Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2023/24 (35)

Julius Coelho, em 26.02.24

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Rio Ave da 23ª jornada da Liga Portugal Betclic, que resultou num empate 3-3. Golos de Morten Hjulmand 9', Viktor Gyokeres 44' e Sebastián Coates 73'.

FALTOU CABEÇA E COMPETÊNCIA !!!

Ao contrário do que prometeu o treinador do Sporting, afinal a equipa não se apresentou tão preparada para o embate em Vila do Conde, sendo surpreendida por um Rio Ave que teve a ousadia de dividir e discutir a posse e superiorizar-se a espaços na disputa dos lances. Os leões que entraram na partida praticamente a perder (3'), resultado de um erro grave do Geny Catamo que se deixou ultrapassar facilmente pelo marcador do golo, conseguiram depois a remontada, mas entraram numa espiral de erros grosseiros, alguns de difícil explicação, como as 2 grandes penalidades escusadas que ofereceram uma vitamina extra, a que os vilacondenses não se fizeram rogados. Coates ainda deu a esperança da vitória quando voltou a empatar a partida (3-3), mas faltou cabeça, organização e competência na zona de finalização. Um resultado que bem negativo na luta pelo título, mas só podem queixar-se de si próprios, independentemente dos erros grosseiros que a dupla árbitro/VAR cometeu, prejudicando o Sporting na influência directa do resultado final.

Screenshot (1333).png

DESTAQUE - HIDEMASA MORITA - 3.5 - Acabou por ser o elemento mais regular da equipa, o que menos erros cometeu. Esteve directamente envolvido no 1º (assistência) e 3º golos da equipa.

ANTONIO ADÁN - 1 - Voltou aos desempenhos catastróficos, exibição de um guardião "finito", numa clara linha descendente da sua carreira, nestes momentos que a equipa necessitava de um grande guarda redes. desiludiu, com péssimas abordagens. Provocou insegurança em quase todos os lances que interviu, um penálti escusado por chegar atrasado, uma bola que largou e que quase deu golo, somando várias outras decisões estranhas, como o arriscar fintar adversários junto à linha de golo.

GENY CATAMO - 1 - Entrou pessimamente mal na partida, como pode ser comido daquela forma tão facil no lance do primeiro golo? Acusou o erro e nunca mais se reencontrou, andou noutra frequência diferente da do jogo, ou se adiantava ou chegava atrasado aos lances.

OUSMANE DIOMANDE - 2 - Uma sombra do que tinha feito no jogo europeu anterior, teve dificuldades em acompanhar a velocidade dos avançados do Rio Ave por má leitura nos lances. Não deu a devida cobertura ao Geny na primeira parte e acumulou erros por faltas desnecessárias no segundo tempo, quando passou para a esquerda da defesa.

SEBASTIÁN COATES (Cap) - 3.5 - Seria também justo dar-lhe o destaque, impediu a derrota da equipa e deu o exemplo na raça e na concentração. Transmitiu sempre boa energia à equipa, empurrando-a por todos os meios para a muito desejada vitória que acabou por não acontecer.

GONÇALO INÁCIO - 2 - Muitas dificuldades em assentar o seu jogo, a acompanhar o ritmo alucinante da partida durante a primeira parte. Os demasiados espaços que o Nuno Santos deixava descobertos ainda lhe aumentaram os problemas. Acabou por sair com procupante lesão muscular.

NUNO SANTOS - 1 - Noite de pesadelo e inaceitável para um profissional do Sporting. Matou a equipa e no pior momento com um penálti inacreditável. O que é que lhe passou pela cabeça para atacar o lance quando só bastava fazer contenção? Além desse lance desastroso, acumulou uma série brutal de acções negativas. Terá as orelhas a arder, pelos raspanetes que levou do capitão Coates e do próprio Gyokeres. Uma atitude no jogo incompreensível, só ao nível de um juvenil e que teve consequências.

MORTEN HJULMAND - 3.5 - Esteve sempre por cima na luta pelo meio campo, pena a grande instabilidade que a defesa provocou em toda a equipa e que o tirou do sério. Com um bom remate de ressaca fez o 1-1 e tentou repetir o mesmo remate por mais 2 vezes, mas acertou mal na bola.

PEDRO GONÇALVES - 2.5 - Noite para esquecer, teve vários lances muito favoráveis para dar a vitória à equipa, mas esteve péssimo no remate e desastrado nas bolas paradas. Noutros lances no meio campo e com espaço raramente conseguiu dar a bola em boas condições aos colegas da frente.

FRANCISCO TRINCÃO - 3 - Estava a ser claramente o elemento mais desequilibrador da equipa até se lesionar fortemente, num lance de claro penálti e eventual expulsão (pé em riste de pitões do Miguel Nóbrega) a que o árbitro e VAR fizeram vista grossa. Antes voltou a estar à beirinha de marcar, numa recarga à boca da baliza que proporcionou a defesa da noite ao Jhonatan.

VIKTOR GYOKERES - 3.5 - Voltou a ser o elemento mais inconformado e que mais tentou levar a bola e a equipa até à área do Rio Ave, teve duas oportunidades, numa fez o golo da remontada quase a terminar a primeira parte e que podia ter galvanizado a equipa para a vitória, na outra o guarda-redes defendeu.

EDUARDO QUARESMA - 3 - O jogo rapidamente decifrou que devia ter sido ele o escolhido de início, conseguiu com melhor eficácia parar aquela ala direita supersónica do Rio Ave, mas também não ficou bem na fotografia quando deixou o Azis aparecer solto na área, com o Adán a provocar o penálti.

MARCUS EDWARDS - 1 - Entrou muitíssimo mal na partida, não se viu ganhar um único lance, apresentando-se particularmente inadaptado ao terreno e ao jogo do adversário, foi sempre um a menos na equipa.

MATHEUS REIS - 1 - Também não entrou nada bem no jogo, o que lhe valeu fortes reprimendas dos colegas especialmente do Hjulmand. lento e previsível no passe e quando parecia entrar finalmente no jogo, o árbitro apitou para o final.

RÚBEN AMORIM - 2 - Difícil traçar em poucas palavras o muito que deve ser dito da preparação deste jogo em Vila do Conde, queimou-se um tiro por culpa própria, vários jogadores da equipa não conseguiram apresentar a mentalidade competitiva que se exigia para as características do adversário, cometendo serie de acções de erros grosseiros que surpreenderam muito pela negativa. Quando as coisas no relvado não estão a correr bem e só se fazem três substituições, é porque a lição foi mal estudada por todos e o banco não previu soluções. Os corredores foram muito mal defendidos, fechados e nada trouxeram de útil no ataque e na profundidade. Faltou cabeça, organização e competência.

LUÍS CARLOS FREIRE - 5 - Voltou a mostrar o que já se sabia, um treinador da nova era, com futuro. Muita audácia na forma como montou a sua equipa e do pouco fez muito, olhou de frente sem medo a equipa que pratica o melhor futebol  em Portugal, dividiu o jogo, os lances e a posse de bola com mérito e lealdade. Travou o Sporting, mas também beneficiou claramente dos erros grosseiros das equipas de árbitros.

ANDRÉ NARCISO - 1 - Arbitragem manhosa com tendências de inclinação nas suas decisões, prejudicando claramente o Sporting no técnico e disciplinar, deixando depois à conveniência a batata quente nas mãos do VAR nos lances capitais. Viu claramente a joelhada na cara do Gyokeres que seria expulsão, viu o penálti sobre o Trincão e viu a falta clara sobre o Pote no lance que resultou no golo do Rio Ave, a sua intenção percebeu-se também na altura dos descontos, depois do tempo que o jogador expulso demorou a sair do relvado, apitou aos 5' exactos, a missão foi cumprida?

ANTÓNIO NOBRE - 1 - Se ao árbitro ainda se lhe pode dar algum benefício da dúvida nos lances descritos, ao VAR com toda aquela artilharia de camâras e vídeos não pode haver perdão para erros tão grosseiros e agora o que vai acontecer-lhe? No futebol português, o crime é um negócio rentável, compensa sempre !!!

publicado às 04:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


77 comentários

Sem imagem de perfil

De De Perry a 26.02.2024 às 08:16

Com uma equipa de arbitragem a gamar e um guarda redes a frangar perdemos 2 pontos. . Agora lembrem-se de renovar o contrato ao Adam e não vão buscar um guarda redes que ganhe pontos e não os perca, até o maior cego vê isto, também temos que dar mérito que o teve pelo jogo que fez ao Rio Ave e o seu treinador que fizeram excelentes jogos no Dragão e na Luz. Luís Freire é um excelente treinador que por acaso também joga no 3-4-3.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 10:32

Um bom dia de segunda feira para todos...

Perry

O Luís Freire terá as suas oportunidades no futuro, sabe montar muito bem as suas equipas e tem excelente diálogo e é sportinguista por isso nunca se sabe no futuro...

Sem dúvida que temos que dar mérito ao Rio Ave, mas mais daríamos se não cometêssemos tantos erros consentidos principalmente quando oferecemos 2 penaltis.
Sem imagem de perfil

De Verdinho a 26.02.2024 às 12:04

Sem tirar mérito ao Rio Ave, mas ontem se o jogo fosse jogado com outras condições meteorológicas provavelmente não estaríamos a "gabar" Luís Freire. Além da chuva houve muito vento forte o que dificultava a perceção de onde a bola ia verdadeiramente parar. Foi sempre um ai jesus quando o Rio Ave atirava a bola para a nossa área. A bola nunca ficava junto ao pé. Fugia sempre. Aliás, a oferta do DC do Rio Ave ao Gyokeres, se a bola não tivesse pesada, provavelmente chegaria ao destino...
O erro foi os jogadores do Sporting não fazerem o mesmo. Tentaram fazer o jogo habitual de transporte de bola e variações de flanco, com a bola super pesada, piso escorregadio e muito vento à mistura. Quando variavam a bola para o Geny/Nuno Santos, só para receber a bola longa e controlá-la, perdiam a vantagem, porque não a rececionava bem.
Depois, nos últimos 15 min Coates na frente e nem uma bola cruzada...
Independentemente disto, levar 4 DC no banco parece-me má opção. A única opção de ataque no banco era o M. Edwards que não é jogador para estas condições de chuva intensa... (tal como o Pote) Portanto, mais do que os jogadores individualmente, muito má abordagem do grupo (jogadores+treinador) às condições do jogo.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 26.02.2024 às 12:16

Concordo em absoluto. O Koba que é médio, nem calçou para que o compraram ? Era melhor estar a ganhar ritmo no Estoril, se jogasse e compravam-no no final da época. Para o mercado de Janeiro tinha que ser um jogador para ser útil ao plantel de imediato.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 13:17

Subscrevo Verdinho,

o que surpreende e falo por mim, porque fiquei tranquilo com o que o treinador falou no dia anterior ao jogo, foi afinal a deficiente preparação do jogo pela equipa técnica, na forma da abordagem aos lances, nas escolhas no banco quando só foram feitas 3 substituições, não à volta agora a dar, tudo correu mal e todos aprenderam a lição mas... insisto, não aceito aquele erro do Nuno Santos depois de fazermos o mais difícil que foi chegar na frente do marcador e em cima do intervalo, aquele lance resultou no momento mais adverso que abalou a equipa e teve consequências entre alguns elementos da equipa. O Coates subiu mas a equipa não conseguiu adaptar-se ao jogo directo, assumi-lo. O Edwards foi um equivoco no jogo, teve comportamento de um juvenil no meio de todos aqueles profissionais.
Sem imagem de perfil

De AlexandreP a 26.02.2024 às 23:01

Só um pormenor,aquele lance podia acontecer 100vezes contra o benfica que NUNCA marcariam penalty. O Nuno Santos ganhou a posição uma fração de segundo antes dele adiantar a bola,e esta de costas para o jogador. Para mim é um penalty tão ou mais rebuscado ao que o pote sofreu ao ser agarrado e puxado na area,em que ele foi logo prentorio a dizer que nao havia nada. O que me deixou mesmo irritado foi nem um segundo de compensação no prolongamento. O benfica marcou nos o segundo golo mais de um minuto depois,e tivemos mais de meia hora a jogar com menos 1. Só para terminar,se a expulsão do Inácio nesse lance foi dentro das regras do jogo, dadas as faltas que fazem jogo apos jogo contra o Gyokeres, NENHUMA equipa a jogar contra o Sporting terminava com 11 jogadores em campo.
Sem imagem de perfil

De RCL a 26.02.2024 às 17:26

Caro Verdinho
Excelente análise.
Amorim tem que meter os putos lá dentro; há bons atacantes na B, entre eles um miúdo que faz 17 anos no dia 30/4, Geovany Quenda.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.02.2024 às 17:53

Se a equipa B tivesse bons atacantes, estaria a competir na fase de apuramento de campeão da Liga 3.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.02.2024 às 18:02

Tantas teorias...!?!

Só comento duas:

- A bola moderna não fica "mais pesada" com a chuva. A bola corre mais ou menos mediante as condições do relvado. O vento afecta muito mais!

- Com o sistema de jogo do Sporting, 4 defesas centrais é obrigatório. Alinham três de início e se um deles se lesiona, como aconteceu ontem com Inácio, é preciso ir ao banco.

Até parece que é a primeira vez que este Sporting joga à chuva. As condições do dia tiveram alguma influência na performance da equipa, mas não foram um factor decisivo.
Sem imagem de perfil

De Verdinho a 26.02.2024 às 18:32

RA levou 7 centrais. Quando eu refiro 4, refiro 4 no banco de suplentes: Neto, Quaresma, St. Juste e Matheus Reis, todos no banco de suplentes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.02.2024 às 20:44

A ideia do Luís Neto é outra e St. Juste procura minutos para recuperar o ritmo. O jogo não permitiu a sua utilização.

Matheus Reis apesar de jogar a central é lateral esquerdo.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 26.02.2024 às 08:19

Bom dia Julius, concordo com tudo o que escreveu, especialmente com os (1) que atribuiu, de facto com tantas prestações desses nivel era dificil fazer melhor.

Sobre Adan ainda faltou referir a quantidade de pontapés pra frente a meia altura que apenas serviram para perdermos a bola mais rapidamente.

De facto não sei se será uma inevitabilidade a sua renovação do contrato. Acho que estava na altura de se ter uma conversa com ele para lhe fazer ver que não dá mais, é acabar esta época da melhor forma possível e pronto, já chega.

Geny infelizmente ontem demonstrou que ainda não está preparado técnica e psicologicamente para estes jogos "duros"

Sobre Nuno Santos, voltámos a ter a pior versão dele. Um jogador, por norma agressivo, no bom sentido, ontem voltou ao Nuno Santos conflituoso, truculento, desconcentrado e disparatado.

Edwards é outro case study. Ou está em grande forma e até faz bons jogos (e não apenas um pormenor ou outro) ou então perde a confiança e quando sai do banco pouco ou nada faz. Ontem foi outra vez nada.

Finalmente Matheus Reis, jogador esforçado, "compõe" o plantel, mas nada mais que isso.

Sobre Ruben Amorim concordo em absoluto com o que escreveu.

Enfim, vamos aguardar o que nos espera o resto do campeonato. Temos que manter a esperança, mas fica sempre a incógnita se iremos voltar a ter, nos jogos fora, a versão Moreira de Cónegos ou a versão Guimarães e Vila do Conde.

P.S. cuidado Julius que com tanta nota negativa ainda é banido pelo Rui .

Saudações Leoninas !
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 10:51

Mike,

Adan pode ter chegado de facto ontem ao fim da linha, dificilmente será o guarda redes do Sporting na próxima época e ainda não podemos confirmar se o Israel é guarda redes de equipa grande, veremos no final o que irá acontecer.
Acredito que o Geny até que ja tenha capacidade para jogos de grande intensidade, ontem correu-lhe francamente mal, creio que a má abordagem no lance do primeiro golo o desestabilizou e perdeu confiança, este tipo de jogadores necessitam de ganhar confiança para aplicarem o seu "jogo".

Do Nuno não tenho como comentar, fez tudo ao contrário, recordo um contra ataque em igualdade numérica, solto no lado esquerdo teve 3 possibilidades no mesmo lance de colocar bem a bola e falhou-as todas, esse lance ajuda a explicar muita coisa da sua forma mental no jogo, deixou-se levar pela emoção e só fez borradas, aquele pênalti com a agravante de ser em cima do intervalo logo a seguir ao golo da remontada do Gyoi foi um duro golpe, o mais grave é que a defesa recuperou bem nesse lance e tinha-o completamente controlado a sua ação foi suicida.

Edwards tem muitas dificuldade em ler o jogo, nem sei se faz esforço para o ler.

Nada está perdido de facto mas só vejo o Benfica a perder pontos no Dragão e em Alvalade, se continuarmos a dar tiros nos pés como ontem, vai ficar complicado. Este resultado só deu ainda mais moral aos "outros" e a nós fica-nos o amargo de boca pela forma como oferecemos o ouro ao bandido.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 26.02.2024 às 12:46

Acho que tirar o Quaresma da equipa, que estava a fazer grandes jogos para meter o Diomande não foi bem visto. Quaresma com a sua rapidez dá outra segurança ao jogo do moçambicano e ajuda-o muito melhor no ataque. Lógicamente que Diomande é um grande jogador mas nesta fase não era de o fazer.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 13:19

O Diomande mostrou que afinal perdeu competividade com a paragem, o Rúben rápido deve ter percebido o erro de ter tirado o Quaresma da equipa.
Sem imagem de perfil

De Luis Carvalho a 26.02.2024 às 09:09

Só isto, o Sporting fez um jogo fraco, mas jogou o suficiente para ganhar, não fosse o árbitro ter problemas de visão e o VAR ter feito greve.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 10:59

Luís Carvalho,

Fez o suficiente para ganhar na ação produtiva estamos de acordo, mas cometeu excessivos erros num momento de tolerância zero, é nestas alturas que todos têm que apresentar um grande índice de concentração.

Quanto à arbitragem dou um exemplo, comparemos o lance do Quaresma contra
o Porto e que resultou em golo e foi posteriormente anulado pelo VAR porque descobriu uma falta antes, aqui se vê os 2 pesos e as duas medidas, o lance do Trincão não ser marcado pênalti é um atentado ao futebol, esses 2 lances tiveram impacto directo no resultado no momento, todavia se o pênalti fosse convertido daria o 2-1 a nosso favor, pouco tempo depois o Gyokeres fez na mesma o segundo golo e que resultou insuficiente.
Sem imagem de perfil

De Luís Carvalho a 26.02.2024 às 14:19

De acordo, quando digo que o Sporting não fez um grande jogo, é isso mesmo, poderia ter estado melhor. Creio que se cometeu um erro crasso, eu, treinador de bancada, nunca teria tirado Quaresma do 11. Mas e eu sou muito dado a factos, quem condicionou o resultado final foi a arbitragem.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 14:26

Luís depois de vermos o que aconteceu fica fácil de chegar a essa conclusão, confesso que eu poderia ter cometido o mesmo erro, o Quaresma vem de uma série de jogos seguidos sempre em alta rotação e mais tarde ou mais cedo teria que rodar, ora, com a chegada do Diomande e na forma como passou o teste no jogo europeu, ficaram certezas que seria o jogo que o miúdo podia descansar, mas passados 30' todos vimos que foi um erro e o treinador também viu e acabou por ter que emendar.
Sem imagem de perfil

De Luís Carvalho a 26.02.2024 às 14:33

Meu Caro, por falta de oportunidade não fiz a equipa do jogo, na rubrica do Rui Gomes, mas se a tivesse feito, o Quaresma estaria lá.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 15:24

Se eu também o tivesse feito estaria lá de certeza, quem acompanha os meus comentários sabe o que penso da importância que o Quaresma veio dar à equipa, é surpreendente, mas é um facto
Sem imagem de perfil

De RCL a 26.02.2024 às 09:34

Julius
Muito embora concorde em traços gerais com a sua análise , acho que este jogo fica marcado por erros graves de arbitragem que o Julius referiu: o penálti sobre Trincao e cartão vermelho não mostrado ao defesa do RA e a falta grosseira sobre Pedro Gonçalves no primeiro golo do RA.
Toda a crítica é unânime na análise destes. 2 lances. O árbitro e o VAR tem de ir para a jarra.
O resto são contingências do jogo num terreno pesado e ventania nada propício ao nosso futebol mais rendilhado.
Não podemos apontar aos nossos jogadores falta de atitude, lutaram os 95’. Erros todos cometem. Não passaram de bestiais para bestas.
Continuo a apoiar e acreditar nesta equipa.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:20

RCL,

não está em causa o continuar a acreditar obviamente na equipa, nada ficou perdido, com o jogo em atraso, ganhando voltamos a estar na frente e vamos ver o que o Benfica faz no Dragão, mas a mim nestes jogos calha-me a fava, ter que descrever a minha opinião, o que aconteceu e dar as merecidas notas pelo desempenho de cada um perante as circunstancias do jogo.
Foi mais uma batalha que serviu para que alguns jogadores continuem a crescer na mentalidade, tenho que penalizar os erros e as virtudes, mas quando os erros no jogo se sobrepõem às virtudes e metem a própria equipa em xeque, as notas forçosamente terão que ser muito negativas, quem esteve atento viu as várias reprimendas dos jogadores mais experientes a pedir mais concentração a colegas que tiveram atitudes desconcentradas e fora do contexto, vi o proprio Gyo a discutir com a defesa no lance em que o Nuno Santos fez pênalti, a concentração tem que ser de todos e não só de alguns.

E RCL, o VAR tinha que anular o primeiro golo do Rio Ave sem dúvida, mas isso não iria impedir o erro grave que o Geny cometeu, quando vi o lance e o espaço que ele deu adivinhei o que ía acontecer, viu com certeza a forte reprimenda que o Coates lhe deu, eu vi, todos vimos, mas ok eram só os primeiros 3' do jogo com todo o tempo para reparar, situação que ele Geny, nunca conseguiu.

Nós conseguimos chegar ao 2-1, depois dos erros da arbitragem conseguimos ficar na frente e na pior altura para o adversário, em cima do intervalo, seria quase um xeque mate e fomos nós que depois voltamos a estragar tudo. É a partir desse período que concentrei as minhas análises.
Sem imagem de perfil

De Pedro Casimiro a 26.02.2024 às 09:36

Depois da teimosia "Não precisamos de um avançado", agora temos a teimosia "Não precisamos de um guarda redes". E de teimosia em teimosia vamos vendo os títulos por um canudo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:22

Pedro Casimiro,

os vários erros que o Adán cometeu em todo o jogo, alguns inaceitáveis para um guarda redes do Sporting, imagino que cavaram a decisão para o seu futuro no Sporting, no final da época veremos.
Sem imagem de perfil

De altaia a 26.02.2024 às 10:04

Hoje como não há Esgaio nem Paulinho para bater quem paga as favas é o redes, bom que faltou genica é certo, mas acho que o protegido do Lucílio mais milhão menos milhão ganhou bem o dia, e fez o resto do trabalhinho.
Sem imagem de perfil

De altaia a 26.02.2024 às 10:27

Ah e esqueci o VAR que compôs a quadrilha mafiosa
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:25

Altaia,

os árbitros fizeram de facto o seu trabalhinho, estamos de acordo, mas a equipa até que deu a volta a tudo isso, conseguiu chegar ao 2-1 e que aconteceu depois? Faltava toda uma segunda parte.
Sem imagem de perfil

De altaia a 26.02.2024 às 12:37

O facto é que a máfia arbitral condiciona tudo, até a maneira de jogar, qualquer toque dá amarelo, coisa que aos Aves foi permitido, a falta de intensidade fica aí condicionada, ou estarei enganado.?
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 13:23

Também ajudou a condicionar sem dúvida, mas a equipa conseguia superar tudo isso, o que não conseguiu superar foi a forma como o Rio Ave empatou a partida no ultimo lance da primeira parte depois do golo do Gyo os colocar em xeque.
Sem imagem de perfil

De altaia a 26.02.2024 às 14:04

Acha mesmo que aquele lance é falta do defesa, não será do avançado.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 14:09

O avançado aproveitou a oferta para fazer o resto, mas nunca se tem aquela abordagem dentro da área quando a defesa está toda bem posicionada nas suas posições, dali o máximo que podia sair era um pontapé de canto, o Nuno só tinha que tapar o lado da baliza fazendo contenção, nada mais, o adversário estava encurralado, aquele ataque que o Nuno fez foi dar um chocolate ao avançado, deu-lhe uma saída para o lance, que que saída...!
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 26.02.2024 às 10:13

meu caro Julius, já o escrevi aqui e volto a dizer o seguinte: A política do Sporting de não se criticar a arbitragem, especificamente quando somos prejudicados, é algo que deve ser ponderada. Se isto acontecesse a um dos rivais, imagine-se o que iria para aí....
Segundo, este plantel é demasiado restrito, então para a linha avançada isso fica bem claro pois neste momento só temos TRÊS jogadores para os três lugares da frente. Como é possível isso acontecer???
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:32

Rui,

bastava olhar para o banco, só lá estava o Edwards, é incrível só termos feito 3 substituições num jogo que necessitávamos de ensaiar outras soluções porque estava a correr mal, ontem foi um claro sinal que o banco não serve para alterar resultados. E dos que saíram do banco para o jogo (Edwards, Reis e Quaresma) só o último acrescentou e é um ...central.

Amanhã com o regresso ao trabalho é dia para o Ruben e os capitães voltarem a falar com todos, mais importante que o treino é primeiro conversarem bem todos e dizerem um por um o que lhe vai na alma.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 26.02.2024 às 11:38

Totalmente de acordo, Julius. E pasmo como é que os responsáveis não viram isso em Janeiro. Aliás, fomos contratar dois jogadores nessa altura que, pelos vistos, não estão ainda preparados para o plantel principal; De estarmos sempre a pensar no futuro, perdemos o presente !!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 12:07

Infelizmente é essa a grande frase que fica, "De estarmos sempre a pensar no futuro, perdemos o presente !!

Eu já comentei que infelizmente o histórico do Sporting é nada favorável quando se cometem erros graves, raras foram as vezes que chegamos ao fim com o título nas mãos, neste futebol português e pelos motivos que se conhecem temos que jogar o triplo e errar um terço dos outros e se voltarmos a errar como ontem "ya fuyiste".
Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 26.02.2024 às 10:19

Caro Julius, desde o tempo à arbitragem, estavam reunidas as condições para a perda de pontos. Faltou também a concentração, que dificultou muito a tarefa à equipa, desde o golo sofrido aos 3' até às perdas de Adán.
O que provocou esta desconcentração colectiva? O jogo de Famalicão? A notícia do sorteio com o Atalanta? A forma do benfica?
Alguém que diga aos jogadores isto: o título só depende de nós. Outra vez: neste momento, o título só depende de nós.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:39

P. Vasconcelos,

pelo que me apercebi e perante as reações de alguns jogadores o momento principal, o momento chave que desestabilizou a equipa foi aquele pênalti cometido pelo Nuno Santos em cima do intervalo, logo apos colocarmos em xeque o Rio Ave com o golo da remontada do GYO, aquele lance inacreditável do Nuno abalou muito a equipa e marcou toda a segunda parte, nunca mais se reencontraram no jogo, só na parte final quando o defesa foi expulso, mas já era tarde, nesse lance do pênalti deu para perceber como ficou o Gyo desapontado e furioso. Tem erros que não se podem cometer, as consequências são sempre aterradoras.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 26.02.2024 às 10:36

Amigo Julius

Um campo difícil, uma equipa difícil, uma arbitragem difícil, e, fosse pelo que fosse, a nossa equipa não esteve à altura dos acontecimentos. No entanto, sem pretender justificar um desempenho menos conseguido, parece-me que a falta sobre Trincão (penálti não assinalado e ele ficou condicionado fisicamente) teve grande influência no resultado.
Diomande esteve muito bem no jogo com os suíços e Rúben Amorim tirou Quaresma e colocou-o no banco. Percebe-se, mas durante o jogo fiquei com a ideia de que não terá sido a melhor decisão. O jogo já passou, agora é tirar as ilações certas e seguir em frente. Continuamos a depender de nós.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 11:58

Amigo Leão Zargo,

A maior influência no lance que descreve foi o facto de termos ficado privados do Trincão, porque estava de facto a ser o unico elemento desconcertante na defesa do Rio Ave, porque no resultado já não tenho a mesma opinião, em cima do intervalo conseguimos chegar á vantagem e até foi no pior momento para qualquer adversário, seria um tremendo murro no estomago do Rio Ave, analiso sim o erro do Nuno Santos muito mais grave, esse sim trouxe consequências à equipa, oferecermos o empate no ultimo lance da primeira parte e daquela forma, virou-se o feitiço e fomos nós a sair para os balneários com a moral despedaçada, foi um duro golpe e já não conseguiram reencontrarem-se, o que explica a segunda parte muito fraca da nossa equipa.

Ao fim de 30' de jogo todos percebemos incluindo o próprio Amorim que errou na decisão de tirar o Quaresma da equipa, e quem diria? O Quaresma ser imprescíndivel na equipa é inacreditável, uns meses atras e diríamos impossível.

Depois também teremos que ser coerentes que nós próprios que tantas vezes dizemos que devido ao estado do futebol português o Sporting tem que jogar o triplo se quiser ganhar algo e ontem ficamos muito aquém, ainda se o passado nos dissesse que mesmo com erros graves conseguimos dar a volta e sermos campeões...

Sim dependemos só de nós, mas a tolerância passou a zero a partir de agora.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 26.02.2024 às 11:02

O Sporting fez um mau jogo, é verdade, o Rio Ave bateu-se bem, é verdade, mas os senhores do apito também foram uns belos artistas: primeiro golo do RA é precedido de falta sobre o Pote, há penalty sobre o Trincão não assinalado, o alegado penalty do Nuno Santos deixa-me muitas dúvidas.
O que faz do Nuno Santos um bom jogador (raça, querer, mau perder), também o faz ter momentos como o de ontem. Estava picado com os assobios da bancada, abordou mal o lance, deveria ter feito contenção e não ter entrado daquela maneira esquisita ao lance. De qualquer forma, ainda estou para perceber porque é que o árbitro marcou penalty. O jogador do RA queixa-se da cara e há efetivamente um pequeno toque mas não para aquele espalhafato todo. Se foi isto, quanto a mim é muito duvidoso.
Adan já não é GR para o Sporting, obrigado por tudo mas já não transmite segurança, acumula más abordagens aos lances, e como se não bastasse ainda brinca às fintas em plena área e com um terreno daqueles.
Diomande, fez um jogão contra o YB e ontem foi uma sombra de si próprio. Achei que o Quaresma teria o lugar em risco depois do regresso em grande do Diomande, mas ontem esteve abaixo do que sabe fazer. Quanto a mim, safaram-se o Gyokeres, o Coates, apesar de algumas perdas de bola desnecessárias, e os senhores do meio campo (Morita e Hjulmand). O Trincão também estava bem até sair lesionado num lance de penalty. Nota final: O Costinha do Rio Ave parece um jogador interessante.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 12:24

Zé Manel,

dia de segunda feira muito difícil para os sportinguistas, foi um tremendo abalo, tanto escrevemos da importância de ganhar os 2 jogos seguidos fora porque o Benfica ía ao Dragão, eu sinto-me desolado, ainda ficamos com boas possiblidades mas a toelrancio ficou agora curtíssima, só vejo o Benfica perder pontos no Dragão e em Alvalade e se continuarmos a dar estas baldas não vamos lá...
Fica pior quando vemos que fomos nós os primeiros culpados da perda de pontos, isso sim custa...

Ja expliquei aqui que apesar dos erros graves da arbitragem, conseguimos chegar ao 2-1, à vantagem e da forma mais impactante para o adversário porque ía para o balneário ferido e com a moral abalada, fomos nós que lhe oferecemos a vitamina, invertemos a situação naquele fatídico minuto do pênalti, nós é que fomos abalados para intervalo e eles com é que ficaram com a moral em alta, fizemos depois uma segunda parte muito má o que confirma que a equipa acusou brutalmente o lance.

O Nuno só tinha que fazer contenção, nunca atacar, que raio é tão estupida e lógica a situação que fico sem palavras...

O Adán ontem...!!! mau de mais, estamos ali com um grande problema...

Ficamos muito penalizados com a saída do Trincão, era quem desiquilibrava toda a defesa do Rio Ave, esperemos que não seja nenhuma fratura no pé.

Não só o Costinha, o melhor jogador deles ontem foi sem dúvida o central Miguel Nóbrega e só tem 23 anos, é muito completo.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 26.02.2024 às 12:57

Julius, pode não acreditar, mas quando vi o Adan a sair-se aos pés do vilacondense temi logo no que aquilo ia dar... Sobre o Miguel Nóbrega, fez um bom jogo, sem dúvida, mas foi ele que fez aquela entrada sobre o Trincão, um lance de karaté. Tivesse o árbitro feito um trabalho isento e teria assinalado penalty. Se fosse concretizado, o MN estaria ligado a um lance de golo do Sporting e, porventura, já não diríamos que fez um bom jogo. O futebol é mesmo isto, um lance pode trazer a glória a um jogador, como também pode fazer exatamente o contrário. Para os srs. comentadores da Sport TV foi um lance limpo, os mesmos comentadores que há uns tempos mediante uma lance de mão de um jogador do Porto disseram que foi com o peito. É isto que temos, as pessoas vêem aquilo que querem ver. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 26.02.2024 às 13:29

Zé Manel,

Eu também previ o mesmo quando vi o Adán sair daquela forma, caiu como um amador no pênalti tipico.

Mas não existe qualquer margem para dúvidas sobre o lance que seria pênalti sobre o Trincão e que ainda por cima o retirou do jogo, o crime compensou bastante. Ja me disseram que no Juízo final também foi descrito como lance para grande penalidade.

Comentar post


Pág. 1/3





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo