Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2022/23 (27)

Julius Coelho, em 25.01.23

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Arouca da Taça da Liga Allianz, que resultou numa vitória do Sporting por 2-1. Golos de Paulinho 45' e 82'.

GOLEADOR DA TAÇA DA LIGA RESOLVEU COM 2 GOLOS À PONTA DE LANÇA

Os leões entraram com tudo na primeira parte, impondo um ritmo muito forte e pressão imediata na perda da bola, foi um massacre sempre jogado no meio campo adversário, um Arouca que estacionou todos os autocarros em frente à sua baliza, a verdade é que quase conseguia levar o jogo empatado para a etapa complementar, tal foi o desperdício dos avançados do Sporting que só marcaram no derradeiro lance. Na segunda parte o leão baixou a intensidade e demorou a adaptar-se à subida do bloco do Arouca, que numa jogada fortuita fez o empate. A equipa leonina sentiu o perigo e voltou a carregar de imediato na velocidade e na intensidade empurrando os arouquences de novo para junto da sua área e o golo da vitória apareceu naturalmente num lance à ponta de lança do Paulinho.

Screenshot (1779).png

DESTAQUE - PAULINHO - 4 - É o goleador destacado da Taça da Liga, marcou dois excelentes golos, desta vez à ponta de lança, farejou o timing para estar no sítio certo e dar a vitória à equipa. Num lance maldoso do David Simão que escapou ao vermelho, bateu forte com o ombro no relvado, lesão que o pode impedir de disputar a final no sábado.

ANTONIO ADÁN - 3 - Não foi uma noite de gloria, foi batido facilmente por 2 vezes, viu depois o VAR anular o primeiro. Verdade que no segundo o avançado do Arouca advinha onde a bola vai cair, mas a experiência do guardião espanhol deveria também dar-lhe a mesma leitura do lance.

RICARDO ESGAIO - 3 - Desta vez não comprometeu e até surpreendeu com algumas boas movimentações, mas habituados a vermos o que faz o Pedro Porro no jogo percebe-se logo a abismal diferença, a exigência dispara para um patamar em que o Ricardo Esgaio não pode chegar. 

JEREMIAH ST. JUSTE - 3 - Ser-se só veloz não basta para fazer a parte que lhe compete na equipa, tem que dar melhor no passe e na decisão com critério, fez um jogo sofrível sem conseguir impor-se nos duelos.

SEBASTIAN COATES (Cap) - 3.5 - Uma exibição com altos e baixos, mesclada de bons pormenores com outros mais erráticos. Não pareceu estar na sua melhor fase.

MATHEUS REIS - 3 - Muita precipitação nas suas decisões, sem o timing que o lance pede, tem que ler melhor o jogo. Esforça-se bastante, corre quilómetros mas com pouca produção útil, meteu a bola na baliza do Thiago Rodrigues mas estava fora de jogo. Teve um erro clamoroso, atrasou a bola para o Adán perto de um adversário que a interceptou, podia ter dado no golo do empate.

NUNO SANTOS - 4 - Exibição segura e sempre focada. Ofereceu muita energia à equipa nos lances ofensivos, com passes inteligentes e bons cruzamentos. Tentou o golo por várias vezes, mas não finalizou.

MANUEL UGARTE - 3.5 - Exibição menos fulgurante, cometeu erros no passe que não é habitual e caiu a pique na segunda parte, deixou de conseguir fazer a pressão ao portador da bola, foi substituído já perto do final.

HIDEMASA MORITA - 4 - Foi o elemento mais regular na ligação do jogo às linhas da frente. Quase que marca por duas vezes, a segunda num remate que levava selo de golo, mas a bola encontrou um adversário pelo caminho. Deu mais consistência e intensidade à equipa, enquanto teve pernas e pulmão.

MARCUS EDWARDS - 3 - Fogachos explosivos na primeira parte que escancararam a defesa do Arouca. Teve o seu momento mais alto quando enganou cinco defesas já dentro da área e ofereceu a bola ao Nuno Santos que cruzou para a zona de penálti para o Morita desperdiçar.

PEDRO GONÇALVES - 3 - Foi o elemento escolhido pelo adversário para uma marcação mais cerrada, raramente se soltou e quando o conseguiu não usou o melhor critério no passe. Teve o golo nos pés, mas foi lento a decidir. No entanto, excelente desmarcação e cruzamento de cabeça para o primeiro tento de Paulinho.

GONÇALO INÁCIO - 2.5 - Entrou a meio da segunda parte quando o adversário dava o tudo por tudo, ajudou a bloquear os caminhos dos avançados na antecipação, mas pecou na saída, errando muitos passes.

PEDRO PORRO - 2.5 - Entrou com tudo e logo na sua primeira intervenção quase que faz golo, o Marcus atrapalhou o seu remate que saiu a milímetros do poste com o Thiago a defender com os olhos. Comenta-se que pode ter sido o último jogo que fez pelo Sporting, sendo verdade, será uma perda enorme para a equipa, é actualmente o melhor jogador.

ARTHUR GOMES - 2 - Entrou com muita vontade de mostrar serviço e ajudar a equipa a chegar à vitória, teve alguns lances com algum sucesso de rotura na defesa adversária, mas mantém-se muito irregular no jogo, desaparece repentinamente e não se sabe por onde anda.

MATEO TANLONGO - 2 - Vai ser craque, lê muito bem o jogo e com a facilidade que tem em meter a bola com muita precisão vem com certeza trazer algo de novo e bom à equipa. Pode vir a ser o futuro cérebro do meio campo, a pautar os timings que o jogo pede.

YOUSSEF CHERMITI - 2 - Muito móvel e com grande gana de fazer a diferença, assume os lances, o que agrada bastante, mostrou personalidade e critério quando acossado de vários adversários. Agora não pode parar, tem que se manter nos 14/15 minutos de cada jogo. 

RUBÉN AMORIM - 4 - Objectivo cumprido e está em mais uma final da Taça da Liga. Enfrentou um Arouca a jogar a sua final da Champions e foi deveras difícil derrubá-los, disputavam cada lance como se fosse o último das suas vidas e quando é assim fica mais complicado. A primeira parte da equipa foi muito boa, de muito bom nível, com todos os elementos a darem muita intensidade ao jogo, a provocarem um carrossel com tremenda velocidade, obrigaram o Arouca a recuar à sua área, num bloco de pernas que cortaram quase sempre os caminhos da sua baliza.

ARMANDO EVANGELISTA - 2 - A sua equipa fez um jogo muito sério e sempre no limite das suas capacidades, tentaram a sorte de tudo lhes sair bem e terem um Sporting em dia não, já tinha acontecido no campeonato. Mas saiu-lhes um Sporting prevenido e com as ganas de ganhar e estar na final, contra factos ficam poucos argumentos, mesmo com os autocarros estacionados na frente da sua baliza não impediram o Paulinho de marcar por duas vezes. Talvez no andebol tivessem melhor sorte.

FÁBIO VERÍSSIMO (Árbitro) - 4 - Nota alta numa arbitragem regular e coerente nas suas decisões. Ficam mesmo assim dois lances em que devia ter decidido de outra forma, existe falta para penálti sobre Paulinho e aquela entrada ao cair do pano do David Simão é para vermelho directo, conduta imprópria para um profissional que nunca se dignou em pedir desculpa ao seu colega de profissão.

LUÍS GODINHO (VAR) - 3.5 - Correcta e corajosa a decisão da anulação óbvia do golo do Arouca na primeira parte, mas errou ao não alertar o árbitro para o empurrão ao Paulinho na área do Arouca e ainda ao não despertar o Fábio Veríssimo para o vermelho ao David Simão.

publicado às 04:05

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


45 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Guimarães a 25.01.2023 às 07:36

Boa 1ª parte.
Má 2ª parte.
É o meu resumo do jogo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 10:16

Um bom dia de quarta feira para os amigos do Camarote Leonino.

Isso daria empate, mas felizmente que a nossa equipa obteve uma vitória justíssima.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.01.2023 às 18:02

A vitória foi mais que justa, não há a mínima dúvida!
O que não percebi foi aquela entrada na segunda parte. O nervosismo dos centrais foi bastante preocupante.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.01.2023 às 18:05

Se não se identificar, não voltará a ser publicado.

A resposta ao comentário compete ao Julius.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 18:36

O bloco do Arouca subiu e fizeram pressão mais à frente e demoramos a adaptar-nos, entretanto conseguiram o golo do empate, felizmente que a equipa respondeu bem de seguida.
Sem imagem de perfil

De ARSM a 25.01.2023 às 09:38

Caro Julius, SL
Completamente de acordo com a sua análise, o que significa que vimos o mesmo jogo. Boa primeira parte do SCP, e uma menos conseguida segunda parte.
Alguns jogadores têm vindo a cometer erros ao longo de vários jogos, que têm custado pontos e comprometer a confiança da equipa.
- Mateus Reis tem cometido demasiados erros defensivos, de posicionamento, de passes, etc. Está muito longe da regularidade e acertividade demonstrada na época anterior. A necessitar de descanso? Talvez.
- Ugarte tem vindo a cair de produção nas segundas partes dos jogos, em que começa a arrastar/mastigar o seu jogo, a falhar demasiados passes (alguns faceis, com colegas bem posicionados e por perto e opta por fintar os adversários acabando por perder a bola em zonas proíbidas. Tem acontecido em muito jogos, nos últimos tem sido evidente porque esses lances acabam por dar golo para os adversários). Gosto muito do Ugarte, é grande jogador. Não sei se é uma questão de fadiga ou de concentração, mas tem sido um problema recorrente (penso que não tem sido por acaso que tem sido substituido na parte final das partidas ultimamente).
Ontem, o SCP foi superior, realizou uma boa primeira parte e era dispensável mais uma tremideira na segunda parte, mas o que importa é que lá se conseguiu estar presente em mais uma final.
Agora é preparar bem a final e vencer.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 10:34

ARSM,

Em geral a equipa tem de facto se apresentado muito irregular nas segundas partes, o que nos tem trazido dissabores e se o adversário marca primeiro então fica deveras difícil dar a volta ao resultado. Quando os jogadores caiem de produção ou correm muito com a bola sem a largar no timing é sinal claro de fadiga, que pode ser física ou psicológica e é isso que tem acontecido nas segundas partes, de todas as formas a equipa deu uma boa resposta após o golo do empate do Arouca.

Com a produção que realizaram em toda a primeira parte deveriam ter marcado 2 ou 3 golos e quase que não marcavam nenhum e podiam inclusive ter sofrido na única vez que o Arouca chegou à baliza do Sporting, creio que o problema maior esta na eficácia perante as várias oportunidades que criam.

Fico preocupado com o estado do ombro do Paulinho, aquela entrada é para vermelho ao jogador do Arouca e foi isso que fez o Rúben atirar-se ao jogador do Arouca no final do jogo.
Sem imagem de perfil

De ARSM a 25.01.2023 às 11:01

Completamente de acordo. O lance do Davide Simão era escusado e merecia a devida penalisação disciplinar.
Mas agora é: VAMOS A ELES!!!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 11:10

A eventual saída do Porro a poucos dias do fecho do mercado preocupa-me bastante.

Ganham 45M mas podem ir buscá-los caso consigam o acesso à Liga dos Campeões.
Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 25.01.2023 às 09:43

Caro Julius, um jogo sofrido, tanto pelas oportunidades perdidas como pelas falhas da defesa. Parece que estas equipas dão "tudo" contra o Sporting.
Fica a vitória, que é o mais importante.
Nota-se que a equipa precisa de confiança. Ganhar a Taça da Liga seria fundamental para relançar a segunda volta, quer na luta por um lugar na Champions, quer por uma boa campanha na Liga Europa.

Como treinador de bancada, com a possível saída de Porro, não sei se a equipa jogaria bem num 4x2x3x1, recuando os alas e com N. Santos no ataque, a par de Pote e Edwards/Trincão, e Paulinho, e Ugarte e Morita no meio campo. É um "bitaite", o treinador é quem sabe!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 10:51

A notória falta de confiança da equipa na hora de acertar com a baliza ficou bem patente no Trincão nos últimos jogos, creio que foi por isso que ficou de fora, ontem a sorte também jogou, os remates que eram bem dirigidos encontravam sempre um pe ou uma perna adversária, estavam todos metidos na sua área.

A verdade é que a táctica do autocarro ía dando resultado, já o deu no campeonato, mas os treinadores que optam por essa forma de jogar são elogiados quando ganham aos grandes. A verdade é que se a bola não entra o adversário mantém a energia em alta porque acredita que pode ir lá à frente e fazer o golo e ía acontecendo de novo.

Não se pode mudar uma estratégia, o ADN da equipa a meio da época, necessita de treinar muito os processos novos e só trariam dissabores quando ainda podemos chegar aos lugares de acesso à champeon.

Eu pessoalmente gosto desse 4231 porque foi sempre o sistema que eu adoptei nas minhas equipas e com muito sucesso, mas necessita de tempo para todos se adaptarem que a meio de uma época não há.
Sem imagem de perfil

De Jo a 25.01.2023 às 10:12

Gostava de perceber quem é que coloca as linhas de fora de jogo e que faz aqueles riscos.
A lei do fora do jogo tem muito que se lhe diga e um pé ou um ombro 5 ou 10 centímetros à frente ou atrás não dá vantagem ou desvantagem nenhuma.
Dito isto, não consigo perceber aquela linha no segundo golo do Paulinho, como é que ele com o corpo inclinado para a frente consegue ter o ombro atrás do próprio pé que está no chão.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 10:55

E o caro Jo quer insinuar o quê? que foi trama do Var? O mesmo VAR que validou o golo do Arouca precimamente pela mesma distancia? Recordo que ja tiraram um golo ao Pedro Gonçalves por 1 cm, acredita nisso? 1 cm? Tiram um golo por 1cm? Algo não está bem.
Sem imagem de perfil

De Jo a 25.01.2023 às 11:21

Eu não quero insinuar nada, até acho ridículo discutir-se 1cm ou 10cm, tal como nas faltas se dá a lei da vantagem não permitindo que a outra equipa tenha essa vantagem por uma infração, o fora de jogo devia ser por tirar partido de uma vantagem estando em posição irregular, não me venham dizer que por ter o ombro ou a ponta do cabelo 20cm à frente de alguém tira qualquer tipo de vantagem daí.
Agora que esta linha desenhada a partir do ombro para o chão está atrás do seu próprio pé não tenho grandes dúvidas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 11:32

Curiosamente o lance é muito parecido ao que deu golo ao Arouca, na minha opinião de sempre devia dar-se uma largura a vermelho de 10 cm de tolerância, não aceito nunca que um golo que pode dar um título ou uma taça seja anulado por 1cm, isso não dá credibilidade nenhuma.
Sem imagem de perfil

De Jo a 25.01.2023 às 16:25

Claramente, a tolerância devia ser o suficiente para se tirar vantagem da posição. E o facto de se estar ver imagens durante 5 minutos, linha para a esquerda linha para a direita, há penalti não há penalti, há mão não há mão, só prejudica o desenrolar do jogo e do espectáculo.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 25.01.2023 às 10:38

Bom dia caro amigo Julius,

A já famosa bipolaridade voltou a atacar mas, para além de desse facto, será que a equipa do Sporting se dedicou à filantropia?
Como é possível ser tão generosa com os adversários, não "matando" o jogo quando tem oportunidade e, pelo contrário, dar sempre hipóteses e moral para eles voltarem ao jogo?

Três destaques no jogo.
Paulinho pelos golos marcados, Nuno Santos por, na minha opinião, ter sido o jogador mais influente da equipa e Tanlongo que apesar do pouco tempo de jogo revela muito potencial.

Aguardo mais um título, mas não podemos ser tão inconstantes nem tão benevolentes com o adversário.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 11:06

Amigo Leão do Norte

O objetivo é sempre o mesmo, meter a bola dentro da baliza adversária mais vezes que o adversário, parece que na hora de o fazerem bloqueiam e não dão a direção certa na bola, falhando oportunidades incríveis, é um bloqueio mental que se denomina de falta de confiança, eu sempre lutei nas minhas equipas contra esse vírus, para mim chama-se convicção, sempre meti no cérebro dos meus jogadores que tudo o que tinham que fazer teria que ser sempre com convicção, na recepção, no passe e principalmente no remate.

O jogador que parece não padecer desse mal é o Nuno Santos que recebe, passa e cruza a bola com convicção e os resultados ficam à vista. Mas é um problema que pode ser resolvido de uma semana para a outra, de repente começam a entrar, o que não pode acontecer é a queda abrupta de alguns jogadores nas segundas partes e isso o Rúben terá que se ocupar muito a sério.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 25.01.2023 às 12:59

Sendo a finalização um real problema desta equipa, o que mais me preocupa são as oscilações abruptas no rendimento da equipa durante o jogo e a forma como permite ao adversário, à mínima oportunidade, reentrar na discussão do resultado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 15:05

Esta estratégia da equipa tem os seus riscos, se a equipa perde a bola logo nas primeiras linhas avançadas do adversário fica desde logo fragilizada com tantos espaços oferecidos nas suas costas e tem depois dificuldades óbvias a fechá-los.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 25.01.2023 às 17:01

Julius,
Na minha opinião o problema não está na estratégia mas na atitude da equipa que parece, por períodos, "desligar" e perder a concentração, dando "folga" ao adversário que naturalmente aproveita.
Não é só a perda de bola nas primeiras linhas avançadas do adversário, mas a facilidade como deixa os adversários construir as suas accções ofensivas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 17:39

Acontece mais nas segundas partes excluímos o jogo na Madeira que foi péssimo, a reação à perda exige muito sacrifício de todos e acima de tudo boa forma física, depois basta um ou 2 elementos não o fazerem que obriga os outros a terem que correr mais, recordo que era tema recorrente no meu balneário e na roda antes dos treinos, os meus jogadores acusavam-se mutuamente exatamente porque alguns sem bola não lhes apetecia fazer a sua parte, resguardando-se para darem nas vistas com bola, têm que sofrer mais nos treinos e no ginásio para se poderem aguentar sempre num ritmo elevado.

Marcus só o faz durante 30 minutos e começa em queda livre depois, terão que fazer trabalhos específicos para poderem dar mais.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 25.01.2023 às 11:29

O ter um plantel curto dá nisto. Jogadores que 'estoiram' (Matheus Reis, Morita, Ugarte, Paulinho, etc) mas que não têm substitutos à altura no banco. Recuar Pote para médio não é solução. Para quando a vinda de um BOM médio de ataque??
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 11:39

Cada treinador tem a sua visão, a do Rúben é ter 2 jogadores por posição, pensa ser o melhor para todos, a forma de todos se sentirem uteis e ativos nos objetivos, mas uma temporada trás muitos imprevistos que pedem outras soluções que não temos no plantel.

O Tanlongo é o exemplo positivo, vem aliviar bastante o meio campo e numa posição muito física, muito exigente, os nossos criativos são muito irregulares, o que mais surpreende é o Marcus Edwards não conseguir jogar ao mesmo nível mais de 45mt ou 2 jogos seguidos.
Sem imagem de perfil

De RCL a 25.01.2023 às 14:40

Julius
Já ouvi alguém comparar Tanlongo com Ducher, não no aspecto físico, claro mas Ducher chegou, agarrou o lugar, Tanlongo não vai demorar muito. E custou 800 mil €-. Nem tudo são barretes.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 14:52

RCL
Pois eu considero o Tanlongo superior ao Duscher, este menino mete a bola milimetricamente onde quer e tem uma leitura do jogo muito rápida muito acima da média, nesse aspecto tem parecenças com o Enzomania e ainda está em crescimento.
Sem imagem de perfil

De Virgulino a 25.01.2023 às 18:47

Já dizia o mesmo do Fatawu, o Messi de África
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 18:50

Nunca apelidei a ninguém de messis ou maradonas isso não é o meu tipo, deve estar a confundir-me

De todas as formas acredito no Fatawu tem enorme potencial, falta-lhe ganhar disciplina táctica. Tenho simpatia pelas suas qualidades e ainda vai dar que falar, é muito jovem ainda.
Sem imagem de perfil

De ARSM a 25.01.2023 às 14:47

Concordo, mas se o Marcus Edwards jogasse os 90 minutos sempre ao mesmo nível (do tipo quando está endiabrado) e conseguisse manter a regularidade em muitos jogos seguidos, não estaria no SCP :), nem no nosso campeonato.

Em teoria, compreende-se a visão do RA, prefere plantel curto para ter espaço para lançar jovens, o que como princípio, é positivo. Acho que essa estratégia tem falhado, ou não está a resultar este ano, porque:
1. A equipa B está na Liga 3, seria mais positivo estar na Liga 2, os jovens estariam mais preparados para assumir, pontualmente, lugares carentes na A, sem se notar a grande diferença de ritmos entre liga 3 e Liga;
2. Este ano, para além do SCP mudar o seu "propulsor", "motor Palhilha/Mateus Nunes", ainda não pode contar com Daniel Bragança, ficando com poucas soluções no miolo (Ugarte e Morita). Para além da fadiga destes, ainda teve de recuar o Pote (colocando-o longe do golo) e os miúdos ainda têm pouca estaleca (Essugo e Mateus Fernandes);
3. Sotiris tem desiludido, não aproveitos as pouvas oportunidades;
4. A equipa perdeu solidez defensiva: Por uma lado, tem havia grande rotação no eixo defensivo, St. Juste (é o que é), os três Inácio (fora de posição)-Coates-Mateus Reis com algumas oscilações em relação ao rendimento demonstrado em anos anteriores, Neto (lesionado). Por outro lado, Palhinha e Mateus Nunes contribuíam muito para a solidez defensiva com as rotinas que tinham. Eu acrescentava que o Fedal também contribuía, do meu ponto de vista, para a solidez acima invocada.
Mas, estou convencido que RA vai corrigir o que houver para corrigir para o próximo ano, e teremos jovens que no próximo ano terão maior experiência, era bom que tentassem vencer a Uefa Youth League!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 15:01

Volto à mesma tecla, vejo o maior erro não ter sido colmatada a perda de altura nas áreas e uma grande equipa a disputar o top das competições não pode ir para os jogos tão inferiorizado nesse aspecto.

Surpreende a visão que tiveram no jovem grego, apareceu sem escola, sem educação futebolístista, não sabe ler o jogo nem os seus próprios movimentos, para frente é que é o caminho e descura as suas costas e a dos colegas perdendo bolas com a equipa a chegar aos espaços da construção, obriga a um esforço físico maior a todos para terem que recuperar posições defensivas, aparte que não sabe subir com bola sem ter primeiro a base de proteção dos colegas para ter apoios, não pode ir por ali a fora e ...punto!!!
Sem imagem de perfil

De Manuel Henrique Rodrigues Beites a 25.01.2023 às 12:12

Concordo na generalidade.
A nossa defesa é que compromete.
O Neto em final de carreira, o Juste...já nem sei como adjectivar o falhanço de castting...o Coates declinou, tem um joelho todo em obras e ainda por cima parece que até perdeu clarividência, o Matheus Reis... nunca foi central e resta-nos o Inácio e outros ainda mais inexperientes.
Curto para um clube grande.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 12:21

Tem de facto pontas de verdade no que comenta Manuel Henrique,

Estamos a meio da época e ainda se gere com pinças o Juste, Coates je deu uma entrevista a dizer que quer terminar a carreira no Uruguai com isso já quer dizer alguma coisa, sente que fisicamente já não é o mesmo e tem-se visto isso nos jogos, o Matheus Reis consegue sair-se melhor quando joga a lateral. Andam à procura de um central, fala-se num jogador do Mafra e à quem afirme que é um muito bom central, veremos que passa nos próximos dias.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 25.01.2023 às 14:07

Querido Amigo Julius ... este Sporting que tanto me faz sofrer e que anto amo
A primeira parte foi muito energética e boa para o Sporting, onde poderíamos ter marcado 2 ou 3 golos e arrumar o jogo.
A segunda parte menos boa e estava a ver o Arouca empatar depois do segundo golo do Paulinho, o nosso matador dos jogos da liga.
Concordo com a sua análise as as notas atribuídas.

Beijinhos
Feliz Dia
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 14:48

Minha querida amiga Luísa da nossa ilha do tesouro,
A vida do nosso Sporting ficou retratada nas ultimas imagens do final do jogo com o Paulinho todo ligado em sofrimento, assim ficamos nós quando vemos os jogos do nosso grande amor

Beijinhos

Um resto de um dia feliz
Sem imagem de perfil

De Orlando Martins a 25.01.2023 às 16:24

O lampião David Simão ficou com azia sem razão nenhuma , se fosse o Benfica nem tugia nem mugia ainda o Sporting foi prejudicado em pênaltis e a sua expulsão não foi sancionada Tem de se queixar de quê, vai dar banho as toupeiras.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 16:34

No final do jogo ouviu das boas do Rúben.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 25.01.2023 às 16:50

Caro Julius

Apreciei o Sporting na 1ª parte, mas na 2ª parte faltou consistência e intensidade. Como o Julius refere, a equipa reagiu bem ao golo do Arouca, o que merece registo pois isso nem sempre tem acontecido ao longo desta época.

O Paulinho esteve muito bem, a aparecer nas zonas de golo e a marcar à ponta de lança. O jogador de que gostei mais foi o Nuno Santos, há jogos em que parece um relógio suíço, sempre muito certo e regular na faixa esquerda. O Matheus Reis por vezes não está bem ao nível ofensivo, mas é importante no apoio defensivo a Nuno Santos quando se adianta no terreno.

Concordo com o seu comentário sobre Tanlongo. Acrescento o poder físico que ele traz ao nosso meio campo. Vai ser um grande jogador.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 16:55

Boa tarde amigo Leão Zargo,

O Paulinho ganhou o destaque pelos 2 golos, porque de facto o Nuno Santos foi o elemento que emprestou mais energia à equipa e o que menos errou, tem evoluído bastante, hoje é muito mais jogador que quando chegou ao Sporting e ainda pode evoluir mais.

O Tanlongo quer vencer e vai trabalhar muito para lá chegar, tem qualidade para isso, é daqueles que vai a todas e nunca desiste. Tem uma técnica apurada no passe e a inteligência de perceber o que o jogo pede.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.01.2023 às 17:12

Amigo Julius,

A minha opinião sobre Nuno Santos já é bem conhecida e enquanto não discordo que fez mais um bom jogo ontem, para ser justo, devemos reconhecer que o Paulinho fez muito mais que apenas marcar os dois golos.

Trabalhou e lutou muito e esteve envolvido em todos os aspectos do jogo. A pressão alta que ele exerceu todo o jogo foi um factor importante. Ele sofreu a lesão porque continuava a lutar mesmo ao cair do pano.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 17:43

A minha opinião sobre o Paulinho também é conhecida, sou dos que mais o defende porque compreendo o trabalho extra que faz é um lutador por natureza e é sempre dos mais massacrados pelos defesas que com manha levam-lhe muitas vezes os braços e cotovelos à cabeça e ao pescoço, ontem por exemplo um jogador do Arouca agrediu a soco o Pedro Gonçalves, aproveitou o lance em disputa para lhe dar um soco no abdômen, mais uma que o VAR devia ter alertado o árbitro para o evidente cartão vermelho.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 25.01.2023 às 18:27

O Paulinho pode ser alvo de várias críticas, mas nunca em relação à sua entrega e disponibilidade para o jogo e ao sacrifício em prol da equipa.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 25.01.2023 às 18:41

É um facto e vou mais longe neste plantel do Sporting não consigo ver a equipa sem ele.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo