Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2022/23 (19)

Julius Coelho, em 14.11.22

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Famalicão, da 12ª. jornada da Liga BWIN, que resultou numa vitória do Sporting por 2-1. Golos de Francisco Trincão 42', Pedro Gonçalves 45+3' (g.p).

LEÃO ENTRA NO JOGO COM FATO DE GALA E SAI DE FATO MACACO 

O Sporting volta a ganhar em Famalicão após quase 3 décadas, não vencia desde 1993 para o campeonato. A equipa entrou decidida a marcar cedo na partida, empurrou os famalicenses para perto da sua área em toda a primeira parte, não os deixando respirar. Aos 15' de jogo, já tinha construído três oportunidades claras de golo que desperdiçou, acabou por marcar por duas vezes ao cair do pano dos primeiros 45', dando justiça ao marcador. Na segunda parte a equipa baixou a intensidade querendo gerir demasiado cedo os dois golos de vantagem, convidaram o adversário a acreditar, a subir no terreno as suas linhas colocando-se a jeito para o sofrimento que acabou por suceder, com o golo do Famalicão, viram-se obrigados a substituir o fato de gala pelo fato macaco, para conseguirem segurar a vitória e trazer os 3 pontos para Lisboa.

Screenshot (1495).png

DESTAQUE - FRANCISCO TRINCÃO - 3.5 - Agora que estava a subir de forma vem esta a paragem prolongada. Mais objectivo e mais desequilibrador nos lances, foi o elemento que mais magia trouxe à equipa. Apareceu na linha de golo a confirmar o primeiro e decisiva a sua acção que resultou no penálti para o segundo, marcado pelo Pote.

ANTONIO ADÁN - 3 - Foi uma noite tranquila, o adversário só conseguiu beliscar com alguns cruzamentos bem definidos que não resultaram. No golo sofrido foi traído pela trajectória alterada da bola, depois de bater num colega da defesa.

PEDRO PORRO - 3.5 - Uma boa primeira parte em que várias vezes carregou a equipa pelo seu corredor, na segunda parte desapareceu do jogo muito cedo.

JEREMIAH ST. JUSTE - 3 - Estava a fazer uma exibição segura até ao golo do adversário, faltou-lhe reacção para estorvar e diminuir o ângulo no remate do Ivan Jaime, ficou a tirar uma selfie à acrobacia do avançado espanhol.

SEBASTIÁN COATES - 3.5 - Exibição de bom nível do capitão em toda a partida. Nos minutos finais, na hora do aperto, puxou dos galões e assumiu o comando, mantendo com sucesso toda a defesa disciplinada, atenta e equilibrada a defender a vitória no tudo por tudo de adversário.

GONÇALO INÁCIO - 3 - Prestação intermitente em todo o jogo, alguns erros na leitura do ataque à bola e principalmente nos lançamentos quase sempre desastrados atirando a bola para o espaço de ninguém. De resto esteve sempre bem não comprometendo.

MATHEUS REIS - 3 - Muita bulha nos duelos, na primeira parte foi mais extremo que defesa e provocou problemas na ultima linha defensiva do adversário. Na segunda parte estando já amarelado e tocado foi o primeiro a ser substituído.

MANUEL UGARTE - 3 - Jogo discreto do jovem uruguaio, fechou todos os caminhos ao adversário na primeira parte numa leitura irrepreensível na antecipação, na segunda parte com a equipa mais descida e com o Famalicão a optar pelas bolas rápidas no jogo directo pelos corredores, viu as suas acções ficarem vazias e desapareceu do jogo.

HIDEMASA MORITA - 3.5 - Correu muito mas nem sempre bem, verdade que deixou a pele em campo e foi decisivo no melhor período da equipa, empurrando-a para a frente, faltou-lhe melhor critério em algumas decisões que poderiam ter gerado contra-ataques perigosos para a baliza do adversário.

PEDRO GONÇALVES - 3 - Marcou bem a grande penalidade, mas continua perdulário em lances em que nos habitou a fazer. Ontem foram mais duas oportunidades claras de golo desperdiçadas, desapareceu na segunda parte.

PAULINHO - 2.5 -  Não lhe correu bem o jogo, quase sempre atrasado a chegar. Foi importante a sua acção de pressão no lance que resultou o primeiro golo, atirou para a baliza deserta a que o Trincão confirmou. Ontem foi dos jogos em que se lhe pedia mais.

ARTHUR GOMES - 2.5 - Entrou a 200 (quase que fazia golo no primeiro lance) e saiu a 10. Tem que manter mais tempo a intensidade e a pressão na primeira linha de saída do adversário.

MARCUS EDWARDS - 2.5 - Entrou mal no jogo, muito trapalhão, não conseguiu fazer a diferença como é habitual, verdade que os apoios estavam mais recuados no terreno nessa altura do jogo, mais longe da área adversária o que lhe provocou mais dificuldades a carregar o jogo e a desequilibrar nos duelos.

RICARDO ESGAIO - 2 - Entrou claramente para segurar o ouro da vitória, faltava pouco tempo para o final e o adversário já tinha feito o seu golo reduzindo a diferença. Cumpriu com a missão.

RÚBEN AMORIM - 3.5 - Sofreu a bom sofrer no banco, primeiro com os vários desperdícios da equipa que podiam e deviam ter matado o jogo, depois após o Famalicão ter reduzido a vantagem para um golo e ter gerado a expectativa a quem se colocou a jeito. Optou por segurar a vitória tirando o ineficaz Paulinho e fazendo entrar mais um defesa o Ricardo Esgaio.

JOÃO PEDRO SOUSA - 3 - Agarrou-se e bem ao Luís Júnior que evitou por varias vezes que o Sporting fizesse o terceiro e matasse o jogo. Na segunda parte aceitou o convite do adversário para subir mais no terreno, teve a oferta de um golo, uma chouriçada que colocou o Sporting à beira de um ataque de nervos até ao final. Tirando o lance do golo não tiveram mais oportunidades em toda a partida.

ARTUR SOARES DIAS (Árbitro) - 2 - Arbitragem manhosa ao seu nível de tramposo, de chico espertice, amarelou toda a defesa do Sporting e ainda condicionou logo cedo o Ugarte aos 20'. Curioso que nos primeiros 30' de jogo, período em que o Sporting amassou o Famalicão não o deixando respirar e já tinha amarelado 2 jogadores dos leões..

VÍTOR FERREIRA (VAR) - 2 - Nas imagens que a Sport TV transmitiu fica uma ideia clara que o Morita está em jogo no lance que poderia ter dado o 3º golo ao Sporting, estranha-se, porque se vê que o japonês aparece vindo de trás. Ficou o registo e vamos estar atentos a este Vítor Ferreira.

publicado às 03:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Anonimus a 14.11.2022 às 07:49

Foi um mau jogo de futebol. Má propaganda para a dita indústria.
Muita chuva, campo pequeno, futebol aos repelões. As notas são indicativo disso mesmo, só vê 90 minutos disto quem é maluquinho pelo Sporting.
A diferença foi bem maior que o resultado aparenta, e por incrível que pareça só se marcou com uma carambola e um penalty (justo) oferecido. continua a falta presença na área, os cruzamentos do Reis (boa parte foram maus, na verdade) iam sempre para jogadores do Famalicão, ninguém ataca a bola na área, ninguém estorva.
O ASD foi o costume, 7 amarelos, foi tudo corrido na linha defensiva, parece uma equipa de arruaceiros e caceteiros. Por outro lado, nem um penalty se pôde marcar, até nisso houve confusão, mas não passa nada. Bem, se calhar ainda temos de agradecer não ter expulso o Reis. Quanto ao VAR, o olho engana. Parece tão em jogo que nem vídeo seria preciso. Afinal são 18cm (uma enormidade, como todos sabem). Coisas à Sporting
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:11

Anonimus, estranho esta "colaboração" da Sport tv com o VAR nos lances duvidosos que podiam beneficiar o Sporting, já não é a primeira vez que não oferecerem mais imagens esclarecedoras, é um lance que vai fazer correr muita tinta durante a semana.

Os primeiros 30' da equipa não foram assim de tão má propaganda pareciam decididos a resolver cedo, curioso que os 2 golos aparecem já numa fase de "descompressão, depois de falharem lances que podiam ter dado golo, depois os 2 golos de diferença e a chuva forte parecem ter adormecido os nossos jogadores que só acordaram quando viram a porta do seu castelo a arder.

A forma como o ASD distribuía cartões só demonstra e confirma porque esse vaidoso não vai ao mundial esse e os outros da mesma estirpe.
Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 14.11.2022 às 08:29

Caro Julius uma vitória difícil mas importante, num terreno tradicionalmente difícil. Acho que G. Inácio merece mais pelo cabeceamento que tirou um golo limpo ao avançado do Famalicão. Notou-se a falta de Paulinho quando saiu, a equipa recuou. O VAR foi milimétrico, mas tamb3m o foi com o Tottenham. E mais um jogo com um jogador lesionado é tremendo. Ansioso por ver o Sporting de novo na retoma do campeonato, mais forte.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:24

P. Vasconcelos,

De facto é um terreno de malapata para o Sporting, é incrivel que não ganhava para o campeonato desde 1993, foi quase um borrego, e a certa altura do jogo cheguei a pensar que ainda não era desta.

Nos dois lances que descreve as imagens oferecem uma clara ideia de benefício ao Sporting, em Inglaterra percebe-se que esta fora de jogo, surpreende é por tão pouco e ontem o jogador vem de trás com o jogador adversário que saltou com o Paulinho a colocá-lo em jogo, o que nos aborrece é que a Sport Tv não deu as imagens de outras câmaras para ficarmos mais esclarecidos, tudo isto deixa a ideia de um segredo a guardar.

Verdade que nesse lance o Inácio teve uma excelente intervenção, mas esteve desastrado nos passes longos sem nexo e teve também algumas abordagens falhadas na antecipação, uma delas levou amarelo.
Sem imagem de perfil

De José Vicente a 14.11.2022 às 09:43

O Julius viu o golo do Famalicão? Pelo comentário que fez ao St. Juste parece que não.

Mas que acrobacia? Foi um remate banal que só deu golo porque a bola bateu no St. Juste.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:26

Vi o golo e vi que a bola sobrou para o jogador do Famalicão que rematou à vontade sem ter sido minimamente estorvado, foi isso que vi.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 14.11.2022 às 10:01

Caro amigo Júlio

Uma vitória muito importante num campo muito difícil para nós. Indiscutível, sem dúvida, pelo domínio exercido e numerosas oportunidades de golo ingloriamente desperdiçadas. Depois, porque não fizemos o 3-0 sofremos aquele sufoco, os jogadores deram tudo para segurar o triunfo, mas percebeu-se que em determinadas circunstâncias falta confiança e discernimento.

Globalmente concordo com a sua análise, mas, como no comentário do P. Vasconcelos, destacaria a intervenção crucial do Gonçalo Inácio quando tirou o “pão da boca” ao Rui Fonte. Agora vem a paragem do campeonato, que para nós será muito benéfica para recuperar a equipa emocional e fisicamente.


Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:35

Bom dia amigo Leão Zargo,

As paragens são sempre benéficas para quem não está tão bem para que quando regressem só podem trazer melhorias, pelo menos os lesionados e tocados vão recuperar, creio que dos que vão ao Mundial só o Morita será titularíssimo e o Ugarte terá algum tempo de jogo, o Coates vai descansar e ver o Mundial em lugar privilegiado.

Seria desastroso não termos conseguido ontem a vitória, verdade que ainda só se jogaram 12 jogos e que ainda à margem para as recuperações sensacionais.

O Gonçalo fez uma exibição muito intermitente, mas mereceu a nota positiva.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 14.11.2022 às 10:34

Amorim não tem certamente culpa de os seus jogadores tantos golos, mas ontem creio que “ leu” mal o jogo. Com a saída de Matheus Reis, mais um lesionado, a entrada de Arthur Gomes foi um erro de análise, Arthur até podia ter marcado, mas tendo a equipa perdido força e muito limitada pela “ icterícia “ ida do Porto, a equipa precisava de fechar as laterais o que Arthur Gomes não sabe fazer. Também Porro jogava demasiado adiantado deixando a nossa lateral direita muito desguarnecida. O querer manter o 3-4-3 quando o jogo pede outro sistema e com peças pouco adequadas não é inteligente.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:42

São opções Luís Carvalho,

Ele pensou que dessa forma mataria o jogo, que com os 2 golos de vantagem o Famalicão iria subir na busca do resultado e que os mataria por isso. Agora sabemos que não resultou mas percebe-se a ideia. Quizá a forte chuva que começou a cair e a equipa ter desacelerado e baixado a intensidade foi a principal causa para termos perdido o comando do jogo. Nunca se pode gerir uma resultado de 2 golos de diferença, basta o adversário marcar um e parece tudo voltar ao início. O Arthur deixou-se contagiar pelo amolecimento geral da equipa e perdeu protagonismo, acabando por ser mais um e nesse aspecto claro que foi uma substituição falhada.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 14.11.2022 às 11:26

Claro que são opções, mas a minha opinião foi logo expressada cá em casa, antes de ver as consequências, se aquela bola do Arthur entra teria sido um golpe de génio, mas não entrou. O próprio Amorim teve que de certa forma emendar a mão ao colocar ali Esgaio.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 11:35

Com o golo do Famalicão e a ver a equipa com dificuldades na saída sem ninguem a agarrar o jogo de trás para a frente, temeu o pior, o Paulinho já não conseguia pressionar com o terreno mais pesado o melhor era mesmo sair e reforçar os corredores .
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 14.11.2022 às 14:15

Na minha muito modesta opinião, emendou uma má análise inicial. Percebo o ponto de vista de RA e o do Julius Coelho, mas é um facto, não resultou, e por muito pouco, no fim, não sofremos o segundo golo porque Inácio fez um corte extraordinário. A equipa do Sporting está psicologicamente frágil, é um facto, os jogadores têm um défice de confiança grande, vê-se isso na forma como sobretudo no ataque não “ resolvem”, mas também como fazem faltas inúteis, entregam bolas aos adversários em zonas ditas proibidas, etc. Sou um claro adepto de um futebol( tática, estratégia, plano de jogo, whatever) que se adequa à situação, não jogar sempre da mesma maneira, porque as circunstâncias não são sempre iguais, jogar sempre igual ainda por cima quando os adversários são muito diferentes, ou até como ontem mudam a tática( posicionamento dos jogadores, jogadores diferentes, etc) é quanto a mim errado, mas aceito opiniões diferentes. Há sempre algo que manda, os resultados, e ontem viemos de VNF com uma vitória muito merecida, mas muito sofrida, desnecessariamente sofrida.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 22:31

Aquele campo está amaldiçoado para o Sporting, e a maldição atacou a equipa na segunda parte, ficou perra e bloqueada.

Curioso que o Sporting não ganhava ali desde 1993, à 29 anos, é qualquer coisa bizarro, no início do jogo ninguém se recorda disso mas se as coisas começam a correr menos bem parece que os astros se alinham para correr pior, não é por acaso que foi chamado o ASD para Famalicão, basta ver os árbitros e VAR que foram escolhidos nos últimos anos para os jogos do Sporting em Famalicão.

Contra todas essas adversidades e armadilhas o Sporting ganhou e levou os 3 pontos.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 14.11.2022 às 12:45

O Matheus Reis saiu porque já estava amarelado, e com o Soares Dias nunca se sabe....
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 13:22

Sem dúvida e pelo que se passou no final da primeira parte, na mínima levava o segundo amarelo, estava já marcado.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 14.11.2022 às 14:17

O jogador sentou-se no chão, ficou parado e quando chegou ao banco agarrava-se á coxa esquerda. Se foi mandado sentar pelo Amorim, não sei.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 22:32

O jogador estava marcado pelo árbitro à mínima iria dar-lhe o segundo amarelo, o Rúben percebeu e antecipou-se.
Sem imagem de perfil

De Luis Moreira a 14.11.2022 às 10:41

Ganhamos bem .
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 10:43

A vitória não sofre qualquer contestação, o próprio treinador adversário reconhece o amasso que levou na primeira parte.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 14.11.2022 às 12:07

O Amorim sofre a cada lance de bola parada (assim como eu) porque sabe que neste momento qualquer bola bombeada na área pode dar em golo. A grande diferença para as duas épocas anteriores é essa, sofremos mais golos, alguns por erros individuais, outros por mera sorte do adversário. Ontem sofremos mais um golo "às três tabelas" mas, em abono da verdade, também marcamos um golo esquisito. O facto de termos tido tantas lesões na defesa não ajuda nada (St. Juste, Neto, Coates, Porro). Durante muito tempo não conseguimos ter a defesa estabilizada, assim fica difícil ganhar rotinas, ganhar consistência. Ontem finalmente conseguimos jogar 90min com a defesa que todos achariamos que seria titular no início da época. No ataque sinto que nos falta aquele "rato de área", aquele Acosta/Liedson/Bas Dost, a bola anda ali a rondar a baliza e não há uma alma que "rebente" com as redes adversárias. De qualquer modo, só poderia haver um vencedor neste jogo, o Sporting, principalmente pela primeira parte que fez. Vamos esperar que o pós mundial seja melhor, em particular no capítulo defensivo, mas também que se aproveite melhor o caudal ofensivo. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 12:33

Zé Manel bom dia,
Mas a equipa também tem que conseguir ser mais regular no próprio jogo, tem altos bons e depois tem quedas excessivamente a pique que a fazem perder o controle do jogo, o que é oferecer vitamina ao adversário que passa a acreditar que nos pode ferir. A equipa tem que dar exemplos mais consistentes, com menos quebras tão acentuadas.

Basta por vezes uma muito má decisão numa intercepção ou num péssimo passe que apanha a equipa adiantada para o adversário aproveitar o espaço e fazer-nos correr sem necessidade, desgasta e obriga a reposicionamentos, terá que haver melhor eficácia em lances simples, mais credibilidade no que fazem.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 14.11.2022 às 13:10

Boa tarde Julius, concerteza, não se pode ter um domínio absoluto na primeira parte e depois acabar a sofrer daquela forma no final do jogo. Para além da questão mental que puxa os jogadores para baixo depois de sofrer um golo, acho que o nosso meio campo a certo ponto também já estava mal fisicamente, lembro-me de algumas bolas afastadas da defesa que invariavelmente iam parar novamente à posse dos famalicenses sem que o nosso meio campo conseguisse fazer grande coisa. Surpreendeu-me que o R. Amorim não tivesse refrescado pelo menos um centro-campista. Uma coisa que me esqueci de mencionar, o Adan teve pouquíssimo trabalho, mas mais uma vez deixou-me de mãos na cabeça quando um avançado famalicense quase lhe tirou a bola dos pés. Tem que ser mais rápido a trocar a bola. Já agora, Julius, o que acha do Ivan Jaime do Famalicão? É um jogador que já me tinha chamado à atenção na época passada, será que ele só faz boas "jogatanas" contra o Sporting? Será jogador para jogar a um nível mais elevado? SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 13:27

É um jogador interessante mas também de pouca consistência, só aparece nos grandes jogos, ontem nem foi titular mas tecnicamente é muito bom e sabe ler o jogo.
Sempre disse que nos faltava mais alguém de peso no banco para o meio campo, creio que ja chegou, ira ser apresentado a qualquer momento.

Adan com os pés não é a sua praia, desenrasca mas tem dificuldades, esta nova geração de guarda redes ja vem com esse elemento mais e melhor desenvolvido, perceberam a diferença que faz no jogo.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 14.11.2022 às 12:43

Apenas um acrescento que não vem referido no texto: o Gonçalo Inácio salvou um golo quase certo que daria o empate ao "atacar" aquela bola que ia ser cabeceada pelo adversário.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 13:29

Sim Rui, podia e devia ter sido referenciado, foi lapso, tirou o pão da boca ao adversário e a nos deu-nos um alívioooo daqueles.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 14.11.2022 às 14:19

👍👍
Sem imagem de perfil

De RCL a 14.11.2022 às 13:04

Subscrevo as notas do Julius.
Ainda estou a tentar perceber como o árbitro auxiliar do Porto viu aquele fora-de-jogo, se até o VAR levou 5 minutos a decidir.
As imagens que consegui não são muito nítidas, na hora não me pareceu fora-de-jogo mas a realização era muito má.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 13:31

Tem sempre coisas estranhas quando umas certas equipas de árbitros vêm apitar jogos do Sporting, por isso vão tantos ao Mundial, porque são excelentes na sua profissão.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 14.11.2022 às 13:46

Que bom termos ganho, Querido Amigo Julius
Necessitamos de mais vitórias para ficarmos confiantes
Concordo com as suas notas

Beijinhos
Feliz Semana
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 14.11.2022 às 22:37

Minha querida guapa,

Até que conseguimos uma boa vantagem na primeira parte, mas depois a coisa ainda azedou um pouco, felizmente saímos vitoriosos, estas vitórias conseguidas difíceis, no esforço e na solidariedade provocam mais união no grupo e trazem consequentemente maior confiança.

Beijinhos

Feliz noite e feliz semana

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo