Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Assim não, Jesus !

Leão Zargo, em 22.10.16

 

Jorge Jesus.jpg

 

Quando se avalia o desempenho de Jorge Jesus no Sporting é inevitável que se recorde o seu salário. É um dos dez ou quinze treinadores melhor pagos no Mundo. Foi contratado com um vencimento assim porque consideraram-no (e ele considera-se) um técnico muito especial com elevadíssimo grau de sucesso competitivo. E porque com ele os jogadores rendem muito mais. Afinal, Jesus é o Mestre da Táctica.

 

Esta é uma ideia que pode corresponder à realidade, mas não se está a verificar no Sporting nesta época. As saídas de João Mário e de Slimani e a lesão de Adrien revelam um treinador com dificuldades para acertar as agulhas no campo. Entretanto, o tempo vai passando e os jogadores que entraram neste defeso parecem corpos estranhos na equipa. Quando se observa Campbel, Markovic, André, Alan Ruiz e Elias fica-se com a ideia de que não percebem o que Jesus pretende deles. O problema de Petrovic é de outra dimensão, Castaignos e Meli continuam desaparecidos e apenas Douglas terá entrada certa nos próximos tempos. Dos restantes, Bas Dost parece integrado, Spalvis está lesionado e Beto constitui um caso à parte.

 

Sempre que o nome de Jorge Jesus surge associado a jogadores da Academia há muitos sportinguistas que receiam pela visão e opções do técnico. Com ele apenas Gelson Martins e Rúben Semedo, por razões naturalmente diferentes, conseguiram furar a malha. Carlos Mané foi para a Alemanha e Matheus Pereira continua na equipa B. Palhinha, Francisco e André Geraldes, Iuri, Podence e Wallyson continuam a ganhar tempo de jogo emprestados a outros clubes porque nunca teriam em Alvalade. Por um lado, isso é bom pois voltarão mais fortes. Mas, por outro lado, como alguns deles são jogadores de grande cultura táctica e de conhecimento dos processos de jogo, questiona-se se não seriam muito úteis no Sporting, nomeadamente quando as estrelas que foram contratadas não se integram nas ideias e nos propósitos do treinador.

 

Começa a tornar-se cansativo ouvir Jorge Jesus a justificar os maus resultados. No caso do Sporting-Borussia Dortmund foi deprimente. Creio que nem ele acredita quando se justificou com a fraca experiência europeia dos jogadores do Sporting, em comparação com os alemães. Foi um sinal de desnorte, pois há muito tempo que não tínhamos uma equipa com um percurso competitivo como o desta. As expulsões do banco que ele tem sofrido também são um mau indicador.

 

A capacidade de trabalho e a exigência profissional de Jorge Jesus são sobejamente conhecidas. É urgente que ele as aplique com proveito ao futebol do Sporting.

 

publicado às 12:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis a 22.10.2016 às 21:11

Já estou farto. Não vão contar mais comigo para pagar o ordenado desta anedota de treinador !
Sem imagem de perfil

De Adverso a 22.10.2016 às 22:09

Há várias falhas, a meu ver, a apontar no Sporting, que envolve toda a estrutura. O planeamento efectuado pelo treinador, parece-me exceder ao que neste momento o que o Sporting pode suportar, não pelas questões financeiras, pois isso afecta todos os clubes nacionais, mas, por um panorama geral.
Não esqueçamos que apesar da brilhante época que o SCP fez a nível nacional, não foi uma lufada de ar fresco para a equipa técnica e para o plantel. Não perderam o campeonato indignamente, mas, estou certo que afectou psicologicamente toda a equipa, tecnicos e jogadores. Agora, reflecte-se nesta época o desgaste emocional e a pressão pelos resultados que deveriam ter surgido e não surgiram.
Sei que Jorge Jesus é um grande técnico, mas, acho que é uma contratação descaracterizada para o que o SCP precisa neste momento. Também não há que deitar culpa na presidência, pois, qualquer presidente, tendo a possibilidade de contratar um treinador campeão, contrataria. talvez o grande pecado foi ter se olhado mais para o passado de vitórias do SPC do que para a realidade do clube.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.10.2016 às 22:13

Aborda uma temática que dá pano para mangas e hoje talvez não seja a melhor altura para o fazer.

Há muito que sou crítico desta Direcção e nunca concordei com a contratação de Jorge Jesus. Mais do que o custo, preocupa-me, desde o primeiro dia, o escopo de autoridade que lhe foi concedido.

Ainda voltaremos a debater esta questão.
Sem imagem de perfil

De Luis a 22.10.2016 às 23:37

O JJ quer ganhar á força e como foi dito aqui e muito bem é um treinador de valor que entende muito de futebol mas não para um clube como o Sporting . Para ele só o que vem de fora é que é bom podem ter 18 ou 40 anos os jogadores da formação nem vê-los , não consigo entender a politica de contratações deste ano especialmente no final do fecho do mercado , Markovic ,Campbel, Meli , Alan Ruiz, Elias e outros , não tirando o valor a estes jogadores que o têm , não posso aceitar as dispensas ( empréstimos ) de jogadores como : Wallyson , Palhinha , Iuri ; Podence o próprio Geraldes que foi para o Moreirense e digo ainda o Ryan que está encostado no Setubal . pela conversa do JJ precisavam de experiência , é verdade eu concordo mas como podem entender o sistema de jogo se não vão estar mais um ano no plantel é exatamente o que está a acontecer com os jogadores que chegaram . Com este treinador não vamos ver jogadores da formação a aparecer e o ano passado ele apostou em tantos Portugueses e da nossa formação porque não tinha outros e o resultado um campeonato com qualidade que não foi ganho por causa do colinho. Gosto do Rui Vitória pelo que tem feito mesmo com muitos consagrados não tem medo de colocar os míudos e aceitar os erros destes com JJ não há margem para errar alguns jogadores do plantel estão a jogar sobre brasas . Gostava de ganhar o campeonato este ano e no próximo ano que chegasse alguém com estas ideias de juntar alguns jogadores consagrados com experiência com os da formação , coloquem os olhos nos grandes clubes alemães com miudos de 18 anos a jogar .
Continuação do bom trabalho no Blog.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Silva a 23.10.2016 às 00:50

Está a passar-se esta época no vosso Clube o mesmo que se passou nas segunda e terceira épocas no meu,ou seja, entusiasmo na primeira e quase campeão no vosso caso( azar o Benfica ter feito o que fez,sorte para nós) mas depois vem os problemas. Bem analisado Zargo o momento actual do vosso Clube. Espero que não se ofenda com esta chalaça mas esperamos nós os Benfiquistas que o vosso Presimente e o JJ continuem por muitos anos convosco eheh.Saudações Benfiquistas
Sem imagem de perfil

De José Proença a 23.10.2016 às 09:20

Há efectivamente comentários do Sr Jorge Jesus, que me deixam estupefacto. Quando existe sucesso, o mérito é do treinador; quando existe insucesso o demérito é dos jogadores. Muito mau.

Esta contratação faz-me lembra a do Sr Sousa Cintra, quando dispensou o treinador Bobby Robsson, que estava classificado em 1º lugar do campeonato, e contratou Carlos Queirós, invocando ter este treinador grande experiência com as camadas jovens. Viu-se o resultado. E não me esqueço de um resultado em Alvalade, em que perdemos com o rival 3-6, devido a uma substituição efectuada, retirando o nosso defesa esquerdo, na altura Paulo Torrres, deixando o corredor aberto ao ataque do adversário, por onde o Vitor Paneira, entrava, como cão em vinha vindimada.
Quais os benefícios para o nosso clube em ambos os casos?
O Sr Jorge Jesus, com o seu comportamento, que o leva a ser expulso do banco, no que é recorrente, só tem prejudicado o SCP, clube do nosso coração.
Tem de se exigir mais a um treinador que aufere o vencimento que tem. Para fazer o trabalho que ele está a fazer, estou cá eu, que até o fazia de borla.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 23.10.2016 às 12:47

José Proença

De facto, tem de se exigir mais (muito mais) a Jorge Jesus. No fundo, tornou-se evidente que o quase unanimismo em torno de Jesus foi prejudicial para ele. Por estranho que pareça, isso aconteceu, permitindo-lhe uma corda livre que nunca teria com uma maior vigilância crítica.

Agora, há um problema sério que só se resolve… ganhando os jogos!
Sem imagem de perfil

De Alfredo a 23.10.2016 às 10:03

Deixem o excelente treinador Jorge Jesus ficar quietinho e muitos anos no SCP, assim sempre facilita a vida aos outros treinadores nomeadamente do SLB e FCP, ficam com menos um adversário no campeonato.
E olhem que eu nem percebo de futebol, apenas acompanho os resultados.
Mas escutou os comentários|
Sem imagem de perfil

De Luís Ferreira a 23.10.2016 às 13:06

Leão Zarco, na generalidade concordo com o seu comentário. Focou e bem as debilidades da equipa esta época. Eu que sou um adepto confesso do JJ penso que ele faz parte do problema e que terá que fazer muito pela parte da solução. Não quero afirmar que houve más escolhas nos reforços do plantel para esta época, até porque alguns dos que já cá estão e são titulares demonstram já estarem gastos. E assim sendo, não são jogadores para o SCP. Sem Slimani, João Mário e Adrien este Sporting fica muito pobrezinho. E para finalizar, começo a dar razão àqueles que afirmam que JJ só consegue bons resultados, tal como aconteceu no Boifica, quando tem à sua disposição muitos milhões para comprar uma carrada de jogadores para ir experimentando à vez aquele que pega melhor de início. E claro está: com muito ovo qualquer um faz grandes omeletas. Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 23.10.2016 às 15:26

Luís Ferreira,
tem razão, se JJ faz parte do problema tem de fazer parte da solução. Ainda estamos nessa fase e o contrário seria uma espiral terrível com um fim ainda desconhecido, um buraco sem fundo.

Um treinador com uma personalidade como a dele corre sempre o risco de ter dificuldades ao nível da empatia com os jogadores. Nós, os adeptos, dizemos que eles são profissionais e que têm é de jogar. Mas, por vezes não é assim.
Sem imagem de perfil

De Luís Ferreira a 23.10.2016 às 22:14

Caro Leão Zarco,

Só mais uma deixa para debate: Penso que a maioria dos sportinguistas têm que estar apreensivos e preocupados com o facto da equipa não ganhar depois de um jogo na Champions. A que é que isto se deve?!... Cansaço psicológico e/ou cansaço físico. Até podem ser as duas coisas, mas isso com JJ não devia sequer ser equacionado. E isto leva-nos à questão do reforço do plantel a contar com esta prova. E neste ponto JJ não está a ser competente porque os reforços ainda não acrescentaram mais valia. Se verificarmos o que aconteceu a época passada com a Liga Europa, podemos afirmar sem hesitações que o Sporting só deu luta até ao final do campeonato porque nessa competição deixou de fora em quase todos os jogos mais de metade dos titulares. E esta época isto começa a parecer uma dejà vu. Se no final da época voltarmos a não ser campeões ou nem sequer fazermos o segundo lugar. Penso que o BC vai passar um mau bocado.

Comentar post


Pág. 2/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo