Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2021/22 (12 )

Julius Coelho, em 16.10.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com Os Belenenses no Estádio do Restelo para a Taça de Portugal, que resultou numa vitória leonina por 4 - 0. Golos apontados por Tiago Tomás ( 2' e 67') Jovane ( 77' gp) e Nuno Santos (80'gp).

O Sporting apresentou- se no velho Estádio do Restelo com um 'onze' titular com muitos jovens, mas que deram muito bem conta do recado. Marcaram 4 golos, como podiam ter marcado outros tantos, não fosse a displicência na cara do guarda-redes adversário que também rubricou excelentes intervenções, negando por várias vezes o golo aos leões. De registar a excelente dinâmica apresentada pela equipa na primeira parte, com lances bem conseguidos e vistosos, principalmente pelo lateral Rúben Vinagre que reapareceu rejuvenescido, mostrando ganas de querer voltar e vingar no lugar.

img_920x519$2021_10_16_00_38_56_1916201.jpg

DESTAQUE - TIAGO TOMÁS - 4.5 -  Marcou os 2 primeiros golos do jogo com destaque para o segundo em salto de peixe a aproveitar o passe de cabeça do Feddal, mas podia e devia ter marcado mais 3 ou 4, teve oportunidades soberanas na cara do guarda redes. Tem que crescer e melhorar na finalização. Falhou lances difíceis de desculpar; num jogo contra um adversário de outro calibre e com menos oportunidades para marcar, podem fazer grande diferença.

JOÃO VIRGÍNIA - 3.5 - Os adeptos sportinguistas viram-no a actuar pela primeira vez. Apresentou-se tranquilo e atento, resolvendo sempre bem as poucas situações a que foi chamado a intervir, terá com certeza testes mais complicados no futuro contra adversários com outros argumentos.

GONÇALO ESTEVES - 4 - Também uma estreia feliz na equipa titular, tem um futebol muito irreverente e repleto de energia, ataca de frente os seus adversários sem medo de falhar, sempre muito combativo e nunca se esconde, tem tudo para evoluir e ser um grande lateral. Tem 17 anos, mas já joga um futebol adulto e moderno. 

RICARDO ESGAIO - 3.5 - Voltou a ser novamente testado a central desta vez ao lado de Gonçalo e Feddal, cumpriu o quanto baste mas percebe-se que não se sente à vontade ali. Sabemos da sua usual lentidão quando na recuperação e em espaço mais aberto fica mais visível essa lacuna, embora seja verdade que o Belenenses raramente conseguiu chegar à área do Sporting, o que ajudou.

GONÇALO INÁCIO - 4 - Foi surpresa ter aparecido no jogo quando se disse que ainda não estava curado da lesão. Fez uma boa exibição e foi o melhor no eixo da defesa; comandou bem os movimentos dos colegas ao seu lado e vimo-lo seguro com a bola no pé.

ZOUHAIR FEDDAL - 3.5 - Esteve bem melhor na área adversária, ganhando vários lances aéreos, do que a defender, em que mostrou lentidão e com alguns passes sem lhe dar o melhor critério. Deu nas vistas a ganhar uma bola de cabeça na área do Belenenses a que o Tiago Tomás lhe deu o melhor seguimento fazendo o segundo golo do jogo e falhou um golo cantado bastava um pequeno toque na bola.

RÚBEN VINAGRE - 4.5 - Candidatou-se ao melhor jogador da equipa no jogo. Fez uma excelente primeira parte ganhando várias vezes em velocidade ao seu adversário directo, cruzou quase sempre bem e deu de bandeja o primeiro golo ao Tomás. Teve outros bem direccionados mas acabaram desperdiçados por Jovane e Tiago Tomás.

MANUEL UGARTE - 3.5 - Fez o seu primeiro jogo como titular do Sporting, fez bem a sua parte de matar o jogo do adversário no meio campo, mas teve algumas dificuldades a ligar o jogo de construção com os colegas, precisa de competição para se sentir mais confiante e entrosado. Sabe procurar os espaços com a bola bem grudada ao pé.

DANIEL BRAGANÇA - 4 - Parecia arrancar para uma grande exibição, marcando bem o ritmo de jogo na saída para o ataque. Voltou a dar nas vistas com os seus excelentes passes e a forma como se desenvencilhava dos adversários, mas não conseguiu ser mais constante desaparecendo algumas vezes do jogo. Tem capacidade para o agarrar de princípio ao fim e será o trabalho do treinador ajudá-lo a conseguir chegar a esse patamar.

PEDRO GONÇALVES - 3.5 - O seu reaparecimento deixou todos os sportinguistas muito satisfeitos, já tinham saudades de o ver no relvado. Precisa de ganhar ritmo competitivo. Jogou 60' a ritmo algo moderado e sem correr grandes riscos e ainda se isolou dentro da área adversária após uma excelente desmarcação, mas não escolheu o melhor lado para o remate. 

JOVANE CABRAL - 3.5 - Exibição cheia de altos e baixos, ainda não foi desta que "voltou o Jovane". Provocou alguns ameaços com lances de muito bom recorte técnico mas voltou a pecar na eficácia e critério do passe. Faltou-lhe feeling na área em vários lances. Marcou de forma irrepreensível a grande penalidade. Mas espera-se sempre mais e tem capacidade para isso.

PEDRO PORRO - (-) - Dez minutos dos piores que conheceu certamente na sua carreira; mal entrou viu um amarelo e pouco depois sofre uma entrada assassina e saiu de maca em lágrimas. A excelente notícia é que pelas redes sociais ele próprio informou que afinal foi mais o susto e pode não ser grave. 

NUNO SANTOS - 3.5 - Quase tudo lhe saiu (torcido) até a grande penalidade que marcou o guarda redes quase que defendeu, teve por duas vezes na cara do golo e não conseguiu matar. Cruzou para a cabeça do Feddal que acabou no segundo golo da equipa, cruzou no lance que deu o primeiro penálti mas aquela perdida depois do passe genial do Jovane...

MATHEUS NUNES - 3 - Jogou o último quarto de hora para manter o ritmo competitivo para o jogo decisivo em Instambul. Cumpriu sem grandes registos e ainda ajudou a equipa a marcar os últimos dois golos.

MATHEUS REIS - 3 - Entrou para o lugar do Feddal mas o jogo já estava resolvido, Viu a equipa ampliar a vantagem com mais dois golos, teve uma boa iniciativa em que quase se isola na área do Belenenses mas preferiu voltar para trás e manter a bola segura.

JOÃO GOULART - 3 - Outra estreia absoluta na equipa. Dez minutos que decerto nunca esquecerá na sua carreira. Deu nas vistas pela tremenda estampa física e na coragem que disputa os lances pelo ar, tem perfil de patrão da defesa.

RÚBEN AMORIM - 5 - Apresentou uma equipa nova repleta de jovens com alguns a serem titulares pela primeira vez. Apesar das muitas alterações, a equipa não perdeu dinâmica fazendo um boa primeira parte, com um futebol quase sempre em boa velocidade e eficaz na construção de várias claras oportunidades de golo. Podia ter acontecido uma goleada das antigas no Restelo.

NUNO OLIVEIRA - 3 - Equipa com muito poucos argumentos para uma missão quase impossível. Conseguiu, com alguma sorte à mistura, retardar o segundo golo do Sporting que só viria a acontecer na segunda parte. Livrou-se de uma goleada à antiga e a isso pode agradecer ao seu guarda-redes e também à ineficácia dos avançados do Sporting.

GUSTAVO CORREIA (Árbitro) - 2.5 - Arbitragem fraca, com várias decisões erradas no capítulo técnico. Percebeu-se a sua falta de experiência em ajuizar vários lances de forma correcta. No lance em que Pedro Porro se lesionou não teve coragem de expulsar o jogador do Belenenses que fez uma 'tesoura' por trás às pernas do lateral espanhol; ficou também um penálti claro por marcar na parte final do jogo sobre o Jovane.

VAR - Não houve nesta eliminatória da Taça de Portugal.

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui a 16.10.2021 às 10:14

Caro Julius, gostei de ver o jogo, um futebol ofensivo, sem grandes perdas de tempo, sobretudo na segunda parte. Acho o resultado pesado para o Belenenses, um grande clube: também fez um jogo positivo, sem encostar o autocarro, mas o futebol é assim.
Parabéns aos vários jogadores que se estrearem a titulares, cumpriram o objetivo e mostraram que querem jogar. Noutros tempos, um jogo assim teria sido motivo de sofrimento para o Sporting. Venha o Besiktas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 19:33

Boa noite caros amigos e tem dias, hoje não deu para vir mais cêdo, saí de manhazinha e so cheguei agora a casa.
É isso caro amigo, a equipa cumpriu mas é fácil dizê-lo, o treinador tem todo o mérito nesta revolução no futebol do Sporting e na mentalidade de abordar os jogos.
Venha o Besiktas, estamos ansiosos para ver o comportamento da nossa equipa em Instambul.
Sem imagem de perfil

De Luis Moreira a 16.10.2021 às 11:31

Concordo genericamente com as notas atribuídas.
O Gonçalo com 17 anos é um caso sério. O Vinagre fartou-se de criar perigo. Aqueles passes do Bragança são mel .O Ugarte é um rochedo e não engana.
O Esgaio não está habituado a central mas sabe defender e é rápido. A experiência trás o saber.

Abraço leonino
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 19:36

Luís boa noite,

O Gonçalo vai roer os calcanhares a todos os lateriais direitos que vão à seleção, mais 2 anitos e ...o Porto vai torcer a orelha.

O Vinagre é de fibra e deve ter entrado em meditação para definir o que quer de facto com a sua carreira, agora já não pode vacilar de novo.
Imagem de perfil

De Greenlight a 16.10.2021 às 12:31

Saúda-se o regresso de Pedro G, mas ainda em baixo de forma, pois o melhor Pote não teria falhado aquela bola frente ao GR. Ou então a explicação será que o Prof. Paulinho tem andado a dar aulas de como falhar golos. Nesse cenário imaginário, TT seria, provavelmente, o melhor aluno. Fora de brincadeiras, que aqueles que não têm sentido de humor levarão concerteza a mal, é de realçar a boa exibição de Ruben Vinagre e esperemos que mantenha a confiança para jogos contra equipas mais fortes. Já Ugarte não consegui ainda demonstrar a razão da sua contratação. Finalmente e quanto a Daniel Bragança não há palavras para descrever o seu superior toque de bola aliado a um visão de jogo só ao alcance de alguns.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 19:40

É injusto caro amigo adjectivarmos sobre o Ugarte, acaba de fazer o seu primeiro jogo como titular numa equipa que jogou pela primeira vez.

Eu estava apreensivo, recordamos fácil o Alverca mas está instaurada uma nova mentalidade no futebol do Sporting e o sistema trabalhado pelo treinador é fantástico porque todos o interpretam na perfeição, qualquer descuido do adversário e saltamos-lhe em cima num ápice.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 16.10.2021 às 14:58

Boa tarde amigo Julius,

Uma boa exibição de um onze com muita malta nova e que demonstrou qualidades. Mas a equipa não pode falhar tantos golos. Num jogo de outra exigência estaríamos a lamentar tal facto.
Destaque para o Gonçalo Esteves. Este miúdo não engana. Tem as lacunas próprias da idade, mas é tremendo o seu potencial e o que já demonstra é excelente.
Não podemos avaliar o Ugarte pelo jogo de ontem. O jogo da equipa do Belenenses não chegou para o colocar à prova, nem foi propício para demonstrar a suas qualidades.
O Rúben Vinagre não surpreendeu. A atacar consegue brilhar, mas o seu problema está a nível defensivo. E ontem o Belenenses não lhe colocou grandes problemas a esse nível.
Só peço que o lance do Porro tenha sido apenas um susto.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 19:58

O que ressalta logo à vista no jogo da equipa de ontem,(voltamos a referir que foi uma equipa completamente nova a jogar pela primeira vez) é a mentalidade e a excelente execução do modelo de jogo, faz anos, alguns já, que pensava num modelo similar praticado desde as camadas jovens até á equipa principal para que todos saibam de olhos fechados o que tëm que fazer em campo. Propus isso mesmo a uma equipa peruana que me queria contratar.

Dá-me um imenso prazer ver o que fez e faz o Rúben Amorim e o sucesso que tem tido, porque me dá razão no que sempre pensei.

O Rúben devia ficar mais alguns anos no clube para cultivar de vez essa mentalidade a todos, jogadores, dirigentes, tecnicos e até mesmo adeptos.
Faço votos patra que fique.
Sem imagem de perfil

De Fernando a 16.10.2021 às 15:04

Ontem ouvi, o comentário do jornalista Otávio Lopes: "O Sporting tem lá um rapazinho a meio campo que só sabe fazer passes para trás e para os lados de nome Daniel Bragança". Como diz o outro "lavar a cabeça a um burro, é desperdiçar sabão"
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 20:02

Otávio Lopes é um camaleão, faz pela vida pelo seu emprego, mas o pobre diz tantos disparates que já perdeu toda a credibilidade faz......tempo!!!!

Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 16.10.2021 às 15:16

Parece que o Porro só tem um entorse... coisa para estar apto daqui a duas ou três semanas.

Boas notícias, pois ontem imaginei uma paragem de vários meses.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.10.2021 às 20:04

Ainda ontem pouco depois do fim do jogo ele veio descansar a galera.
Mas terá que esperar 48h para então e com mais certeza saber-se da gravidade da lesão.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo