perguntas deste cariz.
Sem imagem de perfil

De L a 21.02.2014 às 12:20



Outra vez a super poupança do super gestor no dia de hoje soa a mais propaganda para equilibrar com a decisão do CD. Típico, foi só no que se especializaram. Surpreendido fiquei por saber que afinal o Bruno não se começou a preparar para presidente do Sporting só aos 6 anos mas que já leva 42 anos disto. Com a promessa de mais 20 anos como presidente, ao mesmo tempo que já começou a preparar a filha estamos seguros quase até ao fim do século. Para além claro dos actuais conselhos do Orelhas. Fiável como quem tenta rescindir contratualização de forma unilateral. O que vale é que já é tão conhecido pela bazófia como pela celeridade com que mete a marcha-atrás.

Já no caso do Elias e depois da comunicação - “A Sporting SAD reitera que, desde que esta Administração tomou posse, não existe, nem existiu, qualquer dívida salarial ao jogador Elias. A dívida existente diz respeito a um contrato de direitos de imagem que esta Administração decidiu rescindir, sustentado no reiterado incumprimento por parte do atleta, sendo firme propósito por parte do Sporting a defesa dos seus legítimos interesses, pelo que irá exigir uma indemnização" - que obrigou a estabelecer a compensação da divida a abater numa futura transferência para um clube brasileiro, o tal novo acordo de que veio agora falar o advogado, começou a aparecer insistentemente na imprensa que o Flamengo teria que pagar cerca de 5 Milhões ao Sporting, por 50% dos direitos económicos, para levar o jogador? O que nunca fez sentido nenhum, a não ser que esta direcção em vez de abater 1 Milhão da dívida conforme combinado tenha antes optado mais à frente por somar mais 1 Milhão.

Ao certo o Flamengo ainda não conseguiu resgatar o jogador e com tanta desinformação, onde alguns também só vêem transparência, também se criou propositadamente um clima de hostilidade com alguns empresários. Quando em abono da verdade os bons empresários também costumam desenvencilhar os clubes de alguns problemas. Normalmente requer tempo e menos turbulência. Portanto mais uma vez não temos razões nenhumas para desconfiar de mais uma informação financeira.
Sem imagem de perfil

De paulo a 21.02.2014 às 12:30

Não percebi nada!

O que é que quer dizer de facto, relativamente ao Elias?
Para além da citação de um comunicado, tudo o que refere depois vem de onde ? de quem? ... ? Não percebo.

Até porque que eu saiba não vi mais nenhuma declaração oficial do clube relativamente ao jogador. Tudo o que se lê e ouve vem de fontes próximas do jogador, ele é o pai , o advogado ...

Ele tem contrato, está a jogar na B, recebe os ordenados .... Mais alguma coisa???

Em todo o caso o seu primeiro parágrafo diz muito sobre a maneira como aborda este e outros assuntos relativos ao clube.

Sem imagem de perfil

De L a 21.02.2014 às 14:33


Efectivamente ao nível que levanta questões até podia esclarecer algumas mas até por esse nível o melhor que há a fazer é mesmo esperarmos todos pelo resultado da auditoria a decorrer. De certeza que vai dar muitas respostas e mais importante do que a discussão sobre valores que também vemos nos principais adversários é perceber o que é normal ou não é normal no futebol. Aqui hoje para alguns parece uma ciência oculta. Já a direcção diz que poupou 12,8 M com as saídas de Jeffren, Labyad, Rinaudo e 7 jovens em Janeiro, em salários e derivados. Sobre a carrinha de transporte de valores com os Milhões é que continua a não haver notícias, grande pena. E ainda mais por os adversários não seguirem todos a mesma politica.

Entretanto o Flamengo já veio confirmar oficialmente que desistiu de Elias, para além de acusar esta direcção do Sporting de voltar com a palavra atrás, o que a meu ver faz todo o sentido. Muito provavelmente o caro tem esta direcção do Sporting como pessoa de bem, o que não é manifestamente o meu caso.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 21.02.2014 às 15:33

Quantas vezes é que o Flamengo já "desistiu" do Elias? É melhor fazer uma lista.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 21.02.2014 às 15:35

Tenho tanta "pena" do Flamengo, que nem imagina. É uma "vítima". E o Elias também.
Sem imagem de perfil

De L a 21.02.2014 às 15:42


Eu também lamento mais pelo Sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 16:20

Caro Lionheart, o Elias não é chamado para este post, salvo pela referência do leitor "L". Também eu não me preocupo minimamente com o Elias, mas a verdade é que os dias vão passando, é por de mais evidente que o Sporting não quer o jogador e que este, sem jogar, está a usufruir de um muito generoso salário, sem fim à vista.

Neste capítulo, a verdade se diga, estamos todos a comentar, incluindo eu, sem sabermos os números sobre a mesa, tanto por parte do Sporting como do Flamengo. Acredito que a proposta tivesse sido baixa, com o agravante ainda de ter que pagar ao Elias o que está em atraso. Mas também acredito que o Sporting está condenado a perder dinheiro com este jogador, é só uma questão de quanto e o tempo que vai levar para lá chegar.

Sem imagem de perfil

De Lionheart a 21.02.2014 às 16:52

Caro Rui, o Sporting nunca mais vai recuperar o dinheiro pelo investimento que fez com o Elias. Seja com que direcção for. Tal como não recuperou com o Pongolle, com o Tello, entre outros. O Sporting vai sempre perder dinheiro, porque o valor da transferência deste jogador foi altíssimo para a "bolsa" do Sporting e para que o Elias rende. O Elias só tem mercado no Brasil e nenhum clube brasileiro consegue pagar o que Sporting precisava.

O Flamengo sabe que não há mais interessados e por isso finge que desiste, mas nunca desiste, porque tem esperança que o Sporting mais cedo ou mais tarde ceda. O caso Elias é um caso bastante infeliz para o clube, porque ainda por cima é um mau-carácter que nem quer ajudar desportivamente o Sporting. Não me esqueço de como esse fulano foi um dos obreiros da pior época de sempre do Sporting!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 17:19

Concordo com tudo Lionheart , salvo sentir alguma dificuldade em acreditar que ele tenha deliberadamente prejudicado o Sporting em campo, se é isso que está a insinuar. Apenas pelo seu "mau carácter"... será possível ?

É óbvio que ele, como todos os outros que jogaram, fizeram parte da "pior época de sempre", mas apesar de não ter simpatia alguma pelo jogador, atribuir culpas individuais, hesito muito...

Recordo até como ele foi louvado incessantemente nos primeiros tempos em Alvalade, e posteriormente, tal como a equipa, começou a cair.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 21.02.2014 às 18:16

Prejudicou intencionalmente, sim. Ele e o Schaars foram casos clamorosos. Uns bons cabrões. Poucas vezes vi tal cena. É certo que o clube lhes devia dinheiro, que o Sporting estava em guerra civil, etc., mas não se admite aquele tipo de comportamento a profissionais de futebol. Há imensos casos de jogadores que têm meses de salários em atraso e não deixam de ser sérios. Então em Portugal, se cada vez que deixam de receber o salário os jogadores se borrifassem para a competição, mais de dois terços dos clubes da primeira liga estavam sujeitos a descer de divisão.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 19:17

Bem... é o seu parecer, mas nunca me apercebi disso, especialmente com Schaars que considero um excelente profissional.
Sem imagem de perfil

De L a 21.02.2014 às 16:25


Para além da antipatia pelo jogador que eu relevo nem sei muito bem se o Lionheart está mesmo a par do que se está a passar, da temática, ou se vem para aqui disposto a apoiar o clube como faz com a equipa certamente no estádio. Negociações entre dois clubes falharem até são mais normais que darem certo. Há que convir que ver jogadores a apelar à FIFA contra o Sporting não faz de todo em todo parte do nosso histórico. Acresce ainda ver um clube a queixar-se da integridade de quem nos representa e por conseguinte do Sporting ser ainda um facto mais anormal no desfecho de qualquer negociação. Não estamos a falar se a bola entra ou não mas do carácter do Sporting nesta fase. Que pelo menos alguém acabou de pôr em causa.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 21.02.2014 às 16:54

O carácter do Sporting com o Elias é proporcional ao que sempre foi o "carácter" do Elias para com o Sporting: para cabrão, cabrão e meio. É a vida.
Sem imagem de perfil

De L a 21.02.2014 às 19:51



Tem dias, noutros os regulamentos já são importantes. Aliás engraçado como no post a seguir ninguém respondeu a uma pergunta tão simples como se também devíamos ou não protestar caso o Josué tivesse falhado o penalty? Apurados, sim ou não, porque o Porto entrava atrasado na mesma.

O Elias, para além da dignidade como atleta nem sequer é para aqui chamado. O Bruno é que andou a falar em ameaças sobre estratagemas e pelos vistos já obteve resposta. Mas continuamos à espera da versão do Bruno. Era só uma questão de tempo, esta direcção é useira e vezeira em não cumprir, inclusive a rasgar compromissos do clube, da mesma forma que enganou deliberadamente todos sobre garantias que nunca apareceram. Que continuasse com este modo de vida fora do Sporting era um problema só dele, no Sporting é um problema de todos, é um problema sobretudo do SCP. E não é por esta situação nova não incomodar alguns adeptos que deixa por isso de ser gravíssima. Até nisto quer imitar outro presidente do Benfica, de má memória.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 21.02.2014 às 20:13

Mas no caso da Taça da Liga íamos protestar o quê caso o Josué falhasse? O máximo que poderia acontecer era uma denúncia, de uma tentativa de tirar partido com o atraso. Obviamente não se iria exigir uma desclassificação do porto uma vez que eles não tinham sido apurados.

Entendam de uma vez por todas. Aqui não está em causa o Sporting ter perdido por 2 ou 3 minutos. O que está em causa é o Porto ter atrasado o jogo propositadamente, e nos regulamentos estar escrito que nesse caso a pena a aplicar é derrota! Se assim não querem que seja, alterem os regulamentos, agora se lá está são para ser cumpridos!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 20:22

O que eu gostaria de saber, a título de curiosidade, são os critérios em que os conselheiros do CD da FPF se basearam para determinar que o atraso não foi deliberado.

O problema com este regulamento, envolva o Sporting, ou não, é como se prova que um qualquer atraso visa beneficiar quem se atrasou e prejudicar terceiros.

É uma pergunta legítima, à parte das movimentações obscuras que requerem análise separada.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 21.02.2014 às 21:24

Não li o documento, mas pelo que me tenho apercebido parece que engoliram a história do Fernando.

Quanto ao atraso, é óbvio que pode beneficiar, uma vez que quando o outro jogo acaba uma da equipas fica a saber que resultado tem de fazer. Nem tou a dizer que isso aconteceu neste caso em particular, falo de uma maneira geral. O que deve ser feito caso haja um atraso intencional é comunicar de imediato as razões e apurar se são válidas. Primeiro, no dia do jogo não houve justificação. Acerca da desculpa arranjada mais tarde, nunca uma lesão de um jogador no aquecimento é argumento válido, ainda mais num jogo em que foram avisados da importância de começarem o jogo a horas. Há outros jogadores que podem entrar, até o Sporting já entrou uma vez com 10 jogadores em campo.

Depois há o caso Herculano Lima, que todos sabem, e só prova como estes conselhos de disciplina são tudo menos imparciais e transparentes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2014 às 23:13

Concordo genericamente consigo, embora continue a insistir que os dirigentes do Sporting deviam ter reagido com astúcia, que não fizeram. Não é através de um caso destes que se defende a verdade desportiva. Há situações muito mais graves que ocorrem no futebol português.

Quanto ao regulamento, os conselheiros nem têm que justificar a essência da decisão, salvo indicarem que não entendem que houve acção dolosa. Sempre que as leis permitem espaço para interpretação, isto pode acontecer. O que é amarelo para mim, pode ser vermelho para si. Isto, além dos quês e porquês.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo