Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2023/24 (42)

Julius Coelho, em 30.03.24

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Estrela da Amadora da 27ª jornada da Liga Portugal Betclic, que resultou numa vitória por 2-1. Golos de Paulinho 23' e Nuno Santos 40'.

VITÓRIA A PULSO COM MUITO CORAÇÃO E RAÇA DE UM LEÃO COM SEDE DE VENCER

Mais uma vitória crucial do leão de Alvalade, quando ficam a faltar agora 7+1 finais, nesta derradeira etapa para chegar ao título. Com nova remontada no campo de um adversário muito abnegado e matreiro, que acabou dominado por um grande Sporting muito cerebral, raçudo e com muito coração que só cometeu um único erro nos 90' que lhe custou ver-se a perder, à semelhança da última jornada, mas deram a volta ainda na primeira parte e depois do intervalo tiveram a capacidade de gerir a vantagem e não permitiram qualquer remate à equipa da Amadora. Trincão foi a estrela, Paulinho e Nuno Santos resolveram.

1024.jpg

DESTAQUE - FRANCISCO TRINCÃO - 5 - Na casa do Estrela, foi ele a estrela que mais brilhou, como um cometa a deixar um rastro brilhante nas várias cavalgadas fulgurantes em slalom, que desequilibraram vincadamente o balanço do jogo para o lado dos leões. Construiu várias oportunidades claras de golo, a exemplo dos dois lances que deram a reviravolta no marcador, só lhe faltou marcar, merecia-o. 

FRANCO ISRAEL - 3 - Cresce nos erros graves, de momento que a equipa ganhe, os erros funcionam como terapia de choque para um crescimento acelerado. Revela-se fortíssimo nas bolas à queima em que fez 2 defesas com grande aparato, todavia nos cruzamentos ainda tem etapas a cumprir, aquele falhanço que resultou no golo sofrido, foi deveras ridículo.

GENY CATAMO - 3.5 - Não esteve tão bem, alguma desinspiração na maioria dos duelos, engatou poucos lances em que finalizou com critério.

JEREMIAH ST. JUSTE - 4 - Já começa a reaparecer, ainda que a espaços, provocando desequilíbrios nas linhas adversárias com aquelas arrancadas que lhe reconhecemos. Sempre equilibrado nas tarefas defensivas, em que se realçou na antecipação.

OUSMANE DIAMONDE - 3.5 - Tentou ser pragmático nos lances, jogando de primeira para não correr riscos, mostrou alguma falta do fulgor que lhe reconhecemos, está em período de ramadão.

MATHEUS REIS - 3.5 - Tinha do seu lado a fava, o melhor jogador do Estrela, sentiu essa dificuldade e acabou amarelado que o intimidou, por precaução não voltou para a segunda parte.

NUNO SANTOS - 4 - Até parecia estar em início de época, "folgadazo" esticou quase sempre o jogo da equipa dando-lhe muita profundidade com relativa facilidade. Estava no sítio certo para empurrar a bola para o golo da remontada e marca pela segunda jornada consecutiva.

DANIEL BRAGANÇA (Cap) - 4.5 - A aproximar-se de colocar de novo em campo todo aquele talento que mostrou antes da lesão grave que sofreu. Ontem sim, foi um grande Daniel Bragança, assumindo a responsabilidade do lugar do dinamarquês e fê-lo com brilhantismo, correu o campo todo e esfarrapou-se pela vitória. Aquele critério no passe é irrepreensível, ao alcance de poucos.

HIDEMASA MORITA - 4 - Dos muito poucos que sabe desaparecer com a bola na pressão e aparecer depois solto noutra parte do campo, isso é...magia! Temos que ver a repetição em câmara lenta, para percebermos como faz.

PAULINHO - 4 - Voltou a ser decisivo, ajudando a resolver e não demorou muito após a equipa ficar a perder. Por duas vezes quase que chega à bola para o 3-1.

VIKTOR GYOKERES - 3.5 - Não foi a noite do Gyo para ser a do Trincão. Mesmo em noite menos inspirada, teve grande impacto na abertura de espaços e a criar a dúvida na defesa adversária em vários lances do ataque.

GONÇALO INÁCIO - 4.5 - Entrou à "Beckenbauer" mostrando classe, subiu ao trono da defesa e foi rei, ensinou no passe e no corte magnifico só ao alcance de um craque.

RICARDO ESGAIO - 3 - Era plena hora de gerir e não oferecer qualquer bola perdida ao adversário que espreitava a oportunidade, cumpriu bem.

MORTEN HJULMAND - 3 - Entrou quando já faltava o "rancor" ao Estrela, com mais espaço no meio campo livrou-se dos apertos que poderiam provocar amarelo e ajudou com a sua classe a manter o adversário sempre longe da baliza do Israel.

EDUARDO QUARESMA  - ( Sem nota, entrou aos 92')

RÚBEN AMORIM - 5 - Ficou a ideia que o jogo correu-lhe pior que imaginou e preparou. O Estrela ainda ameaçou na primeira parte querer estragar a festa ao Leão, foi necessário muito trabalho, concentração máxima nos detalhes e cometerem um mínimo de erros, para conseguirem domar o adversário. Só o melhor  Sporting da época pôde conseguir a reviravolta e não deixar depois que o Estrela fizesse um único remate á baliza do Israel. Sem Pote e Coates, com o Inácio e Hjulmand no banco e ainda com o Estrela a marcar primeiro, um cenário que fez recordar Vila do Conde, uma tarefa árdua que enfrentou, mas ultrapassou como um grande campeão.

SÉRGIO VIEIRA - 2.5 - Viu a sua equipa inaugurar o marcador com um golo oferecido e com isso tentou intimidar o líder do campeonato, mas a reacção pronta do leão com o golo do Paulinho resultou como uma valente paulada, acusaram a cacetada e ainda antes do intervalo já estava feita a remontada. Controlaram o Gyokeres mas abriram espaços para o endiabrado Trincão, valeu-lhes a grande exibição do Bruno Brígido que impediu uma derrota mais pesada e justa.

FÁBIO VERÍSSIMO (Árbitro) - 5 - Boa arbitragem não isenta de erros, várias faltas duras dos jogadores do Estrela a castigarem com as usuais pisadelas e que mereciam cartão amarelo. O lance na área com o Trincão a ser empurrado, justificava também revisão do VAR.

RUI COSTA (VAR) - 3 - Um único reparo, o lance do Francisco Trincão a ser empurrado dentro da área do Estrela que deveria ter chamado o árbitro para rever as imagens.

publicado às 06:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


46 comentários

Sem imagem de perfil

De P. Vasconcelos a 30.03.2024 às 06:57

Caro Julius, vitória difícil mas indiscutível. Trincão a assumir muito bem o papel de P. Gonçalves.
Espero que, na próxima semana, fique bem claro nos resultados a diferença na qualidade de jogo entre nós e o Benfica, porque é enervante só estarmos com um ponto de vantagem (mesmo que com menos um jogo) a jogar com outra vontade. Até podem ficar com a final da taça, mas em Alvalade é para acabar com a discussão do título.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 11:17

Um bom dia de Sábado para todos...

P. Vasconcelos a vitória é indiscutível, ficou sim os momentos de pressão que os próprios adeptos viveram com o golo do Estrela, o Sporting na sua história ganhou poucas vezes naquele campo o que torna ainda mais relevante o feito.

Claro já sabíamos antes, e os jogadores também que ganhando estes 2 jogos dão um passo importantíssimo para alcançarem o grande objetivo. Este já está e vemos a equipa empenhadíssima em fazer as coisas bem feitas, ontem o nível de passe foi altíssimo, o que comprova esse empenhamento.
Sem imagem de perfil

De RCL a 30.03.2024 às 07:23

Caro Julius, aquele abraço coletivo, no final do jogo na Amadora, tem muito significado . Jogadores de vários países , de vários idiomas, parece que se conhecem há anos.
Concordo no geral com as suas notas mas destaco 3 jogadores que tanto foram criticados por alguns “ Sportinguistas” : Trincao, Bragança e Paulinho..
O Sporting deve muito a Gyokeres, mas é mais do que Gyokeres.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 11:26

RCL,
O Sporting voltou a mostrar que tem muito mais para além do Gyokeres, vários jogadores se destacaram de facto e ontem a equipa foi rebocada pelo Trincão, curioso, vimos ontem que todos da equipa procuravam o Trincão, até o Gyo, quem diria. O Rúben tem todo o mérito, foi dos poucos que acreditou que o talento estava lá e que ainda iria ser muito útil na época e está a acontecer, agora estamos de acordo com ele, ainda pode dar mais, esta super confiante e galga terreno com a bola colada no pé com tremenda facilidade, percebe-se como está feliz, vai ser elemento decisivo nas finais que faltam.

É justo também realçar a fantástica entrada no jogo do Gonçalo Inácio, fez tudo perfeito.
Sem imagem de perfil

De RCL a 30.03.2024 às 13:13

Tenho um carinho especial por Gonçalo Inácio, tem um potencial tremendo, só precisa de estar concentrado e “ longe do Real Madrid”. Vai sair na próxima época ,com muita pena nossa mas na altura certa e CAMPEÃO.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 13:18

Sim creio que já terá estendida a passadeira das estrelas. Irá fazer carreira de muito sucesso seja onde for.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 30.03.2024 às 09:12

Realmente isto é impressionante e é trabalho do seu treinador. A história faz-se de vencer se morrermos na praia ninguém fica nela. A próxima semana vai pôr tudo em jogo, sinceramente estou com receio, gosto de tudo o que vejo e tudo pode ser posto em causa nestes 2 jogos. O trabalho todo bem feito que foi feito até agora. A parte mental vai ser importante, lembro-me de Mamede e Lopes e como ambos reagiam a esses momentos. O erro de Israel contra uma equipa como o Benfica pode ser fatal. O falhanço do GYO também. Enfim que tenhamos a inspiração e a pontinha de sorte e nestas coisas não é só a sorte que nos dê a possibilidade de vivermos estes momentos maravilhosos, pois os sportinguistas bem necessitam por já termos sofrido tanto as agruras das derrotas em muitas ocasiões durante os últimos 50 anos
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 11:34

Perry,
Todos os jogos agora são finais, o pontito de vantagem a isso obriga, temos que contar conosco porque só depende de nós, o Sporting é única equipa que depende de si própria para ser campeã, o Benfica fará do próximo jogo em Alvalade uma grande final, sabe que se perder fica em grandes apuros, com o seu grande objectivo da época em risco.

O Israel terá sempre margem para errar de momento que a equipa ganhe e precisamos dele, percebe-se que ja está ali naquela fronteira do degrau que o pode lançar para uma grande carreira, vamos apoia-lo e ajudá-lo para que o consiga alcançar.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2024 às 09:28

Amigo Julius

Em casa, o Estrela é muito complicado, mas nós estivemos bem à altura das dificuldades, sempre em cima, só faltou o 3-1. A equipa esteve muito bem globalmente, e como é próprio de uma grande equipa há sempre jogadores que aparecem a resolver o jogo. Ontem foram uns, amanhã serão outros. De facto, o Gonçalo Inácio entrou em campo e foi outra música na defesa. Um aspecto negativo: não temos um marcador de livres com qualidade.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 11:45

Amigo Leão Zargo,

basta analisarmos o histórico dos jogos do Sporting naquele campo, o Estrela preparou-se bem nestas 2 semanas para tentar sacar pontos ao Sporting que se apresentou sem Pote, Coates e com o Inácio e o Hjulmand no banco, colocou-se na frente com aquele golo de todo bizarro, só mesmo um grande Sporting acreditando muito em si próprio poderia dar a volta e foi isso que vimos acontecer, todos ficaram bem avisados que só a jogarem daquela forma têm mais chances de ultrapassar os problemas. faltou de facto o 3-1 que mataria o adversário e traria ainda mais oxigênio à nossa equipa, estiveram perto de o fazer por várias vezes, sempre mais perto do 3-1 que o Estrela do 2-2.

Curioso que também registrei esse grande detalhe dos livres, creio que não temos qualquer golo de livre, nem perto de o marcar. Cada vez que à um livre, não importa o quanto perto seja da área adversária, ficamos com pouca fé que vá resultar em golo, o Rúben terá que trabalhar essa lacuna, um campeão também necessita de bons atiradores de livres.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 12:11

Tem uma outra nota amigo Leão Zargo, e que passou despercebida,

a equipa foi bem preparada para desta vez entrar fortíssima no início da segunda parte, bem vimos os jogadores do Estrela a correrem como uns desalmados a pensarem que o Sporting fraqueja nesse período mas foram bem contrariados, virou-se o feitiço, grande entrada do Sporting na segunda parte, o Rúben percebeu e bem que só assim os pode contrariar a todos.
Sem imagem de perfil

De FitoMrtnz a 30.03.2024 às 11:20

Concordo com a maioria das notas.
Acho que o Quaresma apesar de so ter estado 3 ou 4 minutos em campo, notou se a concentração nele e ainda tocou algumas vezes na bola, passou segurança.

Quando à nota do árbitro não consigo concordar. Os jogadores do Estrela parecia que tinham carta branca para dar pau aos nossos. Nao acredito como o Kialonda Gaspar acaba o jogo sem um amarelo de tanto pau grave que deu e como e que o Regis não expulso pelo pisao(nas imagens vê se bem que o árbitro está a olhar para o lance). Fosse ao contrário e não havia dúvidas. SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 11:59

FitoMrtnz,

O árbitro deixou jogar, ontem com um árbitro a marcar faltas e faltinhas a cortar o ritmo do jogo e o Sporting teria tremendas dificuldades em dar a volta, o deixar jogar trás de arrasto sempre outros riscos, mas é preferível corre-los para uma equipa como a do Sporting que tem a capacidade de desgastar os adversários.

Se analisarmos o grupo dos apitadeiros ficamos com os cabelos em pé e arrepiados, na minha perspectiva os riscos que o Veríssimo nos trás são menores que os de outros que bem conhecemos, este árbitro é, apesar dos erros que comete, dos mais isentos que temos, questione porque temos apanhado bem menos desses "pendejos" depois do escândalo de Guimarães, algo se passou.

Sim o Quaresma entrou bem, mas com tempo insuficiente para carimbar uma nota, dando-lhe a nota 1, ficaria a ideia de uma nota bem negativa por má prestação e não foi nada disso.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 30.03.2024 às 14:19

Julius, totalmente de acordo.
O Veríssimo, cometendo erros, é dos mais "fiáveis" que temos. Não pertence aquela "quadrilha" muito conceituada que vem com o trabalho encomendado e preparado. Por isso os nossos rivais tanto o criticam.
E no jogo de ontem, num campo pequeno, com mau tempo e contra uma equipa como a do Estrela, preferi que o árbitro deixasse jogar e fosse mais benévolo disciplinarmente. Poderia ter dado cartões aos jogadores do Estrela, mas sobraria sempre para os do Sporting e acabariamos com jogadores castigados para o próximo jogo.
Sem imagem de perfil

De Scorpion a 30.03.2024 às 11:49

Na minha opinião, o melhor jogador em campo é unânime : Trincão!
Em bom nível estiveram também Nuno Santos, Bragança e Inácio.
Não gostei tanto de Matheus Reis e Catamo.
Vitória saborosa e justíssima!
Faltam 8!!!!
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 12:02

Scorpion,

O Matheus Reis levou com a fava e teve o mérito de desgastar o melhor jogador do Estrela e pô-lo em "su sítio" o resto do jogo. Não é fácil marcar aquele avançado do Estrela e isso teve custos, o amarelo e com isso a sua saída prematura do jogo.

Jogo a jogo a equipa vai lá, são todos finais a partir de agora.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 30.03.2024 às 12:01

Israel parece ser fraco nos cruzamentos por alto, o que é mau sinal, até porque o nosso próximo adversário tem um jogador, o Di Maria, que é exímio nisso.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 12:05

Mas Rui, foi por isso que o Coates ficou a descansar, agora vamos ter o Coates nestes 2 jogos contra eles e com o capitão a comandar é sempre outra coisa, ele sabe dar as indicações ao próprio guarda redes, que se sentirá mais confiante.

Nestes 2 jogos teremos a defesa fortíssima e completa.
Sem imagem de perfil

De RCL a 30.03.2024 às 13:18

Se ganharmos os próximos jogos ao Benfica, Coates pode ir de férias
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 12:06

Mas sim caro Rui, o Israel ainda lhe faltam etapas nos cruzamentos, mas vai lá chegar.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 30.03.2024 às 12:09

Contas para o Campeonato? Há que ir ao Dragão com 4 pontos de avanço, mesmo que lá se perca, porque depois são três jogos fáceis.

Mas há duas condições:

- Não se pode perder com o slb em Alvalade; Pode-se empatar, mas para isso tem que se cumprir o ponto a seguir;

- Tem que se ganhar forçosamente ao Gil Vicente e Famalicão fora, e ao Guimarães em Alvalade, sendo jogos complicados principalmente o Famalicão.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 12:16

As contas ainda ficam difíceis de fazer, mas a todos nós o instinto avisa que de facto teremos que ir para o Dragão com 4 ou quiçá 3 pontos de vantagem, 3 porque ganhando ao Benfica eles perdem o efeito da vantagem e fica a contar a dos golos marcados e sofridos e que é bastante favorável ao Sporting.

Se entrarmos com essa vantagem de pontos no Dragão, acredito piamente que o título não fugirá. O próprio Benfica tem ainda a Europa e terão forçosamente de jogar muito melhor que ontem se quiserem ganhar os jogos todos que faltam.
Sem imagem de perfil

De José Silva a 30.03.2024 às 12:48

Bom jogo do Sporting com Trinção em grande destaque. Muito bem também Paulinho e Bragança.Não podemos perder de maneira alguma com o clube dos " malheiros & Luis Ferreiras" em Alvalade..

NB: A arbitragem de ontem entre Benfica e Chaves, devia corar de vegonha o antigo braço direito de Vieira ( Rui costa) e um tal..Shemitd..com o Di Maria mais uma vez a simular um penalty atirando-se para o chão, mas como a bola ñão entrou, tornaram a repetir o lance ( mal repetido , segundi Duarte Gomes)..! Para terminar, dizer apeanas que na Luz, por vezer ouvem-se mais do que um apito, já que o Chaves queixa-se que até no golo de Neves, dois defesas do Chaves pararam porque pensavam que era o apito do árbitro, o SPORTING que se cuide...

Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 13:28

José Silva, eu em Marrocos também ouvi esse apito, foi bem sonoro e claro, mas os jogadores do Chaves não podem parar simplesmente.

Quanto a essa arbitragem foi uma autentica vergonha e que devia corar de vergonha os próprios lampiões com clubite doentia.
Pensava eu que esse tipo de arbitragem já tinha sido banida do futebol português, puro engano, como é possível nos dias hoje e com o VAR ainda existirem. Vejam quem é o VAR o tal a que me referi para estarmos bem atentos, porque já tinha mostrado a sua cor em jogos anteriores.

O Malheiro já percebemos que é sempre chamado como bombeiro de serviço para amparar o glorioso em jogos que pode necessitar de amparo, um tipo de continuidade à saga Bruno Paixão. Ontem foi vergonhoso para o futebol português, é assim daquela forma que o glorioso quer ganhar? Fica-lhes bem.
Sem imagem de perfil

De Pedro Casimiro a 30.03.2024 às 14:24

Perder com o Benfica em alvalade para mim está fora de questão. Estou farto, completamente farto, de com aquela agremiação corrupta em fases decisivas da época.
Foi assim em 1993/94, foi assim em 2004/05, foi assim em 2015/16.
Está na altura de contornarmos o bloqueio mental e os vergarmos em nossa casa.
Mentalizem-se que se perdermos contra eles muito provavelmente perdemos o campeonato, até porque depois entram as malas em ação e o Benfica não perde mais nenhum jogo esta época.
É para ganhar em Alvalade, ganhar o jogo em atraso em Famalicão e acabar com a discussão do título, para nem sequer haver hipóteses de entrarem em cena os esquemas do costume.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 16:44

Pedro Casimiro,
fé, aconselho muita, mas o excessivo entusiasmo de todo que não, eles defendem bem e têm grande capacidade de contra atacar depois têm sempre aquela "vaca" grudada, esperamos também que não venha no mesmo saco ninguém das famílias Malheiro, Pinheiro, Dias ou Martins apitar o jogo, isso seria mais uma força sobrenatural do lado deles.

O Sporting tem um trunfo que pode ser decisivo, eles vão sentir a necessidade de ter que ganhar, o empate pode lhes ficar curto, o Rúben inteligente como è, saberá explorar bem essa situação.

Na Taça temos que os fazer correr muito se querem ir á final da Taça.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 30.03.2024 às 14:05

Boa tarde amigo Julius,

Foi uma vitória justa mas suada, como serão quase todas até ao final do campeonato. E, ao contrário de outros, não iremos contar com penaltys ao mínimo toque, nem repetições em caso de falhar.
As armas para o sucesso terão de ser as de ontem. Aliar a nossa qualidade a um espírito de luta e a um querer superiores aos do adversário.
Saímos com o pleno. Três pontos e sem castigados.
Muito bem o Trincão. A qualidade dele sempre me encantou e por diversas vezes aqui o referi. O Bragança está muito bem e a "dificultar" a vida ao Rúben Amorim.
O momento do golo do Paulinho foi essencial neste jogo.

Cerrar fileiras e no próximo jogo cobrar uma dívida que nos está atravessada desde a primeira volta.
Pelo orgulho, pela revolta, pela superioridade, temos de vencer o próximo jogo do campeonato. Dê por onde der.
Espero que o grupo tenha este espírito.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 30.03.2024 às 16:56

Amigo Leão do Norte,

Todos os jogos serão finais e terão que ser vistos e preparados dessa forma, só com a concentração que ontem demonstraram podem ambicionar chegar ao título. O Sporting continua na posição que todos gostariam de estar e assim queremos que continue.

Com metade das ajudas que os do outro lado da circular já tiveram esta época já tínhamos o título mais que decidido, é uma vergonha o futebol português, ganhamos, estamos em primeiro e temos tremendas razões para nos queixarmos, da grande desonestidade que existe nos jogos do nosso campeonato, é à descarada, assim se expõe o "sistema" manejado pelo grupo de pendejos que estão prontos para tudo para manterem os seus tachos.

Só de facto com um grande espírito de luta e capacidade de sofrimento podemos fazer face a toda essa injustiça, reveja o lance de dor do Geny quando foi brutalmente pisado no tornozelo, o Paulinho foi ampará-lo e pedir-lhe que aguentasse a dor e voltasse para o relvado, o próprio Paulinho quando torceu o pé, as dores horríveis que sofreu, mas rangeu os dentes e voltou para o relvado, só assim chegamos lá, só dessa forma podemos ambicionar a vencer a grande batalha do próximo sábado.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo