Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2022/23 (10)

Julius Coelho, em 05.10.22

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Marselha, da 3.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões e que resultou numa derrota leonina por 4-1. Golo de Francisco Trincão 1'.

SPORTING EM MODOS HARAKIRI EM MARSELHA

Três erros grosseiros do guarda redes espanhol de rajada (em 9') e que resultaram fatais, destruíram por completo toda a organização de jogo da equipa leonina, após conseguirem chegar à vantagem com um dos golos mais rápidos da história da Champion League (53s) e dominarem por completo um adversário que mostrou limitações quando em igualdade numérica. A história do jogo para o Sporting em Marselha acabou logo aos 23' quando ficou reduzido a dez elementos e já com os franceses na frente do marcador. O treinador decidiu proteger os jogadores para a segunda metade da partida, fazendo 4 substituições logo após o intervalo, optando por uma estratégia de maior contenção para evitar um resultado mais volumoso que pudesse vir a causar mais danos no grupo.

310333057_650114276480595_6588117425321724179_n.jp

DESTAQUE - FRANCISCO TRINCÃO - 3 - O momento mais alto da equipa resumiu-se aos 53 segundos de jogo, quando o Francisco Trincão numa excelente jogada individual surpreendeu todos, finalizando com um remate em arco que só acabou no fundo da baliza. Pouco depois esteve perto de fazer o segundo, mas a bola bateu numa muralha de pernas.

ANTONIO ADÁN (Cap) - 0 - Seguramente os 23' mais "horribilis" de toda a sua carreira, destruiu com os seus erros o sonho da equipa poder conquistar três vitórias seguidas na Liga dos Campeões, o que seria um feito inédito na história do Clube. Entrou em campo, mas deixou a concentração no autocarro que se perdeu no trânsito. Depois de dois erros que resultaram em golos do adversário, provocou uma saída sem timing e meteu a mão à bola fora da área, inacreditável. Ficámos incrédulos e sem palavras.

RICARDO ESGAIO - 1.5 - Como tem sido habitual, voltou a realizar um jogo muito fraco. Entende-se que um jogador tem direito a cometer erros, mas primeiro, tem que conquistar créditos e aí, poucos tem conquistado desde que voltou ao Clube. Muito preocupado com a sua posição na linha do fora de jogo mas depois falta-lhe tudo o resto.

JEREMIAH ST. JUSTE - 2 - Além dos erros do Adán, a defesa também não esteve bem, nunca deu garantias na saída da bola, cometendo vários erros sem serem provocados e o holandês ressentiu-se com a falta de uma voz de comando que o tranquilizasse e colocasse a todos na ordem. Já não voltou para a segunda parte.

GONÇALO INÁCIO - 2 - Ainda não é a sua praia assumir a posição de quarto homem, não basta ter reacção ou velocidade e controle na linha do fora de jogo, é preciso também voz de comando que não tem. Os erros do guarda-redes também foram consequência dessa falta de liderança no sentido de lhe serem oferecidas linhas de passe com melhor critério. Viu-se também com dois erros graves, quando ofereceu a bola ao adversário perto da sua área.

MATHEUS REIS - 2 - Andou aos papéis a maior parte do tempo, perdendo-se com dobras e mais dobras numa espécie de função de bombeiro, quando se pedia mais cabeça e melhor organização defensiva. Melhorou na segunda parte fechando melhor o seu lado com o Nazinho.

NUNO SANTOS - 2.5 - Curiosamente, estava a dar nas vistas na posição mais recuada a fechar muito bem o seu corredor, rápido na antecipação e no timing do corte. Foi o melhor elemento da defesa durante o período do descalabro provocado pelo Adán. No ataque ou na construção da saída de bola nunca se viu. Na segunda parte não voltou.

MANUEL UGARTE - 2 - Um erro clamoroso quando fez um passe para trás que quase isola um adversário, depois foi melhorando o seu jogo, nos movimentos de reacção e no passe com melhor critério. Também foi substituído após o intervalo.

HIDEMASA MORITA - 2.5 - Viu-se numa tarefa muito ingrata o japonês, mal se viu na primeira metade da primeira parte, depois e já com o resultado a desfavor e com a equipa com menos um elemento, assumiu a responsabilidade e atirou-se àquela luta tão desigual do meio campo, nunca se vergou. Foi o elemento que mais e melhor produziu na segunda parte mas sem resultados práticos.

PEDRO GONÇALVES - 1.5 - Isolado, teve nos pés o segundo golo que poderia ter dado uma história muito diferente ao jogo, mas não teve potência no remate nem a arte de colocar a bola fora do alcance do guarda redes francês. Sempre muito mal na recepção, perdendo inúmeras bolas para o adversário. Ficou também no balneário ao intervalo.

MARCUS EDWARDS - 3 - Deu a ideia de poder vir a fazer uma grande noite. Até aos descalabros foi o jogador mais cerebral na construção, com mais tino, um passe magistral isolou o Pote e teve outras iniciativas que fizeram a cabeça em água aos  franceses. Na expulsão do Adán, foi o sacrificado e mostrou claro desagrado na hora de sair.

FRANCO ISRAEL - 2.5 - O pior momento para um guarda redes, é entrar gelado no jogo no momento de um canto contra, dessa forma sofreu o terceiro golo, não se fez ao lance no timing correcto e sem a convicção que o lance pedia. Não se perturbou por isso e defendeu depois duas bolas bem difíceis e no quarto golo ainda defendeu o primeiro remate. Não conseguimos ainda ver e perceber as suas reais qualidades de grande ou médio guarda-redes.

JOSÉ MARSÁ - 2.5 - Foi atirado às feras na segunda parte num momento muito delicado, menos um elemento e  com 2 golos a desfavor. O jovem espanhol não tremeu e aproveitou a lição para crescer em tempos de guerra, no geral safou-se menos mal.

FLÁVIO NAZINHO - 2.5 - Entrou bem no jogo quando foi chamado logo a abrir a segunda parte, parecia poder desiquilibrar pelo seu corredor, mas o adversário depressa se adaptou e obrigou-o a recuar e a  posicionar-se mais perto da sua área.

PAULINHO - 1 - Missão ingrata que nada produziu segunda parte. Muito sozinho lá na frente viu-se muitas vezes a ter que recuar até às primeiras linhas da defesa para conseguir ter alguma bola. Conseguiu uma ou outra falta mas sem acrescentar nada no contra ataque que a equipa tanto necessitava.

ALEXANDROPOULOS - 2 - O miúdo luta que se farta, mas sem o critério que marque a diferença. Terá que reduzir perdas de bola e pensar melhor o jogo para não cair em acções constantemente precipitadas.

RÚBEN AMORIM - 3.5 - Não merece de todo a nota negativa. Viu-se no início do jogo que preparou bem a estratégia; enquanto em igualdade numérica o Sporting CP foi superior ao Marselha. Não pôde evitar os disparates do seu guarda-redes, teve que se aguentar com a tremenda realidade em que caíram após aqueles nove minutos fatais e ter que decidir; esquecer o jogo e as consequências do resultado e partir para a defesa dos seus jogadores e da equipa. Arriscou e fez as cinco substituições permitidas na primeira parte. Mostrou inteligência e coragem quando a borrada já estava feita.

IGOR TUDOR - 3.5 - Ganhou com números expressivos, mas o jogo teve uma história muito estranha, defrontou um adversário que decidiu suicidar-se e oferecer-lhe a vitória. Tudo lhe correu à feição e sem nada fazer por isso. Na verdade, até se livrou de um grande aperto quando perdia e estava a ser dominado. Depois lá pôde respirar de alívio. O mérito? Aproveitou bem os erros infantis do Sporting.

DAVIDE MASSA (Árbitro) - 3 - De forma inteligente apitou com caseirismo, na dúvida a bola ficava em casa, e nos cartões sempre teve melhor visibilidade para um dos lados.

PAOLO VALERI (VAR) - 3 - No geral não foi uma boa transmissão, foram dadas poucas repetições de alguns lances que suscitaram dúvidas. Vamos acreditar que decidiu sempre bem.

publicado às 03:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


89 comentários

Sem imagem de perfil

De mike1906 a 05.10.2022 às 09:57

Acho que o Julius está a ser bastante benevolente com Adan. A nota merecida era mesmo zero, porque foi zero o que fez.
Não só o que fez como as declarações no final do jogo. Foram erros mas acontece e sábado há mais... o mínimo era um pedido de desculpas aos Sportinguistas, porque errar acontece a todos agora, aquele tipo e sequência de erros, não é de todo normal.

Alem de Adan, o que dizer de Esgaio ? Ultrapassado vezes sem conta por um jogador banalíssimo como é Nuno Tavares.

Por muito boa vontade que se queira ter com ele, não tem condições para jogar no Sporting.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 10:18

Um bom dia de quarta feira para todos..

Mike as notas vão de 1 a 6, de facto ontem o Adan não esteve lá e está a ser duramente castigado pela CS por todas as partes. Creio que o primeiro erro que deu o golo do empate ao Marselha afetou-o bastante e tirou-lhe o discernimento. Não está a ter uma boa época porque já soma outros erros graves em jogos da Liga o que nos surpreende bastante.

Esgaio é o que temos quando não à Porro, são evidentes as suas limitações, já referi aqui que se auto-acomodou quando regressou ao Sporting, ele próprio pode nem se dar conta dessa realidade, é instintivo, atingiu o máximo da sua carreira e sabe que será sempre a segunda opção, isso fá-lo não evoluir nos treinos, estagnou, pode dar o máximo fisicamente mas sem evolução. Por exemplo o Pedro Porro sabe que é o titular e joga e treina para essa responsabilidade que o mantem altamente motivado todos os dias, além disso sente que pode dar um salto ainda maior, isso fá-lo manter-lhe a evolução nos treinos porque ainda procura o seu limite. Tive casos semelhantes e o Rubén com certeza que estará a tirar as suas conclusões.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 10:07

Bom dia caro amigo Julius,

Um jogo com pouco para comentar e um resultado difícil de aceitar.
Custa ver pontos e milhões a "voar" desta forma, oferecidos e contra esta equipa.
Cingindo-me ao jogo de ontem, pergunto-lhe se o Adán não merecia zero?
Não me lembro de uma prestação de um jogador do Sporting tão desastrada e tão nociva em tão curto período de tempo.

Só peço que no jogo em Alvalade, por todos os motivos e mais um, se corrija este resultado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 10:25

Amigo Leão do Norte,
o Facto do jogo ser já na próxima semana ajuda no espírito dos jogadores, no querer corrigir o mais depressa possível, não tenho duvidas, creio que nos Açores até devia jogar o Franco Israel já que vai ser ele a defender a baliza contra os franceses.

Se existisse o zero nas avaliações teria essa nota, porque ontem não fez nada de positivo, ficou muito afetado com o primeiro erro e o cérebro ficou-lhe bloqueado a girar a "200" logo a partir daí.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 10:39

Já pensei o mesmo em relação ao jogo dos Açores. Colocar o Franco Israel a titular para lhe dar ritmo competitivo.
Mas não sei se o Rúben Amorim tomará essa atitude. Pode ser interpretada como um castigo ao Adán e o Rúben nunca deixa cair um jogador, muito menos após erros críticos.

A referência ao zero deve-se ao facto de na introdução as notas serem de 0-6.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 10:47

Obrigado amigo pelo reparo, já corrigi, as notas, vão do 1 ao 6 porque no inicio da rubrica decidi nunca dar zero a ninguém.

O Adán pode interpretar como quiser, melhor do que ninguém ele sabe que foi o principal culpado do que aconteceu em França e isso tem consequências. Para o bem da equipa e do jogo da próxima quarta feira com os franceses deveria jogar nos Açores o uruguaio, até porque será mais uma prova do que realmente vale.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 10:54

Julius,
Quando me referia à interpretação não era o Adán mas a opinião pública em geral. O Rúben nunca coloca um jogador em causa publicamente.
Mas mesmo assim eu punha o Franco Israel a titular. O Adán só tinha de aceitar e aproveitar para refletir no seu desempenho esta época.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 10:57

Confesso que eu o faria sem qualquer dúvida. E caso faça 2 bons jogos deveria continuar, entrar na rotação, isso provocaria reação no Adán .
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 11:34

Não só provocaria reacção no Adán como poderia ser o início da sucessão.
Não que eu queira afastar o Adán mas muitos processos de transição ocorrem por aproveitamento de imponderáveis.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:15

E todos têm que sentir que pode existir uma rotação mais acelerada quando não fazem bem a sua parte.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:14

Amigo Leão do Norte, mea culpa...

Volto a agradecer-lhe o ter levantado aqui a questão da avaliação das notas no que se refere à nota zero e o lapso é todo meu, fiquei confundido com uma ideia inicial que não deveria dar nota zero a nenhum jogador, mas fui analisar os primeiros posts desta rubrica e fiquei com a duvida esclarecida, de facto pode e deve existir a nota zero para casos excepcionais da mesma forma que exista no oposto a nota máxima de 6.

Neste caso a nota a atribuir ao Adán e que já retifiquei só pode mesmo ser o zero. Peço desculpa a todos os leitores por este meu lapso mas que já foi definitivamente corrigido.

E assim foi dado a primeira nota zero no histórico desta rubrica.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 05.10.2022 às 10:15

Adan tem um exagero de nota, "zero" estava mais certo porque não há nota abaixo dessa. O que é preocupante é que esta época tem sido algo corrente os erros de Adan. Seria talvez boa ideia dar-lhe uns jogos de descanso e dar oportunidade a outros de mostrar o que valem. Ainda ontem o Calai esteve em bom plano contra o Marselha.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 10:31

O Ruben saberá como agir Orlando,

Comentei que é de analisar a possibilidade da titularidade do Franco Israel no fim de semana nos Açores, já que vai ser ele a defender a baliza no jogo com o Marselha em Alvalade.

Todas estas situações que está a acontecer ao guarda redes espanhol esta época está a surpreender a todos, ao próprio treinador, que deve ter pensado que nunca seria dali que surgiriam problemas de maior.
Sem imagem de perfil

De AHR a 05.10.2022 às 11:00

As saída de bola do Sporting são as jogadas mais perigosas das equipas adversárias. É o raio de uma moda geradora de precipitações nos passes que causa calafrios perfeitamente escusados.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 11:09

ARH tem causado de facto grandes dissabores esta época, mas os jogadores têm que ler melhor o jogo e perceber melhor as ações para certos momentos, por isso comentei que faltou uma voz de comando de respeito lá atrás. O Adán deveria saber as características dos adversários que defronta como exemplo (se eu sei melhor teria que saber ele) do Alexis Sánchez, na forma como faz a pressão nos guarda redes. jamais deveria deixar que ele se aproximasse tão perto, depois desse lance a sua cabeça entrou numa espiral descontrolada.
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 05.10.2022 às 12:20

Caro Julius,
Conceda-me por gentileza, poder manifestar a minha absoluta concordância com o seu presente comentário.
Os intervenientes jogadores, têm que ter a noção do espaço e conhecer as dinâmicas dos adversários, para lerem e decidirem, qual a execução mais adequada em cada lance.
Tudo isto é perfeitamente possível e conciliavel, sem desrespeitar ou colocar em causa o modelo e estratégia de jogo, que estava muito bem definida e orientada.
Os factos assim o demonstram, conforme se verificaram no tempo decorrido antes dos erros clamorosos.
Só acontece a quem lá está dentro, certo é, mas confesso que a sucessão de lapsos graves em menos de 10 minutos, num jogador com larga experiência, me deixou perplexo e, até "inundado" por um atípico sentimento de inquietação e incompreensão.
Na alta competição, não se pode estar desatento, com desvios de foco e concentração, sem atitute reativa e, muito menos a concessão de qualquer facilitismo.
Pelo exposto e, ainda porque na próxima jornada europeia, temos que entrar com outro guarda redes do plantel, julgo que para o jogo do campeonato que a precede, se deveria proceder a essa alternância.
Conexo com o post de análise às incidências, comungo e subscrevo, que a UEFA abra de imediato um processo de averiguações, para apurar responsabilidades sobre as causas do atraso da chegada do Sporting CP ao estádio, num jogo realizado à porta fechada (por castigo), das provocações proferidas no túnel, da falta de tempo e inerente precipitação com que os jogadores foram obrigados a prepararem-se para entrar em campo e, de toda a envolvente imputável à organização.
Se for apurada e provada, a negligência e culpa à organização do clube de Marselha, então terão que acrescer sanções de matriz desportiva e pecuniária.
Aguardemos.
Fraterno abraço leonino.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:34

Boa tarde amigo Rumo Certo - Ventos Favoráveis

A UEFA deve abrir de facto um inquérito ao acontecimento da falha dos batedores da policia, mas todos já sabemos como vai acabar, será, diria, quase impossível averiguarem negligência ou qualquer outra culpa quando eles têm várias possibilidades de "inventar" desculpas que não podem depois ser provadas.

Sendo a intenção de organizar uma cilada já se precaveram como a iriam explicar, eu acredito que foi uma cilada, afinal falamos de Marselha com um histórico inimaginável de máfias e criminalidades em que tudo pode ali acontecer.

A Liga dos Campeões envolve muitos milhões e quando se trata de milhões muitos fenômenos surreais aparecem sempre.
Obviamente que a pouco tempo da hora do jogo, acontecer algo do género provocaria impaciência e nervosismo nos atletas que estavam focados em procurarem as suas melhores técnicas de concentração máxima, não aconteceu tudo aquilo por acaso.

O que o Sporting e a Direção podem sacar de tudo isto foi mais experiência e visão mais larga do mundo cruel e tenebroso do futebol da altíssima competição, do que são capazes de fazer para obter resultados.

Com um avançado pela frente com as características do Alexis Sanchez um guarda redes tem que soltar a bola antes que ele se aproxime demasiado, foi uma pena o Adán não ter percebido isso.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 14:24

Custa entender como um guarda-redes redes tão experiente não tenha percebido isso.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 14:28

Foi estranho de facto.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 11:52

Ontem discutiu-se muito esse tema no pós-jogo, o Rui Gomes considerou que é por vezes muito enervante, eu sendo só um observador do jogo, acho-a muitas vezes despropositada, criadora de riscos desnecessários, sobretudo se os intérpretes, mesmo muito rotinados, treinados, não são os melhores para tal complexidade. Há quem lhe veja muitas virtudes, que se sobrepõem às falhas que acontecem. Eu concluo desta forma, contra equipas que não pressionam alto ou até nem pressionam a saída de bola, a esmagadora maioria das equipas em Portugal, a coisa funciona, contra equipas mais fortes na pressão, o risco é enorme, como aliás se tem visto. Um outro pormenor, nesta saída de bola é preciso que um dos médios do meio baixe e venha buscar a bola quando se sai pelo meio, Matheus Nunes estava rotinado e era um jogador exímio em voltar-se para o ataque com a bola controlada e a passada larga colocava a equipa em situação de vantagem no ataque rápido, os atuais médios não têm essas características, ainda ontem se viram perdas de bola de Morita e Ugarte que colocam a equipa em muitas dificuldades.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:21

Os movimentos estão sincronizados entre todos, pode de facto ainda existirem problemas com os médios ficarem muito na expectativa quando também deviam participar com linhas de passe, o segundo golo é exemplo disso, verdade que a cabeça do Adán ja andava a 200 pelo erro que resultou no primeiro golo mas chutou a bola para o sítio onde não havia um único colega
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 15:35

A questão não é só estarem rotinados, muito treinados, sincronizados os movimentos, tem muito a ver com os actores. Se eu pedir a uma companhia de teatro amador para interpretar Shakespeare, pode fazê-lo e até com algum sucesso num Teatro de província, mas se actuar no Royal Shakespeare, é muito provável uma pateada. Ter uma ideia de jogo é ótimo, mas se não existirem intérpretes fiáveis para uma ideia muito arriscada, pode acabar mal.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 16:11

O futebol tem muito a haver com os atores claro mas também com o treino de movimentos, equipas ao nível do Sporting terça que ter protagonistas com a recepção e passe com o mínimo de qualidade, numa estratégia de saida de bola fica determinante o treino de movimentos a darem linhas de passe.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 16:31

"terá que ter protagonistas"
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 11:29

A nota ao Adán ser zero ou um, pouco importa, todos vimos uma exibição difícil de qualificar. Sobre o futuro, eu não teria qualquer dúvida em colocar Franco Israel contra o Sta. Clara, o rapaz precisa de jogar, de defender e a famosa saída de bola do Sporting de Amorim precisa de muito treino e jogo. O jogo da próxima semana na Champions não sendo decisivo, é muito importante. Ganhando, o Sporting coloca o Marselha a 6 pontos, quase garantindo a Europe League e põe muita pressão sobre os outros dois, sobretudo sobre o EF que se perder em Londres, o mais provável, ficaria obrigado a ganhar os dois jogos restantes, um deles no JA.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 11:47

Pela importância que o próximo da Champion ganhou pela derrota em Marselha seria conveniente dar minutos de jogo a doer ao Israel.

De facto o Sporting perdeu uma enorme oportunidade de fazer grande figura na Liga dos Campeões caso saísse vencedor ontem, faltam ainda 4 jogos, estamos na frente com 6 pontos e ainda temos mais 2 jogos em casa. Tudo ainda está a favor do Sporting caro Luís.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 11:54

Só faltam 3 jogos, dois em casa EF e Mar. e Spurs fora.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:13

Si, só faltam 3 jogos, sendo 2 em casa.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 11:30

Está a custar-me muito ver a Nação Sportinguista crucificar o Adán que já nos deu tanto, principalmente quando assistimos a uma contrastante atitude de tolerância ilimitada para com outro jogador que nós formámos, que tivemos que pagar uma fortuna para ir repescar e que, desde o seu regresso, só tem enterrado!

3,5 para Rúben Amorim? É brincadeira?
Meus caros, já não estamos no tempo do relato na rádio em que os estrangeiros conheciam o Boavista pelas camisolas esquisitas e outras curiosidades do género!
Estamos na era do "big brother" audiovisual.
Muito da opinião (ou seja, prestígio) que o grande público tem acerca dos clubes, é formada em função do que vê na CL.
Ora o nosso clube vai em 4 humilhações em pouco mais de um ano!
Ainda não digeri a atitude de Amorim, na época passada, em Amsterdão quando podíamos ter disputado o resultado. Colocou em campo jovens jogadores para o massacre que, valha a verdade, continuam, até hoje, sem se constituirem como opções válidas para a equipa principal. Isso não é apostar na formação!
Com a equipa à deriva coloca... Nazinho??
Como aconteceu na ressaca de Amsterdão, eu pergunto: é isso que faz crescer um jogador? Estrear-se (ou quase) a ser goleado?
Nos meus (muy) parcos conhecimentos da bola, julgava que um jovem se lançava às feras quando a SUA equipa, está a golear.
Portanto, não só discordo da teoria de que Amorim tenha querido defender os seus jogadores como, muito pior, considero que não defendeu a imagem e prestígio internacionais do Sporting Clube de Portugal!
Também convém relembrar que o SCP poderia deter hoje o recorde de ser o único clube português a terminar invicto uma liga a 34 jornadas e o nosso treinador resolveu inventar na visita a Carnide quando nada o justificava.
Nada nem ninguém está acima dos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal, por muito que já tenha dado ao clube!
4 goleadas humilhantes em um ano na maior prova futebolística do mundo, é um catastrófico cartão de visita para um clube que se diz grande...
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 11:50

Caro Elitista,
Da minha parte não se trata de crucificar o Adán. Trata-se de mostrar descontentamento, até incredulidade, com uma exibição inqualificável por parte de um guarda-redes com a sua qualidade e experiência.
Está exacerbada pelo aspecto emocional mas não posso deixar de expressar o meu descontentamento.
Refiro-lhe que ainda hoje de manhã ao tomar o pequeno-almoço passaram as imagens do jogo e eu senti quase a mesma revolta e incredulidade que senti no decorrer do jogo.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 11:58

O melhor, para mim, é não rever as imagens daqueles disparates, desde ontem que ninguém me atura, pior só um dos meus filhos que me telefonou a perguntar o que era “ aquilo”!
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 12:02

Fui apanhado à "traição" com a passagem das imagens e ainda estou de tal forma "anestesiado" que a minha inação para as mudar foi total.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 05.10.2022 às 12:23

Acredito.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:29

Também me recuso a rever as imagens, mudo logo de canal.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 13:33

Eu passei uma noite em claro a rever mentalmente as imagens do falhanços do bryan ruiz...
Não sei se isso responde aos comentários dos caros.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:49

Mentalmente? A esta hora ainda revejo as imagens dos falhanços do Adán e assim vai acontecer nos próximos dias, não vão ser dissipadas tão cêdo.

Um reparo que contraria muitos treinadores e jogadores quando fazem comentários após as derrotas, eu felizmente nunca perdi como treinador mas empatei e fiquei fulo quando aconteceu, a tal ponto que proibia os meus jogadores pensarem no jogo seguinte durante a semana após o empate, era recordado a toda a hora que nos cruzássemos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:02

Elitista, calma não são críticas a mais ao treinador? Tem em mente alguém melhor para já?

A vida de treinador é sempre muito complicada quando a equipa não ganha, a equipa ontem ía bem montada para surpreender os franceses, o Elitista sabe que dentro do campo todos têm que fazer a sua parte e houve quem não a fizesse, incluindo o Pote que isolado não fez o segundo golo, depois algum de nós poderia pensar naquele tipo de desastre do Adán?
No primeiro erro olhei para a equipa e vi que não acusaram, estavam preparados para seguir adiante, mas no segundo quando a bola foi ao centro já vi diferenças e claro com a expulsão tudo ficou ali enterrado naquele fatídico minuto, o treinador tem culpa disso?
Só lhe vejo um reparo ter tirado o Marcus para entrar o Israel, mas ele melhor que ninguém saberá porque o fez, possivelmente porque nesse momento atirou a toalha ao chão e terá decidido aí que iria tirar alguns titulares para não terem que se arrastar naquele sofrimento, quando temos jogo importante nos açores.

Depois tudo o que aconteceu na segunda parte já não tem tanto interesse, tinha que tomar as decisões para a defesa do jogo nos Açores porque, aquele já era.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.10.2022 às 12:12

Este Elitista já persegue Rúben Amorim há muito, isto além de se considerar um perito em futebol.

Por vontade dele, Amorim já tinha ido para a rua.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:04

Amigo Rui,

O problema é sempre o mesmo, o tipo de expectativas que em cada um de nós se propôe, antes do jogo todos a maioria pensou na vitória e nos consequentes 9 pontos, mais se convenceram com o golo prematuro do Trincão e na forma diria que com alguma facilidade criaram oportunidades para fazer o segundo, depois chegou o Adán Kamikaze e a frustração que não estava preparada explodiu de enxurrada sacando o discernimento na análise.

Todos os treinadores cometem erros e se então pensarmos em enumerá-los e os juntarmos criamos uma conclusão e imagem falsas e incorretas da mesma forma se juntarmos só as virtudes.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 13:53

Caro Julius, não sei que nome dá a pessoas a quem lhes é dito algo e, no momento seguinte, estão a repetir o contrário. Na minha terra têm uma designação que, por pudor, ética e até respeito por mim próprio, não vou transcrever...
Nunca aqui, ou em qualquer outro lugar, me pronunciei sobre táticas e por VARIADÍSSIMAS vezes me assumi como um leigo em matéria futebolística. A última vez, foi ontem...
Em resultado disso, apenas comento o que salta à vista, o básico. Pelo visto, e com grande surpresa minha, há quem nem isso consiga. Talvez por pensar que percebe de futebol. Por vezes acontece.

Quanto ao resto, não fazia a mais pequena ideia que comentar as falhas de alguém é querer o seu afastamento.
Se acho que há melhor do que o Rúben? Com toda a certeza! Quer que elenque por ordem alfabética? Não são é para a nossa carteira nem se sujeitariam a vir para o futebol português!
Meus caros Sportinguistas, o único ser intocável no Sporting Clube de Portugal é mitológico e é o Leão do símbolo.
Mais uma vez, o mundo cibernético contrasta com a realidade. As manifestações que os meus amigos Leões têm tido não começam bem acabam no Adán!
Em jeito de resumo posso confessar que todas contêm 3 palavras comuns: mais uma humilhação/vergonha.
Não pretendo nem sequer considero a possibilidsde da saída de Rúben Amorim, mas exijo, a ele e a qualquer funcionário que ostente as insígnias do clube, que respeite o prestígio de um clube centenário como o é o SCP. 4 goleadas internacionais, em 1 ano, não é a melhor forma de o demonstrar! Tenha sido o técnico campeã da Europa em futebol ou subuteo!
Estas humilhações ciclicamente regulares têm que acabar porque enquanto tal não acontecer, não voltaremos a ser grandes!
De nada serve ganhar na Alemanha e aos Spurs se somos a chacota no jogo contra os franceses!
A minha opinião é que se deveria ter mantido a melhor equipa em campo para garantir uma derrota digna!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 14:25

A época futebolista é uma maratona e muito exigente, no Domingo também à jogo com responsabilidades acrescidas pelo facto do atraso na classificação da Liga, eu no lugar do Rúben faria exatamente o mesmo a partir da expulsão do Adán e com o resultado desfavorável em 2 golos de diferença, pensaria no jogo de Domingo porque estoirar energias num jogo perdido já não fazia sentido.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 05.10.2022 às 16:15

O que pretende Elitista?

Costuma dizer-se que há quem veja o copo meio cheio e quem o veja meio vazio. O leitor Elitista, em relação ao Sporting, e especialmente a Rúben Amorim, parece-me vê-lo sempre meio vazio, para não dizer vazio.

Rúben Amorim, como treinador, e como homem. comete erros como todos nós. Se não os cometesse é que era estranho. Neste jogo, não me parece que os tenha cometido. Nem ele, nem o treinador Vital, são responsáveis por erros individuais "infantis", cometidos pelo Adan. Acontece que um avançado pode falhar, mas um guarda redes não tem essa margem. tem que manter concentração máxima. Pode-se até questionar se devia ter sido Edwards a sair, mas as outras substituições fazem todo sentido. A verdade é que na segunda parte só sofremos um golo, contra três da primeira. memória curta?

Outra tecla qual o caro Elitista está sempre a clicar é nas derrotas humilhantes. Na minha perspectiva há apenas derrotas, ponto. Uma derrota não vale mais ou menos por mais ou menos golos, excepto em eliminatórias. Para mim só será humilhante, se for por falta de empenho, o que não foi o caso, nas derrotas referidas. Por outro lado, o leitor Elitista, parece-me ver a árvore e não a floresta. O importante no ano anterior não foi mais uma ou menos uma derrota, foi o facto de no cômputo geral, termos passado à fase seguinte, e foi com o treinador Rúben Amorim. Que importância tem perder um jogo por cinco a zero, e no fim ganhar a prova em disputa? O que é que fica para a história?

Portanto o que pretende Elitista ao sobrevalorizar o acessório, em vez de valorizar o essencial?
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 19:06

Caro Nação Valente,
É suposto eu pretender alguma coisa?!

Se Ruben Amorim erra como qualquer outro ser humano, porque são insultados, neste espaço, os que discutem os seus falhanços?

Para mim, ontem, Ruben Amorim deveria ter feito o que estava ao seu alcance para evitar sermos novamente humilhados. Na minha opinião, não o fez, bem pelo contrário.
Mas, lá está, é uma OPINIÃO! Depois há quem tenha cultura e poder de encaixe para saber lidar com a diversidade e a pluralidade e há os outros...

A sua visão das derrotas explica muito do que é a posição (destacada em relação aos dois primeiros) do Sporting no último lugar do pódio em termos nacionais, com o braga a expectar morder-nos os calcanhares.
Realmente é exactamente igual a forma como os nossos vizinhos saíram da prova na época passada ou levar 12-1.
Ou vencer o benfica por 7-1 é o mesmíssimo do que derrota-lo por 1-0! Entendi a perspectiva...
"Ah mas o que interessa é venver a prova!" Boa! Agradeço o esclarecimento! Eu que pensava que tínhamos sido concludentemente despachados nos 1/8 de final...

Portanto, aquilo a que o caro designa de acessório é o Sporting Clube de Portugal ser mais conhecido no mundo pelas derrotas humilhantes do que pelos feitos internacionais.
Cada um tem as suas prioridades e como seguimos destacados na liderança da tabela classificativa da liga nacional, eu só vejo a árvore ao ficar indignado por ter sido mais uma vez humilhado...
Olhe, eu preferia que os noruegueses não se lembrassem do Sporting por termos proporcionado ao Vicking o, provavelmente, maior feito de um clube local na Europa.
Mas suponho que, para o caro, a imagem e prestígio além fronteiras, do nosso clube, não faça parte da lista de coisas essenciais...
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.10.2022 às 00:13

Elitista

A divergência de opinião não é humilhante, é um modo diferente de ver a realidade. Escolhi uma definição: nada há de humilhante - desde que se seja honesto - em ganharmos a vida trabalhando. O futebol é trabalho para quem o executa, e entretenimento e/ou paixão para quem o consome. Não está, na minha perspectiva no topo das coisas mais importantes da vida, e vejo-o na sua relatividade.

O SCP é e era um grande clube já antes de nós nascermos. Teve períodos de grande glória, e outros menos bons, mas pelo que sei, nunca fomos grandiosos humilhando ninguém, nem baseamos as nossas conquistas na desonestidade. Outros o fizeram sem vergonha e sem pudor, e por isso passaram para a frente. E isso é que é humilhante. Nunca teriam o meu apoio. O Sporting para além de bons ou menos bons resultados, é um clube de valores, aqui e em todo o mundo, onde é reconhecido e respeitado pela sua grandeza. E é por isso que sou sportinguista. Nem podia ser de outra forma. O resto é espuma dos dias, conversa para aliviar tensões ou frustrações.

Em suma, quem considera que no desporto, perder é humilhante, não percebe a sua essência. Em qualquer modalidade, e nas individuais em particular, há apenas um vencedor, porque tem características para ser o melhor. Os outros pelo seu esforço, merecem o mesmo respeito. Se assim não fosse só corria, por exemplo, o vencedor, ou só jogava o melhor clube.

Com toda a tolerância, sei que há quem pense diferente, mas na minha maneira de encarar o desporto, e querendo que as minhas cores ganhem sempre, sei que isso não é possível, e fico satisfeito quando qualquer atleta dá o seu melhor. E sem dispensar o meu direito à crítica, será sempre feita de forma positiva, para ajudar, e não para complicar, com a consciência que as decisões cabem a quem tem poder para decidir.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 07.10.2022 às 00:28

Muito bem, Nação Valente!

SL
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 06.10.2022 às 00:27

Elitista

Muito bem fez Rúben Amorim em ter tirado a maioria dos nossos melhores jogadores e amarelados, pois a equipa estava completamente desorientada e corríamos o risco de acabar o jogo com oito ou nove, e pior, para a semana em Alvalade estarmos impedidos de apresentar a nossa melhor equipa. É preciso compreender o nosso excelente treinador.

Saudações leoninas
Sem imagem de perfil

De Elitista a 07.10.2022 às 00:29

Também muito bem, J. Oliveira.
Que os jogos vindouros corram melhor.

SL
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 14:07

Discirdo da proza caro Julius! Nunca aqui atacaram um jogador como o estão a fazer com o Adán! Esgaio deu muiyo menos e tirou muito mais do que o GR espanhol! Pote também já falhou muito! E, por ser humano, Rúben Amorim também!
Agora pergunto: Adán é um jogador de futebol, enquanto Esgaio, Pedro Gonçalves e Rubem Amorim são deuses??
Esse é outro dos problemas do Universo Sporting. Há os filhos e os enteados...
Meu caro, todos eles falham e todos eles auferem um salário pornográfico que, nem sequer remotamente, rentabilizam!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 14:14

Sempre viu critica da minha parte aos jogos menos conseguidos do Ricardo Esgaio que me tem desiludido bastante, desde que voltou ao Sporting, até ja expliquei o motivo baseado na minha opinião, claro.

Pelo contrário é a primeira vez que critico fortemente o guara redes espanhol.

Note que eu escrevi nas notas que um jogador pode ter os seus erros mas primeiro tem que conquistar créditos, ora analisando o Adán e o Esgaio rápido percebemos onde andam os créditos de um e do outro. Esgaio nunca os conquistou, enquanto o Adán conquistou bastantes, principalmente no ano do título, pena que os tenha estado a consumir esta época tão rapidamente.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 13:42

Caro Elitista,
Bem sei que certas opções do Rúben Amorim ainda lhe estão "entaladas" mas tal não pode ser demonstrativo do seu trabalho, nem motivo para uma crítica mais generalizada.
Podem existir excepções mas Rúben Amorim, na esmagadora maioria das situações, sempre defendeu os superiores interesses do Sporting Clube de Portugal.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:51

Nem nos momentos mais encolerizados aponto o dedo ao treinador, sempre mostrou capacidade de sair dos apertos.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 14:00

Concordo caro Leão do Norte!
Mas ele não tem que defender os interesses do SCP na maioria das vezes, tem que o fazer sempre!
Não estou com isso a dizer que o fez com dolo mas tirar Pote, Ugarte e Nuno Santos, quando a equipa estava à deriva, até para mim, que sou básico, parece aberrante!
Se é num jogo para a taça da liga cá no burgo, ficaria chateado mas passava. Agora com o mundo futebolístico inteiro a ver?! Por favor...
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 14:49

Eu acredito que é intenção do Rúben Amorim defender os interesses do SCP sempre. Pode não o conseguir, mas não tenho dúvidas que a intenção está sempre lá.
Curiosamente até entendo, e concordo, com as saídas do Pote, Ugarte e Nuno Santos.
O Pote parecia amorfo e numa equipa sem grande caudal ofensivo ia fazer figura de corpo presente. Aliás, após a expulsão, eu teria preferido o Edwards em campo.
O Ugarte estava algo desnorteado podendo comprometer-se para os próximos jogos.
Todos conhecemos o comportamento do Nuno Santos. A nível de jogo pouco poderia acrescentar e naquela instabilidade algo não agradável poderia acontecer.
Não acredito que a presença deste trio em campo alterasse a evolução do jogo, antes pelo contrário. Até pensando em jogos futuros.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 15:52

Caro Leão do Norte,
Não vou rebater os seus comentários até porque não tenho conhecimentos para tal.
No entanto, parece-me evidente que a malta está a confundir as coisas e a ignorar os danos irreparáveis que este tipo de resultados causan!
Os jogos da "champions' são como a anulação da lei da vantagem em lances de grande penalidade. Não há cá poupar ou, "Sequer" pensar no próximo jogo!
Isto é a champions! Todos se vestem a rigor para participar!
Se algum patrocinador estava interessado em investir no Sporting, ontem, mudou de ideias!
Ninguém quer a sua marca associada a um cliente assíduo do "cabazadas bar"...
Ém
Todos perdem mas nós somos goleados.
A diferença é abissal...
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 16:39

Também à que referir que tanto o St. Juste e o Nuno Santos levaram com o amarelo na primeira parte.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 05.10.2022 às 18:57

Ninguém questiona que estes resultados causam dano, mas não me parece que se não tivéssemos alterado a equipa ao intervalo teríamos atingido outro resultado.
Todos perdem e também são goleados. Os 0-4, 1-5, 5-2 não são exclusivos do nosso Clube. Um colosso até tem um 2-8 no currículum!
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 19:12

Não saberemos se as coisas teriam corrido de forma diferente.

Confirma aquilo que eu disse.
Todos registam desaires destes. A diferença é que nós fazemo-lo com uma frequência assinalavel...
Sem imagem de perfil

De Xana a 05.10.2022 às 17:30

O estádio do Benfica não é em Carnide, é em São Domingos de Benfica. Os leões não são criaturas mitológicas, existem mesmo.
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 19:14

Sim, eu reparei que todos os Leões associados ao Sporting Clube de Portugal são reais...
Enfim...
São Domingos de quê? Isso é em Lisboa, certo?
Sem imagem de perfil

De Xana a 05.10.2022 às 20:37

Não te chegou passares por parvo uma vez, ainda vens á segunda...
Sem imagem de perfil

De Elitista a 05.10.2022 às 20:57

Desculpe (nao tenho, felizmente, o desgosto de a conhecer de lado algum e não comungo da sua visível falta de educação) mas devo alertá-la para o facto de não se estar a dirigir ao deu pai. Outra hipótese é esse termo, parvo, lhe ter surgido do visionamento da sua própria figura ao espelho. Nesse caso, aconselho-a a não escrever quando estiver junto a qualquer superficie reflectora.
Agora, um aviso muito sério lhe deixo aqui: Não volte ousar SEQUER pensar em insultar-me! Ainda está para nascer esse ser...
Considere-se com sorte pelo aviso!
Sem imagem de perfil

De Xana a 06.10.2022 às 09:24

Terceira...
Sem imagem de perfil

De Elitista a 06.10.2022 às 20:58

Três espelhos?... É dose!
Calma, há solução para tudo!
Antes de recorrer a uma medida mais drástica, tente acompanhamento médico.
Pelo menos, com gente, costuma resultar...
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 05.10.2022 às 11:31

Grupo equilibrado como se previa aquando do sorteio. Tudo em aberto e tudo pode acontecer neste grupo.
Ontem aconteceu um desastre em 9 minutos, quando tudo indicava que seria mais uma noite verde.
A noite teria sido pior com o público de Marselha que é terrível.
O episódio com a chegada do autocarro do SCP é surreal.
A UEFA que investigue porque foi de propósito que a polícia deixou de acompanhar a equipa do SCP.
O plantel é o que é, e quase todos anteciparam que é curto e tem vindo a perder qualidade ano após ano.
O jogo com o Marselha é fundamental, e temos equipa para disputar os 3 pontos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:07

Caro amigo, agora podemos pensar o que quisermos, eu também desconfio daquela cilada que envolveu o misterioso desaparecimento dos batedores da policia durante 30 minutos? Em Marselha tudo pode acontecer, foi só mais uma lição para todos, para os ingénuos destas andanças. A Liga dos campeões envolve muitos interesses econômicos e uma equipa que ainda não tinha ganho qualquer ponto perante o tremendo investimento que fez, sim, tudo é possível acontecer.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 05.10.2022 às 11:34

A jogar com 10, viu-se a falta de estofo físico (e também emocional) para poder dar alguma luta, mas realmente era pedir demais, embora essa falta de estofo físico talvez pedisse um Fatawu para a 2ª parte, jogador mais possante e mais veloz. Mas, como sempre, apoio Ruben Amorim, e tenho total confiança nele.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 12:11

Quando a equipa ficou reduzida a dez já havia 2 golos em desfavor e notou-se a partir desse momento uma tremenda quebra anímica nos jogadorers e que necessitava ser renovada com jogadores novos.

Reduzida a dez e tudo a começar do zero com 5 jogadores novos na equipa até que se portaram menos mal, não tiveram oportunidades, mas não se deixaram cair mas abaixo do abismo em que já estavam.
Sem imagem de perfil

De RCL a 05.10.2022 às 12:41

Vendo as coisas por outro lado, o Sporting perdeu 3 pontos, independentemete do resultado, 4x1; 1x0, seria a mesma coisa; nada de anormal.
Diz a gíria futebolística que uma equipa grande nunca perde 2 jogos seguidos, daí, vencendo o Olympique, o Sporting fica em ótimas condições para seguir para os oitavos À atenção do comentador Elitista será a terceira vez na história do clube, e a segunda de Amorim.
Haja Juizo!
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 13:55

Confesso que tive a ousadia de pensar que faríamos 12 pontos seguidos, também caí no erro de deixar-me levar pelo levantamento da fasquia no nível das expectativas e saí chamuscado. Nada está perdido tudo pode ainda acontecer.
Sem imagem de perfil

De matos a 05.10.2022 às 12:57

Obrigado Adan. Obrigado Esgaio. Obrigado St. Juste, grande central, um verdadeiro achado por 10m €....
Já vi guarda-redes a perderem o lugar por muito menos.... e no Sporting.
Tudo começou mal, desde o inicio com uma inexplicável chegada ao estádio, entrada para aquecimento e entrada para o inicio do jogo!!! Verdadeiramente lamentável, que põe em causa o nome do clube. O presidente tem de actuar. Quem foi o ou os responsáveis por toda esta situação.
Voltando atrás, os pontos e jogos perdidos à custa do Adan e Esgaio...!!!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 05.10.2022 às 14:02

A situação do Adán é um caso de estudo para o treinador, provavelmente pode ter começa a chegado a hora de olharem para futuro da baliza do Sporting.

O Caso do Esgaio é diferente, resulta também de uma lição para o treinador, buscar jogadores que já chegaram ao seu limite e trazê-los depois para uma posição de conforto pode provocar consequências negativas, o Esgaio estagnou e não sente necessidade de ter que evoluir, chegou ao "seu" topo e não precisa de passar por sofrimentos, inconscientemente evita-os, inclusive nos treinos da semana.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo