Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cirurgia... exige-se!

Rui Gomes, em 02.03.24

mazda.jpg

Ao longo das últimas décadas o Sporting CP seguiu diferentes estratégias relativamente a arbitragens que lesaram gravemente o Clube. Os resultados são conhecidos, isto é, tiveram pouco proveito. Para além de paliativos pontuais, acrescento eu. Uma doença assim, como a que se verifica no nosso futebol, não pode ser medicamentada com bem-u-ron 500, só com cirurgia de coração aberto.

Muita coisa tem de mudar no futebol nacional e para isso o Sporting CP tem de conseguir representação condigna nas instituições desportivas da Federação e da Liga. Tem de haver coragem, competência e inteligência, e escolher os melhores e os mais qualificados para assumirem os cargos de responsabilidade. Todos os clubes merecem o mesmo tratamento, o vencedor será sempre em função da sua qualidade competitiva e nunca por acumulação de decisões que subvertem as realidades do jogo.

Texto da autoria de Leão Zargo

publicado às 03:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


35 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 02.03.2024 às 06:12

Vou repetir o meu comentário de ontem....
Como não temos adeptos da peixeirada, nem varinas para mandar-lhes uns "galanteios", utilizemos outras "artes".☺️
Árbitro que entre no nosso estádio e cada vez que ele apitar uma falta, contra nós, com razão ou sem razão, todo o estádio oferece-lhe uma sonora assobiadela. A algumas deles, uma assobiadela, provocativa🤣🤣

As claques que façam pancartas con desenhos ao estilo cartoon ou frases creativas em tarjas.
Por exemplo: J.Sousa.. só temos olhos para ti, irresistivél.
Bruno..não es Maria, mas es uma paixão cheio de graça
Dias e dias à boa vida, dedica-te à pesca Artur
Godinho.. qual foi o cabeleirero que te fez esse risco ao meio?.
Zézinho..Morcão e encarnado! Q.I. 80

Temos que aprender a intimidar esta gente sectária, sem ser necessário recorrer à violência física, mas sim à violência mental. Sem piedade.!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 10:31

Carlos N.T.

Nós, os adeptos, temos de revelar os nossos sentimentos de repulsa. Nunca pela violência física, sim à violência mental, como muito bem refere. O Humor e a ironia podem ser armas muito fortes.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 02.03.2024 às 15:24

As claques..
Também podem fazer uns cânticos ao estilo inglês.
- Musica..Guantamera
Letra.. Bardamerda guaí-guai Baaar-da-meerda
- Musica.. Atirei o pau no Gato
Letra.. Atirei o pau ao Ga-Ga-tu-tu-no

P.S. Por aí hà muita gente com talento para fazer estes cânticos.
Bora lá!.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 02.03.2024 às 08:17

Eu creio que a única maneira de acertar o passo à arbitragem, seria a imprensa reflectir a verdade e evidenciar os truques que favorecem os batoteiros. Mas, passa pano até para crimes comprovados na barra dos tribunais, como o caso do homem que comprava jogadores para favorecer os galináceos.
Infelizmente, o lobby que controla a esmagadora maioria da imprensa, ainda ajuda os padres a dar as missas e dos governos não se espera nada. A política consegue ser mais suja que o desporto.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 10:34

Miguel

Como já se viu, a imprensa não vai fazer muita coisa para alterar a situação. Uma parte da imprensa está comprometida com determinados clubes, a outra parte interessa-lhe esta balbúrdia e confusão para lucrar financeiramente. O Sporting depende de si próprio.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 02.03.2024 às 08:41

O futebol é um espelho do que se passa no país, mas para pior. Porque envolve altos investimentos. Isto é o país em que há muitos benfiquistas e que são doentes e fazem tráfico de influências, ver nestes dias o golo bem anulado em Alvalade e que eles carpitam , pela comunicação social vergonhosamente querendo alterar as leis é uma fotografia do que temos. Todos os ex árbitros dos jornais todos explicaram o lance mas para eles não foi assim, pois foi contra o interesse do seu clube. Em Portugal não há nada a fazer, este clube tem que estar sempre no topo, os dirigentes do Sporting nunca conseguirao ter ninguém nos centros de poder e mesmo que tenham, serão paus mandados do clube da luz como aconteceu com o Dr. Silva Resende, qualquer pessoa que faça um trabalho isento será derretido na comunicação social por este pessoal do Benfica que por lá prolífera interna e externamente. Por mim já desisti. Ainda bem que não nasci Lampião
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 10:38

Perry

Na verdade, o futebol não pode ser muito diferente do país, tal como é foi criado por portugueses e para portugueses. Fico com a ideia que uma grande parte não se importa que seja assim.

Pelo que li, antigos árbitros foram unânimes a considerar que o golo de Di Maria foi bem anulado.
Sem imagem de perfil

De RCL a 02.03.2024 às 14:31

Lei 11
Falta quando o avançado em fora de jogo, mesmo que não intervenha no lance, prejudique a visão do GR.
Foi o que aconteceu. Toda a crítica deu razão à equipa de arbitragem, excepto o Benfica, sobretudo Di Maria, Fritz e o Rui dos túneis. Espero que tenham processos disciplinares.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 21:37

RCL

Sem dúvida, claro como a água. Se para eles não basta o que está na lei 11 talvez com um desenho percebam o que se passou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.03.2024 às 10:07

A uma dada altura o SCP prescindiu de ter representação nos organismos da Federação Portuguesa de Futebol e na Liga de Clubes. Erro crasso!
Portanto não vai acontecer nada, porque estamos em Portugal, que é o país mais africano da Europa.
“Um país de mansos”.
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 10:15

Meu comentário. Desculpem
Sem imagem de perfil

De enterra a 02.03.2024 às 12:35

Portugal é o País mais africano da Europa?!

Se a estupidez pagasse imposto...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 10:41

José Sousa

Portugal é o que é, nós é o que o fazemos assim, mas olhe que não é um “um país de mansos”. Pode ter a certeza.
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 12:05

Tenho a certeza absoluta que é “um país de mansos”, ou de brandos costumes como sempre ouvi dizer.
Terceira maior carga fiscal da OCDE e a primeira da UE.
Um dos países com pior ordenado mínima do ocidente, bem como relativamente ao ordenado médio.
Só 2 exemplos, isto após 50 anos de democracia, ora a comer laranjas ora a cheirar rosas, sem nada alcançado na saúde, habitação, educação, justiça, etc.
Se isto não é “um país de mansos “, não sei o que será… só faltará mesmo ir ainda de propósito à farmácia comprar vaselina para suavizar a coisa.
Sem imagem de perfil

De enterra a 02.03.2024 às 12:40

Este atrás para aqui a propaganda conspiracionista da direita radical!
Devia de ter um pouco de vergonha e de não atacar a inteligência das pessoas!...
Sem imagem de perfil

De enterra a 02.03.2024 às 12:41

corrijo: traz
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 13:21

A conversa é entre A e B, o C não mete a colher.
Ninguém te liga já reparaste oh ex “João F.” e agora “enterra”.
Faz o mesmo que faço contigo. Ignora-me por favor porque não tenho paciência para imbecilidades.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.03.2024 às 13:38

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 13:50

É isso “João F.”… toma a medicação. Não se deve contrariar os malucos porque ficam agressivos. Já espumas da boca.
Adeus oh vai-te embora.
Do “Brunista e facho” para o imbecil.
Sem imagem de perfil

De enterra a 02.03.2024 às 14:19

Eu sou o João F?

Podes-me pôr o pseudónimo que quiseres. Só não sou estúpido e brunista como tu! Para mim, tanto se me dá que me chames João F, como Zé dos Anzóis. Como a voz de jumento não chega ao céu...

Não te esqueças de no próximo dia 10 de votar no Chega. Não sei se te paga mordomias, mas para já fazes-lhe propaganda!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 13:17

José Sousa

Opiniões desse género não se discutem, cada um tem as convicções que entende. Essa dos "brandos costumes" é um slogan da propaganda da ditadura salazarista. Tivemos uma terrível guerra civil no século XIX e matámos um rei e o herdeiro no século XX. Não é propriamente de "mansos".
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 14:18

Tudo se discute na vida. Caso contrário o futebol também não se discute porque cada um tem o seu clube e convicções no que diz respeito ao desporto.
Com educação tudo de se discute!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.03.2024 às 17:15

José Sousa

Apenas agora entrei no blog e deparei-me com uma discussão onde a argumentação descambou para o insulto, sem muita substância relevante, como vemos muitas vezes nas redes socias, mas que não é habitual neste espaço.

Não vou alimentar esta fogueira, mas porque sendo sportinguista também sou um cidadão político, não posso ficar indiferente a algumas afirmações que pronuncia, Vou deixar de lado a expressão "país de mansos" susceptível de muita discussão, para me focar na questão da evolução do país.

Há 50 anos quando começou a democracia, na implantação da qual tive a honra de participar, vivíamos num pais muito diferente. Na altura, já tinha vivido mais de 20 anos num regime ditatorial, portanto sei como viveram os meus avós, os meus pais e como vivia em geral a maioria da população. O país que hoje temos é muito melhor em todos os aspectos, incluindo os que refere e que não vou especificar, para não me alongar, mas que só com má fé e sectarismo ideológico, não se reconhece.

Se há alguma coisa onde perdura essa herança ditatorial, será no desporto, sobretudo no futebol, que continua dominado por gente sem escrúpulos e onde ainda não aconteceu um "25 de abril". E nessa área, o SCP tem as mãos limpas e autoridade moral para participar no processo de mudança.


Sem imagem de perfil

De enterra a 02.03.2024 às 17:26

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 18:27

Amigo Nação Valente

Nem mais!
Sem imagem de perfil

De José Sousa a 02.03.2024 às 20:37

Nação Valente,
Quem começou a insultar? Fui eu ou o fulano tem por hábito não comentar com ideias próprias, mas sim pegar em comentários de outras pessoas e fazer de polícia do espaço muitas vezes com insultos?
Mas eu sou o visado, pois o outro fulano é da casa e tem livre trânsito para fazer o que lhe apetecer. Percebido!
“País de mansos “, é uma expressão antiga proferida por um político.
Sei perfeitamente o que era Portugal na ditadura, e os meus pais quase perderam a vida inúmeras vezes no período de transição para a democracia.
Nunca pertenci a nenhum partido, nem faço tenções de fazê-lo, ao contrário daquilo que afirma o outro fulano sem saber daquilo que fala.
Não disse que nada foi alcançado,mal seria se em 50 anos não houvesse uma evolução.
Percebi o que disse e a sua intenção.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 02.03.2024 às 21:07

O meu colega responderá ao seu cpmentário, mas eu não posso deixar passar esta sua afirmação:

"Mas eu sou o visado, pois o outro fulano é da casa e tem livre trânsito para fazer o que lhe apetecer".

Não pode estar mais errado!!!... É de qual casa?... Não desta, decerto!

Já alertei o outro leitor várias vezes para não ser agressivo nos comentários. Inclusive, já rasurei vários.

Nós não queremo insultos e/ou excesso de agressividade, seja de quem for.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.03.2024 às 22:16

José de Sousa

Respondi ao seu comentário não por causa da discussão insultuosa, que não me interessa, mas para responder ao que escreveu a seguir. No primeiro parágrafo fiz uma alusão genérica, não me pronunciando sobre o início da mesma, por ser discussão onde não me quis envolver. Sobre o outro interlocutor ser da casa, o Rui já lhe respondeu e apenas acrescento que aqui todos somos da casa, enquanto sportinguistas.

Da leitura dos seus comentários, para além das divergências, parece-me ser uma pessoa correcta. Em relação à questão política, deu para perceber que a analisamos de maneira diferente, mas não é este o espaço para a essa discussão.



Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.03.2024 às 22:18

Rigor: José Sousa
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 02.03.2024 às 12:25

Amigo Leão Zargo,

A cirurgia cardíaca, de coração aberto, tem tal especificidade própria que exige elevada diferenciação nos executores. Mas este futebol português é tratado por charlatães armados em "profissionais de saúde" que nem uma cirurgia para a apendicite conseguem realizar.
Estes charlatães são mais de levar o "doente" em conversa fiada, extrair benefícios económicos, gerindo a doença de modo paliativo de forma a responder a interesses superiores.

Ou se muda completamente estes "profissionais" e, de raiz, a sua formação, ou vamos continuar a ter uma doença, em evolução crónica, cujo tratamento versa apenas controlar os sintomas incomodativos e nunca a cura. Por mais que o "doente" se queixe e expresse, de várias formas, essas queixas e a sua insatisfação.

A saúde e o bem estar são um direito igualitário, mas o futebol português ainda não aplicou este princípio da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 13:21

Amigo Leão do Norte

Nem mais, diz muito bem, os vendedores da banha da cobra que frequentaram as feiras portuguesas nos anos 50 e 60 deixaram herdeiros no nosso futebol. Para nossa desgraça, infelizmente.
Sem imagem de perfil

De De Perry a 02.03.2024 às 15:26

Vejam as declarações de Schmidt hoje, contra este facciosismo batatas. Eles não aceitam o que dizem todos nos jornais em relação ao lance do golo anulado. Eles são os donos da verdade
Sem imagem de perfil

De De Perry a 02.03.2024 às 15:54

As declarações de
Schmidt hoje é as de quem é intocável neste país. Agora em vez de levar um castigo de jogos sem ir para o banco, leva de 5 ou 6 mil euros que para quem ganha milhões é uma brincadeira. São os donos disto tudo e no próximo lance de dúvida vão ser beneficiados. Possivelmente já contra o Porto. As declarações de Schmidt se fossem de um treinador do Sporting havia greve
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 21:40

De Perry

Precisamente, greve... ou comunicado da Liga!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 02.03.2024 às 17:29

Amigo Leão Zargo

A temática que aborda com toda a propriedade é conhecida e reconhecida por toda a gente de bem. Assim sendo,só posso subscrevê-la sem alterar uma vírgula.

Por outras palavras, o que diz é que o "25 de Abril" ainda não aconteceu no futebol profissional e é necessário que aconteça. E já que a discussão também derivou para a política em tempo eleitoral, lembrei-me que na área do desporto, precisa de se fazer o que ainda não foi feito e que no âmbito dos clubes, sobretudo dos chamados grandes, o Sporting orgulha-se de ter as mãos limpas, para iniciar essa mudança.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 02.03.2024 às 21:47

Amigo Nação Valente

Apesar da mudança do "tempo" político, cultural e social, persiste no nosso futebol uma mentalidade e uma prática característica de Antigo Regime. Ainda não foram extintos os morgadios!
O Sporting é um dos clubes fundadores do futebol português, e de inúmeras modalidades desportivas, e tem razão ao bater-se pela democratização e respeitabilidade do futebol.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo