Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius (12)

Rui Gomes, em 21.02.21

t9.jpg

Na 12.ª edição desta rubrica, o leitor tem assim a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que o nosso colaborador Julius atribuiu aos jogadores do Sporting e a outros intervenientes do encontro de ontem com o Portimonense - a contar para a 20.ª jornada da Liga NOS - que o Sporting venceu por 2-0, com golos de Zouhair Feddal (27') e Nuno Santos (31').

"Os rapazes pressentiram o perigo e não vacilaram, carimbando mais três pontos nesta longa caminhada para as estrelas. Com a inesperada ausência do Paulinho, por lesão, e um relvado pesadíssimo, a equipa respondeu com muita responsabilidade, conseguindo afastar qualquer desconfiança que um adversário que nunca se rendeu tentou provocar até ao apito final do árbitro. E já são vinte jogos sem perder. O primeiro 'match point' poderá jogar-se na próxima jornada no Dragão?".

DESTAQUE - JOÃO PALHINHA - 5 - Voltou a realizar uma das suas patentes grandes exibições, mas também contou com um João Mário a seu lado nas suas melhores noites, os seus tentáculos foram elásticos e fundamentais na destruição da construção do jogo do Portimonense. Secou tudo à sua volta.

ANTONIO ADÁN - 4.5 - É de uma frieza extraordinária este nosso 'keeper' espanhol, qualquer furacão que ameaça vir na direcção da nossa baliza morre ali, nas suas mãos ou nos seus pés. Reagiu sempre com muita segurança nas ocasiões em que teve que intervir e como um felino saiu aos pés de Salmani no momento certo, salvando um golo que parecia iminente.

ANTÓNIO PORRO - 3 - Mais seguro a defender do que eficaz no ataque, mas muito por culpa do treinador adversário que preparou bem a lição aos seus jogadores para que fechassem o seu corredor. Foi impedido de brilhar.

GONÇALO INÁCIO - 4 - Grande exibição. Mais uma deste muchacho que começa a ter pinta de craque. Não lhe encontrei ainda defeitos; o Quaresma vai ter que marinar e assim como as gafes do Luís Neto. Num ressalto, até teve o terceiro golo nos pés; muito forte com bola e na antecipação, ganhamos um central com explosão, com reacção e que sabe ler muito bem o jogo.

SEBASTIÁN COATES - 4 - Autêntico manual de como se coloca o adversário em fora de jogo, "aquilo" funciona em automático sempre na perfeição, assistiu no golo do Feddal e como sempre, também muito seguro nas dobras. 

ZOUHAIR FEDDAL - 4.5 - O que mais deu nas vistas pela positiva na defesa, tanto a defender como a sair com bola, está também a fazer uma grande temporada, muito focado na responsabilidade em todas as suas acções; sabe ler muito bem o jogo do adversário e surpreende com cortes de grande nível; aproveitou muito bem o ressalto vindo do Coates e marcou o sempre difícil primeiro golo do jogo.

NUNO MENDES - 3 - Tal como Porro, não conseguiu brilhar; esteve num registo mais modesto do que o habitual; oportunidade soberba para marcar quando solto e dentro da área atirou ao lado não dando o arco que se exigia à bola.

JOÃO MÁRIO - 5 - Foi ontem, a par de João Palhinha, o que de melhor se viu na equipa a lembrar os velhos tempos. Muito seguro com bola, com critério e eficácia no passe, apresentou-se mais rápido, o que pode indicar que está a subir de forma; praticou futebol de qualidade.

NUNO SANTOS - 4 - Voltou a prometer mas hoje cumpriu, foi mais constante durante todo tempo que esteve em campo, sempre com intensidade e velocidade, aproveitou muito bem aquela tremenda asneira do adversário e fez um bom golo.

POTE - 3 - Treinou toda a semana as movimentações com o Paulinho para esta partida e sem ele acusou muito o ter que se ajustar à ultima hora; passou mais tempo ao lado do jogo aparecendo só quando o adversário decidiu arriscar com jogo mais directo e com isso abrindo mais espaços; teve também o terceiro golo nos pés após uma excelente jogada individual, mas falhou na apontaria.

TIAGO TOMÁS - 4 - O nosso puro sangue voltou a galgar por toda aquela zona da defesa do Portimonense, ganhando muitos duelos na raça e na velocidade; teve uma enorme chance de fazer o primeiro golo do jogo, mas chegou um nadinha atrasado, merecia ter marcado; manteve sempre em sobressalto a defesa adversária.

JOVANE CABRAL - 2.5 - Não entrou tão bem como se exigia, falhando alguns passes e raramente conseguiu soltar-se das amarras dos polícias de serviço. Sempre esperamos dele algo extraordinário, uma 'galopada' ou um remate bem direccionado mas ontem não teve inspiração para essas coisas.

BRUNO TABATA - 2 - Com mais espaço podia e devia fazer notar-se a sua presença quando entrou, mas também não trouxe melhoria ao ataque da equipa.

MATHEUS NUNES - 2.5 - Devia ter entrado mais cedo, mas o Rúben pensou no Dragão e na ausência provável do Palhinha e com o Matheus com quatro amarelos seria um risco desnecessário, mostrou nos poucos minutos que jogou que faria hoje um bom jogo.

DANIEL BRAGANÇA - 2.5 - Este muchacho, sejam 5 ou 30 minutos, nunca joga mal, porque não sabe jogar mal. Merece uma aposta do treinador mais firme com mais tempo de jogo; a bola nos seus pés parece ter íman e comando teleguiado, teremos no futuro um novo João Mário versão avançada?

RÚBEN AMORIM - 4.5 -  Treinou uma estratégia que não pôde colocar em prática pela inesperada lesão do Paulinho, mas tem sempre um plano B e que funcionou bem, pelo menos com muita segurança. E assim conseguiu ultrapassar um obstáculo que muitos sportinguistas pareciam não dar como certo e conquistou os três pontos. Hesitou nas substituições; ficou a ideia que deviam ter acontecido um pouco mais cedo.

PAULO SÉRGIO - 3.5 - Confirmou-se o bom momento que a sua equipa atravessa, lutou até ao último segundo mostrando ambição e coragem em olhar o líder de frente; montou uma estratégia ousada mas o Sporting está num excelente momento e tinha logo à partida uma missão quase impossível.

RUI COSTA (Árbitro) - 4.5 - Surpresa pela positiva a sua actuação, pecando no excesso das paragens, muitas delas sem necessidade; não andou à caça dos amarelos aos jogadores do Sporting e merece uma nota alta.

RUI OLIVEIRA (VAR) - 4 - Muito bem no fora de jogo que confirmou a ilegalidade do golo do Portimonese.

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


51 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 21.02.2021 às 09:31

Para mim, Palhinha merece destaque especial. Como Ruben Amorim disse, por vezes, parece que há dois Palhinhas, pois aparece em todo o lado. Mas também acho que João Mário fez um grande jogo.
Logo a seguir Feddal e Gonçalo Inácio. Pena que o último só tenha pé esquerdo, mas é um excelente pé.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2021 às 11:14

Amigo Green,
Palhinha joga o dobro e por vezes o triplo e o treinador não é o "mestre da táctica", por um lado foi positivo ter jogado contra o Benfica mas por outro o "problema" ocupou-lhe espaço a mais na cabeça retirando-lhe alguma capacidade, ontem viu-se finalmente liberto e focado 100% no jogo e a diferença ficou visivel a todos mas claro que tambem beneficiou pelo facto do João Mario ter ajudado bastante sendo muitas vezes o jogador mais da equipa carregando a equipa ás costas.
Feddal está de corpo e alma na equipa, no treinador e no objectivo com muito profissionalismo mas tambem com muita qualidade.

O Gonçalo merece destaque sem duvida tem obviamente aspectos a melhorar mas ja faz quase tudo muito bem é um prazer para todos nós vê-lo a crescer.
Sem imagem de perfil

De Luís Barros a 21.02.2021 às 14:21

Caro Julius

O "artista" Palhinha demonstra que é muito bom e que interpreta na perfeição os guiões que lhe chegam às mãos. Fica demonstrado que o problema não era o "artista", mas o guião e o respetivo autor, que nem em Bollywood teria lugar.

Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2021 às 14:51

Nos treinadores existem sempre muitas diferenças e que penso serem as mais importantes as suas capacidades de captarem a atenção dos seus jogadores que áparte de serem profissionais e terem que acatar "ordens" do clube que lhes paga descobrem o sentimento de um prazer especial no que fazem em prol de um objectivo nobre que os convença além dos óbvios objectivos financeiros.

Amorim tem essa capacidade e por isso terá um bom futuro como treinador, Estes raros treinadores conseguem de facto fazer com que os seus jogadores joguem o dobro ou o triplo porque dão a vida por ele, por algo em que acreditam e que vale a pena lutar e sofrer.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.02.2021 às 15:03

Caro Julius

Amorim têm tudo para ser um dos melhores treinadores do mundo. Tem "estrelinha", conhecimento técnico-tático, cultura, inteligência e, acima de tudo, é um homem de equipa e que não cultiva a cultura egoísta do "eu". Esperemos que continue muitos anos connosco e passe essas suas capacidades a outros treinadores do Clube.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2021 às 15:05

A sua identificação caro amigo?
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 21.02.2021 às 17:58

Juliuscoelho

Num campo difícil, com muita água no relvado a nossa primeira parte foi excelente. Na segunda o SCP desacelerou, controlando o jogo embora seja sempre perigoso, pois o adversário, pode meter um golo e complica . Os jogadores do SCP revelam, que querem ganhar os jogos muito depressa e embora o Pote esteja com azar, pois as bolas fogem dos seus pés, aparece sempre alguém na grande área que descansa os restantes.
Tem-se falado muito no TT e no Mendes, dois júniores que incorporam a nossa equipa principal e a quem lhes é atribuída uma carreira desportiva de excelência, Ora, eu acrescento um nome a estes jovens leões : Gonçalo Inácio. O Gonçalo é central e está jogar no lado contrário ao que costuma fazer. desde os iniciados e quem é esquerdino a dificuldade é maior jogando á direita.
Temos felizmente o Feudal, que neste momento é insubstituível, e o Gonçalo está a fazer muito bem o lugar , que ocupa. Terá que melhorar certos aspectos, o que é natural, pois tem 18/19 anos mas o seu valor é uma mais valia para esta equipa. Dos três júniores que citei parece-me ser o que tem neste momento o de melhor rendimento, por isso nunca nos esqueçamos desta pérola, que não vale 150 milhões, mas tem uma carreira promissora à sua frente.
Não falámos no Demiral que jogou pela Juventus contra o FCP. Quem terá sido o responsável pela sua saída quase a custo zero. Estes erros é que têm de acabar no meu SCP , pois só um pseudo-treinador é que não via nele as qualidades , que sobressaiam em relação aos seus colegas. Fernando Albuquerque (SCP)


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.02.2021 às 18:09

O Demiral foi um erro de Sousa Cintra e de quem o aconselhou (porque ele nem sequer conhecia o jogador), ao dar, pelo empréstimo ao clube turco, a opção de compra por 3,5 milhões.

Claro, depois dos muitos mais milhões que já rendeu, é fácil falar, mas a opção nunca devia ter sido concedida sem ele primeiro prestar provas na equipa principal.
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 21.02.2021 às 18:45

Rui Gomes

Qualquer pessoa que veja futebol ou que o pratique , via no Demiral qualidades acima da média, pois era ele e mais 10 jogadores, que jogavam.Esse conselheiro que nunca saberemos o seu nome, é que prejudicou o SCP em muito dinheiro, pois não faço ideia de quem seria o treinador na altura, mas os treinadores que o formaram sabiam qual as capacidades que ele demonstrava em todos o jogos.
Fizeram-se muitos disparates ao longo da nossa história, pois em compras e vendas de jogadores temos sido muito férteis em asneiradas. que não se compreendem num clube profissional, onde deve haver competência e sabedoria na gestão de milhões de euros, que o nosso clube apresenta nos seus orçamentos nas contas da SAD/SCP. Fernando Albuquerque (SCP)
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 21.02.2021 às 18:18

Estaremos todos de acordo que caso ainda tivessemos que estar a gramar com o mestre da tactica esses jovens que citou jamais calçariam nem se saberia por onde andariam a esta hora e estariamos com uma equipa carregada de brasileiros e afins áparte os cofres vazios e ainda eventualmente a dever mais dinheiro á banca.

A mentalidade de um treinador pode ajudar a mudar radicalmente a vida de um clube para o bem ou para o mal, para um futuro promissor ou para um futuro cinzento muito duvidoso.

Aos nossos jovens faltará ganhar titulos para preencherem o seu currículo com a máxima qualidade, este ano podem ter já essa chance de terem o primeiro que se augura de muitos mais o que lhes trará tambem a experiencia que os fará subir patamares mais altos ao nível de jogadores de eleição.

Nao vamos endeusar nenhum dos nossos jovens porque o fácil é acabarem por perder-se e o dificil é passarem esta primeira barreira de mentalidade de terem a capacidade de manterem-se humildes por muitas vitórias que consigam semana após semana.

Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 21.02.2021 às 18:50

Juliscoelho

Estamos de acordo. Todos sabemos que os jovens, de repente podem passar do 80 para 8, pois o dinheiro e as facilidades que têm podem alterar a sua vida num instante. Hoje os jogadores têm outro acompanhamento, que infelizmente antigamente não existia, mas mesmo assim,, alguns perdem-se pelo caminho. Fernando Albuquerque (SCP)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo