Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius 2023/24(36)

Julius Coelho, em 01.03.24

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes do jogo com o Benfica para a Taça de Portugal - Meias Finais - 1ª mão, que resultou numa vitória por 2-1. Golos de Pedro Gonçalves 9' e Viktor Gyokeres 54'.

RESULTADO NÃO TRADUZ A GRANDE SUPERIORIDADE DO LEÃO

O Sporting teve um domínio avassalador sobre as águias durante mais de 1 hora, fazendo por merecer uma vantagem até superior aos 2 golos que se registava nessa altura, mas desperdiçaram várias transições por más definições e ainda terminaram mal a partida. Pote abriu o marcador e Gyokeres (muito individualista) voltou a marcar num lance em que fez o quis do Otamendi. Morita e Hjulmand encheram o campo, Coates foi o melhor da defesa, já Edwards voltou a passar ao lado do jogo e ainda falhou uma oportunidade clara para marcar. Uma vitória justíssima mas com resultado escasso muito injusto para os leões, que deixaram insaciados os seus adeptos.

Screenshot (1357).png

DESTAQUE - VIKTOR GYOKERES - 5 - Protagonizou o grande momento da noite com mais um lance genial, passou como uma bala pelo Otamendi que ficou "nas covas", isolando-se na área encarnada e fuzilou o Anatolii Trubin, fazendo o golo que dá ao Sporting vantagem para a segunda mão.

FRANCO ISRAEL - 3.5 - Nada pode fazer no golo sofrido, Aursners rematou de muito perto fuzilando a sua baliza. Passou noite tranquila, o adversário pouco incomodou.

GENY CATAMO - 3.5 - Exibição com alguns bons lances, mas que não tiveram melhor seguimento devido a alguma lentidão a definir. O momento mais alto, quando assistiu Gyokeres para o lance do segundo golo.

EDUARDO QUARESMA - 4 - Secou o David Neres atirando-o para fora da partida ainda cedo. Sentiu depois mais dificuldades em travar o Di Maria e o Tengstedt, quando estes passaram para o seu lado.

SEBASTIAN COATES (Cap) - 4.5 - Limpou a esmagadora maioria dos lances na sua zona, mas também se "esqueceu" de fechar o espaço onde apareceu o Aursners a fuzilar para o golo encarnado.

OUSMANE DIOMANDE - 3 - Exibição pouco convincente do costa-marfinense que procura ainda recuperar a sua forma. Surpreendeu, ao deixar-se bater em alguns lances aéreos.

MATHEUS REIS - 3.5 - Muito mais fiável a defender que depois na ajuda (sempre desastrada) ao ataque da equipa, com várias perdas de bola pelas más decisões que tomou.

MORTEN HJULMAND - 5 - Encheu o campo e fez excelente assistência para o primeiro golo do jogo, colocou a redondinha na cabeça do Pote que não falhou.

HIDEMASA MORITA - 5 - Também brilhou com exibição de grande nível, especialmente na antecipação cortando inúmeras bolas ao adversário.

PEDRO GONÇALVES - 4 - Excelente primeira parte, a fonte da criatividade e da classe com que assinou vários lances. Fez o sempre mais difícil primeiro golo que ajudou a libertar a equipa.

MARCUS EDWARDS - 2 -  Nunca acrescentou, perdeu quase todos os duelos no meio campo, podia ter marcado numa excelente oportunidade, só que demorou uma eternidade a definir. 

RICARDO ESGAIO - 1 - Fez entrada à sua imagem, competente a fechar e desastrado nas decisõs que tomou nos lances do ataque, por 2 vezes podia ter marcado, mas a chutou às cegas com a bola a passar muito por cima da baliza do Benfica.

NUNO SANTOS - 2 -  Quase que faz outro golo "Puskas" que seria o 3º e que daria maior justiça ao resultado, mas foi invalidado pelo VAR devido ao fora de jogo do Paulinho.

DANIEL BRAGANÇA - SEM NOTA - Entrou aos 90+2'.

JEREMIAH ST. JUSTE - SEM NOTA - Entrou aos 90+2'.

PAULINHO - SEM NOTA - Entrou aos 90+2'. 

RÚBEN AMORIM - 5 - Viu a sua equipa dar excelente resposta ao empate de Vila do Conde, marcando uma clara superioridade sobre o Benfica em todos os setores e que merecia ir para a segunda mão na Luz com uma vantagem bem mais dilatada. A diferença mínima sabe a muito pouco, face ao que a equipa jogou e não deixou jogar o adversário. 

ROGER SCHMIDT - 2 - O Benfica foi uma nulidade durante 1 hora de jogo e quase que não incomodou o Franco Israel em toda a partida. Fez o seu primeiro remate enquadrado aos 58 e só ganhou vida após o lance do Di Maria quando cruzou para o golo que reduziu a diferença. Um resultado claramente melhor que a exibição.

FÁBIO VERÍSSIMO (Árbitro) - 3.5 - Apitou com as dificuldades do costume, má avaliação de alguns lances em que marcou falta ao contrário e não viu um penálti sobre o Pote. No capítulo disciplinar deixou os jogadores exagerarem nos protestos sem os admoestar com cartão amarelo.

FÁBIO MELO (VAR) - 2 - Devia ter intervido no lance em que há grande penalidade sobre o Pote. Ficaram  também algumas dúvidas sobre o lance que daria o 3º ao Sporting, parece ter sido o Otamendi a empurrar para fora de jogo o Paulinho.

publicado às 05:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


86 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2024 às 10:01

Amigo Julius,

Lamento que a exemplo de um leitor ontem à noite, venha acusar o Gyokeres de ser "demasiado individualista".

Dá para pensar que esse comentário surgiu algures e agora é aqui repetido, lamentavelmente.

Isto só serve para ser usado por quem não quer o bem estar do Sporting.

O homem é o que está à vista nesta equipa do Sporting. Além dos 31 golos em 33 jogos, tem 11 assistências. NÃO CHEGA???
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 01.03.2024 às 10:29

Amigo Rui Gomes,

Posso não me ter expressado da melhor forma, porque não foi com sentido tão crítico que escrevi essa palavra, até porque não descrevo onde foi erradamente individualista, ele sentiu em todos esse lances que tinha condições para rematar e poder fazer golo, um avançado da sua natureza é individualista na maior parte dos lances até por um detalhe importante, nos lances que decidiu fazer o passe nunca acabaram bem.

É um característica muito natural de quem é um "animal" a devorar defesas, bastava ver o pânico dos defesas do Benfica quando a bola vinha pelo ar na sua direção. Na minha opinião particular, ainda bem que o é, porque vejo-lhe condições para ferir o adversários na maioria das suas iniciativas individuais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2024 às 11:28

Já aparece o usual negativista Mike 1906 a aproveitar a boleia e a dizer o mesmo.

Enfim...
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 01.03.2024 às 18:25

Parece-me que o Rui é que está em contramão na autoestrada, mas quem sou eu para o contrariar...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2024 às 18:31

O caro deve ter algum problema, mas não sou eu decerto!
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 01.03.2024 às 19:28

Todos os comentários foram no mesmo sentido (contrarios à sua opinião). No entanto, além de discordar, consegue ver o meu "negativismo". Serei eu que tenho algum problema?
Sem imagem de perfil

De Everton Costa a 01.03.2024 às 10:40

Caro Rui, o comentário foi meu ontem a noite, na minha opinião achei-o individualista em alguns lances NESTE JOGO, vibro com cada arrancada dele a cada partida, mas quando puder jogar com os colegas deve fazê-lo, até mesmo pela altura da época onde os jogadores estão mais propensos a lesões musculares.

Ninguém é isento de críticas desde que o tom não seja ofenviso como a sua resposta ao AFIRMAR nem tanto a mim que tenho zero relevância neste espaço, mas principalmente ao Julius que "Isto só serve para ser usado por quem não quer o bem estar do Sporting", pois nem o tom do Julius nem o meu foi algo do tipo "Esse sueco é uma m... individualista, nunca toca, tira ele Amorim", ao contrário, fez vários elogios, deu destaque na rúbrica e simplesmente fez uma leitura de jogo onde o jogador em alguns lances foi individualista.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2024 às 11:30

Em primeiro lugar, o Julius não precisa de advogados de defesa!!!

Quando o Gyokeres se for embora vão ter muitas saudades desse individualismo dele.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 01.03.2024 às 12:28

Amigo Rui

Não costumo comentar as "notas" mas percebo que o Julius apesar do seu sportinguismo, as procura fazer, com a isenção possível, o que não significa que concorde, em absoluto, com essa apreciação.

Gyokeres é um avançado acima da média, especialmente quando tem espaços para jogar, tendo nos jogos mais fechados também capacidade para os inventar. A performance desta equipa muito lhe deve, mas ele também deve as suas boas prestações à equipa. Ninguém joga sozinho, e quando o faz, geralmente não corre bem.

Posto isto, para que não restem dúvidas sobre a importância de Gyokeres nesta equipa, tenho de referir o que vi com os olhos de mero adepto. Estava a ver o excelente jogo da equipa e de Gyokeres, quando dei comigo a pensar que ele estava a ser algo individualista nalgumas jogadas, não tomando a melhor opção. Acontece com todos os jogadores durante um jogo. Não conheço nenhum atleta que não tome más decisões, o que não significa que esteja em causa o seu valor.

Por fim quero que fique claro que esta minha abordagem, não tem qualquer semelhança com outras que aqui aparecem sistematicamente, com intuitos menos claros.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2024 às 13:09

Pois... nenhum de nós é infalível e o Julius também não o é.

Nós falamos frequentemente ao telefone e nem sempre estamos de acordo, o que é perfeitamente natural.

Mas sobre Gyokeres, para eu não andar equivocado, agradecia que me informasse quantos pontas de lança na Europa têm 11 assistências em 30 jogos.

Se ele foi mais ou menos individualista ontem, não me preocupa minimamente. Jogou muito e fez jogar, marcou um fantástico golo e nós ganhámos o jogo.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 01.03.2024 às 15:51

Não o posso informar sobre o que se passa no futebol europeu, porque não o sigo, nem me interessa particularmente, nem me parece que acrescente muito à discussão. Aliás percebi que é uma pergunta retórica, porque tem mais conhecimentos sobre o assunto.,

Não está, nem nunca esteve em causa a competência Gyokeres, como nunca esteve a de Pote ou até de Trincão (muito atacado) por exemplo. Essa competência está expressa e clara, no meu comentário anterior.

Não me preocupa por aí além o individualismo do Gyokeres neste jogo, até porque tem mostrado solidariedade em campo com a equipa, fazendo assistências para outros jogadores. Preocupa-me que isso possa ser um sinal de algum cansaço, o que é natural depois de tantos jogos.

Nós ganhámos o jogo e acrescento, com muita superioridade, mas ganhámo-lo com uma equipa unida e a jogar futebol colectivo. Não ganhou apenas o Gyokeres, com um grande golo, nem o Catamo que lhe fez o passe, nem o Morita e o Hjulmand, que foram o pêndulo entre a defesa e o ataque. Foram todos e essa foi a grande diferença para o nosso adversário, com muitas mais estrelas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 01.03.2024 às 21:22

É curioso é que mesmo os nossos golos bateram todos no poste primeiro, até o do Nuno Santos que foi anulado, aquela sorte que eles têm, um dia há-de acabar.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 01.03.2024 às 11:00

Como não vejo o futebol com palas, consegui ver que Gyokeres ONTEM, perdeu alguns lances por insistir em jogadas individuais quando podia libertar a bola para os colegas.

Mais, foi sempre bem controlado pelo António Silva. Só fez realmente estragos quando apanhou pela frente Otamendi.

Também lhe digo que me parece que não apresenta nesta altura a mesma frescura física do inicio do campeonato (o que é compreensível, uma vez que joga sempre).

Isso não invalida que seja um extraordinário jogador e o nosso jogador mais decisivo.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 01.03.2024 às 11:09

Mike,

O Gyo no final do jogo na Luz prometeu aos sportinguistas que no jogo seguinte contra o Benfica o resultado seria diferente, é homem de palavra, não esqueceu a promessa e viu-se que tentou tudo para a cumprir, atirou-se ao jogo e aos lances como um leão, já não estará tão fresco como ele próprio gostaria de estar, mas ainda faz a diferença.
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 01.03.2024 às 11:21

Claro que faz, mas disso ninguém tem dúvidas, acho eu

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo