Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2022/23 (21)

Julius Coelho, em 08.12.22

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Rio Ave, da 2ª. jornada/grupo B da Taça da Liga Allianz, que resultou numa vitória do Sporting por 2-0. Golos de Gonçalo Inácio 62', Emanuel Boateng (autogolo) 73'.

TANTO DESPERDÍCIO EM VILA DO CONDE

Os leões voltaram ao festival dos golos falhados, alguns de forma bem escandalosa. Só com 2 lances de bola parada apareceram os golos de uma vitória incontestada, sendo um deles na própria baliza, quando tiveram oportunidades na cara do guarda redes para fazer 6/7 golos cantados, que podiam ter acabado com o jogo muito mais cedo. Com uma primeira parte muito cinzenta, mesmo mal jogada, muitos passes perdidos no meio campo e na decisão, deram a imagem da falta de inspiração dos criativos da equipa que passaram a noite numa espécie de concurso bizarro, de quem falhava mais vezes isolados à frente da baliza adversária, ganharam todos, porque ninguém acertou. (Trincão, Paulinho, Nuno Santos, Sotiris tiveram perdidas incríveis).

318555390_697193381772684_7684924555806660339_n.jp

DESTAQUE - PEDRO PORRO - 4 - Destacou-se claramente dos colegas, mais concentrado carregou a equipa às costas protagonizando vários lances que desequilibraram o meio campo do Rio Ave. Podia ter contribuído com várias assistências, tantos foram os golos que ofereceu ao Nuno Santos, Trincão e Paulinho. Como não aproveitaram, "ofereceu" ao Boateng... esse não falhou à boca da baliza, fazendo autogolo.

ANTONIO ADÁN - 3.5 - A noite do desperdício podia ter saído bem amarga, atento o guardião espanhol evitou por duas vezes o golo dos vilacondenses com saídas felinas aos pés do adversário. Um único erro, quando só agarrou uma bola à terceira tentativa, num lance que podia ter acabado da pior forma.

GONÇALO INÁCIO - 3.5 - Como os avançados não marcavam de baliza aberta, foi lá à frente mostrar como se faz, um cabezazo fulminante a um cruzamento bem medido do Marcus Edwards que levou a bola a entrar como um bólide na baliza do Jhonatan. Na defesa cumpriu sempre bem.

JOSÉ MARSÁ - 3 - Sempre muito activo na reacção e no apoio da construção. Um erro que podia ter saído caro, demorou ao não soltar a bola num lance ainda dentro da sua área e que acabou interceptada pelo adversário, foi a tempo de emendar estorvando a acção do avançado que ficou em boa posição para marcar. 

MATHEUS REIS - 3 - Prometeu muita uva nos minutos iniciais da partida, mas foi sol de pouca dura, rápidamente desapareceu do jogo.

DÁRIO ESSUGO - 3 - Muito jovem ainda mas já com um tremendo cabedal que se destaca dos colegas e adversários, muito forte na reacção e na chegada à bola, mas depois, com ela nos pés surgem os problemas, terá que evoluir e melhorar nesse tão importante capítulo.

PEDRO GONÇALVES - 1 - Oh Pedro, a equipa ontem jogou com 10 elementos, será mais uma noite para reflectires. O que te falta afinal? Verdade é que assim dessa forma não dá. Tens noites como a de ontem em que jogas como um veterano já em fim de carreira.

NUNO SANTOS - 3 - Não lhe correu nada bem o jogo, podia ter marcado por duas vezes em lances que já nos habitou a não falhar. Brilhou depois num remate brutal sem preparação que deixou seguramente as mãos do Jhonatan a arder.

FRANCISCO TRINCÃO - 2.5 - Fica difícil de encontrar justificação para as suas perdidas incríveis de baliza aberta ou na recarga a bolas rechaçadas pelo guarda redes. Urge melhorar a sua definição, deixa a ideia que se auto-bloqueia e acaba por complicar lances que de forma simples colocaria a bola dentro da baliza.

MARCUS EDWARDS - 2.5 - Ontem também não era a sua noite, exibição aos repelões, muito inconsequente. Raramente apareceu no jogo, quando o fez desequilibrou ou cruzou com peso e medida para o Gonçalo fuzilar. 

PAULINHO - 2.5 - No mesmo registo do Francisco Trincão, péssimo na finalização, sem o timing ou a criatividade para tirar a bola do alcance do guarda-redes nas varias boas oportunidades que teve para marcar. 

MANUEL UGARTE - 2 - Foi de férias para o Qatar,  onde aqueceu o banco do Uruguai e chegou agora sem ritmo. Vai ter que sofrer nos próximos dias para recuperar o tempo perdido.

ARTHUR GOMES - 2 - É forte no um para um mas depois falta-lhe o timing de largar a bola ou o bom critério do que fazer a seguir. Jogou no último quarto de hora, já com o adversário a oferecer muitos espaços nas suas costas que o Arthur não soube aproveitar com eficácia.

ROCHINHA - 1 - Poucos minutos em campo, não deram para nada.

ALEXANDROPOULOS - 1 - Muito corre este grego, gosta de correr, ainda terá que reflectir se não será melhor experimentar o atletismo. Tremendo sprint para ficar isolado com a bola na cara do guarda-redes do Rio Ave para depois acabar solidário com os colegas que levaram a noite a falhar. 

JOVANE CABRAL - 1 - Entrou já ao cair do pano, sem registo a assinalar.

RÚBEN AMORIM - 3.5 - Mister Amorim, a equipa consegue para já o pleno na competição, em duas vitórias em tantas jornadas e terá ontem praticamente assegurado a passagem à fase seguinte. Mas o jogo foi muito cinzento, principalmente na primeira parte, muitos passes falhados e por último, é forçosamente necessário que a equipa treine a definição, mostra ausência de técnica em colocar a bola dentro da baliza em lances com a baliza à mercê. Conseguem o mais difícil, que é construirem as oportunidades e depois falham clamorosamente de baliza aberta.

LUÍS FREIRE - 2 - Numa noite em que estranhamente foi muito mal aproveitada pelos leões, a sua equipa pouco ou nada produziu para poder equilibrar os acontecimentos da partida que penderam claramente e sempre para o Sporting. Numa noite de melhor acerto dos verdes de Alvalade e podia ter levado uma meia dúzia de golos. 

MIGUEL BERTOLO (Árbitro) - 4 - Vários erros técnicos de interpretação dos lances faltosos que não assinalou, a virtude de ter sido coerente nas decisões, errando para os dois lados sem prejuízo para nenhuma das equipas.

VASCO SANTOS (VAR) - 3 - Sem lances duvidosos que merecessem a sua análise, deixou-se estar sossegadinho sem atrapalhar ninguém.

publicado às 02:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


39 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Parreira a 08.12.2022 às 03:43

Eu não percebo o que se passa com o Pedro Gonçalves, aliais não foi só ele que esteve muitos furos abaixo daquilo que costumam fazer, mas o Pedro acostumou-nos a fazer golos incríveis, mas parece que está a desaprender.
Um abraco desde a Califórnia para Marrocos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 09:06

Um bom dia de quinta feira para todos.

Falta-lhe a consistência, tem a haver com maturidade é uma questão mental, deixa correr o jogo e esquece que tem que o agarrar, a saída do Matheus Nunes trouxe um problema à equipa na transição, um papel que o treinador pretende que seja assumido por ele, mas o Pedro não é o Matheus e acaba por vezes confusas as suas ações com excessivas perdas de bola no meio campo.

Grande abraço Manuel Parreira
Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 08.12.2022 às 07:40

Caro Julius, várias oportunidades falhadas, mas a equipa ganhou e é o mais importante, como disse Amorim. E o guarda-redes adversário brilhou, o que já é habitual nos guarda-redes que jogam contra o Sporting.
O importante agora é manter a regularidade nas vitórias.
A exibição de P. Gonçalves faz-me pensar se afinal o reforço prioritário não será para o meio-campo, um médio criativo que seja alternativa a Morita. Isto ou apostar em Mateus Fernandes, e deixar P. Gonçalves no ataque.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 09:14

A vitória é sempre o mais importante independente do desperdício de oportunidades sem dúvida e isso nunca esteve em causa. A regularidade das vitórias arrasta sempre mais confiança com todos os jogadores, terão sim que perder mais tempo no treino com a definição, com o acerto na baliza e com as técnicas de finalização que estão pouco apuradas.

Sempre disse que nos falta mais um médio criativo, chegou agora um mas é defensivo, verdade que falta ainda chegar o Morita o que ajudará o Pedro a avançar um pouco para mais perto das zonas que mais gosta, mas terá que melhorar a consistência é esse o seu grande problema.
Sem imagem de perfil

De RCL a 08.12.2022 às 10:05

Naquele batatal era quase impossível jogar futebol, aliás os golos aparecem de bolas paradas "em andamento". Gonçalo Inácio está nos 2 golos.
Aliás, Gonçalo Inácio é criticado pelos sportinguistas por tudo e por nada, valorizam as falhas, não falam das grandes exibições. Ontem, Gonçalo Inácio e Porro foram os melhores em campo. Nota 4.
Se o Benfica tratasse assim os seus jogqadores, o António não estaria no Qatar..
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 10:20

O relvado estava pesadíssimo e irregular, exigiu muito musculo aos jogadores sem dúvida mas não impedia que houvesse uma melhor definição em frente da baliza.

Os sportinguistas tratam bem os seus jogadores e valorizam muito as suas exibições, o Sporting não tem é a propaganda que outros têm nem um selecionador que olhe para os jogadores do Sporting da mesma forma que olha para outros porque não é do interesse dos seus amigos, dos amigos que o colocaram à frente da seleção é disso que se trata, os favores têm que ser pagos, nada é de graça nesta vida.

Fui dos que levantei a lebre do caso Gonçalo Inácio, até lhe dei um título "quem tramou o Gonçalo Inácio?" que mesmo que quando foi campeão e foi um herói ao lado do Coates durante toda uma época de sonho mereceu uma chamada dos 2 selecionadores (Fernando Santos e Rui Jorge) e agora um miúdo aparecido do nada e com 3 meses de competição levam-no logo a um Mundial, é injusto, desonesto, má fé e a demonstração de como a máfia do futebol português funciona a seu bel prazer porque se sentem intocáveis.
Sem imagem de perfil

De RCL a 08.12.2022 às 12:31


Nos sabemos que o Julius defende, como ninguém, o Sporting e seus jogadores.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:37

Aconteça o que acontecer no Mundial jamais perdoarei o que o selecionador fez ao Gonçalo Inácio ou quando aquela célebre tentativa de golpe de estado que protagonizou no inicio do Europeu de 2016.
Sem imagem de perfil

De Juskowiak a 08.12.2022 às 12:41

Não percebi, Julius. A que se refere com "tentativa de golpe de estado" em 2016.

A memória é longa, mas não dá para tanto.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:57

Boa tarde Jusko,

É simples, logo aí o selecionador mostrou ao que vinha, nesse ano e na fase final do campeonato só dava Sporting que arrasou nas ultimas jornadas para tentar recuperar o ponto de atraso que lhe daria o título, Joao Mario, Adrien e William Carvalho, inclusive arrasaram no Dragão poucas semanas antes do Europeu e quem o selecionador mete a jogar no meio campo da seleção? Danilo e o André Gomes, este ultimo quando o Jorge Mendes estava a tentar a ver se vendia para o Barcelona, inclusive e de forma inesperada levou mais um miúdo de 18 anos do Benfica que nessa altura ainda não estava preparado mas tinha que ser valorizado na montra do Europeu (Renato Sanches) a coisa correu mal quase que ficamos eliminados na primeira fase não fosse meter no derradeiro jogo contra a Hungria finalmente meio campo que jogava de cor e salteado e safou-se a tempo e com isso ainda foi campeão da Europa.

A parti daí perdi-lhe toda a confiança e percebi qual seria sempre a sua agenda como voltou agora a demonstrar ou quando nunca chamou o Inácio quando este foi campeão nacional, ou mesmo quando não chamou o João Mario no ano do título e depois convoca-o semanas depois de estar no Benfica. Este tipo não une a nação, divide-a por interesses pessoais.
Sem imagem de perfil

De Robbie Fowler a 09.12.2022 às 11:38

Contra a Hungria o meio campo foi William, Moutinho, João Mário e André Gomes.....
Sem imagem de perfil

De RCL a 08.12.2022 às 12:59

Jusko
Com liçença do Julius,respondo com prazer. Detesto corruptos e vigaristas.
No pré Euro 2016 a comunicação lampiónica dizia : "do Sporting só Rui Patrício tem a titularidade garantida, os outros vão para o Banco". E então, entre outros, FS deu a titularidade ao rapazinho do Benfica para facilitar a venda para o Barcelona.
Só que na fase de grupos, a coisa começou a correr mal, o eng. com as calças na mão, mudou tudo e lá entraram os melhores, Adrien, William de Carvalho, Cedric e João Mário.
O rapaz foi para o Barcelona, pois claro; correu tão mal que numa partida ouviu a maior vaia de todos os tempos em Camp Nou. Dizem que se ouviu em Madrid
Sem imagem de perfil

De Robbie Fowller a 08.12.2022 às 20:08

Em 2016 o André Gomes já não era jogador do Benfica há 2 anos, era do Valência…do Benfica estavam lá o Eliseu e o Renato Sanches, que tinha sido alvo de uma das mais vergonhosas campanhas, com muito eco na CS, orquestrada por Bruno de Carvalho e Nuno Saraiva. Foi graças ao Euro 2016, e à campanha da CS sobre “Aurélios”, que o Sporting conseguiu faturar boas vendas, pois nessa época não tinha jogado nas provas europeias.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 21:27

Ninguém pretende dizer se o André era ou não jogador do Benfica até podia estar a jogar na Conchichinha, áparte que eu nem sequer comento quem era ou não o seu clube, constato sim que de todo não tinha lugar naquele meio campo da seleção e só porque estava em negociações para ser vendido para o Barcelona entrou à força na equipa, se gosta de história então deve recordar-se do discurso do mesmo selecionador quando treinava a seleção grega que defendia ter o máximo de jogadores de uma só equipa para facilitar o entrosamento, já que um selecionador tem pouco tempo com os jogadores e que dava essa prioridade numa seleção .

Bastou chegar à seleção portuguesa para logo tentar a golpaça e alterar as suas teorias que trazia da Grécia colocando no meio campo da seleção portuguesa um de cada "nação" (forma de dizer) sem qualquer entrosamento quando tinha um trio que jogava junto e dava cartas na altura (João Mario, Adrien e William Carvalho) mas outros valores se levantavam mais alto, claro, correu mal e bem contrariado lá teve que ir ao plano A e salvar a pele. Eu jamais lhe perdoarei, porque foi mafioso.

Vou mais longe, o William semanas antes tinha arrasado o meio campo do Porto do Danilo no Dragão e depois mete o Danilo??? Tudo interesses!!!

Ja o Queiroz dizia com razão que na seleção era só trampa, passaram tantos anos e a trampa continua lá.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 21:32

E aqui para nós, o senhor engenheiro da treta tem 3 agendas, uma da seleção e duas pessoais, por ordem funcionam: primeiro a agenda do Jorge Mendes, depois a agenda do seu benfiquinha e só depois a da seleção, se corre mal mete o plano A, teve sim a sorte nestes anos de ter um Cristiano que lhe resolveu muitos jogos e com isso muitos problemas.

Esse senhor a mim nunca me enganou.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 08.12.2022 às 21:45

Não foi graças ao Euro 2016 ou à campanha da CS sobre “Aurélios”, que o Sporting conseguiu faturar boas vendas.
Foi graças às excelentes prestações desportivas individuais que esses jogadores tiveram no Euro 2016 (bem diferente da mera presença), mesmo que em primeira instância tenham sido preteridos.
Sem imagem de perfil

De Robbie Fowler a 09.12.2022 às 11:34

Claro que os jogadores são valorizados pelas suas prestações individuais, mas nos sítios certos. Quando disse que a ida ao Europeu é que os ajudou, é evidente que significa que é completamente diferente fazer uma boa exibição numa fase final, ou na Champions, do que fazer uma época em grande na nossa Liga.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 08.12.2022 às 15:54

RCL e Julius,
O terreno de jogo "impraticável" fez parte da estratégia do Rio Ave.
Depois do que tem chovido destaco o facto do Rio Ave ter regado o campo antes e durante o intervalo do jogo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 16:16

Mas de pouco serviu caro amigo, a coisa até podia ter dado para a meia dúzia e não escandalizava, perante as inúmeras oportunidades desperdiçadas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2022 às 17:35

O nosso amigo Leão do Norte assistiu ao jogo in loco e nós tivemos ocasião de debater essa questão durante o intervalo.

Uma manha muito antiga das equipas pequenas. A ideia é de tornar o relvado mais pesado para assim condicionar a superioridade técnica dos adversários.

O Sporting fazer queixa, provavelmente nada resultaria, mas a Liga não devia permitir. Estão delegados nos jogos para intervir nestas e noutras situações.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 17:53

Sendo o Sporting a vitima na teia, os delegados, se necessário fosse até ajudavam a segurar nas mangueiras da água.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 08.12.2022 às 11:34

Um mau jogo, uma muita má primeira parte. O Rio Ave entrou forte, dando muito no osso dos nossos e o árbitro com insígnias FIFA( o estado a que isto chegou), permitiu, o que parece ter amedrontado a equipa. Até parecia que os que jogaram queriam justificar o porquê de não irem à seleção, Pote então esteve um desastre, só tem a desculpa de jogar numa posição que na minha opinião não pode ser a sua. Enfim, vitória, o mais importante, mas lá está o que disse após o jogo com o Farense, joga-se bem contra equipas “ românticas” , contra equipas duras, mais maduras os jogos tornam-se mais difíceis, mais ainda quando se desperdiçam golos cantados.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:01

Luís,
de facto a forma viril com que a equipa do Rio Ave entrou no jogo condicionou os nossos jogadores, parecia um jogo importante do campeonato para os de Vila do Conde, depois o terreno irregular e muito pesado também não ajudou, foi necessário vestirem o fato macaco e entregarem-se à luta por igual para não terem dissabores, as oportunidades até que apareceram com regularidade da melhor equipa, pena a finalização ter estado tão desastrada.

Equipas com fio de jogo e que procurem jogar com técnica, a equipa sente-se mais confortável que contra equipas que façam do físico a sua principal arma.
Sem imagem de perfil

De Mario Brito a 08.12.2022 às 12:10

O Pote não joga nem faz jogar, uma nulidade.
Ainda há quem reclame por não ter sido convocado!!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:26

Não era o momento para o Pote ir à seleção e ele melhor que ninguém sabe disso, terá que ser mais consistente nos jogos, devia olhar para o seu colega espanhol Pedro Porro que não sabe jogar mal, mostrando na maioria dos jogos as suas reais capacidades e sem nunca facilitar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2022 às 17:39

Mas mesmo assim, o Porro ficou fora da lista de 26 da Espanha.

Curiosamente, o Sarabia, sempre titular até chegar ao Qatar, ficou no banco até aos derradeiros minutos do prolongamento do último jogo.

Isto de seleccionadores... Luis Henrique disse no fim que estava arrependido de ter feito o que fez com Sarabia. Muito pouco, muito tarde!!!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 17:54

E nesses derradeiros minutos o Sarabia quase que faz golo com a bola a tirar tinta do poste da baliza de Marrocos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2022 às 18:25

É verdade, e depois nas grandes penalidades deu no poste novamente.
Sem imagem de perfil

De De Vigia a 08.12.2022 às 12:27

Boa tarde Julius

Só tenho um pequeno apontamento: acho que de uma maneira geral os pontos atribuídos são demasiado elevados para o trabalho produzido. No resto de acordo!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:32

De Vigia, boa tarde.

Não foi fácil jogar contra aquela equipa do Rio Ave que tentou ter sempre mais gente no meio campo e atirando-se ao jogo, nos duelos com muito musculo, com tudo isso e sem fazermos um grande jogo, longe disso construímos várias oportunidades claras para marcar e tenho que valorizar esse enorme detalhe.

Ganhamos por 2 mas podiam ter sido por 4 ou 5, creio que foi justo caro amigo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.12.2022 às 17:40

Este De Vigia fica mais satisfeito com uma derrota do Sporting!
Sem imagem de perfil

De Manuel a 08.12.2022 às 12:36

Não sabia se havia var, dado q não foi usado, q eu tenha visto. Comentava com um amigo que era o pior jogo q tenho visto nos últimos tempos. Com tanto jogo de mundial, com genica até a defender (como Marrocos), fico mais exigente com o que vejo. E vi muita falta de muita coisa nos jogadores e no jogo. Até gostei do Nuno Santos. Mas o Porro foi de facto o melhor.
Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 12:42

Manuel,

havia sim VAR mas não teve motivos para intervir, todavia quem lá estava não nos merece um mínimo de crédito, todos sabem quem é o vasquinho.

O Mundial coloca-nos num nível mais elevado de exigência e depois ficamos algo desiludidos quando vemos jogos como o de ontem, mesmo tratando-se da equipa do nosso clube. Ontem faltaram de facto muitas coisas aos nossos jogadores e o que esteve mais perto do nível foi o jovem espanhol lateral que carregou a equipa as costas.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 08.12.2022 às 14:37

Jogo muito cinzento, um péssimo relvado para a prática de futebol, o jogo sempre a parar por faltas e faltinhas, o Sporting a desperdiçar várias oportunidades (Trincão a fazer de Bryan Ruiz, passe o exagero)... Acho que estou mal habituado depois de ver tantos jogos do Mundial. Nota mais para Porro que foi a nossa locomotiva. Valeu pelo resultado mas sinceramente não me agradou muito a exibição do Sporting. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 16:00

Zé Manel boa tarde,
Creio que todos nós esperávamos um pouco mais da equipa em termos exibicionais mas como bem diz valeu o resultado e estamos praticamente na fase seguinte, no fim é isso que mais conta.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 08.12.2022 às 15:49

Boa tarde amigo Julius,
Na primeira parte não foi um bom jogo, mas na segunda parte, e tendo em conta o péssimo relvado, a equipa produziu o futebol suficiente para criar inúmeras situações de golo e limitar qualquer veleidade do adversário.
Não pode é falhar os golos cantados que falhou. Existirão jogos onde será muito penalizada por isso.
Porro foi sem dúvida o melhor. O Marsà é um excelente central ao nível da leitura de jogo e controlo da bola. Pena a sua estrutura física o limitar nos duelos físicos, principalmente nas bolas paradas. Oposto é o Essugo. Excelente no confronto físico, "varre" o campo a nível defensivo, mas ainda tem muitas limitações na construção.
Sempre defendo o Paulinho porque entendo a tarefa ingrata que muitas vezes lhe é destinada, mas chega a parecer sobranceiro na forma como desperdiça oportunidades. Adorna muito os lances.
O importante é continuarmos nesta rota de vitórias e sem sofrer golos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 08.12.2022 às 16:10

Amigo Leão do Norte, boa tarde

Parece que não entenderam que o estado do relvado não permitia adornos nos lances, deviam ter sido mais objetivos e quizá teriam outro resultado em bolas cantadas para golo, creio que até tem piada que pelas inúmeras assistências de letra fez o Porro para os colegas desperdiçarem que experimentou assistir um adversário quisá tivesse melhor sorte e o adversário não se fez rogado e aproveitou mesmo para marcar .

Já tinha comentado várias vezes que se o Marsá fosse de outra estatura o Barcelona não o deixava ir embora, tem uma tremenda capacidade de reação e controle dos timings nas suas ações, necessita de jogos a doer para crescer ainda mais, o miúdo tem ganas de vencer e aproveita tudo o que lhe dão.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo