Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2021/22 (13)

Julius Coelho, em 20.10.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Besiktas em Istambul da 3.ª jornada da fase de grupos da Champions League, que resultou numa vitória por 4-1. Golos de Sebastián Coates (15' e 27'), Sarabia (44'gp) e Paulinho (89').

O Leão rugiu forte em Istambul, marcou por 4 vezes num festival de golos perdidos. Com um ataque demolidor arrasou na sua primeira vitória em terras turcas, esfriando e silenciando o sempre entusiástico público do Besiktas no caldeirão do Vodafone Park. Entrou no jogo na expectativa do que faria o adversário levando inicialmente com alguns sustos que o enorme Adán resolveu, depois percebeu que tinha condições de fazer mais e melhor, arregaçou as mangas e foi para cima deles subindo sempre de produção até ao apito final do árbitro. Aos 70 minutos já o treinador dos turcos estava sentado quietinho no seu banco com a toalha atirada ao chão.

img_770x443$2021_10_19_06_47_06_1917473.jpg

DESTAQUE - SEBASTIÁN COATES (CAP) - 5.5 - Nem foi necessário as habituais horas extraordinárias para marcar à ponta de lança. Aos 27 minutos já tinha metido dois lá dentro e para os mais distraídos que não viram como cabeceou para o primeiro, repetiu o lance novamente minutos depois com igual cabezazo. Dois golos a papel químico e quase um terceiro, não fosse a mão do Vida a desviar a bola, que resultou num penálti das novas tecnologias. Depois ainda armadilhou todos os terrenos da defesa da equipa, fazendo cair sistematicamente em fora de jogo os avançados turcos. Merecia um ...6.

ANTONIO ADÁN - 5 - Vê-se que é um guardião muito feliz na baliza do Sporting, Clube que aprendeu a amar e com o qual vai assinar um novo e merecido contrato. Naqueles primeiros quinze minutos, enquanto os colegas ainda não tinham entrado bem no jogo, resolveu e foi resolvendo sozinho os vários problemas com intervenções de excelente nível, depois o interruptor da equipa ligou e lá pôde respirar e assistir ao jogo.

PEDRO PORRO - 4 - Andou toda a primeira parte preocupado com o pezinho, sempre a ver onde o colocava. O treinador deve ter-lhe dito alguma coisa ao intervalo, porque no regresso ao relvado voltámos a ver aquele espanholazo sem medo, a ir para cima deles e a disputar os lances para ganhar. A equipa tem dois jovens defesas direitos fantásticos; quem viu o outro jogo ao princípio da tarde, dos juniores, viu o Gonçalo Esteves e tudo o que fez.

GONÇALO INÁCIO - 3.5 - Uiiiiiii!! Aquele início ainda andou aos papéis!! Salpicou o bom e o mau mas lá se recompôs e acalmou, o comandante também deu uma ajuda; o lance do primeiro golo é ele que a desvia no primeiro "palo" para a cabeça de ouro do patrão Seba. Na segunda parte subiu de produção como toda a equipa e voltámos a ver o Gonçalo Inácio no seu melhor.

ZOUHAIR FEDDAL - 3.5 - Cumpriu bem a sua tarefa é um facto, mas nota-se que ainda não está a cem por cento. Cometeu alguns deslizes primários com a linha do fora de jogo e no timing de entrada dos avançados do Besiktas, depois tranquilizou-se e foi sempre a subir de produção especialmente na capacidade de antecipação aos adversários.

MATHEUS REIS - 3.5 - Entrou no jogo com clara dificuldade de interpretar a sua missão e parecia que iria ter uma tarde difícil e de grande desacerto. Nunca transmitiu fiabilidade na sua tarefa mas lá foi melhorando com o decorrer do jogo. Sempre muito esforçado mas nem sempre com o critério que se pedia, fisicamente parece estar bem, apoiou sempre os colegas mais adiantados na construção dando linhas de passe.

JOÃO PALHINHA - 4.5 - O meio campo da equipa demorou a entrar no jogo; na primeira parte ele e o Matheus Nunes tiveram alguma dificuldade em perceber o jogo do adversário e com isso o acerto dos espaços a preencher. Tiveram que receber instruções do treinador que os ajudou a corrigir tudo o que parecia que estavam a complicar. Os golos do capitão ajudaram a "acalmar" o adversário e ligaram o João Palhinha ao jogo; a partir daí varreu tudo à sua frente até ao final. Comprou o meio campo com suor, garra e aquela qualidade que lhe reconhecemos.

MATHEUS NUNES - 4 - O jogo até parecia estar bem propício às suas características de vagabundo, mas faltou melhor definição no critério da decisão e no último passe. Sempre teve espaço àss carradas, mas raramente os soube aproveitar da melhor forma; melhorou também na segunda parte mas...sabe fazer muito mais e melhor.

PABLO SARABIA - 4.5 - A primeira vez que vimos jogar o trio (Pote, Paulinho e Sarabia) na frente do ataque e a equipa marcou quatro golos num estádio tradicionalmente terrível para qualquer adversário. Mas ficou bem evidente que falta ainda muito trabalho para melhorarem o seu entrosamento, principalmente no último passe, em que falharam várias vezes. Foi muito competente, difícil de marcar e sempre com muito bom critério no passe, marcou a grande penalidade num remate sem hipóteses para o guarda-redes. Terá que aparecer mais vezes com a sua temível meia distancia.

PEDRO GONÇALVES - 4 - Joga e faz em simultâneo o trabalho de recuperação física para voltar aos níveis de intensidade que lhe conhecemos. Falta-lhe um pouco mais ainda, está já perto, mas os falhanços pouco habituais em lances que sempre acertava provam isso. O critério, o último passe, a capacidade física na disputa, o feeling, tudo está a caminho e não tarda a chegar-lhe.

PAULINHO - 5 - Uiiii! Dar nota 5 ao Paulinho... Eu explico, duas bolas nos "palos" uma assistência para o segundo golo e um golazo que vale dois pontos e aí temos o 5. E ainda deu de borla tudo o resto que fez. Quiçá entusiasmado com o nível da guarda de honra ao seu lado (Pote e Sarabia) arrancou um muito bom jogo, dos melhores que fez desde que chegou. As defesas adversárias que se cuidem.

RICARDO ESGAIO - 3 - Agora foi bombeiro na esquerda, um sector que continua a dar trabalhos ao treinador. Cumpriu com a sua experiência, mas entrou já no melhor período da equipa, quando o adversário já tinha o seu treinador sentado no banco resignado e desiludido com o resultado e com tudo o que se passava no relvado.

TIAGO TOMÁS - 2 - Jogou dez minutos e viu-se por duas vezes: uma a levar um amarelo por uma entrada despropositada aos pés de um adversário e na outra, quando e mais uma vez, falha um golo cantado à boca da baliza.

DANIEL BRAGANÇA - 1 - Quatro minutos em jogo. Nem deu para o banho.

LUÍS NETO - 1 - Também jogou os últimos quatro minutos, mas mereceu, foi mais uma internacionalização para a sua carreira que já soma umas quantas. 

NUNO SANTOS - 1 - Quatro minutos em campo para não amuar, não pode dizer que não jogou.

RÚBEN AMORIM - 6 - Começam a faltar adjectivos para classificar este jovem treinador que mudou o rumo do nosso Sporting CP para uma rota de sucesso e de vitórias, com bom futebol, vivo, atraente, eficaz, que tantas alegrias tem dado nos últimos tempos a toda a nação sportinguista. Preparou bem o jogo e a mente dos seus jogadores para uma partida que era uma final, em que só a vitória interessava. Ganharam e convenceram na primeira vitória do Sporting em terras turcas. Depois ter um defesa central que mete inveja a todo o mundo ajuda muito. Agora vai ter o trabalho sempre complicado, mudar o chip à equipa para o jogo do campeonato.

SERGEN YALÇIN - 2 - Só deve ter visto o resumo do Sporting-Ajax e acreditou na virgem Maria. A sua equipa ainda fez umas cócegas na primeira parte mas todo aquele vendaval provocado pelo Seba e companhia destruiu por completo todos os seus sonhos. Resignou-se e saiu de fininho para o banco e por ali ficou até ao apito final do árbitro.

SLAVKO VINCIC (Árbitro) - 3.5 - No geral fez uma boa arbitragem, mas fez vista grossa à falta no lance do golo do Besiktas, o marcador apoia-se no Matheus Reis impedindo-o de disputar o lance. Depois o VAR podia e devia ter anulado o golo. 

MATEJ JUG (VAR) - 3.5 - Por um lado, agiu positivamente no lance da grande penalidade; na imagem corrida ninguém deu pela mão do Domagoj Vida (lance idêntico no Estoril mas que o VAR português nada fez). Já tinha impressionado negativamente no lance do golo do Besiktas ao não o anular por clara falta sobre o defesa do Sporting.

publicado às 04:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


30 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Cunha a 20.10.2021 às 05:44

Bom dia Julius. Obrigado pelas suas notas. Gostei muito do Coates, Palhinha e Paulinho. Menos do Matheus Nunes. De facto, o futebol é um jogo com muitos factores imprevisíveis. Durante os primeiros minutos, com aquela rapidez toda do Besiktas, fiquei a ver a vida a andar para trás. Foram surpreendidos e ficaram às aranhas. Mas, ao contrário do jogo com o Ajax, as bolas não entraram apesar das nossas falhas. E depois, a falha colossal do treinador e jogadores do Besiktas ao não saberem anular o Coates, virou tudo para cá. Depois reequilibraram-se e ficou tudo muito melhor. Mas que jogo.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:13

Bom a todos caros amigos

O Besiktas torna-se perigoso se marcar primeiro nos primeiros minutos de jogo, estão menos preparados fisicamente que os nossos, não treinam tanto como os nossos mas ganham moral se de início marcarem primeiro e essa moral faz equilibrar todo o resto até final.

A nossa equipa tinha que estar muito concentrada e preparada para que todos fizessem a sua parte e naturalmente os golos iriam aparecer como veio a acontecer.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 14:13

Óbviamente que pretendi escrever

Um bom dia a todos.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 20.10.2021 às 08:32

Caro amigo Julius

A nossa equipa esteve muito bem e Paulinho teve uma participação muito activa no jogo, aliás como é habitual nele. Ontem terá dado mais nas vistas, marcou um excelente golo e assistiu com primor noutro (e atirou duas bolas ao poste), mas foi o jogador que costuma ser sempre. A equipa não fez um jogo perfeito (raramente há jogos perfeitos), mas esteve há altura das circunstâncias e das expectativas dos adeptos. Muito bem!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:17

Amigo Leão Zargo,

Se esteve atento em particular nas expressões do Paulinho notou que ele próprio sentia a frustração da má sorte que teve em alguns lances, no próprio golo que foi um grande golo não o comemorou efusivamente, a sorte tem tido uma grande dívida para com ele e esperamos que a comece a pagar apartir do jogo de ontem.
Imagem de perfil

De Greenlight a 20.10.2021 às 09:02

Caro Julius,
Foi uma grande e saborosa vitória da equipa do Sporting capitaneada pelo "monstro" Coates que foi decisivo na vitória. Outro "monstro", Palhinha demorou a entrar no jogo mas depois varreu todo o meio campo pois teve que colmatar o algo ausente Matheus Nunes. Pote está de regresso, ainda um pouco fora de forma, não marcou mas faz a equipa jogar. Pela negativa tivemos Matheus Reis, que, mais uma vez, demonstrou ser um jogador sem categoria; para além de outras asneiras, encolheu-se no golo dos turcos o que contribuiu para a não marcação de falta, que, quanto a mim, terá existido. MR foi o elo mais fraco da equipa e não merece a nota positiva. Finalmente quanto a Paulinho, lá está Julius a puxar por ele, nota 5? então as bolas aos ferros também contam para a exibição positiva? Como alguém já escreveu hoje, Paulinho foi igual a Paulinho, incrivelmente perdulário só que, desta vez, marcou um grande golo mas isso não deveria chegar para ter nota 5.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:26

Greenlight, bom dia

De facto Matheus Reis é por culpa própria o patinho feio da equipa, ainda não nos convenceu de todo. Lá se vai safando mas nota-se-lhe limitações técnicas. Numa vitória em Istambul e com 4 golos em geral teria que dar nota positiva aos titulares e pelo menos mostrou excelente disponibilidade fisíca a dar opções de passe aos colegas foi mais por aí.

Seba provoca muita inveja por aí fora é um Central/ponta de lança fantástico.
Paulinho esteve lá presente na maioria dos melhores momentos do ataque da equipa e sim isso conta óbviamente, terá que começar a treinar a sorte também, a sorte também se treina.
Sem imagem de perfil

De Rui a 20.10.2021 às 09:35

Caro Julius, só há um comentário a fazer: a equipa está de parabéns, a mostrar a alma do Sporting. Um jogo dinâmico, ofensivo, como já tinha sido com o Belenenses. Claro que traz riscos, mas quando resulta dá em grandes jogos. Um balão de motivação, esperemos que se mantenha diante do Moreirense, um adversário difícil. E esperar também que o Besiktas não nos surpreenda em Alvalade como o Sporting surpreendeu lá.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:30

A equipa ficou mais forte com os regressados Pote e Gonçalo. O trio da frente é agora ainda mais competente e uma dôr de cabeça para os adversários, o sistema é bom e conhecem-no de olhos fechados, só os níveis de concentração podem fazer a diferença nos jogos que comenta (Moreirense e Besiktas) ambos em Alvalade. Se a concentração se mantiver em alta sairemos vencedores caro amigo Rui.
Sem imagem de perfil

De Daniel a 20.10.2021 às 09:58

Eu sou bastante critico do Paulinho mas em relação ao jogo de ontem, ele foi mais infeliz do que incompetente, duas bolas nos ferros no mesmo jogo?! Levem o rapaz à bruxa...
Merece a nota a nota 5 e o golo acima de tudo, cometeu um ou outro erro no passe, mas fartou-se de trabalhar.

Vitória merecida e inquestionável, é repetir a dose em Alvalade e esperar que o Ajax faça o mesmo em Dortmund.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:35

Concordo que foi mais infeliz que competente mas incluo também a dose em déficit de confiança, com a confiança em alta esses 2 lances seriam golos. Depois sacou da cartola aquele coelhazo, um golo fantástico, algum dia teria que entrar. Mas voltou a trabalhar muito para a equipa. O problema do ultimo passe não é só dele mas sim de todos e que terão que continuar a trabalhar muitas horas diárias para o poderem melhorar.
Sem imagem de perfil

De Paulo SCP a 20.10.2021 às 10:20

Um jogo bastante competente do Sporting, com alguns desacertos aqui e ali, mas no geral sempre a controlar o desenrolar do jogo.

A melhorar no geral, a qualidade de passe! Nota-se alguma precipitação nas saidas para o contra ataque, com passes arriscados, muita vez falhados, quando existiam outras opções mais simples de sair a jogar. Perderam-se muitas jogadas potencialmente perigosas assim...

Na frente, tivesse existido um pouco mais de "classe" e "tarimba" e ontem teria sido um "quinje a jero". Paulinho, TT, acertar nos postes ou no GR não conta, vamos lá a trabalhar mais na finalização.

Força Sporting.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:42

A precipitação nunca foi amiga do bom critério e aí terão também que melhorar, escolheram algumas vezes o pior caminho para a bola quando tinham outros mais simples e com mais espaço para explorar.

Caro amigo Paulo, uma das etapas mais dificeis de alcançar numa equipa é conseguiram construir oportunidades ou movimentos de perfeita rotura no adversário depois a outra a mais difícil de atingir é a perfeição na concretização, o ultimo passe e o critério acertado fazem elevar uma equipa ao top e a do Sporting deste bom treinador trabalha todos os dias para lá poder chegar.
Sem imagem de perfil

De SP a 20.10.2021 às 11:48

A grande força desta equipa é o seu coletivo superiormente orquestrado pelo RA.

Adan segurou a equipa quando foi mais preciso.

Coates empurrou a equipa para a vitória e depois foi segurando as pontas lá a trás.

Palinha varria tudo a sua frente ... ou seja o campo todo!

Paulinho anda pensei que teria de ir a bruxa mas não foi preciso ele mesmo resolveu esse problema de forma espetacular com aquele golaço ... grande jogatana!

SL,
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:49

Amigo SP

Exactamente antes da equipa ligar-se ao jogo o Adán ja estava ligado e a segurar ele próprio aquele cabo de aço que une toda a equipa principalmente a defesa.

Depois o "laboratório" abriu as portas do golo e para quem quisesse ver de novo como foi repetiram a jogada, esses 2 lances funcionaram como um tremendo golpe no orgulho do adversário desmoralizando-o.

De facto Paulinho tem que pensar começar a treinar também a...sorte.
Sem imagem de perfil

De AlexandreP a 20.10.2021 às 11:54

Até que enfim uma alegria na Europa.

Após algum desacerto inicial, fizemos uma exibição de luxo!!!

Não tenho sido muito critico do Paulinho, pois a qualidade está lá, tem faltado um pouco de baliza e golo. Ontem levou-me ao desespero. Aquelas 2 bolas nos ferros, mais um lance, que isolado em vez de ir para a baliza, decidiu assistir, poderia ter matado logo o jogo, não o matando deixou alguma incerteza, até ao golaço.
Continuo a rezar para que ele esqueça os milhoes que custou, e que jogue mais leve. Acredito que o ketchup, se vá soltar brevemente...
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:53

Continuo a dizer caro amigo Alexandre que se trata mesmo e só de maior confiança, sente-se em dívida com a equipa, com ele próprio, com o treinador e com os adeptos e tornou-se um peso na hora do ultimo passe ou no remate, tudo isso lhe vem à cabeça nesse momento e ainda não se conseguiu libertar. O grande golo que marcou ajudou muito porque viu que afinal elas entram mesmo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.10.2021 às 16:46

O Julius é excessivamente diplomático a responder!!!

"Ontem levou-me ao desespero"...

Ao desespero porquê? Por ter feito uma grande exibição?

As duas bolas nos ferros é pura infelicidade. A primeira, de um cruzamento com muita força do Porro com a bola a meia altura e o Paulinho em corrida.

Na segunda, o guarda-redes fez-se ao ângulo e o Paulinho rematou por cima dele. 2/3 cms e era golo...

Para muitos adeptos, o futebol é estar bem sentado no sofá em frente da televisão e, aí, tudo é fácil.
Sem imagem de perfil

De Luis Moreira a 20.10.2021 às 12:00

Caro Julius

Quatro golos marcados e outros tantos falhados. Pote não está ainda bem . Este trio da frente vai marcar golos mas não pode falhar tantas oportunidades.
E claro um 10 para o capitão Coats . Dois golos e um penalty. É obra !
Não é fácil dominar esta nossa equipa.

Abraço leonino
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 12:59

Luís bom dia

É um facto falamos tanto dos nossos avançados mas na verdade o nosso melhor ponta de lança é o central Sebastián Coates, o terror das áreas adversárias. Todos os treinadores adversários preparam e organizam sistemas para conseguirem bloquear os nossos avançados mas não conseguem encontrar sistemas eficazes que bloqueiem o Coates.

Quando ele sobe ás suas areas nota-se todo o desconforto que provoca nos adversários logo apartir do seu banco com tanta gente a gritar a dar ordens para dentro do relvado.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 20.10.2021 às 14:40

Boa tarde amigo julius,

Concordo inteiramente com a sua classificação. Grande jogo da nossa equipa e ontem estiveram todos muito bem, com garra e entreajuda. O paulinho quando não quer assistir e remata de primeira mete golo...
Estou desejoso que chegue dia 23, AG onde vou apenas votar pelo sim ao orçamento e depois vou ao jogo com o Moreirense. Espero um Estádio José Alvalade esgotado. Eles merecem.

Saudações leoninas
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 20.10.2021 às 16:21

Boa tarde caro amigo J. Oliveira,

Os 2 golos do Coates desbloqueram o que poderia ter sido um problemas, especialmente o 2º logo a seguir ao golo do empate do Besiktas, creio que esse golo acabou com a moral deles.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo