Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

ng7591072.jpg

 

Por falta de oportunidade, não publicámos esta carta aberta de Laszlo Boloni para Cristiano Ronaldo antes do jogo em Madrid, o que, na realidade, era a intenção. De qualquer modo, por uma mera questão informativa, aqui estão alguns excertos da dita carta, conforme surgiram na revista France Football:

 

«Há muito tempo que não tenho conselhos para te dar ou indicações como te deves comportar no campo. Há muito tempo que não precisas de mim. Este jornalista não te conhece, pois caso contrário, lembrava-se dos oitavos de final da Liga dos Campeões, em 2013, frente ao Manchester United. Nesse duplo confronto, qualificaste o Real Madrid com dois golos (um na primeira mão, outro na segunda, o da vitória) à tua antiga equipa. Os teus golos foram excepcionais e depois soubeste comportar-te como só os maiores se sabem comportar.

 

Nesses dois jogos, foste um jogador excepcional, fenomenal, um fora de série, um homem simples, generoso e orgulhoso ao mesmo tempo. Frente ao Sporting, será parecido. Vais dar tudo para dar a vitória ao teu clube. E, nesse campo, és o mais forte do Mundo. Sei que estas qualidades são naturais em ti, caso contrário não tinhas chegado onde estás. Caso contrário não podia dar conta do orgulho que tenho em ti: o meu antigo jogador é o melhor do Mundo».

 

Deveras impressionante, passado tantos anos, o resíduo de sentimentos que ainda persistem no íntimo de Boloni, pelo jovem que ele a uma determinada altura chamou pela primeira vez à equipa principal do Sporting.

 

publicado às 20:55

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Implacável a 15.09.2016 às 22:24

Um gesto bonito de um grande Senhor.
Lamentavelmente, a última impressão é sempre a que fica e se esta for negativa sobrepõe-se ao excelente que foi feito. E, neste caso, a segunda época de Boloni no SCP foi difícil e, compreensivelmente, passou-a a queixar-se da falta de soluções no plantel. Quando todos esperávamos que o nosso clube arrancasse para a disputa pela hegemonia do futebol português, como nos prometera José Roquette, estávamos a iniciar um novo e prolongado período de jejum com momentos de verdadeira agonia.
Quanto a CR7, é, em campo, exactamente como o descreve Boloni.
Ainda ontem tivemos (infelizmente) a oportunidade de o verificar.
Fora de campo as opiniões divergem, o que vai de encontro ao que tenho vindo a dizer. O que fica para a história é o que se conquista dentro de campo. O que se diz e faz fora dele é para entretenimento...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds