Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

18521875_junBe.jpg

A forma como Bruno de Carvalho assumiu o mandato de presidente do Sporting teve o condão de afastar muitos adeptos que não se reviram no seu modelo presidencial e na forma como definiu os atributos que regulam e exprimem a concretização da sua função.

 

Muitos não suportam que um presidente se procure substituir aos símbolos desportivos na função de representação da identidade leonina. Nem o seu subliminar providencialismo, a pretensa iluminação que irá resgatar o clube de todos os seus males e insucessos desportivos.

 

Por outro lado, aquela história pateta dos croquetes e dos lambuças, dos verdadeiros e dos falsos sportinguistas, dos ressabiados e dos barões marginalizou mais gente do que alguns suporiam. E quando proclamou que “o Sporting é nosso” percebeu-se que muitos ficaram excluídos do “novo Sporting”. Agora, proclamou que o “Sporting é do povo”. Mesmo sabendo que “povo” é uma palavra um tanto ambígua, considerou-se no direito de ostracizar ainda mais sportinguistas.

 

Agora é tarde e os que nunca apoiaram Bruno de Carvalho não mudarão de opinião, limitando-se a exigir que corresponda como presidente ao que a sua garganta apregoa aos quatro ventos. Daí não vem mal ao mundo, em todas as circunstâncias há quem não descortine méritos em alguém mesmo que muitos fiquem extasiados perante a obra e o criador.

 

Penso que não é este grupo recalcitrante de sportinguistas que preocupa Bruno de Carvalho. Os que não se aproximaram ou não foram comer à mão no início, dificilmente o farão noutro momento. Os que, entretanto, lhe caíram no regaço foram pescados à linha.

 

José Mª Ricciardi e Álvaro Sobrinho constituem um caso à parte nesta história de pesca à linha. São peixes de águas profundas e possuem outro habitat. Mesmo quando parece que estão imóveis, na realidade estão em permanente movimento. São eles que escolhem e/ou integram quem chega.

 

Pelo menos, desde Soares Franco que é assim. Imediatamente antes, foram Roquette e Dias da Cunha que com os seus nomes e fortuna que avalizaram o crédito para o Sporting. Depois, iniciou-se a dinastia Ricciardi & Sobrinho.

 

O que realmente incomoda Bruno de Carvalho é a possibilidade de ver encurtar a sua base de apoio, o que ele receia que aconteça quando tremem os resultados desportivos e/ou financeiros. Por essa razão tem em actividade uma legião de seguidores nas redes sociais e contratou um elevado número de “colaboradores” que actuam em diversos níveis e plataformas, mantendo uma constante e programada intervenção “política” de acordo com as circunstâncias. Para além do recurso a agências de comunicação, obviamente.

 

Não é por acaso que os que apoiaram a candidatura de Bruno de Carvalho e que em determinado momento se desiludiram e se afastaram são visados com particular violência nas redes sociais. Muitos deles têm um historial de oposição ao chamado “roquettismo” quando, apesar de minoritários, revelaram invulgar integridade. Mas isso não impede que agora sejam apodados de “lambuças” ou outros mimos do género. Neste grupo há quem tenha sido convocado pelo Ministério Público para eventual procedimento judicial.

 

Quando em Alenquer Bruno de Carvalho criticou um grupo de pessoas que têm no Sporting percursos e posicionamentos diferentes, colocou-os propositadamente no mesmo saco para serem identificados como responsáveis de males passados e de males futuros. A sua intenção é continuar a marcar o próprio território e manter a sua hoste agrupada e mobilizada contra os “inimigos internos” que serão, segundo ele, “eternos perdedores e submissos”.

 

Mas, em Alenquer, como é habitual ao longo do seu regime de presidente, Bruno de Carvalho dirigiu-se também a um grupo de sportinguistas ainda maior do que os anteriores, aqueles que observam em relativo silêncio o desenrolar dos acontecimentos. Estes recordam, comparam, avaliam e concluem. Sendo numerosos, serão decisivos num próximo acto eleitoral.

 

Quando Bruno de Carvalho parece lamentar ou criticar a divisão que se verifica entre sportinguistas na realidade está a fazê-lo por razões meramente instrumentais. De facto, ele nunca desejou nem procurou a unidade dos adeptos porque o seu carácter é o de quem provoca rupturas e procura impor novos modelos organizacionais e funcionais.

 

Mais do que assumir uma função agregadora e privilegiar plataformas negociadas e consensuais, é próprio em Bruno de Carvalho pretender impor caminhos de acordo com os seus dogmas de cada momento. A sua natureza é um pouco como a do escorpião e a sua personalidade possui um ego que tem dificuldade em caber em Alvalade.

 

 

P.S.: As últimas declarações do PMAG Marta Soares intimando determinados sportinguistas a “retractarem-se publicamente” revela que há uma intenção deliberada de intimidar e excluir sportinguistas. A lista elaborada pelo Fórum SCP de pessoas que não terão contribuído para a “Missão Pavilhão” denuncia que entrámos na fase do “índex”.

 

publicado às 12:53

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


83 comentários

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 11.06.2015 às 13:48

Como já disse várias vezes, não gosto muito do estilo peixeiro de BdC (tal como de JJ), mas desde que tenham resultados, não me importo. Se BdC começar a ter resultados maus, vais ver a sua "grande base" de apoiantes a começar a desvanecer. Limpinho, limpinho. lol
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 14:35

Mike

Tens razão, quando a bola bate na trave... o JJesus é a aposta definitiva de BdC. Ou perde ou ganha!
Sem imagem de perfil

De jose a 11.06.2015 às 17:05

Caro Leao,

Já tivemos um presidente que após uma determinada reestrutura financeira dizia que já não dependíamos da bola na trave e francamente eu e uma grande maioria dos sportinguistas acreditaram, lembra-se quem foi?

Afinal o sporting e todos os outros clubes dependem muito se a bola bate na trave ou entra...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 18:41

José

Por estranho que pareça, todos os clubes de futebol dependem da bola que entra ou que bate na trave. Inclusivamente o Real Madrid. Se toca a esse é porque toca a todos!

Aceito que num mundo ideal do futebol não deveria ser assim. Até o presidente do Sporting afirma que não basta ser campeão uma vez ou outra. Tem de ser sempre... ou, no mínimo, quase sempre!
Sem imagem de perfil

De jose a 11.06.2015 às 19:49

Zargo,
A mim não me está a dar novidade nenhuma, nem é estranho. Teria que rebater com o Jose Roquete que foi o autor dessa frase (já não dependemos da bola na trave).

Concordo plenamente com BdC, não é com o nr de títulos que temos ganho que faremos o sporting entrar nos maiores da europa.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:57

José

Eu sei da afirmação de Roquette. Mas eu nunca fui um entusiasta da gestão de Roquette e nomeadamente da forma como ele encarava o que seria o Sporting no futuro.

Eu tenho, sempre tive nesse aspecto, uma visão mais conservadora sobre o que pretendo que o Sporting seja. O "Project Finance" que ele protagonizou nunca me entusiasmou e mantive sempre uma posição crítica.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.06.2015 às 14:13

De facto o seu discurso fraturante não ajuda , o discurso de "aqueles sportinguistas que" , mas também é melhor clarificar as coisas para ninguém passar por ostracizado, ao contrário do que o Zargo transparece no texto , dos 46% que não votaram nele , muitos mas muitos mesmo , em caso de eleições votam Bruno de Carvalho sem piscar os olhos.

A razão pela qual não existe união é porque não interessa a quem perdeu as eleições reconhecer legitimidade a Bruno de Carvalho , pois este não é "perfilado" para isso. Esta última do Marco Silva é verdadeiramente um escândalo , onde foi óbvio que foi usado de marioneta porque estava a desgastar a direção com uma comunicação ardilosa e hábil muito superior a do Presidente , logo o seu despedimento teve direito à extrapolação que vimos.

O tempo dos perfilados acabou no Sporting , podem ter a certeza disso , não voltarão nem sequer a cheirar o poder que tanto ambicionam e do qual teem um sentimento de posse sem igual.

Há o apoio da comunicação social , porque gostava era da liderança dos bananas - para tirarem a grandeza do nosso nome (o maior insulto que já ouvi na vida) , logo só os representantes dos 46% teem direito a voz na comunicação social , de modo a que assim que as coisas não corram bem , entre o discurso fraturante e de ataque à direção de modo a fragiliza-la.

Bruno vai estar no Sporting , enquanto estiver a fazer um bom trabalho , pois em 3 anos que lá está mostra-se competente e naquilo que é essencial para a vida do clube tem sido exímio.

Aqueles que se acham donos do clube podem continuar afastados , quem como eu(um dia) ou outros que acredita na possibilidade de união neste clube só pode ser maluco.

Em último recurso , sendo que não se integram mas sim querem mandar e considerar uma perfídia um "Bruno" ser Presidente do Sporting , vão mesmo ter de saltar fora. Senti vergonha alheia para os "nomes" e "posses" como Roquette e Dias da Cunha , Pires de Lima , não contribuírem para a missão pavilhão , mas não me esqueço que nunca desejaram um pavilhão , pelo contrário acham que o Sporting tem de ser um clube apenas de futebol e quiçá com um dono como defendiam.

O Sporting dos bananas que estava esgotado e falido , não tem sequer hipóteses de manter a sua implantação nacional na renovação das gerações que é algo que se sente imenso no Norte do país , isto para não falar nas comunidades emigrantes e lusofonia onde foi suplantado pelo FC Porto.

É preferível que o clube tenha menos massa adepta e remova este cancro do que ficar sem futuro , cada vez mais pequeno , cada vez mais de Portugal , cada vez mais do sul , cada vez mais do centro , cada vez mais de Lisboa , cada vez mais do Lumiar e arredores.

Parabéns ao Ricciardi que mostra maior inteligência que o seu primo , e também amor ao Sporting , porque aceita trabalhar com Bruno mesmo este não sendo um perfilado.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 14:46

m1950

Há um princípio universal, que consiste no presidente que é eleito no momento imediatamente a seguir pretender ser "o presidente" de todos os eleitores. No Sporting isso não se passou, o presidente eleito delimitou o seu território, dirigiu-se aos seus apoiantes e iniciou o mandato.

Agora, tem um Sporting fracturado. No entanto, creio que tudo isto vai de encontro à natureza profunda de BdC. Romper, partir, separar... para construir.
Isto não é necessariamente mau. Eu não gosto porque não se integra na minha perspectiva do exercício do poder, mas sabemos que está muito na moda.

Espanta-me que o m1950 considere que "é preferível que o clube tenha menos massa adepta e remova este cancro do que ficar sem futuro". Que eu saiba ninguém está mandatado para expurgar o Sporting Clube de Portugal.

Não vale a pena repetir que o Sporting é um clube centenário e que carrega consigo todo o seu património, no que tem de melhor e de pior. O m1950 está a elogiar uma "purificação" que é muito perigosa!

Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.06.2015 às 15:25

Para mim o Presidente é um boneco , até podia ser um espantalho , está lá para recolocar o Sporting no caminho da grandeza , a sua pessoa pouco me importa , porque se importasse teria obviamente outra visão , e enquanto ele não sobrepor a sua pessoa ao clube terá em mim um apoiante , porque considero positivo o seu trabalho.

Aqueles que se querem focar na sua pessoa obviamente terão outra opinião , e pergunto eu , porque ? A pessoa de Bruno de Carvalho interessa mais que o futuro do Sporting clube de Portugal? Não me parece , ele está lá para fazer o que os sócios querem , que é o melhor para o clube.

Nunca teve um atitude agregadora é verdade , mas outros não teem o mínimo interesse em fechar os olhos à sua pessoa e ver o seu trabalho , não lhe reconhecem legitimidade para liderar , o que passou ele a nível de ataques pessoais infames para o descredibilizar , será também uma mágoa que não esquece. Depois claro , a questão da auditoria e o despedimento coletivo impedem que haja união.

Quanto a mim não expurgo ninguém , posso dizer que desde que ando na blogosesfera faço o apelo à união , e luto pelo debate INTERNO , e pela visão que o inimigo está fora do clube e quer abater a nossa grandeza, o nosso nome , a nossa honra.

Mas tendo em conta que quem se julga dono do clube , nem sequer se importa de se aliar ao inimigo para abater esta direção , penso que a solução extrema será a expulsão da vida Sporting.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 15:34

m1950

Não é o m1950 quem marginaliza e expurga sportinguistas. Quem o faz é quem está actualmente no poder e sonha com um Sporting acéfalo e ao arrepio da sua identidade histórica.

Enchem a boca e os olhos com o Sporting, para de seguida vilipendiar quem interessa na ocasião e anunciar com palavras de vento glórias futuras.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 11.06.2015 às 16:11

Mais leve.

Veja que o Sporting não tem dono , ninguém tem de sentir marginalizado porque o Presidente é o Bruno , se o fizerem dão-lhe o que ele quer (pelas suas palavras) , logo o melhor é olharmos todos para o que deve ser o futuro do Sporting , com vigilância e esperança num futuro melhor do que os últimos 30 anos.

Não há sucesso onde não há união , mas se estes sportinguistas não podem com o Bruno de Carvalho pela sua pessoa em vez de ver , que saneamos as contas , tentamos elevar o nome do Clube , recuperar o seu ecletismo , e agora tentaremos novamente competir pelos títulos , se assim não for não há nada a fazer.

Não sei se já reparou mas eu evito falar do Bruno (pessoa) , prefiro focar-me no seu trabalho e tentar ver com otimismo por vezes exacerbado , porque apenas quero ver o Sporting bem , temos de ser unidos à volta do emblema.

Bruno tem que evoluir em muitos aspetos , e esse é um deles , tem de deixar mágoa para trás e perceber que o Sporting só é forte unido , mas claro a auditoria terá de ser efetuada , já não há volta a dar , talvez devia ter sido evitada para não andarmos a caçar fantasmas dentro do clube e criar fações e fissuras dentro do nosso clube.

Sou da opinião que os passos do Sporting teem de ser:

- recuperar o seu bom nome , e ser agressivo para todos os que nos tentam diminuir
- lutar para ganhar todas as provas.
- comprar imprensa(para termos respeito) e chamar todos os que teem voz à pedra para perceberem que os adversários falam de forma coordenada mesmo quando alguns elementos não compreendem , a direção deve ser agregadora desses apoios dos que falam , e esclarecer a sua estratégia
- Tem de revirar com obras este estádio para ser mais Sporting , e termos orgulho de mostrar aos nossos netos o nosso estádio , e não fotos do antigo estádio.
- Tem de travar a publicidade que fazemos ao Benfica todos os jogos.
- Ter um discurso diferente do "aqueles sportinguistas" que.
- O Clube tem de deixar de ser uma feira de vaidades , o Presidente tem de ter postura Presidencial e aprender a comunicar.
- Temos de ter uma estratégia para abater os inimigos do clube como Jorge Mendes.
- Temos de recuperar a identidade , louvando todos os que me muito fizeram pela nossa história, tem havido passos nesse sentido nos últimos anos , mas ainda assim insuficiente.
- A recuperação dos nossos laços na lusofonia , reabrindo por exemplo o núcleo da Luanda (grande luta de Isabel Trigo Mira)
- Termos todos sentido de Estado quando falamos do nosso clube , e perceber que só com união vamos a algum lado.

Um abraço.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 18:55

m1950

O BdC nunca se assumiu como o presidente de todos os sportinguistas. Consequentemente, não surpreende que muitos sportinguistas olhem para ele de forma desconfiada. É da natureza das coisas.

O m1950 sabe que o Sporting sempre foi um clube com uma oposição activa. Já era assim em 196o/70, de tal forma que Brás Medeiros demitiu-se em Abril de 1973 devido a um grande foco de contestação.
João Rocha dirigiu o clube com mão de ferro, mas teve sempre opositores. Ainda mais com Jorge Gonçalves ou Sousa Cintra. Até aos nossos dias.

A novidade com BdC é que este assume uma finalidade de ruptura e de conflitos com grupos de sócios como antes nunca se verificou. Daí esta fractura.

Nada disto impede que BdC faça a devida gestão do clube. Tenha ele capacidade, imaginação e nervos de aço. Se não fizer é porque não foi capaz e não adianta procurar desculpas ou culpados. Foi ele que não foi capaz.

O m1950 apresenta uma lista com bons propósitos. Deveria ser assim, mas no essencial não será como deseja.
Como é que se recupera a identidade , louvando todos os que me muito fizeram pela nossa história, quando há nomes vilipendiados na praça pública?

Como é que o Clube tem de deixar de ser uma feira de vaidades se o presidente é o vaidoso nº1?

Como é que temos todos sentido de Estado quando falamos do nosso clube quando há uma linguagem escabrosa à solta?

O Sporting está muito longe de ser o que m1950 deseja! E durante as próximas semanas ainda ficará pior!





Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.06.2015 às 16:06

Agora que temos um Sporting fracturado, o número de sócios aumentou de forma exponencial, as assistências aos jogos, principalmente fora de casa foi o que se viu. A vossa opinião de que a natureza profunda do presidente é partir, separar, etc. deve ser o facto de ele não ser, e por isso o Sporting ter deixado de ser um BANANA. Quando um vice-presidente do Porto não o quis cumprimentar e foi ordinário para ele, foi ele que comprou mais uma guerra.Esse foi o primeiro caso. Não me vou pôr aqui a enumerar todos os casos deste tipo que se passaram depois. A democracia que eu vejo aqui defendida pelos vários autores deste blog, não passa da tese de que toda a gente pode ofender o presidente do nosso Clube e ele sempre que responde é anti-democrata e egocêntrico.
Vitor
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 18:57

Vítor

Com toda a consideração e apreço permita que lhe diga que não leu com atenção o meu texto.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 11.06.2015 às 14:29

SL
Só para dizer que passei por cá...!
Mas a união voltará assim que os resultados desportivos comecem a aparecer, e esse "infelizmente" é o receio de muitos... é que os resultados desportivos se associem aos financeiros... e este seja o nosso "padrinho" por muito tempo.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 14:47

PSousa

Estamos todos no mesmo barco...
Sem imagem de perfil

De PSousa a 11.06.2015 às 14:56

Mas uns estão mais à "borda" que outros... só porque o "timoneiro" aponta para muitos lados e as águas estão agitadas...
Prevê-se um TSUNAMI....que só acalmará com "vitórias" ....
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 15:23

PSousa

Com tsunamis ou não estamos todos no mesmo barco!
Sem imagem de perfil

De Fight for your Right a 11.06.2015 às 16:18

não sei se estamos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.06.2015 às 19:57

Fight,

Já lhe deixei um aviso no outro post. Volta a insultar e a recorrer a impropérios, seja em alemão ou em qualquer outra língua, NUNCA MAIS COMENTARÁ NESTE ESPAÇO !!!

Dispenso resposta.
Sem imagem de perfil

De J. a 11.06.2015 às 14:34

Acho que já aprendei que a união dos sportinguistas é uma pequena utopia.
Não sou do tempo de João Rocha, mas desde aí, e já la vão mais de 30 anos, desde Amado Freitas a Bruno de Carvalho, passando por Sousa Cintra, Jorge Gonçalves e os presidentes projecto "Roquete, nunca vi essa união.
Talvez a falta de resultados explique isso, não sei.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 14:54

J

Sou sportinguista desde a primeira metade da década de 1960. Recordo-me que sempre houve movimentos críticos a todos os presidentes. Brás Medeiros é o primeiro de que me recordo e saiu em 1973 porque não suportou a contestação dos sócios.

Quem exerce o poder tem que estar preparado para a crítica e a contestação. Doutra forma não adianta candidatar-se.
Por outro, sempre pensei que a existência de uma oposição forte e activa leva a que quem exerce o poder permaneça atento e empenhado.

É falso quando se afirma que a oposição impede o governo. Sabemos que não. Seja o governo forte e competente que ninguém o vai deter.
Sem imagem de perfil

De J. a 11.06.2015 às 14:56

Então por exemplo, na sua óptica, os casos do Porto e Benfica onde a oposição é praticamente inexistente seriam casos a não seguir por parte do SPorting?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 15:16

J

Não conheço em profundidade a especificidade do Benfica e do FCPorto. Haverá diferenças, porque todos os clubes são diferentes na sua história e no património identitário.

O Sporting é o nosso clube e possui uma determinada identidade cultural e social. Pelos vistos há quem não esteja satisfeito com essa realidade.
A realidade muda, está em permanente mutação. Mas, a transformação tem um ritmo próprio que decorre de factores humanos, desportivos, financeiros, culturais... mas, pelos vistos há quem queira acelerar o processo de mudança.

Permita que lhe diga: quem não tiver em consideração os factores endógenos e exógenos que determinam a identidade de um Clube centenário vai pela borda fora.

Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 11.06.2015 às 15:15

«A forma como Bruno de Carvalho assumiu o mandato de presidente do Sporting teve o condão de afastar muitos adeptos que não se reviram no seu modelo presidencial e na forma como definiu os atributos que regulam e exprimem a concretização da sua função.»


Muitos adeptos afastaram-se... porque entretanto se tornaram sócios... ;)

A recuperação feita nesse particular é uma clara inversão do que vinha acontecendo nos últimos quatro ou cinco antes de Bruno de Carvalho, para não ir mais longe no tempo...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 15:22

Tywin Lannister

Escrevi sobre o que é a minha convicção profunda em resultado da observação e do estudo. O assunto é a (des)união dos sportinguistas e como cada um de nós a encara.

Parece-me que o Tywin Lannister não identifica grandes problemas a este nível e que considera que há uma situação optimista. Oxalá tenha razão, mesmo que essa não seja a minha percepção do que se passa no Sporting!
Sem imagem de perfil

De jose a 11.06.2015 às 15:38

Caro Leao,
Permita-me que lhe pergunte qual foi o estudo que fez em relação a esta temática?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 16:45

José

Há muito tempo que me habituei a fazer investigação dos “media” com a finalidade de desenvolver o estudo numa perspectiva analítica e comparativa. E quem estuda, analisa e avalia chega a determinadas ilações.

Não me circunscrevo a um passado remoto, gosto de incorporar a atualidade. É o que acontece no que se refere ao meu interesse pelo Sporting.

Sem imagem de perfil

De Comediants a 11.06.2015 às 18:45

Zargo , o JJ disse uma vez que mais vale dizer coisas certas com palavras erradas do que palavras certas coisas erradas...
Neste caso você, escreve muito bem mas não diz nada de essencial. As suas frases são esbeltas mas ocas de significado, nem lhe posso dizer se está certo ou errado porque essa sua justificação não diz rigorosamente nada em relação à pergunta do leitor acima.

Diga-me outra vez qual é o processo e factos no qual se baseou para chegar a essa conclusão?

Eu não preciso de dizer muito para saber que o Sporting está mais "vivo" agora do que nos tempos anteriores, basta olhar para a variação do numero de sócios deste ano em relação à época anterior ou da época anterior em relação ao tempo de GL . Este ano tivemos das melhores medias dos últimos anos. Pronto acho que disse muito mais que o senhor em menos palavras, e com factos!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:02

Comediants

Tive muito prazer em conhecê-lo, mas o seu comentário não constitui base para conversarmos.
Se eu não digo nada de essencial não vale a pena perdermos tempo.

Eu sei que cada um é senhor das suas convicções e que as deve defender até ao fim. Mas, nas faz sentido vir a este blogue só para vilipendiar quem expõe publicamente a sua opinião.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:22

(...) "não faz sentido" (...)
Sem imagem de perfil

De Comediants a 11.06.2015 às 19:53

Continuo sem resposta e o leitor acima certamente também estará à sua espera. Gostaria mais uma vez de perguntar onde posso recriar o seu estudo de forma a saber qual o nível de desunião dos sócios do SCP.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 20:05

Comediants

Há muitos anos que faço análise sociológica e antropológica com base em jornais, entrevistas, inquéritos, quadros quantitativos, fotografias, etc.

Como saberá, esse tipo de análise adquire validade de acordo com a argumentação e a fundamentação. Isto não é uma tese de doutoramento, mas um post com duas folhas A4.
O que afirmo está fundamentado, mas aceito que discorde no todo ou em parte.

Se me disser concretamente qual é o motivo da sua discordância ou aquilo que pretende ver esclarecido será mais fácil eu responder-lhe.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 11.06.2015 às 22:29

Está fundamentado, onde?

Como explica o recorde de assistências do estádio e o aumento de 30% do número de sócios? São estes fundamentos mais fortes que os seus ( se os tem )? Ou fazem parte da cartilha do brunismo, como normalmente faz referência, quando lhe apresentam dados objectivos e indesmentíveis?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 08:21

Lion73

O Lion73 fez um pequeno esforço para ler o meu texto? É capaz de apresentar uma frase com que discorde e a razão da discordância?
Ou vem aqui ao Camarote apenas para repetir algo que só indirectamente é que está relacionado com o post?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 12.06.2015 às 09:34

Eu quero é uma resposta. O LZ sustenta que a divisão e afastamento dos Sportinguistas são factuais e estão estudados por si e eu pergunto que peso atribui ao aumento de sócios em 30% em apenas 2 anos e o recorde de assistência média do estádio , nesse "estudo".
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 14:37

Lion73

O meu texto baseia-se nos pressupostos científicos da análise social. Dito isto, cada um tem o direito de concordar ou discordar sem grandes celeumas.
No entanto, devo acrescentar que a história social e a análise social são largamente praticada e sem o seu contributo a vida em sociedade seria mais complicada.

Refere um aumento de 30% dos sócios. É muito bom, sem dúvida. Como desconheço esse acréscimo agradeço que me forneça informação precisa e credível.



Sem imagem de perfil

De Lion73 a 12.06.2015 às 14:54

Pressupostos científicos de analise social? Não preciso de lhe responder a isso, pois não?

Quanto ao número de sócios, não percebo. Insiste em conceitos como objectividade e factualidade quando na verdade defende posições intrinsecamente subjetivas ( para não dizer preconceituosas) e preciso de o fazer lembrar algo que é público? Há 2 anos, com BdC, chegámos ao sócio 100.000 e poucos dias antes da ultima remuneração, ultrapassamos os 125.000.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 16:32

Lion73

Explique-me o sentido da sua frase: "Pressupostos científicos de analise social? Não preciso de lhe responder a isso, pois não?"
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 12.06.2015 às 04:25

Quem está nesta altura com graves problemas são os ex-dirigentes do Sporting e ex-funcionários do clube e empresas associadas ao Universo Sporting e demais indivíduos envolvidos nos mais variados negócios nos 17/18 anos de "cRoquettismo" (como alguns apelidam tal triste período da história do nosso Sporting), que estão com medo, muito medo, do que a auditoria de gestão é capaz de revelar sobre tais "actos de gestão". E como Dias da Cunha é o senhor que se segue...

Mas aguardemos pela próxima AG...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 14:39

Twin

Estou cheio de curiosidade por saber quem é que vai sair algemado da Assembleia Geral de 28 de Junho. Será um momento inolvidável!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 11.06.2015 às 15:25

Zargo,

Esta des(união) como você a chama, resulta de um estado caquéctico ao qual o Sporting mergulhou nos ultimos 20/30 anos... e só uma ruptura total com os seus alicerces seria possível uma verdadeira mudança no Sporting!

Muitos dos que criticam agora BdC, ficaram calados perante o maior período de incompetência que governou em Alvalade, Dias da Cunha (que durante muito tempo fazia o papel de maluquinho do sistema) agora representa a oposição a BdC, mas eu não me esqueço do seu grande apoio a Godinho Lopes, dele e de toda a elite leonina que agora fica muito chocada com um investimento num treinador campeão, mas não ficaram chocados com decisões que ao longo dos anos me enojam como sportinguista:
- alianças com PdC
- prejuízos constantes
- construção novo estádio sem pavilhão
- ausência de títulos

Como se já não bastasse, pelos vistos agora ficar em 3º lugar é fantástico!!, apenas com o objectivo de valorizar o treinador e com isso atacar o Presidente!
São estes os reais objectivos do Sporting?! ficar satisfeito com um 3º lugar? é isto que são os nossos pergaminhos enquanto Grande de Portugal?

Para mudar esta mentalidade derrotista, é preciso fazer a guerra necessária para acordar este gigante que é o Sporting!
BdC encarnou o personagem da revolução...!! por inépcia das antigas direcções que nada fizeram perante a constante queda do nosso clube, e agora essas elites sentem o Sporting a mudar... mas a mudar para um Sporting mais popular, um Sporting que quer ganhar, um Sporting que luta pelo seu lugar, em vez de o Sporting acomodado... e só passaram 2 anos de gestão de BdC!!!

Podem meter a elite toda no espaço televisivo a criticar BdC... ,mas não podem enganar os resultados: aumento do nº de sócios, aumento das assistências médias em Alvalade, aumento do nº de modalidades, regresso à Champions, etc, etc. São factos!!! Parece fácil e se calhar até era... mas eu questiono se era fácil, porque não fizeram antes?!
Sem imagem de perfil

De JRamos a 11.06.2015 às 15:38

É isso. Há um Sporting que perdeu a paciência para o viscondismo ruinoso e acredita a direcção e eu também que esse Sporting é a maioria. Não há portanto que voltar atrás para acolher a malta que para essa parte do Sporting só puxa o clube para trás. Eles que acompanhem ou que protestem. Aliás, não lhes falta tribuna na Comunicação Social.

A direcção tem é que tratar da competitividade desportiva e financeira do clube e unir os Sportinguistas por aí. Sem esses resultados só se une os Sportinguistas com mentiras e converseta de chacha.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 11.06.2015 às 19:20

O visconde de Alvalade fundou o Sporting com o seu dinheiro. Se não o tivesse fundado não existia. Nem esta discussão tinha razão de ser. Portanto essa conversa dos viscondes não faz sentido. Se quer eliminar o viscondismo tem duas vias: ou apaga os fundadores da história ou funda outro clube com o actual Presidente. Não há terceira via.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 20:08

Nação Valente

Chego a pensar que a maior parte dos fundadores do Sporting teriam de voltar ao Campo Grande Football Club se quisessem ser sócios de uma agremiação desportiva. Por serem "croquetes" ou lambuças não teriam lugar no actual Sporting!!!
Sem imagem de perfil

De JRamos a 11.06.2015 às 21:52

Há Viscondes e há viscondismos. Não é a mesma coisa. De um lado um título nobiliárquico, do outro manias. Aposto que os fundadores do Sporting o não fundaram para ver o clube a reboque do porto a tentar apanhar migalhas ou falido financeira e desportivamente.

Um clube tão grande quanto os maiores da Europa não acaba em sétimo lugar - sem lugar na Europa - e a vender jogadores para pagar ordenados.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 15:49

Schmeichel

Faço-lhe a seguinte pergunta: quem é que mandatou a actual direcção para fazer no Sporting "uma ruptura total com os seus alicerces". Isto são palavras suas.

E acrescento: qual é o mandato de BdC para fazer uma revolução no Sporting? O Schmeichel sabe do que é que está a falar?

Pergunto ainda: quem está democraticamente mandatado para fazer listas de "maus" sportinguistas?

Se por acaso lhe passa pela cabeça que um bétinho do Lumiar com o apoio de dois financeiros e de mais uns quantos manhosos consegue mudar o carácter de um clube antigo pode tirar o cavalinho da chuva. Um dia destes serão corridos!

Sem imagem de perfil

De JRamos a 11.06.2015 às 16:05

Desde quando é que o Roquettismo de que são representantes não só o próprio, mas os sr. Cunha e o sr. Lopes representam o carácter da antiguidade do Sporting? A meu ver desde nunca.

Muito mais o representa esta direcção na medida em que não só valoriza a independência desportiva do clube terminando coma subserviência estúpida ao porto como ainda a herança eclética do clube - coisa que o roquettismo menorizou.

Como é que foi possível, por exemplo, terminar com o hóquei patins no Sporting? Isso é que foi não ter consciência da história do Sporting. Quem não vai conseguir destruir o carácter do Sporting são vocês porque a maioria dos Sportinguistas acredito não bai permitir que a herança croquettista volte a dirigir o Sporting.
Sem imagem de perfil

De João a 11.06.2015 às 16:00

Boas caros leões,

Não o fizeram antes, porque dessa forma não poderiam colocar os vários milhões ao bolso como fizeram!
Eu fico pasmado como certos Sportinguistas ainda vão nas cantigas desta elite de pseudo-sportinguistas!
Vamos por partes:
- Dias da Cunha: apoiou Godinho Lopes e nunca criticou os mais de 120M gastos que resultaram num resultado negativo de mais de 80M em 18 meses de mandato
- Roquette - este nem vale apena dizer nada, basta ver o que o saudoso João Rocha disse dele na entrevista ao record. Este Roquette foi o inicio do descalabro.
- Soares Franco - no seu mandato apresentou algum saldo positivo mas vendeu o património ao desbarato
- Bettencourt (conhecido como cotonete) - dos piores presidentes de toda a história. Saldo negativo de uns 40M salvo o erro, devido a compras, como por exemplo do pongolle por 6.5M!!! Ninguém dos ditod notáveis disse nada!
- Godinho Lopes - o PIOR PRESIDENTE DE QUE HÁ MEMÓRIA! Se Roquette é o incio este menino era o FIM! Desde Mentiroso, aldrabão, falta de liderança...tudo! Não vale nada...quase concretizou a sua missão de acabar com o SCP. Quando saiu disse que Jesualdo Ferreira era o seu treinador, que a reestruturação foi ele que a fez!! Como é possivel não ter vergonha na cara com as mentiras que diz! Agora já diz que o JJ estaria com ele no SCP há dois anos!!! Mas ninguém o interna num manicómio!

Esta é a escumalha que vem falar mal de um Presidente, que herdou o clube com 500M de passivo e num estado comatoso à beira do precipício!
O que fez Bruno Carvalho? Essencialmente "quase nada", apenas:
- reduziu o passivo quase para metade
- apresentou lucro que ascende aos 22M (num dos anos nem às competiçoes europeias foi devido ao descalabro do Sr Godinho Lopes)
- Recuperação de passes de quase todos os jogadores
- ordenados em dia
- equipa mais competitiva e valiosa
- Volta á liga dos campeões
- Volta aos titulos
- Construção do Pavilhão
- Auditoria
- Sporting TV
- aumento de nº de sócios
- aumento de assistência no estádio
- Claques unidas na curva sul
- CONTRATAÇÃO DO TREINADOR BI-CAMPEÃO JORGE JESUS

Os factos falam por si! O que este Presidente fez em 2 anos foi mais que esta escumalha fez nos ultimos 15 anos!
Podem não gostar de como ele é...mas que é diferente lá isso é...e era isso que o nosso SCP precisava, precisa e precisará nos próximos tempos.
Há muito tempo que não via crianças orgulhosas de serem Sporting...não serem gozadas pelos seus amigos...hoje andam de cabeça erguida e cheias de orgulho e gritam bem alto: SPOOOOORTINGGGGGGGG!

PS: doidas doidas doidas andam as galinhas...

Saudações Leoninas Sporting4ever
Sem imagem de perfil

De Fight for your Right a 11.06.2015 às 16:27

joão,

eles não querem ouvir mas o joão rocha era anti roquette, sempre o disse.
quero ver se conseguem desmentir.
Sem imagem de perfil

De João a 11.06.2015 às 16:58

Fight for your right

Desmentir que João Rocha era anti-roquette! Impossivel, entrevista dele ao Jornal Record prova isso mesmo...ele era e sempre foi contra roquette!
Sem imagem de perfil

De Fight for your Right a 11.06.2015 às 17:25

eu sei joão, para eles o sporting só existe a partir de roquette, o joão rocha não baixava as calçinhas ao benfica nem ao porto e todos sabemos isso, está o bruno em termos estrategicos mais perto de joão rocha do que alguma vez esteve a era roquette, já reparou que pouco se fala aqui nessa era joão rocha, fala-se antes dessa era e o depois.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:20

Fight

Você não tem o direito de vir a um post meu com essa conversa sobre a minha condição de sportinguista. Basta percorrer o que eu escrevi até agora para perceber que eu já era sportinguista numa altura em que o Fight ainda não era um projecto de vida.

Se voltar a escrever nesses termos num post meu não volto a trocar uma palavra consigo.
Eu gosto muito de debater o Sporting mesmo quando há sérias divergências. A ofensa é outro patamar. E esse não é aceitável para mim.
Sem imagem de perfil

De Fight for your Right a 12.06.2015 às 00:11

Leao zargo por ser mais velho não faz de si mais sportinguista do que eu.
Acho que não disse nenhuma mentira ao afirmar que João Rocha era anti roquette toda a gente sabe.
Qual o problema dessa minha afirmação ?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 08:27

Fight

Não desconversa, nunca considerei alguém mais ou menos sportinguista. Não é meu timbre.

O que está em causa é o respeito pela minha opinião e a cordialidade na linguagem. Lamento se não consegue perceber o que afirmo.

Fight, que o João Rocha nunca apoiou a gestão de Roquette é algo que qualquer sportinguista conhece desde que possua um mínimo de informação. Não é isso que está em causa.
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.06.2015 às 17:01


Ui, ui...o que por aí vai!

"Soares Franco - no seu mandato apresentou algum saldo positivo mas vendeu o património ao desbarato"
- O BdC não o tem feito? Então os jogadores que "herdou" e que tem vendido são o quê?

"apresentou lucro que ascende aos 22M (num dos anos nem às competiçoes europeias foi devido ao descalabro do Sr Godinho Lopes)"
- 22M€ de lucro mas foi preciso vender jogadores, o tal património que herdou, porque do seu ou de investidores...NADA!

"Godinho Lopes - o PIOR PRESIDENTE DE QUE HÁ MEMÓRIA! Se Roquette é o incio este menino era o FIM! Desde Mentiroso, aldrabão, falta de liderança...tudo!"
- Mentiroso, aldrabão também o é! Provas há mais que muitas. E tem-se comportado como um autocrata, o que demonstra falta de liderança.

"Recuperação de passes de quase todos os jogadores"
- Pois , mas tem utilizado as acções da SAD. Nada que qualquer outro no seu lugar não pudesse fazer...

"Volta aos títulos"
- Convém lembrar-vos que graças àquele que vocês e o BdC, mais o Zé dos Tachos queriam despedir...

"Auditoria"
- Ainda não vi ninguém preso com as revelações dadas há tempo e muito menos ex-dirigentes presos como foi prometido pelos seus fanáticos apoiantes antes e depois da sua eleição...Está-se à espera.

"aumento de nº de sócios"
- Já falei disso noutra ocasião e cheira-me que é uma manobra "à lampião".

"aumento de assistência no estádio"
- É verdade, mas não era preciso ser-se genial.Sabia-se que bastaria a equipa começar a ter melhores
resultados, o que tem acontecido.

"Claques unidas na curva sul"
- Tão unidas...tão unidas que estão, que até "atacaram" na praça pública o seu assessor Zé dos Tachos e impediram o BdC de enviar o MS para casa pelo Natal.

"Os factos falam por si! O que este Presidente fez em 2 anos foi mais que esta escumalha fez nos ultimos 15 anos!"
- Como todos nós sabemos nestes 2 anos de mandato, o Sporting tem-se enchido de títulos, especialmente no futebol! E depois quem é que construiu o Alvaláxia? Foi o vizinho!

É um delírio completo, com este chorrilho de disparates! E depois os outros é que têm ódio!...
Sem imagem de perfil

De JRamos a 11.06.2015 às 17:26

Como se vê há ainda quem defenda a herança que deixou o Sporting na falência. Não lhes falta desculpas para mandatos de presidentes que terminaram com dezenas de milhões de euros de prejuizos e sem resultados desportivos. E depois querem união. Se calhar à volta deles. Só se fôssemos loucos.
Sem imagem de perfil

De OCR a 11.06.2015 às 17:45


Ah!Ah1Ah!Ah!

É isto que este gajo tem para dizer?! Então estou contente! Acertei no "mil"!

Mas que pobreza de argumentos! Faz lembrar o tempo do salazarismo! Na altura, quem era contra o regime era forçosamente comunista! Para a autocracia que se instalou no Sporting, também quem não estiver com o seu chefe, é contra o Sporting!

.

Sem imagem de perfil

De jose a 11.06.2015 às 19:21

OCR,
Delírio é a sua narrativa, nunca vi tanto disparate junto e simultaneamente a espumar. Para si, sinceramente acho que já não há cura.

Mas você acha mesmo que se o GL continuasse este blogue ainda existiria? O nosso clube já estava ligado a máquina, estava nas últimas.

Mas se fica feliz com este tipo de discurso, continue pode ser que outro doido varrido esteja em sintonia consigo.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:47

OCR

Agradeço o comentário minucioso e fundamentado. Guardei para utilização futura.

Abraço
Sem imagem de perfil

De OCR a 12.06.2015 às 08:11

Zargo

Não tem nada que agradecer. É simplesmente a demonstração das incoerências de certos brunistas, que confundem os seus desejos como a realidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:07

João

Faz uma lista bastante completa de ocorrências que se verificaram no Sporting durante o período em apreço.
Parece dirigir-se-me como se eu tivesse alguma responsabilidade no que se passou, quando não tive. Teve mais responsabilidade Bruno de Carvalho que votou em Bettencourt.

Sem imagem de perfil

De jose a 11.06.2015 às 19:30

Caro Zargo,
É frequente o Zargo utilizar o disco do BdC ter votado no JEB.
Também votei no JEB, no Roquete, acreditei como muitos acreditaram. Mas você não se engana? É assim tão divinal?

E há quem tenha votado no JEB em oposição ao PPC, muitas vezes temos que votar no mal menor, se bem que no meu caso até acreditava que seria um bom presidente, enganei-me como tantos outros. Aliás o sporting em matéria de presidentes tem sido ó flops.
Com o BdC até ver, tem feito um trabalho excelente, em dois anos mais do que os croquetes todos juntos.

Sinceramente, é uma tristeza quando penso na gestão do sporting nos últimos 30 anos. O sporting, dos 3 grandes, tinha o maior património e aos poucos ficou sem nada, que vergonha, está tudo endividado. Mas para si, parece que foi coisa sem importância.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 21:50

José

Tem razão na questão que me coloca. Na verdade, engano-me como todos os seres humanos.

Refiro o voto de BdC em JEB por duas razões:
- BdC votou em JEB convencido que ele seria um bom "presidente gestor", conforme afirmou numa entrevista ao Público;
- BdC nunca participou antes da campanha eleitoral de 2011 em qualquer acção em Assembleia Geral, redes sociais, manifestos, etc. contra a situação que se verificava no Sporting na vigência do chamado "roquettismo"..

Portanto, pretendo sublinhar que BdC votou na "situação" que agora vitupera como durante todo aquele tempo andou ocupado com as suas inúmeras empresas e não teve um minuto para dedicar à reflexão que na altura muitos faziam sobre os caminhos que o Sporting tinha enveredado.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 11.06.2015 às 19:08

Não tome a nuvem por Juno. Contratar um treinador que foi campeão não é garantia que volte a sê-lo. Depende de muitas circunstâncias. Plantel, arbitragens, sorte, azar, aadversários que também jogam e outras mais. Com os plantéis que o Benfica lhe proporcionou poderia ter ganho muitos mais. Humildade. Não embandeire em arco, nem reserve já o Marquês de Pombal.

ps: estou convicto que Marco Silva virá a ser muito melhor treinador que Jesus. O tempo dirá. Mais uma operação tipo Mourinho pode ter acontecido.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 21:59

Nação Valente

Tem razão. Depende do plantel que o Sporting ainda não tem, mas que poderá vir a ter.
Já quanto às arbitragens tenho algumas dúvidas que seja possível o mesmo benefício em Alvalade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:30

Schmeichel

Comentei há pouco que sempre me lembro de no Sporting haver oposições fortes à liderança de cada momento. Recordo-me da demissão de Brás Medeiros em Abril de 1973 devido a um forte movimento de contestação.

Também João Rocha teve sempre uma oposição activa que ele procurava gerir com uma atitude autoritária, algumas concessões aos críticos e vitórias no futebol e nas modalidades.

Com Jorge Gonçalves e Sousa Cintra ainda foi pior, e assim seria até aos nossos dias. Parece que faz parte do ADN do clube.

Quem pretende assumir o poder no Sporting tem de possuir elevada capacidade de gestão, força de carácter e nervos de aço. Se não possuir essas qualidades não vale a pena meter-se em trabalhos.

O Schmeichel refere-se no comentário a muitas coisas com as quais eu posso concordar. Não é esse o problema. O problema é como conseguimos lá chegar.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 12.06.2015 às 00:58

Zargo,

Respondo-lhe aqui às seus 2 comentários:

"Faço-lhe a seguinte pergunta: quem é que mandatou a actual direcção para fazer no Sporting "uma ruptura total com os seus alicerces". Isto são palavras suas.
E acrescento: qual é o mandato de BdC para fazer uma revolução no Sporting? O Schmeichel sabe do que é que está a falar?"

Aqui a resposta é fácil... são os sócios! Indigna-me pensar que só porque não foram as elites a votar em BdC, estes não representam a maioria, porque representam!
Ao contrário da eleição de GL, que foi eleito com menor nº de votantes, mas os que agora questionam a legitimidade democrática de BdC para tomar decisões, nessa altura nada disseram... ainda digo mais... aplaudiram o endividamento de GL!

Outra questão prende-se com o que eu defendo ser os verdadeiros ideais do clube... a tal "...ruptura total com os seus alicerces..."e esses ideais, não têm sido respeitados ao longo dos últimos anos, e não por BdC, mas pelos seus antecessores!! Deixo-lhe uma questão, é legitimo um Presidente de um clube como o Sporting construir um novo estádio sem pavilhão para modalidades?! Isto não revolta as elites?! Necessitávamos portanto, de uma mudança brutal na nossa forma de gerir, mas mais importante na nossa forma de encarar os problemas, e de encarar os nossos rivais... não nos podemos rebaixar!... quem não entende isso, não entende a necessidade de ganhar do nosso clube, que é o nosso objectivo fundador!

"Se por acaso lhe passa pela cabeça que um bétinho do Lumiar com o apoio de dois financeiros e de mais uns quantos manhosos consegue mudar o carácter de um clube antigo pode tirar o cavalinho da chuva. Um dia destes serão corridos!"

Como é obvio! BdC tem um perfil revolucionário, que é o que precisamos neste momento! De futuro não sei se tem o perfil indicado... terá de demonstrar que sabe evoluir a sua gestão, senão terá de dar o seu espaço a outro... muita gente acusa os ditos brunistas de serem fanáticos... e são, mas pelo Sporting! Se BdC não respeitar esse ponto, não tenho qualquer dúvida que o deixam de apoiar... até lá, BdC tem o meu apoio na luta que tem de ser feita pela reposição do Sporting como um Grande em Portugal!

SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 08:36

Schmeichel

Uma eleição com resultado de 2013 não legitima uma pretensa refundação do clube. Pretender é algo muito sério e que envolve mais do que uma simples legitimidade democrática fornecida por uma vitória eleitoral.

Repare, que num país para se alterar normas constitucionais é necessário uma maioria qualificada de 2/3. Tem alguma similitude com que se passa no Sporting.

Se sonha que isso acontecerá perante a passividade dos sportinguistas entretidos com conversas sobre nádegas e "inimigos internos" é porque não conhece a História profunda do Sporting.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 12.06.2015 às 16:33

"Se sonha que isso acontecerá perante a passividade dos sportinguistas entretidos com conversas sobre nádegas e "inimigos internos" é porque não conhece a História profunda do Sporting."

Então se isso é verdade... onde é que os críticos andaram no tempo do Roquete quando este eliminou a pista de atletismo e os pavilhões?! acho que essa decisão não é representativo da história do Sporting... hoje com BdC corrigimos esse erro! Onde está o elogio desses notáveis?! o importante não é a História?!

Sinceramente esta atitude demonstrada agora por alguns antigos dirigentes, roça a falta de respeito por quem dirige e é essencialmente hipócrita!! Assumam que o problema não são as ideias, nem as acções, o problema é o personagem... de nome BdC, que vocês odeiam!
Sem imagem de perfil

De O cabelo do JJ a 11.06.2015 às 17:59

Qual é o problema da lista da "Missão Pavilhão" ter sido tornada publica?
Quando for feito o tal mural no pavilhão, ja n será publico quem participou e autorizou que o seu nome fosse tornado público?
Quem não quiser que o seu nome apareça, basta fazer esse pedido ao Sporting... portanto, n aparecer o nome de alguém, n quer dizer necessariamente, que n tenha participado.

SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:12

Cabelo

Você pode achar normal, aceito. Mas terá de aceitar que há pessoas que acham mal e que têm o direito do seu nome não andar na praça pública.
Ainda por cima, já se sabe que a lista tem incorrecções e que alguns até participaram. Outros participaram de outras formas e com valores ainda mais elevados.

Ninguém tem o direito de se armar em "polícia" dos outros. Por essa razão muitos afirmam que com esta direcção o Sporting está-se a tornar numa ditadura!
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 11.06.2015 às 19:18

Este episódio de BdC foi semelhante ao que ocorreu após o jogo com o Maribor em que atacou diretamente Manuel Fernandes e Dias Ferreira,por criticas que tinham feito.

Agora ataca estes pelas críticas que fizeram no caso MS e JJ.
Não convive com a crítica e tenta suprimi-la ,só que como vivemos em democracia ,a seguir vem a resposta...e não saímos mais disto.

A condenação no caso MS é quase unânime e isto falo também pelos sportinguistas que conheço.
Já o caso JJ é diferente,digo mesmo que a maioria está satisfeita com esta contratação.Não tenho dúvidas que a apresentação de JJ será apoteótica e vai dar um impulso à venda das Gamebox e ao marketing em geral.

Mas é evidente que ao passarmos de um clube que tinha um teto salarial,onde salários de 1M eram milionários,para pagar 5M/A a um treinador mais 1,5 M por objetivos,tenha suscitado perplexidade.

O que acho é que a mudança de paradigma desportivo tem que ser acompanhada pela mudança do paradigma financeiro.Manda a prudência que se espere um pouco e se veja o que vem aí em termos de patrocínios e investidores.
E o atual patrocínio para as camisolas acaba já em 30 de Junho.Por isto alguns,como Roquete e Pires de Lima, não falaram da vertente financeira mas sim de MS.E estão certos.
Os outros precipitaram-se.

A já notória fonte anónima revelou um pouco no Record,em

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=954332

onde disse:

"Essa empresa(nota minha:a Holdimo) detém atualmente 29,85 por cento do capital da SAD, mas quando entrarem os novos investidores ficará com 23,53 por cento e após a conversão da VMOC's [valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis] com apenas 7,27 por cento", disse a mesma fonte, garantindo que o Sporting manterá sempre a maioria do capital da SAD."

As VMOCs valem 55M e vencem em Janeiro de 2016 e o investidor entrará no final de 2016- serão 18 M.

Como as VMOCs são dos bancos não sei como manteremos a maioria da SAD.
Vai o SCP(clube) participar no aumento de capital...e tem liquidez?

O tema da união e da oposição:se não há líder da oposição ,não há oposição organizada.O mais próximo que vi disso foi com GL.
BdC era o líder da oposição.Assim era entendido por todos,como alguém que queria ser presidente do Sporting.Atualmente essa figura não existe.

O que existe são pessoas ,que pelo seu estatuto na sociedade,e sportinguistas, se pronunciam publicamente sobre o clube.
Na hora certa surgirão candidatos ,disso não tenho dúvidas.

Um clube que não ganhava nada há 7 anos e que tem os tais 3 campeonatos em 33 anos não pode ter paz.Quando os outros não ganham-até o porto-surgem críticas
de todo o lado.
É a natureza do futebol.

O que não se vê é os presidentes desses clubes a virem responder diretamente aos críticos.
O presidente do Sporting deve evitar andar em guerras que só o desgastam e ao clube.

Mais uma vez um excelente texto do Leão Zargo ,convidando à reflexão sobre este infelizmente sempre atual tema.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 11.06.2015 às 19:45

Leão 1906

Agradeço as palavras, Leão 1906. De facto, a nossa realidade é mais complexa e preocupante do que por vezes alguns querem aparentar.

O Sporting tal como o conhecemos corre sérios riscos, mas isso não parece preocupar muitos mergulhados na euforia de que agora é que vai ser e que os outros remem por todos os lados.
Por vezes penso que vamos ter um acordar penoso!

A forma como MS foi tratado por BdC é uma sombra que o vai acompanhar para sempre. Qualquer profissional percebeu o que lhe acontece se os alcatruzes da nora começarem a girar em sentido contrário.
Quando BdC se indignar sobre o incumprimento de um contrato por alguém haverá risos mordazes. E dirão que quem com ferro mata, com ferro morre.

Um abraço
Sem imagem de perfil

De HY a 11.06.2015 às 22:55

LZ, vamos dar por barato que tudo o que diz do BdC é verdade. A união faz-se só de um lado? Acaso o LZ, que revela uma capacidade de reflectir o Sporting que me parece muito superior à de alguns dos seus colegas de blog, acha que a virulência e ódio que alguns vomitam todos os dias sobre o presidente são um sintoma de apaziguamento e tentativa de construção da união dos sportinguistas? Acha que sim, sinceramente? É que eu não conheço nenhum processo de pacificação, seja ele qual for, em que uma das partes tenha feito todo o caminho.

Eu desde antes das eleições que apelei a um pouco de freio nas línguas, a ambos os lados. Mas infelizmente, não vi qualquer sinal nesse sentido. Também a mim o estilo do presidente por vezes irrita, também eu gostaria que ele se resguardasse mais, também eu discordo do modo como despacharam o MS, até prova em contrário. Mas quando aqui venho, vejo sempre da parte de alguns apenas ódio pessoal descarregado nele, por falar, calar, fazer e calar, ou pelo contrário. Acha verdadeiramente que os posts do CL e do RL são um sinal de boa vontade sportinguista? E depois ele é o único responsável pela desunião dos sportinguistas? Por amor de Deus, por mais esforço que faça, LZ, qualquer um vê: o BdC tem muitos defeitos, mas no essencial tem tornado o Sorting melhor do que estava e foi eleito pela maioria absoluta dos sócios que votaram. Não é um usurpador, como estão sempre a tentar fazer crer. E se acham que é, força, o que os dois rapazes conseguiram fazer há dois anos, de certeza que gente tão importante e válida também conseguirá. Para a frente, toca a apresentar uma alternativa. Libertem-nos do ditador.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.06.2015 às 23:07

Peço desculpa pela intrusão, mas há um velho provérbio que diz "pau que nasce torto, nunca se endireita".

Mas há outro, em inglês, que é o meu favorito no que ao Bruno diz respeito: "Those who live by the sword, shall die by the sword". É só uma questão de tempo.

Podem continuar com a discussão...
Sem imagem de perfil

De HY a 11.06.2015 às 23:22

Rui, podia ter dito mais simplesmente "quem com ferros mata, com ferros morrerá"... Mas já que gosta tanto de ditos em inglês não se esqueça que it takes two to tango...

O post era sobre a (des)união dos sportinguistas,não era? Acho que o Rui acaba de dar um bom contributo para a tese que eu visava defender...

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.06.2015 às 23:36

Está tudo relacionado HY, mas há um outro provérbio que assenta como uma luva na estratégia do Bruno: "divide to conquer and then to rule".

Este presidente entende que quanto mais "guerra" houver, mais solidificado fica o seu lugar no trono. Além de uma estratégia, é o carácter dele. Não consegue fugir ao seu ADN.

E eu acredito nisto, muito sinceramente.

Essa do "it takes two to tango" não é pertinente ao caso.
Sem imagem de perfil

De JRamos a 12.06.2015 às 06:48

"Dos fracos não reza a história"
Sem imagem de perfil

De L a 11.06.2015 às 23:55

HY,

O post em cima tb era sobre o Barroso. O post do Zargo é excelente. Quem assim que é eleito vocifera o Sporting é nosso outra vez nunca quis união nenhuma. O discurso em si é um exercício puro de populismo. Ou o HY tb acha que a das castas hoje é da pena do bombeiro? Voltamos a ter um PMAG arrebatado, agora com o CD.
Sem imagem de perfil

De TomasF a 12.06.2015 às 15:06

Rui, o provérbio português não é bem assim..

Fica aqui transcrito para si:
"Pau que nasce torto, TARDE OU nunca se endireita."
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 08:56

HY

O Rui Gomes já lhe respondeu de forma subtil e inteligente. Creio que percebeu.

Permita que eu faça uma breve consideração a propósito do meu post e da minha opinião sobre a (des)união dos sportinguistas.
É dos manuais sobre o exercício do poder a seguir a uma noite eleitoral: quem ganha pode pretender alargar a sua base de apoio ou consolidar a sua base de apoio. Há quem consiga ambas as coisas, mas isso requere muito jogo de cintura e versatilidade, que não é característica de BdC.

É verdade que a seguir à vitória BdC teve um discurso que afastou muita gente tal como refiro no texto. Não exprimo uma opinião de valor, limito-me a constatar uma realidade na minha perspectiva. A radicalização de BdC impediu que numa posterior muitos desses sócios e adeptos se "aproximassem".

Sobre o grupo de apoiantes é clássico em todos aqules que conquistam o poder. Através de mecanismos próprios procuram garantir que mantenham o apoio à nova liderança.

Finalmente, há um terceiro grupo, ainda mais vasto que os anteriores, que em política se chama a "maioria silenciosa" que, mais do que tomar partido, limita-se a observar e a concluir. Normalmente, é este grupo que decide as eleições.

HY, o que afirmo não é novo e não inventei, consta de inúmeras reflexões e análises sobre processos eleitorais, seja na política, num clube desportivo ou em qualquer associação relevante onde haja eleições.

BdC seguiu uma estratégia de acordo com o seu projecto para o Sporting e a sua idiossincrasia. Não é uma questão de BdC ser "mau" ou "bom". A minha análise não vai por esse caminho.

Um abraço cordial
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 12.06.2015 às 09:07

... numa fase posterior... (10ª linha)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo