Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As Notas de Julius (25)

Julius Coelho, em 16.05.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes no jogo com o Benfica  - a contar para a 33ª jornada da Liga NOS - que terminou com a vitória encarnada por 4-3 - golos leoninos marcados por Pedro Gonçalves aos 45+1' e 77' (gp) e Nuno Santos aos 62'.

Rúben Amorim resolveu "oferecer" 45 minutos ao Benfica; não preparou bem o jogo, mexendo demasiado na equipa. Com Feddal e Pedro Porro ausentes, não devia abrir aquela tremenda autoestrada no meio campo aos jogadores do Benfica. Disse no final que a equipa precisa de crescer em outros aspectos, mas a começar por ele próprio  e perceber que há jogos que não se podem desperdiçar para fazer experiências. O jogo do Sporting só teve o seu verdadeiro ínicio na 2ª parte, quando estavam todos no seu devido lugar. Pedro Gonçalves não merecia aquela traição.

E1c5vglXEAA7-6J (2).jpg

DESTAQUE - PEDRO GONÇALVES - 6 - Pote está a mostrar outra faceta extraordinária; a sua regularidade nas boas exibições, não merecia que o treinador lhe tivesse dificultado tanto o jogo com aquelas traições no meio campo e na defesa, marcou 2 golos e outros tantos podia ter marcado, bolas nos postes, jogada do penálti, encheu o campo com a sua enorme qualidade. Ganhou claramente no duelo com Seferovic.

ANTONIO ADÁN - 3 - Teve à sua frente uma defesa algo desorganizada e ainda a dar demasiados espaços entre linhas; ainda evitou um golo certo ao adversário numa excelente recuperação depois de estar batido, mas que pesadelo sofrer 4 golos num só jogo e em que pouco ou nada podia fazer para os evitar.

JOÃO PEREIRA - 2.5 - Teve um muito bom inicio de jogo, mas foi ficando desorientado com todas aquelas baldas no meio campo e optou por resguardar-se; do outro lado o adversário era cada tiro cada melro e... assim, foi sacrificado para a equipa se reencontrar com as substituições obrigatórias. 

GONÇALO INÁCIO - 3 - Muitas dificuldades a corrigir tantos erros à sua frente, devia ter jogado no outro lado e Luís Neto à direita; respirou melhor na 2ª parte quando voltaram a conseguir fluir o jogo de construção de forma mais segura e organizada.

SEBASTIÁN COATES - 3 - Que grande dor de cabeça lhe deu o treinador. A falta de rotina do Matheus Reis ao não conseguir fechar os espaços entre ele e o Nuno Mendes mataram-lhe a liderança organizativa, depois nem o outro Matheus nem o Daniel fechavam à sua frente; andou desesperado toda a primeira parte. Nos dez minutos finais acabou por subir para a posição de ponta de lança, numa altura em que a equipa, depois de uma excelente recuperação, procurava o empate por todos os meios.

MATHEUS REIS - 1 - Chumbou redondamente e até colocou em causa a sua futura utilização; foi um autêntico passador sem noção dos espaços a fechar; foi o elemento menos na equipa e o principal desequilibrador da organização defensiva. É verdade que à sua frente "nunca existiu ninguém" a ajudar na primeira parte. Mas nem depois, quando o meio campo ficou mais organizado com as entradas de João Mário e Palhinha, mostrou acerto e qualidade.

NUNO MENDES - 4 - Não sabe jogar mal; foi sempre dos mais inconformados, tentando empurrar o jogo da equipa para a frente com muitas iniciativas individuais; foi sempre para cima deles sem medo e é difícil desarmá-lo sem ser em falta. Arrancou várias faltas e cruzou várias vezes com perigo para a área do Benfica.

DANIEL BRAGANÇA - 2 - "Que pasó" Daniel? A festa já acabou!!! Nem defendeu bem nem atacou como sabe. Foi engolido pelo meio campo adversário e nunca percebeu por onde sempre se escapava o Pizzi. Jogo para..."recordar", para trabalhar muito mais ainda no futuro.

MATHEUS NUNES - 2.5 - Ficou claro que aquela posição da primeira parte nunca será a sua; andou perdido e só quando voltou às zonas que tão bem conhece respirou melhor e foi importante na recuperação do resultado; mas já estava demasiado desgastado, tudo podia ter sido tão diferente. Nota negativa pela tremenda infantilidade no penálti que provocou; já não se usam esses lances depois de ganha a posição.

NUNO SANTOS - 4 - Está num bom momento e não merecia aquela "generosidade" geral da equipa em todo o primeiro tempo; lutou bastante e nunca desistiu; marcou um grande golo, daqueles que fazem levantar um estádio. 

PAULINHO - 3 - A sua missão principal era prender os centrais adversários enquanto o Pedro Gonçalves vagabundeava no meio deles; não fazendo um bom jogo teve, mesmo assim, oportunidades para marcar, a exemplo do cabezazo à boca da baliza.

JOÃO PALHINHA - 4 - Trouxe uma mensagem bem clara e dura: ninguém na equipa consegue fazer aquele lugar como ele e deixou-nos todos a pensar... no seu futuro. Se foi uma mera experiência do treinador, a conclusão é evidente. Entrou e "aquilo" foi outra coisa, totalmente diferente, até o mestre da táctica já coçava a cabeça.

JOÃO MÁRIO - 4 - Pode não ter golo, não ter intensidade, ser um jogador frio e calculista mas ninguém na equipa transporta a bola tão bem como ele. Pena que já havia três golos de diferença, mas ficou quase, quase..! Volto a dizer, tudo poderia ter sido tão diferente se......., mas só o treinador é que pode explicar o que pretendeu com "aquilo".

JOVANE CABRAL - 3.5 - Também a viver um bom momento, ajudou bastante na hora de tentar refazer a asneira da primeira parte e teve boas iniciativas, é perito a ganhar espaços com facilidade. Ficou clara a ideia que devia ter entrado mais cedo.

RÚBEN AMORIM - 3 - Ontem espalhou-se ao comprido; não devia ter mexido tanto na equipa e logo numa visita a casa do rival, que fazia deste jogo a salvação da sua época. O Daniel e o Matheus Nunes jamais conseguem ganhar um meio campo a este plantel do Benfica; têm que comer ainda muita farinha; o "mestre da táctica" agradeceu e chamou-lhe um figo. Tentou depois corrigir o erro mas já foi tarde; foi uma traição à equipa que não merecia.

JORGE JESUS - 3 - Não se fez rogado com a oferta do Rúben Amorim, aproveitou ao máximo aquela primeira parte atípica da equipa do Sporting. O pior foi quando o Sporting se recompôs na 2ª parte e esteve quase a ser humilhado, depois de ter tido por duas vezes uma vantagem de três golos e quase que a perdia.

TIAGO MARTINS - (Árbitro) - 2 - A arbitragem habilidosa já esperada. Este é mais um dos cancros do futebol;  na dúvida apitou sempre para o mesmo lado; no momento alto do Sporting cortou-lhe as iniciativas, depois tentou limpar-se no lance do Nuno Mendes na parte final do jogo; manejou o jogo à conveniência. Quiçá... a sua nomeação não foi por acaso.

BRUNO ESTEVES - (VAR) - 3 - Sem casos para analisarmos. Nunca se meteu e foi o melhor que fez.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


77 comentários

Sem imagem de perfil

De Leão da Pontinha a 16.05.2021 às 07:33

VAR sem casos para analisar?
Na jogada do primeiro golo há falta clara sobre Nuno Mendes.
Seferovic desinteressa-se da bola e atropela o defesa leonino. Se um empurrão nas costas sem disputa de bola não é falta, o que será falta?
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 09:19

Um bom dia de Domingo a todos os amigos leitores do Camarote Leonino, agradeço desde já a vossa participação no debate sobre o jogo de ontem.

Caro Leão da Pontinha, terei que rever melhor esse lance, confesso que depois do jogo e da derrota não tive grande vontade de rever os lances como é hábito eu fazer. Recordo sim a tentativa do Nuno de antecipar-se ao avançado do Benfica para fazer o corte, ficamos com a ideia que só não impede o golo porque não consegue controlar bem o carrinho que efectuou, escorregando ele e a bola para dentro da baliza.
Sem imagem de perfil

De Leão da Pontinha a 16.05.2021 às 14:41

Aguardo então que reveja o lance.
Seferovic pica a bola sobre Adán para o lado esquerdo mas depois desloca-se para o lado direito, sem intenção de jogar a bola, tentando fazer obstrução a Nuno Mendes, como não consegue, empurra-o, as imagens são claras e inequívocas.
O árbitro tinha obrigação de ver no campo mas se não viu, o VAR é obrigado a intervir.
É um lance que não suscita quaisquer dúvidas.
O foco deve ser sempre, onde está a bola? Seferovic tenta jogar a bola?
Imagem de perfil

De Greenlight a 16.05.2021 às 08:02

Caro Julius,
Estou de acordo com a sua análise, nomeadamente quanto à classificação dada a Matheus Reis; não compreendo porque é que se contratam jogadores deste ( fraco) nível. Qualquer central da Equipa B é melhor que ele.
SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 09:30

Caro amigo Green,

Confesso que esperava mais do Reis, confio no nosso treinador e se viu algo neste jogador e pediu para o Sporting o contratar é porque teria qualidade, por isso a minha surpresa e já lá vão 4 meses a mostrar muito pouco, ontem teve uma oportunidade de ouro e não a aproveitou.
Podemos defender que não está rotinado por falta de minutos de jogo mas critico o seu próprio posicionamento a deixar tantos espaços, sem atacá-los. Creio que seria mais seguro o treinador ter optado por desviar o Gonçalo para a esquerda e colocar o Neto á direita, mas lá está, a ideia era mesmo testa-lo e as conclusões todos nós as tiramos pelo que vimos.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 16.05.2021 às 09:37

Em tempos havia um jogador no plantel que era eterno suplente e não se importava muito e até dava jeito, chamado Pereirinha. Tem sempre de haver segundas linhas. Quanto melhores e mais baratas melhor. Se Reis for barato serve como alternativa a Nuno Mendes. Como central tenho muitas dúvidas que (mesmo com mais trabalho nesse posicionamento) venha a ser uma alternativa. Portanto, não sou contra à contratação de jogadores menos cotados, desde que baratos, a pensar numas segundas linhas.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 10:03

Mas por muito segundas linhas que sejam terão que ter qualidade aproximada dos titulares, não pode haver um fosso demasiado visível, os adversários sabem sempre por onde podem entrar, ficamos ontem preocupados, o Reis contra adversários da qualidade do Benfica acresecenta bola à equipa.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 16.05.2021 às 14:31

Matheus Reis teve vários meses no Rio Ave sem jogar, isso paga-se, no Sporting também foi utilizado a espaços....
Com a pré época que aí vem tiraremos mais conclusões, logicamente que não está ao nível de Nuno Mendes mas.... quem está a esse nível na Super Liga portuguesa??
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 14:41

Amigo Paulo
Nada nem ninguém exigirá que tenha ou venha a ter o nível aproximado do Nuno, não pode é haver fosso exagerado na qualidade entre jogadores.
O Matheus já cá anda à 4 meses e veio porque fazia também o lugar de central e tem falhado nos testes e isso tem que deixar apreensivo o treinador e os adeptos, porque a próxima época será seguramente mais difícil, mais exigente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.05.2021 às 13:11

A critica habitual do bota abaixo! Só pode ser por má fé brunista.
Sem imagem de perfil

De Rui a 16.05.2021 às 08:03

Bem, deu para perceber que na próxima época, com a Champions e a luta pelo título, o Sporting precisará de reforços, sempre bem pensados. Sobretudo se sair alguma "estrela", o que será normal. Para já, esperar que João Mário continue.
O título estava entregue. Um jogo com o rival é sempre um clássico, mas concordo com o treinador que outras coisas seriam mais importantes, como testar novas opções. Uma derrota poderia acontecer contra qualquer outro clube.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 09:41

Caro amigo,

Eu desconfio do resultado de testes quando se mudam várias peças, ontem o Rúben ao não ter o Pedro Porro e o Feddal na defesa já seriam peças a mais que fragilizavam uma defesa que foi de longe a melhor do campeonato, ora perante essas circunstâncias e pelo adversário que era, obrigava a outros cuidados a fechar bem o meio campo á frente dos centrais o que surpreendentemente não fez, provocou aí mexidas que levaram a toda aquela trapalhada que assistimos, sinceramente vejo um teste que estava condenado logo à partida a não poder funcionar.
Faria sim as suas experiências mas mantendo sempre a defesa equilibrada, menosprezou excessivamente o adversário.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 16.05.2021 às 09:49

Sim, ontem ficou claro que nos falta um 2do defesa direito.

Não havendo saídas e admitindo que Luís Phellype e Sporar não voltam ao Plantel e JM é devolvido. Faltam no plantel : 1 defesa direito, 1 médio cento/ataque, 1 avançado.
Isto admitindo que Antunes ainda dá mais um ano e que Quaresma tem a confiança da equipa técnica.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 10:09

Possivelmente ontem a braçadeira de capitão no braço do Joâo Pereira poderá querer dizer que irá terminar a sua carreira no final desta época, precisamos sim de um defesa direito que moa a cabeça ao Pedro Porro e terão ta,bém que pensar num jogador que faça a posição 6 com melhor qualidade dos que têm substituído o João Palhinha. É a posição do pêndulo e ontem ficou bem visível o desiquilibrio da equipa com a sua ausencia na primeira parte.
Sem imagem de perfil

De Greenhill a 16.05.2021 às 12:38

Sim esqueci o médio defensivo. Faltam 4 jogadores para equilibrar a equipa.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 16.05.2021 às 14:33

O grande pecado da defesa... pra mim era não inventar, Neto lado direito, Coates e Inácio no lado esquerdo....
Mas o maior problema foi o meio campo, Bragança e M. Nunes bastante mal.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 14:42

Pois mas se não tiverem um tampão à frente da defesa ficaria sempre complicado e começou aí os erros ou testes como quiserem chamar.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 16.05.2021 às 15:07

Exato, a falta do Palhinha foi mais que evidente, é uma situação que temos que melhorar.
Sem imagem de perfil

De MAV a 16.05.2021 às 08:34

Hoje discordo na nota do Adam merecia mais a última defesa já no fim com os pés tipo carrinho é formidável. Sofreu 4 mas o que se passou a frente podia ser pior.
Mateus Reis mostrou que a central não. Talvez no lugar de NM mas fiquei com dúvidas.
Bragança para já não tem aquela intensidade que devia ter para 6 vejo ali um 8 de categoria ou num sistema de 3 descaído para a esquerda.
O Julius esqueceu de mencionar o alemão do clube vermelho que fartou se de distribuir "fruta" penso que nem amarelo levou.
Ontem deu na minha opinião para perceber que,Pote mais recuado nos jogos mais fechados podia ser uma mais valia, e jogar com 2 PL com espaço para receber e fazer transporte de bola , têm mais dificuldades em receber no espaço.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 09:58

O Pedro Gonçalves é um 10 á antiga, não tão forte no um para um, mas fortíssimo na explosão e exploração dos espaços, ontem vimo-lo a jogar muito bem entre as linhas da defesa do Benfica, tem que participar sempre na construção, quando recua na procura das linhas de passe dos colegas cria imensas dificuldades ao adversário, com aquela posição de vagabundo que lhe é confiada pelo treinador.
O Weigl de facto levou o jogo todo a "distribuir", porque tinha as costas quentes para o fazer, o árbitro era o Tiago Martins por isso tinha via (verde).

O Daniel não tem estaleca para 6, porque jogar sem bola no meio dos matulões não é a sua praia, pode jogar aí sim perto dessa posição na entreajuda ao 6 para ganhar as segundas bolas. Ontem andou perdido foi um peixe fora de água.

O Adán teve nota positiva mas levou 4 golos em que não teve culpa mas que esperamos sempre mais nesse tipo de lances.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 16.05.2021 às 09:19

Caro amigo julius

Na 1ª parte, para além das alterações na equipa, foi evidente a quebra dos níveis de concentração, intensidade e agressividade. Na 2ª parte com a conversa no balneário e com Palhinha e J. Mário em campo foi evidente a diferença.

Rúben Amorim procurou tirar ilações num jogo verdadeiramente a doer. E creio que tirou essas ilações que serão muito úteis na preparação da equipa para a próxima época. Entre elas, a importância de Palhinha, J. Mário, Feddal e Porro na dinâmica defensiva e ofensiva.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 10:19

Amigo Leão Zargo,

As festas do título deixaram umas já esperadas consequências na equipa para o jogo de ontem, um dos elementos bases é a união, a entreajuda e a máxima concentração de todos, com tantas mexidas a equipa ficou confundida e perdeu o seu principal ADN na primeira parte, diria que estava condenada a falhar, se sofreu 3 golos com relativa facilidade é porque algo não estava bem.

A diferença foi instantanea quando o treinador resolveu montar de novo a equipa como deve ser.
Mas se corremos atrás do prejuizo e quase conseguiamos a recuperação faço notar que tanto Porro e Fedal constinuavam ausentes, prova que se podia ter dado um outro equilibrio à equipa desde o início do jogo, testar sim, mas não se pode mexer tanto.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 16.05.2021 às 09:31

Bom dia Julius,

Algumas vezes as derrotas fazem bem, neste caso acho que ontem não fomos humildes, não quero parecer mau, mas parecia que o Amorim fez de propósito tanto para avisar a equipa como o presidente de que só este plantel não chega para atacar o próximo ano.

Mateus Reis foi uma nulidade, mas pior que isso, parece-me que é um lateral defensivo, não dá qualquer estabilidade ao eixo central.

O meio campo na 1a parte foi muito fraco, o que vem elevar a necessidade do Palhinha, na minha opinião dos jogadores mais importantes no Sporting.

No ataque mais um jogo de pouca acção do Paulinho, acho que se exige mais poder de finalização.

Destaco pela positiva o Pedro Gonçalves, que grande jogo do transmontano!

SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 10:29

Amigo Schmeichel,

Ninguém gosta de perder, muito menos estes jogos com o Benfica, não me parece uma boa escolha para passar mensagens, estes jogos mexem sempre muito com os adeptos principalmente quando a equipa até demonstra que tinha argumentos para ganhar o jogo. Um treinador que consegue convencer uma Direção a dar toda aquela massa pelo Paulinho não necessita de passar mensagens a ninguém, mas talvez a ele próprio. Creio que foi ele próprio a querer analisar e testar limites da equipa e deve ter ficado elucidado.

O Matheus Nunes não pode jogar ali com tantos cuidados defensivos, ele não tem cultura quando sem bola, de perceber as movimentaçôes atacantes de adversários de alto gabarito e começou aí o descalabro, depois com a moleza com que o Daniel se atirou ao jogo mais a incompetência do Reis ajudaram o resto.
Pareciam uma garrafa cheia sem rolha e virada ao contrário .
Sem imagem de perfil

De José Silva a 16.05.2021 às 11:23

Antes do jogo ao ouvir Amorim, percebi logo a sua ideia. Na minha opinião era testar outras alternativas num jogo que seria sempre difícil para ver com o que podia contar para atacar a próxima época. E tenho a certeza que tirou as suas ilações de uma forma positiva. Sei que custa perder ainda por cima contra o Benfica, mas é melhor agora com o TÍTULO no bolso, do que noutras circunstâncias em que porventura precisássemos do jogo.Amorim está a fazer um trabalho fantástico e até já nos habituou quase só a ganhar.e quando aparece uma derrota, mesmo sendo a 1ª ao fim de 32 jornadas..!, até parece que já não ficamos bem, como se tivésse-mos um plantel como o ..CITy...! Estou otimista para a próxima época, mesmo sabendo que vai ser bastante mais exigente e é óbvio, que teremos que ir ao mercado fazer 4 ou 5 aquisições para reforçar a equipa para as posições que mais necessitamos, Bom Domingo para todos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 12:52

Boa tarde caro amigo José Silva,

Esta derrota não belisca minimamente a temporada fantástica que a equipa realizou, houve excessos compreensíveis nos festejos que lhe retiraram algum foco, afinal os objectivos foram conseguidos é normal acontecer uma descompressão geral.

Aconteceu com o Benfica mas poderia ter aocntecido com outro adversário que ontem enfrentasse. O que saltou à vista foram as mexidas que não resultaram e quem se queimou foi o Matheus Reis. Agora é hora de começar a trabalhar a prçoxima época que será bem mais dura e complicada porque os adversários ficaram todos bem avisados e o treinador saberá o que necessita.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 16.05.2021 às 11:27

Bom dia caro amigo Julius,

Chegou o momento que não desejava e que as notas do Julius, quase como um talismã, "adiaram". Comentar uma derrota do Sporting.

Não vale a pena insistir mais. As escolhas iniciais condicionaram o jogo e o resultado. Mas ficou um amargo de boca, e até alguma frustração. Somos campeões, que é o mais importante, mas não havia necessidade de termos oferecido o jogo e perder a oportunidade de terminarmos o campeonato invictos.
Mas como ontem já escrevi, o Rúben Amorim é assim e creio que num futuro próximo não vai alterar esta sua forma de testar jogadores. Ele não tentou passar qualquer mensagem à direcção. Simplesmente quis testar, neste contexto competitivo, alguns jogadores, assumindo os riscos.
Obviamente ele muito cedo verificou o resultado e as consequências dos seus testes e, na minha opinião, só não alterou a equipa a meio da primeira parte para não "queimar" mais os jogadores.

Em relação ao jogo, constatamos mais uma vez que o Pote é um craque. Não daqueles de, ao estilo Maradona, fintar meia equipa adversária e marcar golo, mas sim na forma como joga nos espaços e nas linhas adversárias, como se desmarca, como lê o jogo, na facilidade de remate, no sentido de oportunidade... Como o Julius disse está a conseguir ter regularidade o que o vai tornar num jogador fantástico, especialmente pelas características do futebol actual.
Outro aspecto revelado pelo jogo de ontem foi a importância do Palhinha. Sem ele em campo a equipa é outra, para muito pior. Preocupa-me não existir no plantel alguém que o possa substituir (em qualquer eventualidade) com um mínimo de garantia. É um ponto a ter em atenção na constituição do plantel da próxima época.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 13:11

Boa tarde caro amigo Leão do Norte,
de facto é a primeira vez que comentamos neste espaço das notas uma derrota do Sporting, desta fantástica equipa que se sagrou campeã nacional com todo o mérito.
Algum dia teria que acontecer, não gostamos que tenha sido com o rival, ainda para mais desse baboso do mestre da táctica, mas a forma como o treinador abordou o jogo na primeira parte tinha tudo para correr mal.
Creio que os testes não revelaram surpresa alguma, simplesmente confirmaram o que já todos sabiamos, o plantel não tem substitutos à altura para certas posições, para certos titulares que passaram apartir de ontem a ser titularíssimos.

Existe uma margem de crescimento? Sem duvida, mas por si só nunca será suficiente, existe algo mais áparte dessa lacuna da inexperiência, existe também falta de qualidade, de capacidade de alguns jogadores fazerem com competência determinadas funções.

A única questão que me parece de real importancia o treinador Rúben Amorim questionar a Direção (o presidente Drº Varandas e o Hugo Viana) é que tipo de equipa, de plantel vão querer na próxima época, se para continuar só para consumo interno como o actual ou para valorizar, para poder responder melhor na Liga dos Campeões. Porque na próxima época havendo mais jogos para disputar obriga a outro tipo de gestão do plantel e não pode existir um fosso tão grande na qualidade nas opções.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 16.05.2021 às 15:55

Julius, além de tudo irritou-me perder assim um jogo para o "baboso mestre da táctica", que estava desesperado para ganhar este jogo e continuar com a conversa fiada das desculpas covid.
O jogo "caiu-lhe no colo" na primeira parte e na segunda parte, após o segundo golo do Sporting, vimos, em todas as suas expressões, o medo que tinha. Bem agradeceu o final do jogo pois não lhe cabia um feijãozinho!
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 20:41

Agora não à nada a fazer, toda a estrutura do futebol do Sporting aprendeu a lição e no futuro farão outro tipo de abordagem a jogos como este perante as circunstâncias de irem lá já como campeão.
Sem imagem de perfil

De Rui Câmara Pina a 16.05.2021 às 11:27

A experiência não correu bem e foi um alerta para a próxima época. Para além das necessidades faladas (Laterais que sejam alternativas, outro Médio defensivo, Médio desequilibrador, Ponta lança) é urgente um outro bom CENTRAL. Ninguém garante que Coates repita o nível desta época, Neto está no fim, Quaresma afinal não explodiu....
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 13:18

Boa tarde caro amigo,

Acabou a velha época com muito sucesso e já se pensa na época nova, o treinador e a Direção têm que dar início ao plano seguinte que é a composição do próximo plantel, como o treinador ja demonstrou que a sua principal preocupação é ter uma defesa de betão estará concerteza já atrabalhar esse setor, de facto o Neto está no fim, assim como o João Pereira, o Antunes e o Matheus Reis não passou nos testes. Quaresma mostrou-se muito verde ainda, à muito trabalho a fazer.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 16.05.2021 às 14:58

Quaresma para mim precisa de ser emprestado, tem qualidade mas sem jogar e tapado pelos outros centrais torna-se complicado.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 16.05.2021 às 15:48

O próximo ano para ele é decisivo.
Não pode passar mais um ano sem jogar. Para a sua idade e com o potencial que lhe é reconhecido, nova "paragem" poderá comprometer seriamente a sua evolução e a possibilidade de atingir um nível competitivo exigido para uma equipa com o nível do Sporting.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 16.05.2021 às 17:10

Exato caro Leão do Norte, por isso penso que o empréstimo será uma boa solução, qualidade tem mas precisa de jogar mais.
Sem imagem de perfil

De Zé Manel a 16.05.2021 às 12:51

Com Porro e Feddal de fora, penso que o R. Amorim não devia ter mudado todo o miolo. São demasiadas mudanças para um jogo tão importante. Sim, um dérbi é sempre importante. Quando vi o 3-0 ainda na primeira parte temi o pior. Quer queiramos quer não, estes momentos também ficam para a história, como o 7-1 que lhes demos ou o 6-3 que sofremos. Tanto o Matheus Nunes como o Bragança ainda não têm a estaleca para lidar com um meio campo como o do benfica. O mesmo se teria passado se fosse o meio campo do porto, ou pior. Valeu pela recuperação, teria sido fabuloso se conseguíssemos o empate. Foi um descer à terra, agora é preparar bem a próxima época. Espero que o João Mário possa continuar no Sporting e que o Palhinha não saia.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 16.05.2021 às 13:31

Boa tarde amigo Zé Manel,

Com pouco mais de 30 minutos de jogo e já com 3 golos sofridos qualquer adepto pensa o pior, os erros ficaram muito cêdo detetados e foi com sofrimento que esperavamos a hora do intervalo, para que o treinador recompusesse a equipa que apareceu bem diferente no segundo tempo, não fosse a azelhice do Matheus Nunes naquele brinde oferecido de bandeja logo aos 4' da 2ª parte e ficamos convencidos que conseguiriam recuperar pelo menos até ao empate.
Tería sido fabuloso de facto termos conseguido o empate, o que seria uma tremenda humilhação para o mestre da tática.

A época termina 4ª feira em Alvalade e com publico, imagino que a equipa estará disposta a brindá-los com uma boa exibição e com golos do Pedro Gonçalves que lhe permitam ganhar o título de melhor marcador.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo