Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Assim não!

Ricardo Leão, em 26.05.14
 

 

«O Eric Dier tem contrato até junho de 2016 e até ao momento não houve contactos nenhuns para a renovação de contrato. O que não me surpreende», começou por referir. 

«Na minha opinião, e quero deixar bem claro que é a minha opinião, não é a opinião do Eric porque ele fala pela boca dele, mas na minha opinião o Sporting tem pouca fé no meu filho.» 

 

«O Eric jogou com o FC Porto, fez um excelente jogo, foi elogiado por toda a gente e no jogo seguinte saiu da equipa. Sempre que ele foi titular, o Sporting nunca perdeu. A única exceção foi no jogo com o Benfica, mas esse jogo não serve de exemplo», refere Jeremy Dier. 

«O Eric jogou no meio campo, numa posição que não é a dele e as pessoas esperavam que ele fizesse o mesmo do William Carvalho. Não é justo fazer essa comparação porque o Eric Dier tem pouquíssimos jogos no meio campo. A posição dele é no centro da defesa.» 

 

Jeremy Dier acrescenta de resto que lamenta muito que o Sporting não aposte no filho. 

«É realmente uma pena e lamento muito que seja assim, porque o meu sonho era ver o Eric Dier afirmar-se na equipa principal do Sporting. Foi o clube onde cresceu e do qual gosta muito.» 

 

Jeremy Dier, pai de Eric Dier, aqui

 

publicado às 22:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De L a 27.05.2014 às 00:07


Quando esta direcção entrou a dúvida nunca foi se tínhamos centrais para a próxima década mas por quanto tempo. E o mais engraçado é que na tal entrevista do mês passado que não param de citar e onde é suposto o pai ter exigido a titularidade quando mais não fez que limitar-se a pedir mais oportunidades e já em desespero de causa - como qualquer adepto, eu pelo menos faço o mesmo - disse precisamente o mesmo, sem proposta para renovar nem sequer percebia grande interesse para o futuro, o que como é óbvio passou despercebido como convém.

Para além dos novos mercados de futebol que o Inácio vai dar a conhecer ao mundo, ainda fomos a Guimarães contratar o Paulo Oliveira, com 22 anos e com deficiências que nunca mais acabam no jogo aéreo, não sai a jogar, enfim não chega a valer metade do Dier, muito mais novo. Onde vêem unicamente mais algum encaixe que chegue proveniente da montra dos sub 21 ingleses. Ou amanhã segue mais uma minuta daquelas que prevêem 5 ou 6 anos, 5 ou 6 caramelos e uma cláusula de 45M.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds