Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Cícero denuncia Catilina%2c gravura de John Leech

 

Na década de 60 a.C., Cícero discursou as quatro Catilinárias perante o Senado de Roma. O discurso dirigiu-se a Lúcio Catilina, um aristocrata empobrecido que pretendia tomar o poder para voltar a enriquecer. Catilina era encarado com desconfiança pois ameaçava as instituições republicanas romanas.

 

No Sporting, tantos séculos decorridos, ressalvadas as inevitáveis diferenças de contexto, as Catilinárias permanecem bem actuais pela sua firmeza e acutilância:

 

“Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência? Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura? A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio? Nem a guarda do Palatino, nem a ronda nocturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens de bem, nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado, nem o olhar e o aspecto destes senadores, nada disto conseguiu perturbar-te? Não sentes que os teus planos estão à vista de todos? Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem? Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que deliberações foram as tuas? Oh tempos, oh costumes!”

 

Em Alvalade, há um “Catilina” desesperadamente agarrado ao poder e que por isso recorre a mil subterfúgios para se manter no mando…

 

Na imagem, Cícero denuncia Catilina, gravura de John Leech, 1850.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Alcibíades a 24.05.2018 às 13:03

Pois, e vá lá ver como acabou o Cícero! :o
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 24.05.2018 às 13:15

Pois, o Marco António... Mas, isso é outra história, faz parte do contexto histórico de Roma. O nosso "Catilina" é que interessa!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 24.05.2018 às 15:54

É verdade, caro Leão Zargo, o nosso "Catilina" está agarrado ao lugar que lhe deu poder e dinheiro. Quem prova o sabor da riqueza já não quer deixá-la. Nada, nem ninguém nem evidências o conseguem parar. E com a habitual demagogia irá, como no recente comunicado, apresentar argumentos e mais argumentos que se podem resumir a "eu ou o caos".
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 24.05.2018 às 16:00

Curiosamente, caro Nação Valente, é com a demagogia do "eu ou o caos" que a actual Direcção argumenta em sua defesa. No comunicado de hoje afirma-se que a própria reestruturação financeira pode ficar em risco. Afinal, não é grande a saúde das finanças do Clube!
Imagem de perfil

De Nicolae Santos a 24.05.2018 às 16:35

“Uma nação pode sobreviver aos idiotas e até aos gananciosos, mas não pode sobreviver à traição gerada dentro de si mesma. Um inimigo exterior não é tão perigoso, porque é conhecido e carrega suas bandeiras abertamente. Mas o traidor se move livremente dentro do governo, seus melífluos sussurros são ouvidos entre todos e ecoam no próprio vestíbulo do Estado. E esse traidor não parece ser um traidor; ele fala com familiaridade a suas vítimas, usa sua face e suas roupas e apela aos sentimentos que se alojam no coração de todas as pessoas. Ele arruína as raízes da sociedade; ele trabalha em segredo e oculto na noite para demolir as fundações da nação; ele infecta o corpo político a tal ponto que este sucumbe”

Gosto de pessoas com educação clássica. Um abraço Leão Zargo
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 24.05.2018 às 18:04

Muito a propósito, Nicolae Santos. Obrigado. "Ele arruína as raízes da sociedade (...)." Precisamente!

Um abraço sportinguista.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo