Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




2019-07-30.png

O novo modelo do pontapé de baliza surgiu ontem em debate, com grande confusão à mistura, e eu prontifiquei-me para tentar esclarecer a questão. Para o efeito, fui directamente ao manual publicado pelo International Board (IFAB), o organismo que autorizou e implementou as novas regras agora em vigor. Não sei se consegui o que pretendia, mas adianto aqui a explicação possível.

Tradicionalmente, e há mais anos do que a minha memória regista, a bola só estava em jogo num pontapé de baliza depois de sair da área e ser tocada por um segundo jogador.

Uma outra regra que surgiu em anos mais recentes, determina que a bola só pode ser atrasada para as mãos do guarda-redes com qualquer parte do corpo, salvo os pés.

Por implementação do IFAB, efectivo dia 1 de Julho de 2019, não é obrigatório a bola sair da área num pontapé de baliza e está em jogo assim que for pontapeada. A colocação dos jogadores da equipa que efectua o pontapé de baliza, é inteiramente ao critério dessa equipa, contudo, adversários terão que se colocar fora da área até a bola ser pontapeada.

Um cenário excepcional: se o pontapé de baliza for efectuado com muita rapidez, sem os jogadores adversários terem tempo de sair da área, eles não poderão impedir a execução do pontapé de baliza mas poderão interceptar a bola.

No caso de um jogador adversário que está dentro da área quando o pontapé de baliza é executado, ou entrar na área antes da sua execução, tentar impedir o pontapé de baliza ou tocar na bola, o pontapé de baliza é repetido.

O IFAB não dá qualquer outro esclarecimento sobre esta regra, pelo menos nada encontrei no manual oficial. Também não vi qualquer referência a proibir o atraso da bola para as mãos do guarda-redes com a cabeça ou qualquer outra parte do corpo, salvo os pés, depois de este executar o pontapé de baliza.

Se de facto houve recém-decisões de árbitros a contrariar estas explicações das novas regras, só o IFAB poderá esclarecer. É possível que os árbitros tenham recebido instruções diferentes dos organismos que os supervisam.

Nota: Fica a ideia que a intenção desta nova regra é de impedir jogadores de "queimarem" tempo com pontapés de baliza incorrectamente executados (sem a bola e/ou o jogador sair da área).

publicado às 04:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Dk Nepo a 31.07.2019 às 21:56

Eu fiquei esclarecido, mas noutros comentários pareceu-me que nem todos o entenderam. Apenas pretendi dar o meu contributo uma vez que tendo sido Árbitro durante 14 épocas e como tal é um tema que me interessa.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo