Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

download.jpg

 

Bas Dost anunciou, numa entrevista ao jornal holandês AD Sportwereld, que não vai continuar a jogar pela selecção holandesa, aos 28 anos. O avançado do Sporting já terá, inclusive, comunicado a decisão a Ronald Koeman.

 

"Há muito tempo que tinha a sensação que queria parar. Senti-me desgastado depois da última semana em que estive na selecção e isso foi decisivo na minha escolha.

 

Nunca correu muito bem na selecção, não sei porquê. Mas chegou a uma altura em que decidi que não dá para continuar mais. Simplesmente não funciona".

 

Bas Dost estreou-se na 'larança mecânica' sob o comando de Guus Hiddink em Março de 2015, numa partida de qualificação para o Europeu de 2016, frente à Turquia. No total, somou 18 internacionalizações tendo ainda apontado um golo.

 

Este caso de Bas Dost não é inédito no mundo do futebol. Todos os países têm histórias de futebolistas de qualidade que por motivos que nem sempre são claros, não conseguem dar o mesmo rendimento nas selecções.

 

O timing da decisão de Bas Dost terá muito a ver com o novo seleccionador Ronaldo Koeman. Especialmente depois do jogo com Portugal, que o avançado estava ansioso de jogar, Koeman não lhe deu a oportunidade, deixando claro, porventura, que não conta com ele.

 

publicado às 13:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Lusitanista a 17.04.2018 às 15:19

Não percebo o abandono..... É um jogador com qualidade. "Só" tem 28 anos. É porquê ?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2018 às 15:28

Ele não explicou, especificamente, mas creio que há várias razões:

- Já percebeu que Koeman não conta com ele, nomeadamente como titular;

- O jogo da Holanda não se adequa ao seu estilo de ponta de lança;

- Porventura, porque estará a ter mais algumas dificuldades com lesões.

Isto é apenas a minha opinião.
Sem imagem de perfil

De Lusitanista a 17.04.2018 às 17:45

Ele lá saberá de si.

Mas isto vem de encontro ao que penso desde à muitos anos.

Os jogadores de futebol, cada vez menos se importarão com as respetivas seleções.

Da mesma forma que menos se importam com o próprio clube, sobretudo quando "saem" do clube que os formou.

É o estado "comercial" do futebol. Cada um mais preocupado com o seu ordenado ou com o seu prémio e siga a festa.

Claro que haverá sempre exceções, mas caminha-se para isso.

Koeman tem-no convocado e já disse que contava com ele e tinha lugar para ele no mundial.

É como disse, cada um saberá de si.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.04.2018 às 18:16

Bem... não sou advogado de defesa de Bas Dost, mas creio que já haviam algumas dúvidas sobre as opções de Koeman e não lhe ter dado a oportunidade, pelo menos de uns quantos minutos, de defrontar Portugal e os seus colegas do Sporting - algo que ele estimava fazer - foi a última "bola a sair do saco".

Certo ou errado, ele pensa que com Koeman vai ser apenas suplente e a ideia não lhe agrada.
Imagem de perfil

De PSousa a 17.04.2018 às 19:14

Se calhar é por isso que ele não "sorri".
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 17.04.2018 às 19:55

Não concordo com esta coisa de renunciar a uma Selecção Nacional... lembro-me do Simão também relativamente novo o ter feito e na altura critiquei essa decisão porque entendo que não pode haver maior orgulho para um jogador que não seja representar o seu pais, mesmo que isso signifique ficar no banco ou por vezes nem ser convocado... nunca sabemos o dia de amanhã!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 17.04.2018 às 19:58

Já agora.... acrescento que quem passou a mesma ideia foi o Ricardo Carvalho que com 37 anos voltou à Selecção e ele disse que enquanto fosse jogador não tinha sentido renunciar.
Sem imagem de perfil

De Pastor a 17.04.2018 às 20:05

Nisto tenho que concordar. Se eu fosse jogador de futebol nunca me passaria pela cabeça renunciar á selecção fosse porque motivo fosse. E não consigo perceber os que o fazem. Só por uma questão de disponibilidade fisica ainda percebo. De resto sinceramente não compreendo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo