Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

A0P5KM22.jpg

 

O G15, movimento de clubes da I Liga que não inclui FC Porto, Sporting e Benfica, apresentou esta quarta-feira oito propostas para a evolução do futebol português, na reunião que decorreu em Vila do Conde.

 

Após a reunião inicial a 21 de Novembro, no Porto, para troca e discussão de ideias, este segundo encontro elencou oito pontos que serão apresentados à direcção da Liga de Clubes. Ao organismo, o G15 irá ainda propor a realização de uma Assembleia Geral de carácter extraordinário até ao fim do ano civil.

 

Do vídeo-árbitro às alterações das regras dos sorteios, pagamentos de taxas televisivas e regimes de empréstimos de jogadores constam na lista, a saber:

 

  1. Reestruturação do modelo de governação da Liga;
  2. Novo regime de cedências temporárias de jogadores entre clubes da Primeira Liga;
  3. Alteração ao critério de pagamento da taxa de transmissão televisiva, com isenção dos clubes da Segunda Liga;
  4. Alteração às regras do sorteio condicionado do calendário de jogos;
  5. Uniformização do número de câmaras de tv para efeitos de VAR;
  6. Criação de um fundo de solidariedade para os clubes que descem à Segunda Liga
  7. Proposta de revisão de quadro de infrações a Dirigentes e Agentes Desportivos, tendo os clubes reunidos acordado um pacto de não-agressão entre si e convidando os restantes clubes a adotar a mesma conduta;
  8. Elaboração de recomendação à Federação Portuguesa de Futebol e Liga, relativamente ao VAR e sua funcionalidade.

 

Além das propostas, os clubes presentes concordam em aproximar o diálogo aos clubes da II Liga, para perceber as necessidades e preocupações dos emblemas do segundo escalão. Tal como no encontro inicial, não estiveram presentes quatro dos 15 clubes: Moreirense, V. Guimarães, Portimonense e V. Setúbal.

 

publicado às 03:31

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Bento Jesus Carvalho a 30.11.2017 às 10:41

Tudo conversa para inglês ver.
As duas únicas coisas que poderiam tornar o futebol português mais competitivos, seriam as seguintes:
a) distribuição mais justa e equitativa dos direitos televisivos;
b) arbitragem justa e imparcial para todos.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.11.2017 às 12:18

No que diz respeito aos direitos televisivos, há muito que alguns de nós argumentamos que se devia implementar um sistema parecido com o da Premier League, apenas com alguns ajustamentos adequados à realidade do futebol português.

É quase missão impossível, porque os clubes, nomeadamente os três "grandes", nunca se juntam para deliberar a evolução do todo, apenas e tão só o que está à frente do nariz, por interesse próprio.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo