Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2023/24 (34)

Julius Coelho, em 23.02.24

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Young Boys para a Liga Europa PlayOffs, 2ª mao, que resultou num empate 1-1. Golo de Viktor Gyokeres 13'.

QUANDO NUM FESTIVAL DE FALHANÇOS CARICATOS A VITÓRIA FOGE

O Sporting voltou a ser muito superior ao Young Boys, mas deixou fugir a vitória no meio de tanto desperdício. Uma boa primeira parte a dar seguimento ao excelente momento que a equipa atravessa, pecando só na escassa vantagem do golo solitário marcado cedo (13'), pelo bombardeiro sueco e que praticamente sentenciou a eliminatória. Com a vantagem clara(4-1) nas duas mãos, os leões passaram a gerir o resultado em toda a segunda parte, baixando consideravelmente o seu rendimento, com as várias substituições a descaracterizarem o jogo da equipa e que acabou por sofrer o golo do empate quase no final (84'). Gyokeres desperdiçou uma grande penalidade, Edwards e Daniel Bragança falharam golos cantados muito perto da linha de golo.

1024.jpg

DESTAQUE - OUSMANE DIOMANDE - 4 - Deu espectáculo, um grande regresso com muita sede de bola e alegria pelo jogo, demonstrando que já é de facto o melhor central do Sporting. Imponente, arrasou em todas as suas intervenções.

ANTONIO ADÁN - 3 -  Até adivinhou o lado na grande penalidade muito bem marcada. Aqueles pés é que continuam a ser uns bons aliados dos adversários, mas há que continuar a tentar...melhorar.

RICARDO ESGAIO - 3 - Sendo dos elementos mais frescos deu boa resposta em toda a primeira parte, no melhor período da equipa, rápido e intenso na disputa dos lances e a dar-se sempre ao jogo, às linhas de passe.

EDUARDO QUARESMA - 3.5 - Mas que grande dor de cabeça para o treinador, enquanto no centro da defesa o recém chegado da CAN, Diomande, dava espectáculo, o Eduardo não lhe ficava atrás e respondia que aquele lugar agora é dele e que está preparado para dar muita luta a todos.

GONÇALO INÁCIO - 3 - Foi notado o seu grande desgaste físico nos lances que teve que intervir, valeu-lhe muito ter ao lado um super Diomande que resolveu (quase) tudo. Não regressou para a segunda parte.

MATHEUS REIS - 3 - Que pena ser tão ineficaz na segunda fase da construção, quando se aproxima da zona de finalização. Voltou a tomar más decisões no último passe, um tremendo contraste com a primeira fase, em que se mostra sempre muito competente.

MORTEN HJULMAND - 3.5 - Ganhou com mérito o lugar de indiscutível no centro do terreno onde é rei. Liderou muito bem o ritmo e a intensidade que quis impor e quando foi substituído notou-se bem a diferença.

DANIEL BRAGANÇA - 2.5 - Falhou um belo golo cantado em cima da linha da baliza após grande lance do Edwards, atirou contra o pé do guarda-redes. A seguir, nova grande oportunidade para fuzilar mas atirou para a bancada, a juntar algumas perdidas de bola no meio campo que provocaram contra ataques do adversário. Continua longe do que se lhe exige para jogar nesta grande equipa do Sporting.

FRANCISCO TRINCÃO - 3.5 - Assistiu para o golo do Gyökeres, inventou o lance que resultou na grande penalidade e ainda somou mais alguns lances geniais que romperam as linhas defensivas da equipa suíça.

MARCUS EDWARDS - 2.5 - Que falhanço no "toma lá e faz-te famoso" do Gyokeres, foi tão caricato que deve ter aliviado a consciência do Bryan Ruiz pelo histórico falhanço no derby de Alvalade em 2017. Ficou ainda ligado ao golo sofrido, ao cometer a grande penalidade.

VIKTOR GYOKERES - 4 - Não foi poupado, jogou os 90' e voltou a ser o elemento mais produtivo da linha atacante da equipa verde e branco. Marcou grande golo, ofereceu um golo cantado ao Edwards, apesar de ter falhado a grande penalidade e outra oportunidade flagrante.

NUNO SANTOS - 3 - Jogou a segunda parte, competente a defender o corredor, mas quase nada trouxe na ajuda do ataque e ainda falhou soberana oportunidade quando solto dentro da área adversária atirou contra as pernas de um defesa.

KOBA KOINDREDI - 3 - Voltou a deixar na escassa meia hora que jogou boas indicações, além da condução com bola agora mostrou-se nos passes longos bem medidos. Tem todavia os vícios naturais de equipa pequena, não acompanha até ao final os bons lances que cria, o instinto fá-lo parar, com receio de ser apanhado no contra ataque adversário.

PEDRO GONÇALVES - 3 - A equipa estava a cair a pique, a começar a faltar ideias no ataque e a sua entrada (65') devolveu a criatividade, como ficou demonstrado em meia dúzia de lances geniais. Quase que faz um grande golo num remate em arco.

LUÍS NETO - 1 - Sem ritmo de competição, o que se lhe pode exigir? Entrou mal no jogo, desacerto no passe, faltas desnecessárias por chegar atrasado, falhanços na leitura do espaço e onde estava no lance (do seu lado) que resultou no penálti e golo do empate dos suíços? Foram coisas a mais para os apenas 10' que jogou.

IVÁN FRESNEDA  - 2 - Um grande viva para o jovem espanhol neste seu regresso, após longa paragem. Entrou bem na partida, "lleno de ganas" e com bom acerto no pouco tempo que jogou.

RÚBEN AMORIM - 3.5 - 'Que noche' mister! Como pode uma goleada anunciada pela enxurrada de desperdícios acabar num empate? Decidiu não facilitar excessivamente na rodagem de jogadores, a equipa da primeira parte voltou a ser muito competente, jogou o futebol do grande nível das últimas partidas, criando várias oportunidades de golo feito mas a bola só entrou na baliza uma só vez. Na segunda parte era o momento de fazer a gestão, com o risco da consequente quebra de ritmo e acerto no passe, um penálti falhado e os suíços a fazerem o golo do empate castigando injustamente a equipa.

RAPHAEL WICKY - 3 - Tentou aproveitar todas as migalhas que o Sporting lhe foi deixando, as várias oportunidades desperdiçadas, um penálti falhado e a quebra de acerto nos lances... migalhas que o ajudaram a manter-se vivo, até que a oportunidade surgiu, um penálti caídinho das estrelas a oferecer-lhe o empate.

IVAN KRUZLIAK (Árbitro - Eslováquia) - 4 - Arbitragem sem casos, gerindo as suas decisões com bom índice de acerto, passou quase sempre despercebido no jogo e isso é o melhor elogio a um árbitro.

CHRISTIAN DINGERT (VAR - Alemanha) - 4 - Também com decisões acertadas, nas grande penalidades.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Barros a 23.02.2024 às 09:49

Triste empate.
Mas resistir à tentação de cavalgar para uma goleada mostra maturidade.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:06

Um bom dia de sexta feira para todos...

Carlos Barros se juntarmos o Toulouse nos falhanços foi de facto uma noite estranha e rara. Mas o importante é a cabeça bem assente nos objetivos e a eliminatória estava agarrada e foi isso que contou.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 23.02.2024 às 10:21

Domínio absoluto do jogo comprovado pelas estatísticas (3.3 xG), mas foi uma daquelas noites em que a bola teima em não entrar. Grande regresso do Diomande, o Quaresma está a jogar bem, mas não sei não... Gostei bastante do Hjulmand, não é um jogador tão exuberante como por ex. o Ugarte mas não precisa de grandes "floreados" para soltar a bola nos sítios certos. Gyokeres, sempre igual a si próprio, raça pura, goleador, pena o penalty falhado. Trincão esteve bem, na linha do que vem fazendo. Não daria nota tão baixa ao Edwards, é verdade que esteve ligado ao penalty (totalmente involuntário) e falhou um golo "cantado", mas também é verdade que foi fazendo a cabeça em água à defesa do YB. Continuo um pouco de pé atrás com o Bragança, principalmente em jogos em que é preciso mais raça. Tem "pezinhos", isso ninguém pode negar, mas tem que ser mais "duro" e veloz num meio campo a dois. Tenho grandes esperanças no Koindred, o arranque com bola faz-me lembrar um pouco o Matheus Nunes, mas nota-se que ainda não está entrosado com a ideia da equipa. Passamos à próxima fase e isso é o mais importante. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:27

Zé Manel

Posso explicar a nota negativa do Edwards nem foi tanto pelos falhanços mas sim pelo facto de por 3 vezes e 3 num só jogo já é demasiado, perder a bola em zona proibida que provocou contra ataques perigosos do adversário, isso é das situações que menos tolero, verdade que perseguiu o portador da bola mas isso não chega, mais concentração teria feito golo, não tinha perdido essas 3 bolas e quiçá não tinha feito penalti.

O Koba falta-lhe de facto entrosar-se na mentalidade de equipa grande, ontem teve um lance caricato, ganha de forma fantástica uma bola e com espaço parte para o contra ataque e definiu bem para o Gyo mas ...parou aí, quando devia ter continuado a ajudar a criar a duvida nos defesas, estava habituado a fazer isso no Estoril.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 23.02.2024 às 14:48

Um jogador como o Edwards que arrisca bastante no 1/1 tem tendência a perder mais bolas, mas percebo e concordo com a sua análise. Perdas de bola no ataque até são desculpáveis, do meio-campo para trás é que já não pode ser porque pode dar origem a lances perigosos.
Lembro-me bem desse lance do Koba, os próprios comentadores da Sport TV chamaram a atenção para isso, até parecia que tinha entrado de início e já estava cansado. Tem que mudar a mentalidade, mas o pouco que vi dele até agora tem-me agradado. Precisamos de um médio "à la" Matheus Nunes que consiga galgar terreno quando for necessário. O futuro dirá se ele é esse tipo de jogador. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 15:15

Zé Manel,

Exacto tem zonas do meio campo e timings quando a equipa está já está em posições da segunda fase da construção que é perigoso perder a bola, isso é dar vida a adversários por muito mortos que estejam, por exemplo o Conceição queima jogadores que façam isso, ele até lhes pede para os agarrarem com as mãos, não podem é partir para o contra ataque com todo aquele espaço, a isso chama-se leitura de jogo coisa que por vezes o Edwards parece adormecer, por isso lhe chamam o "soneca" e não podemos ter "sonecas" na equipa em pleno jogo.

O Koba fez o que lhes é pedido aos "6" de equipas pequenas, vais até aquela zona e não passas, ficas aí a controlar pronto para regressar à tua posição, no Sporting ele vai aprender e perceber que terá liberdade para muito mais que isso, porque alguém estará a respaldar as suas costas.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.02.2024 às 10:58

Ainda não foi ontem que regressou a melhor versão de Edwards. Ontem foi mais uma noite onde os disparates infantis superaram largamente os lances de génio
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:28

Mike, nem mais

ontem voltou aqueles disparates que pensávamos que ja estavam ultrapassados, deu um passo atrás.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 23.02.2024 às 14:00

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 23.02.2024 às 11:04

Bom dia amigo Julius,

Resultado muito ingrato e revejo-me totalmente nas palavras do Rúben Amorim.
"Devíamos ter ganho, a sensação não é boa. É um resultado difícil de digerir."
Independentemente da passagem e do resultado ter sido suficiente, não podemos tercboas sensações quando se tem um domínio tão avassalador e se desperdiça um resultado desta forma. A alta competição exige concentração constante e um mínimo exigível de eficácia, sob pena da situação se normalizar e, quando realmente necessitarmos, pagarmos a factura.

O outro aspecto negativo é o Gyökeres ter falhado o penalty. Acontece a todos, mas, passe o exagero, acreditava que ele era "infalível" neste tipo de marcação.

Não vou individualizar ninguém. Só peço que todos se concentrem o máximo para Vila do Conde. Por todas as razões, e mais uma, vai ser um jogo muito difícil. Essa mais uma são as condições atmosféricas.
Habitualme o estádio do Rio Ave é, muito provavelmente, o estádio da Primeira Liga com condições meteorológicas mais adversas. Esperando-se no Domingo péssimas condições atmosféricas para Vila do Conde, a situação só se vai agravar. Muito cuidado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:38

Amigo leão do Norte,

Vamos repetir em Vila do Conde o Nacional na Madeira, até devíamos fazer a viagem de avião e sobrevoar o campo do Rio Ave debaixo do temporal com a tipa da Liga ao telefone aos gritos que têm que aterrar de qualquer forma, onde estava ela quando Famalicão, de férias ou quiça seja casada com um policia

Vai ser um dos jogos "prova" do caráter da equipa, ali é que vão provar se querem na verdade ser campeões, nem que tenham que comer lama e relva, o Rúben tem vai prepará-los, fazer esquecer tudo o resto e vencer aquele jogo dê por onde der, ali vão mostrar que tipo de homens são, até eu ja estou em pulgas...!!!

Gyokeres só demonstrou que afinal é...humano! Eu já desconfiava que não.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 23.02.2024 às 11:23

Análise muito acertada, como é habitual. No que toca ao jogo, não percebo como é que Gyokeres jogou os 90 minutos. O treinador é que sabe, eu sei, mas o homem também não é uma máquina, e não sei se vai conseguir manter este ritmo em Abril e Maio. Devia ter sido mais poupado !!!
Sem imagem de perfil

De enterra a 23.02.2024 às 11:44

Quem ordena os testes fisico-atléticos de toda a equipa, certamente que sabe o que faz e quando um jogador está nos seus limites, deve avisar a equipa técnica. Neste caso, se o jogador esteve no campo os 90 minutos, é porque não está nos seus limites físicos. Suponho eu de que...
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 13:04

Normalmente é assim como descreve e a palavra do próprio jogador é fundamental, depois e com já referi é quiça o jogador da equipa que melhor sabe gerir o seu esforço durante o jogo, faz piques mas depois arranja espaço para se recuperar, não se desgasta pela ueva, o Rúben também lhe dá essa liberdade de não ter que perseguir o portador da bola até muito longe, faz o seu papel na primeira fase do adversário marcando o seu homem e quando a bola passa essa linha ele fica fora e é aí que recupera, mais ninguem tem essa liberdade, só ele.

Ajuda sim nas bolas paradas dentro da nossa area.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:44

Rui estou convencido que a gestão do Gyo é feita junto com ele, ele próprio diz como se sente e o que quer, se garantir que esta bem ao treinador vai a jogo, ele tem uma boa arte de recuperar nos lances durante o jogo, prepara-se para os piques com intervalos de recuperação, não é burro a desgastar-se só porque sim, sabe gerir-se a ele próprio durante o jogo.

É o tipo de jogador que necessita de jogar sempre, as paragens não lhe são benéficas.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 23.02.2024 às 14:34

Admito que sim, meu caro, mas os jogadores nunca querem sair dos jogos, veja-se também o caso do Nuno Santos. Eu teria gostado que Gyokeres tivesse sido mais poupado, mas o treinador é que sabe, eu sou um simples treinador de bancada.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 15:25

Rui tenho plena confiança neste treinador que pensa e vive Sporting, ele nem dorme a pensar nas melhores soluções, jamais ele arriscaria a sua galinha dos ovos de ouro, se vai a jogo é porque na verdade pode ir.

Já agora procure analisar durante o jogo e com mais atenção as movimentações do Gyo, ele é inteligente com o que faz e o Pedro já anda a aprender com ele, saber gerir-se a si próprio, compreenderem bem os momentos do jogo, quando podem ter "pausas" para recuperar, dou um exemplo, um dos treinos físicos mais usuais e diários são os pequenos piques a uma meta a pouca distancia e voltar a passo, repetir o pique e voltar a passo, podem estar nisso uma tarde inteira sem entrarem no seu ponto crítico do desgaste, é um pouco disso que o Gyo faz no jogo por isso consegue ainda fazer piques aos 90`.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 23.02.2024 às 16:40

Tenho também total confiança no Ruben Amorim. Eu falei do Gyokeres, mas espero, com toda a sinceridade, não ter eu razão para as minhas preocupações. Grande Abraço
Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 23.02.2024 às 11:33

Caro Julius, a equipa cumpriu com a sua obrigação, que era assegurar a passagem na eliminatória. Mais não se podia exigir. Era natural alguma descompressão nos jogadores.
Em todo o caso, fico com pena de ver jogadores como Bragança ou Edwards a não aproveitarem estas oportunidades para brilhar.
Vem, agora, outro teste difícil, contra o Rio Ave. Aí sim, será necessária concentração total. Acredito que o resultado será outro.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:51

P. Vasconcelos

Acima de tudo é também questão de mentalidade principalmente no caso do inglês, parece ser mais frágil na questão mental, tanto quer mostrar que o faz precipitado sem a devida leitura que o lance pede, o mesmo problema que arrastou o Trincão meses e meses. O Daniel está a encontrar uma equipa de nível muito elevado e está a ter dificuldades de conseguir chegar lá. Tem detalhes muito bons mas depois fica sempre a faltar algo.

Em Vila do Conde vamos ter um dos testes mas sérios do campeonato em que os jogadores terão que estar super mentalizados para sofrer e para ir além do que imaginam ser capazes de fazer, todos nós se assim o quisermos podemos ultrapassar as nossas fronteiras, os nossos limites e surpreender-nos a nós próprios, Domingo será um desses dias, só dessa forma sairemos de lá com os 3 pontos da vitória.

Sem imagem de perfil

De Paulo SCP a 23.02.2024 às 12:10

Objetivo atingido, seguimos em frente, mas um jogo pouco conseguido!

Fez lembrar o jogo contra o Braga na Taça da Liga, salve o grande golo de Gyo, who else!, que ainda se deu ao luxo de falhar um penalti (não rematou forte ao cantinho!).

A defesa mostrou novamente muita segurança, mesmo com as várias alterações realizadas. Diomande regressou campeão e motivado para substituir Coates no centro do trio.

Na frente, Edwards e Bragança parecem infelizmente estar a perder gás, mais um jogo lento e trapalhão. A bitola para titular do Sporting pede mais...

2 questões que não percebi na gestão do plantel:
-os quase 90' em campo de Esgaio, com o jovem Fresneda no banco, recuperado e a precisar de ganhar ritmo;
-a entrada de Luis Neto, que consegui cometer falta em todos os lances em que participou! Para mim, um jogador já sem qualidade para este plantel. Isto com St.Juste no banco, recuperado e a precisar de ganhar ritmo e confiança.

E agora venha o Rio Ave... e mais à frente o Atalanta.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 12:58

Amigo Paulo,

Antes do Atalanta saber o que acontece com os jogos com o Benfica e Farense um deles terá que ser adiado, eu optaria pelo adiamento do Farense.

Quanto ao Fresneda e St. Juste estará a ser feita a gestão pré-preparada perante os seus casos, gostei daquela estrada do espanhol, ainda vai surpreender muita gente.

Luís Neto é um mistério que só o Ruben pode explicar. falta-lhe competição e o corpo ja não reage da mesma forma como reage a um jovem mesmo que sem competição.

Diomande é um jogadorzazo e é do Sporting.
Sem imagem de perfil

De RCL a 23.02.2024 às 13:46

Pouco tenho a acrescentar a análise do Julius.
Diomande voltou com a corda toda, foi o melhor do Sporting; ainda bem, de centrais estamos conversados.
Vem aí uma série de jogos alucinante, tanto pode correr bem como dar para o torto. O Atalanta vem ainda complicar mais, 2 jogos de grande intensidade.

Mais importante é o campeonato e Domingo temos o Rio Ave 3 dias depois dos YB. E o futuro vai ser ainda mais complicado. Ainda não sabemos quando vai ser o jogo do Famalicão e no horizonte vem novo adiamento.
Já é demais
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 14:17

RCL

Tem mesmo que ser jogo a jogo e esquecer tudo o resto.

Agora o foco a 100% é Vila do Conde e esperar que o São Pedro dê uma ajudinha, receio o que vamos encontrar, um campo todo encharcado irá provocar o triplo do esforço e isso sim preocupa bastante.
Sem imagem de perfil

De Luis Moreira a 23.02.2024 às 14:13

Hajmond e Diomande em grande nível. O Koba vai ser muito importante nesta fase que se aproxima . .
Vamos para Domingo com a força toda. Há que recuperar .
Cumprimentos
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 14:18

Luís Moreira

É isso tudo, concentração máxima para Domingo e incluo os adeptos que não fiquem em casa com medo da chuva, vão ter que sair e "carregar" a equipa para a vitória.
Sem imagem de perfil

De José Silva a 23.02.2024 às 15:49

Jogo muito bom do Sporting com Diomonde em grande plano. Espero que Diomonde faça pelo menos mais uma época até porque Coiates jé entrou na " pré-reforma". Resultado enganador, já que o Sporting podia até ter goleado esta equipa suissa. Kondredi ainda tem muito para trabalhar, para ser uma alternativa sólida a esta equipa do Sporting.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 23.02.2024 às 16:53

José Silva,

Coates neste tipo de gestão consegue ser fera nos jogos, o Rúben percebe que chegou o momento de o proteger e não ter que ir a todas até porque tem gente competente que o pode substituir para mais quando o St. Juste pode estar de regresso, O Diomande e o Inácio fazem bem o centro da defesa na ausência do Coates. Mas quando o Coates está bem a equipa é outra coisa, ele pensa muito bem o jogo.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo