Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bas Dost e outras coisas...

Rui Gomes, em 23.08.19

img_192x192$2015_10_20_12_03_36_1006065_im_6366770

Não existem jogadores de futebol insubstituíveis, mas existem jogadores que os adeptos e os treinadores não gostam nem querem ver partir. Nalguns casos, detestam mesmo perdê-los: pelas suas qualidades para a sua função e, muitas vezes também, pela empatia que o futebolista granjeou junto das bancadas e do balneário. E é mais isso que ressalta da iminente transferência de Bas Dost para o Eintracht Frankfurt, mesmo que, importa acrescentar, no caso de Marcel Keizer, os recorrentes panegíricos ao avançado não pareçam bater muito certo com o arquétipo tático que o técnico holandês perfilhou para o desamparar mais do que para o servir.

Provavelmente este sentimento algo melancólico também perturba a administração do Sporting, especialmente o seu presidente, que testemunhou de perto a idoneidade de Bas Dost bem como a forma como ele se transformou, involuntariamente, no mártir principal da bárbara invasão a Alcochete. Mas, já se sabe, a gestão responsável de uma SAD não se pode compadecer com estas pieguices, mesmo estando em causa um craque a quem os adeptos cantarolavam a música "Thunderstruck", dos AC/DC. Até porque a cada vez mais provável continuidade de Bruno Fernandes (essa sim uma excecional perspetiva tanto para o técnico como para os adeptos) poderá inviabilizar o expediente mais descomplicado e óbvio de regular o orçamento. Isto só acontece, vale sempre a pena repisar, porque Bruno de Carvalho olhou para a discussão do título como se de uma corrida de 100 metros se tratasse, gastando (e muitas vezes mal) o que havia e também por conta do que só devia ser embolsado nos próximos anos.

E, à conta disso, quem administra agora o clube terá de encarar a corrida do campeonato como se de uma maratona se tratasse, o que implica outro de tipo de gestão da logística, da energia e até de paciência. Mas se é fácil entender a necessidade imperiosa de reduzir a folha salarial (as notícias dando conta que o Sporting irá recuperar um valor próximo dos 11 milhões de euros que, em 2016, pagou ao Wolfsburgo por Bas Dost acabam por relevar principalmente a poupança dos quase 12 milhões que o holandês iria receber pelos dois anos que ainda tinha de contrato), fica mais difícil aceitar a forma como o holandês foi sendo diariamente enxotado nos jornais e nas televisões, como se não fosse legítima a sua vontade de continuar com o ordenado gordo e numa liga tão ou mais proeminente. A comunicação do Sporting é muitas vezes acusada, sem razão, de falta de acutilância, mas o seu principal problema continua a ser a incapacidade de gerir os tempos e a forma como passa a mensagem. (...)".
 
Bruno Prata, jornal Record

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


55 comentários

Sem imagem de perfil

De Pacheco a 23.08.2019 às 12:33

O que não é legítimo é dizer que quer sair e depois dificultar a saída ao máximo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 13:05

E até já tem um acordo com o clube alemão. Ele está a deixar o caso ir para o lamaçal e depois de uma estada tão boa Sporting, acaba por sair pela porta pequena.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 23.08.2019 às 17:39

Sim, tinha melhor ideia dele enquanto ser humano antes deste caso. Se o problema é o milhão ao empresário, também podia ser o jogador a dar-lhos.

Do ponto de vista do Sporting, se calhar até acabava por dar o tal milhão mesmo que soubesse que a razão estava do meu lado, só pra acabar com o imbróglio até porque o clube precisa de receitas e de reduzir a despesa e como o Julius já disse, também não é bom pro balneário ter um jogador com um ordenado tão superior aos restantes. Mas isto sou eu que estou de fora e não tenho experiência na área dos negócios.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 17:43

Bem... compreendo o seu ponto, mas se de facto é esse o epicentro do imbróglio, e muito indica que é, estamos a falar de UM MILHÂO DE EUROS, e não de uma camisa nova.

Uma analogia algo exagerada, reconheço, mas creio que sublinha o ponto.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 23.08.2019 às 21:03

Desculpem meter-me na conversa mas no meu ponto de vista não está só em causa o valor mas sim princípios que o Sporting não poderá abdicar nunca, não se pode abrir uma caixa de pandora que pode ser um desastre para o futuro.

Se o Sporting sentir que tem razão nem que seja 10 euros , não tem que ser Santa casa de misericórdia para ninguem muito menos paras as sanguessugas dos empresários.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 22:41

Certíssimo Julius, mas nós comentamos às escuras por não sabermos os termos exactos do contrato de Bas Dost e/ou empresário.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 23.08.2019 às 23:54

Sim, talvez tenha razão Julius, Sousa Cintra exagerou e agora seja crucial ser mesmo firme neste caso pra não dar a ideia que é a casa da Joana. Enfim, como o Rui diz, comentar sem ter os dados todos em cima da mesa é difícil.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 22:48

P.S.: O balneário não preocupa muito, salvo possivelmente Bruno Fernandes que merece ser o jogador mais bem pago da equipa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 22:49

Este meu comentário é dirigido ao leitor Pacheco.
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 23.08.2019 às 13:27

A única coisa que aqui não se percebe é se o Sporting já sabia das pretenções do empresário em receber os 900k ou 1M que se fala.

Espero que se resolva rapidamente para se tratar da questão do substituto, porque já vamos para outra jornada sem alternativa a LP
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 14:08

Para além que, mais uma semana, o mercado fecha... É preciso saber-se com o que contar
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 14:52

Se o Sporting já sabia não é a questão!

Já se explicou isto, mas enfim...

A questão é sendo verdade que Sousa Cintra concordou dar esses tais 400/500 mil por cada ano de contrato de Bas Dost, se o empresário tem direito a receber os últimos dois anos uma vez que o jogador não os vai cumprir ao serviço do Sporting.

Isto exige análise por alguém de Direito especializado na matéria.
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 16:02

Vai sempre depender do que diga o contrato. Caso o contrato tenha estipulado que o valor ao agente é devido mesmo após transferência, não sei como possa o Sporting descalçar essa bota. Não quero acreditar que o Sousa Cintra tenha negociado algo deste género, visto que seria muito lesivo para o clube.

Porém, se nada disser quanto aos termos dessa obrigação, deve ser pago apenas se o jogador estiver ao serviço do clube. Terminando o vínculo do jogador ao clube, termina as obrigações do clube para com estes. Acho que é bastante linear.

Depende do contrato e esperar que o Sousa Cintra não tenha ido em cantigas do agente para apenas garantir um ganha pão de toda a maneira e feitio...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 16:20

Claro, é impossível dar um parecer concreto sem ver o contrato. Dito isto, já cheguei ao ponto de admitir a possibilidade que Sousa Cintra concordou com tudo e mais alguma coisa, embora, como diz o leitor, não faça o mínimo de sentido pagar ao empresário por anos de contrato que o jogador não vai cumprir no Sporting.
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 17:07

No entanto, fico um pouco a temer o pior, caro Rui.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 23.08.2019 às 17:41

Se calhar ficou ambíguo, por isso ou alguém cede ou só se resolve na barra dos tribunais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 17:47

É essa a dúvida neste momento, mas quero acreditar que a SAD assumiu uma posição legalmente correcta. Pelo menos, até se ver provas em contrário.

Não vejo, em princípio, a SAD recusar cumprir,se fosse uma cláusula contratual legalmente concisa.
Sem imagem de perfil

De Chakraindigo a 23.08.2019 às 19:42

Caro Rui Gomes,

Salvo melhor opinião, caso o contrato seja rescindido deixam de produzir efeito as suas cláusulas.

Por isso, o empresário (o jogador está isento de qualquer responsabilidade nesta questão), que deve estar bem salvaguardado quanto à produção de efeitos de uma eventual rescisão, não permite que esta aconteça sem ser compensado.

Dito de forma mais clara, a rescisão só produz efeitos, caso um dos intervenientes, neste caso o empresário do jogador, seja ressarcido de um montante contratualizado, e da qual o mesmo não quer abdicar, ou de cuja eventual proposta feita pelo Sporting o mesmo não considere ser suficiente.

Como diz um leitor mais acima, o jogador que lhe dê uma camisola que o assunto fica resolvido, ahahahahaahah - (brincadeira)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 20:09

Acho que numa transferência, o contrato em vigor é anulado para permitir o novo processo. Não sei bem se o termo correcto é "rescindido".

Mas seja qual for o termo, não vejo que uma possível comissão do empresário esteja anexada condicionalmente ao vínculo do jogador, uma vez que este deixa de existir.
Sem imagem de perfil

De Chakraindigo a 23.08.2019 às 21:00

Não é importante, mas o contrato é rescindido, de forma a poder ser celebrado um novo contrato.
Depois são executados os procedimentos administrativos para que a carta de desvinculação siga para a outra federação, via federação portuguesa de futebol.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 21:06

Meu caro,

Tratei ao longo dos anos de um número de transferências internacionais. Claro, nunca me preocupei com os detalhes da documentação, salvo numa ocasião, que tive problemas com o Marítimo, ainda nos tempos que as desvinculações eram oficializadas via telex.

No que diz respeito a Direito, estou mais em casa em inglês.
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 23.08.2019 às 21:40

Também não sei se legalmente o Sporting deve ou não pagar ao empresário, mas ele pode exigir e dificultar a transferência caso o Sporting não pague.

No tempo de Godinho Lopes pagava-se a jogadores para aceitar transferências para outros clubes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 21:53

O que é que acontece quando há rescisões por mútuo acordo?... Havendo valores, o clube paga ao jogador para ele sair.

Mas este caso é muito diferente, tratando-se de um empresário que, pelos vistos, quer $$$ para o seu cliente sair. Deve ser inédito, pelo menos nunca tal ouvi.
Sem imagem de perfil

De António Tavares a 23.08.2019 às 15:58

Se Sporting não fosse tão anti-Benfica, se nós tivessemos aquela relação que o Sporting tem com o Porto. Benfica está em condições para pagar 15M para o Dost, reforcariamos a equipa para Liga dos Campeões. E o Sporting ficava com 25% de mais valia. Facilmente, Dost sairia por 30M. Benfica ganhava 10M e Sporting outros 5M.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 16:11

Creio que já é a segunda vez que o caro vem com disparate semelhante!

Acho melhor ir desfrutar da praia...
Sem imagem de perfil

De António Tavares a 23.08.2019 às 16:40

Caro Rui Gomes, é disparate só por que é o Benfica. Ou é disparate por ser um negócio nunca feito.

Faço lembrar que o Sporting já fez negócio deste com o Porto, por mais do que uma vez.

Para o Rui é preferível o Sporting perder milhões, por ser milhões do Benfica.
Sem imagem de perfil

De Chakraindigo a 23.08.2019 às 19:46

Caro Antonio Tavares,

Não obstante o Bas Dost ser um grande finalizador, o mesmo não tem lugar no Benfica.

Não encaixa na politica desportiva do clube, nem nos sistemas de jogo que o Benfica utiliza.

Ademais, o que fazíamos ao Vinicius?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 20:11

Como se esqueceu de acrescentar o emoji ao seu comentário, aqui vai...
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 23.08.2019 às 21:11

~Se tivesse um pouco mais de respeito nao fazia esse comentário mas já nos habitou á sua constante hipocrisia em muitos dos seus comentários mas a mim jamais enganará.
Sem imagem de perfil

De Pacheco a 23.08.2019 às 23:44

Tendo a concordar consigo Chakra, mas se viesse a custo zero e por um ordenado normal pra mim até era bem vindo. Sinceramente não sei dizer se tirava o lugar ao Seferovic ou não, e o Vinicius também me parece uma opção bastante válida. O RDT é muito fraco na minha opinião (o Chiquinho já devia ser titular), pelo que também não o incluo nas contas pra posição de ponta de lança.

Em suma, não temos necessidade, mas para atacar a Liga dos Campeões, necessitávamos de um PL top, se fosse o Slimani dos velhos tempos... Sefero não é suficientemente bom, e ao contrário do que muitos dizem, acho que a eficácia do Benfica é baixa, na Champions muitas vezes só se tem 2 ou 3 oportunidades pra fazer golo.

Peço desculpa pelo offtopic, caro Rui.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 23.08.2019 às 21:06

É mais que um disparate é gozo e falta de respeito que nao lhe admitimos.
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 16:04

Uma hipótese, e se Bas não sair porque, entretanto, o acordo com o Eintracht cai por terra. Continuaremos a jogar como temos até ao momento, com Bas desenquadrado da tática, ou voltaremos a moldar os jogos para a sua presença?
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 16:17

Se ele não sair depois de tudo o que consta, não estou a ver uma situação muito agradável.

Vejo muitos comentários a indicar que o sistema de jogo não rentabiliza Bas Dost. Sinto alguma dificuldade em compreender a tese. O Sporting joga fundamentalmente em 4x3x3 ou o variável 4x2x1x3, com dois extremos. Obviamente qye parte da missão dos alas é de efectuar cruzamentos para a área, assim como os laterais (actualmente muito deficientes). Com Bruno Fernandes no miolo, é inevitável e até desejado que haja jogo pelo corredor central.

Ao fim e ao cabo, o problema é o sistema de jogo ou o jogador?
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 17:11

Como indica, realmente, o tática dá para enquadrar Bas, mas o jogo tem passado por os extremos entrarem pelo meio, sendo que os centros cada vez têm sido mais raros. De vez em quando, lá se tenta um sem sucesso. Será mesmo de Bas, que já decidiu querer sair seja de que forma for? Triste sina, esta do Sporting, não consegue encontrar equilíbrio e paz interna para atacar um campeonato em condições.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 17:18

O que precipita menos cruzamentos é os extremos alinharem na ala contrária ao seu pé natural. Issi faz com que entrem em diagonal na área em vez de ir à linha. Vê-se isto muito no Raphinha. Mas, mesmo assim, há cruzamentos.

Uma coisa é o sistema de jogo, outra é qualidade de execução dos jogadores.

Estamos a falar apenas em 2 jogos, por amor de Deus, mas se de facto Bas Dost não está a ser servido, vejo o problema mais na execução e menos no sistema de jogo.

Como já referi, não compreendo a insistência nesta questão. Uma coisa não se tem visto: a mesma intensidade de entrega ao jogo da parte de Bas Dost. Acha mesmo que se ele se sentisse mal utilizado, sendo já da casa e holandês, com um treinador também holandês, o problema não era conversado e resolvido?

Eu acho que sim!
Sem imagem de perfil

De RASR a 23.08.2019 às 18:01

Concordo consigo, sim. Ele até tem feito passes para os companheiros quando está de frente para a baliza e pode matar, redundando a jogada em nada. Era preciso voltar a ter o instinto de matador dele do início, quando chegou. Faz muita falta a este plantel isso...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 21:35

Como já referi e sem quaisquer insinuações, algo o afecta muito além do que ocorre dentro das quatro linhas. Muito por isto, não duvido que ele tenha pedido à SAD para ser transferido, depois de primeiro desabafar com o treinador, que, muito bem, nada diz.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 23.08.2019 às 21:16

Rui é deixá-los falar , nao sabem!!!

O Bas de momento que esteja com a moral em cima e os seus fantasmas (problemas pessoais) resolvidos será útil em qualquer sistema.

Agora se anda em depressão eu pergunto, nesse estado funciona algum sistema?

As pessoas deviam reflectir primeiro serem conscientes com o estado pessoal do atleta e perceberem que nao é um robot , é um ser humano.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 21:36

É isso mesmo, mas o adepto comum quer é ver a bola rolar e entrar na baliza adversária.
Sem imagem de perfil

De Ghost a 23.08.2019 às 16:40

Não percebo a necessidade de estar sempre a puxar o assunto BdC à baila mesmo quando não foi ele quem renegociou os contratos de BD e BF. Se não há dinheiro agora, também o saberiam há um ano atrás quando tomaram posse, e isso não inviabilizou ter-se poupado e gasto em contratações em janeiro e recentemente.
BD não sai agora por causa de BdC, saiu por causa dele no ano passado mas depois regressou.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 16:58

E qual é o seu ponto?

Já foi referido, e explicado, não sei se por si ou por outros, que uma coisa é o financiamento de contratações, outra muito diferente é a folha salarial.

Além do mais, até parece que quando já se tem conhecimento de um qualquer problema, esse problema deixa de ser questão.
Sem imagem de perfil

De Ghost a 23.08.2019 às 17:18

O meu ponto é que simplesmente há um assunto a resolver que diz respeito somente ao SCP, ao BD, ao seu empresário e ao Frankfurt e este jornalista faz um artigo onde chama BdC e até MK à baila, sem terem nada a ver com isso nem serem relevantes para a noticia. Apenas aproveita para mandar uma facadita em cada um como quem não quer a coisa. Escusado e ridiculo!

Também acho estranho esta questão muito badalada da "poupança em salários".

Se BD não saisse nós iriamos ter um investimento de 12M por 2 anos por um jogador que, em forma, é capaz de marcar uma média de 30 golos por época.
O valor do seu passe não conta pois já cá está e no final admitimos que terminava carreira e não ganhávamos nada com ele ou se vendia para a MLS por uns trocos. Portanto 12M pela possibilidade de 60 golos.

Vendendo o BD apenas encaixamos 10M no imediato mas perdemos um activo (não se pode falar só de poupar salários sem esquecer que baixamos o valor do património (activos) da SAD).
Com esses 10M teriamos de conseguir contratar um jogador para o mesmo lugar. Portanto alguém que prometesse os tais 60 golos em 2 anos. Ora, um jogador destes não se compra por 3 ou 4M nem terá um salário de 1M por época. Somando custo de aquisição mais salário das duas épocas ficaria sempre mais caro que a manutenção de BD.
A alternativa seria contratar um jogador mais barato, com salário baixo de modo a efectivamente poupar dinheiro, mas um jogador nessas condições não terá o mesmo rendimento desportivo certamente.


SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 17:31

Gosto de Bas Dost, mas não acredito que ele mantenha a capacidade para marcar 30 ou mais golos por época.

O evento de Alcochete marcou-o mais do que inicialmente se pensou e é de admitir que algo mais se passa com ele. Não vejo a mesma intensidade de entrega ao jogo como se via, e não venham com a treta de conversa que é o sistema de jogo.

Essas contas todas que faz é muito bonito, visto da bancada. Quem tem de assumir a responsabilidade terá, decerto, uma outra perspectiva.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 23.08.2019 às 19:16

Confesso que não percebo a insistência na tese do “relevar a poupança dos 12 M que o holandês iria receber nos dois anos que faltam do contrato” e não relevar no mesmo raciocínio (se é que o fazem ou se não o fazem pergunta-se porquê ..) os milhões que se pagarão pela comissão de venda do holandês e ainda os que desconhecemos ainda irá ganhar o substituto de Bas Dost em prémios de assinatura, ordenados do ano em curso e vincendos..
Lá se vai a poupança, pronto, a menos que o Sporting pense em não contratar nenhum PL, por estar muito feliz em deixar sair o holandês e ficar só com os que lá temos e não marcam golos. Se for essa a estratégia e a decisão, então está tudo certo e na há nada a relevar, apenas a classificação na tabela a resvalar..
Aguardemos serenamente. Ainda temos mais uma semana completa e episódios contínuos de telenovela sobre entradas e saídas no futebol do Sporting. Até parece que vamos contratar um gato, ou um animal qualquer assim que dá pelo pet name de “kikas”., mas que vira (viria) substituir o Bas Dost. O arranjo era assim: o Bas Dost saia agora e o Kikas entrava...no futuro.
E a culpa destas estupidezes todas repetidas até ao enjoo claro que é inteira da comunicação do Sporting e do presidente do Sporting..
E depois esta gente tem toda emprego e bem pago. Porreiro, pá!

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 20:03

Mas que " milhões que se pagarão pela comissão de venda do holandês" ??????
Sem imagem de perfil

De João Gil a 23.08.2019 às 23:43

Ninguém ignora que quem vende é que paga a comissão de venda ao empresário, não é quem compra. E no caso de Bas Dost, não deverá ser tão-pouco assim, a julgar pelo prémio que o Sporting alegadamente paga anualmente ao empresário neste ultimo contrato do jogador, até 2022. O que quero significar é que as poupanças que meio mundo acha que o Sporting fará com a venda de Bas Dost têm de ser pesadas contra os gastos a fazer com um novo jogador para a mesma posição, e esses custos são normalmente a compra dos direitos desportivos, prémios de assinatura e os ordenados a pagar durante a vigência do contrato. Resumindo, poupa-se dum lado para se gastar o mesmo ou mais do outro, sem a garantia que hoje temos dos golos, que sobre a capacidade goleadora do actual PL do,Sporting é que não sobram dúvidas, nem filosóficas nem práticas. Os golos foram mesmo marcados, comprovadamente e foram muitos. Portanto, benditos 12 milhões de ordenados que estão por vir. Bas Dost vale-os como nenhum outro goleador do nosso campeonato. Já agora, o valor de mercado de Bas Dost actualizado em Junho2019 é de 17M€, a grande distância do valor porque estará a ser negociado com os alemães e com o patrocínio activo do empresário e do próprio jogador, que são uma e a mesma entidade, do ponto de vista do Sporting. A diferença de valor fica em muitos bolsos, sob várias formas, menos nos bolsos do Sporting. Vender abaixo do preco é rigorosamente o mesmo que pagar uma comissão milionária pela venda. Simple economics.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.08.2019 às 00:40

Tudo bem... é a sua opinião. Concordo com algumas considerações (poucas), mas vejo uma análise fundamentalmente teórica.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 23.08.2019 às 19:37

Será que se o jogador quisesse resolver o assunto, não seria fácil dizer ao empresário: "eu quero ir para o Eintrach, quero assinar os papéis, se tens algo a resolver com o Sporting intenta uma acção judicial"? E assim acabava a a novela. Não é o empresário que manda na vontade de Dost. Claro que tudo o que nós possamos opinar é subjectivo e com base na CS. Mas a ter que acreditar em alguém acredito na direcção democraticamente eleita do meu clube, e que tem obrigação de defender o Sporting intransigentemente.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 20:04

Já referi e reitero que até provas em contrário acredito que a SAD está a agir correctamente. Isto, no sentido legal.
Sem imagem de perfil

De RCL a 23.08.2019 às 22:33

O presidente do Eintracht já veio dizer que Dost não tem culpas, há outras coisas. Disse mais, chegamos facilmente a acordo com o jogador e com o Sporting mas há outros obstáculos.
Bem dizia Roquette : empresário sou eu, os agentes dos jogadores são comissionistas.
E que comissões!! Mandam em tudo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 22:40

Já transcrevi isso no outro post sobre o mercado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.08.2019 às 22:47

P.S.: Há muito que digo que a FIFA é culpada por permitir os exageros de registo aos empresários. A indústria necessita urgentemente de um "travão" neste sentido.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo