Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bola sem ar

Rui Gomes, em 02.04.20

21317696_FVq3L.jpeg

Neste momento a bola não está a rolar. Mas há uma Bola que insiste em cair sempre para o mesmo lado.

O país e o mundo vivem tempos únicos, desafiantes para o indivíduo e para as sociedades, e apesar das ondas de voluntarismo e solidariedade, a situação continua a complicar-se severamente de dia para dia. Seria no mínimo de esperar, neste momento e aliás sempre, que não divagassem à procura de ruído onde ele não existe. Mas não. Nem agora, e pelos vistos, nem nunca.

Com direito a chamada de primeira página nos Suspeitos do Costume (jornal A Bola, para os mais distraídos), tenta-se, por um lado, levantar uma “insatisfação (que) pode motivar a mudanças no gabinete jurídico de Alvalade”, como por outro, imputa-se a culpa ao dito gabinete pela condenação em tribunal por três milhões de euros a Siniša Mihajlović, o treinador de futebol sérvio cuja contratação e termo contratual este Conselho Directivo e Administração da Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD são completamente alheios.

Mais grave do que a capa é a notícia ao personalizar essa falsa insatisfação. Primeiro, em dois membros do referido departamento jurídico, que têm servido, com inquestionável competência, lealdade e diligência, o Clube e a SAD. Depois, ao tentar, mais uma vez, lamentavelmente, ver e apontar divergências entre membros do Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal que, pura e simplesmente, não existem.

Esta Direcção continuará, como sempre, a salvaguardar os interesses do Sporting Clube de Portugal e tem agora também a importante missão de ajudar o possível a minimizar o impacto da actual pandemia no desporto nacional e na sociedade portuguesa. Esse vai ser o nosso caminho. Independentemente do ruído falso que se tenta criar.

Miguel Braga

Responsável de Comunicação Sporting Clube de Portugal

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De FF a 02.04.2020 às 09:32

Bom-dia,
Será que ainda existem sportinguistas que gastem dinheiro a comprar esse pasquim?
FF
Sem imagem de perfil

De RASR a 02.04.2020 às 10:05

Fico com a impressão que, por vezes, muito mais tem que ser dito e feiro. Já não é virgem, este tipo de situações contra o Sporting. Se ainda se permite toda a especulação em torno das transferências de jogadores, neste caso, muito diferentemente, trata-se de um caso de divulgação de mentiras e falsas declarações, o que se pode responsabilizar civilmente nos tribunais e na ERC. O próprio comunicado deveria deixar isso claramente em aberto, para que não se viesse a repetir no futuro, para que as "fontes internas" secassem e o próprio diário fosse muito mais diligente em publicar informações desinformadas (ou não). A não ser verdade, que se defenda o Sporting é que se acionem as vias legais para resolver isto. A indemnização até poderia ser dada à caridade ou a programas de apoio sociais.
Sem imagem de perfil

De João F a 02.04.2020 às 11:47

Mesmo depois de ataques deste cariz serem feitos periodicamente contra o nosso Sporting, ainda há por aí uns tais sem carácter e sem pudor que se dizem sportinguistas, que escrevinham nesse pasquim e botam faladura no canal de TV com o mesmo nome.São sempre os mesmos desgraçaditos, que há algumas dezenas de anos têm andado a ganhar a vida, à custa da enorme instituição que se chama SPORTING CLUBE DE PORTUGAL.

Esse pasquim, tem desonrado a memória de um dos seus fundadores, que lutou pela liberdade deste País(Cândido de Oliveira) e que passou pelas masmorras da PIDE. São uns oportunistas sem escrúpulos, que sacrificam os princípios básicos do jornalismo em prol da sua própria sobrevivência e para o conseguir, borrifam-se para a ética e a deontologia da profissão que dizem exercer.

Eu já não compro esse farrapilho da má língua há 20 anos.A gentalha que trabalha lá dentro, não serve a liberdade de imprensa.Antes, serve-se dela para lançar boatos sobre os rivais do seu clube, para procurar a destabilização deles, para que depois o seu clube possa chafurdar melhor, nas fossas da corrupção do futebol que por cá ajudaram a criar.


Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo