Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_920x518$2020_01_14_17_32_39_1650276.jpg

O mapa de castigos sumários divulgado esta terça-feira pelo Conselho de Disciplina da FPF, que cita os relatórios do árbitro, do delegado da Liga e de policiamento, detalha os dois incidentes. "Os adeptos afetos ao Sporting CP (…) fizeram deflagrar os seguintes engenhos pirotécnicos: Minuto 22 - (...) 1 pote de fumo (este engenho foi arremessado para o relvado, caindo no interior da área do guarda-redes do visitado, não tendo atingido ninguém nem interrompido a partida); (...) Minuto 46 - (...) 1 tocha verde foi arremessada para o relvado, caindo no interior da área do guarda redes do visitante, não tendo atingido ninguém nem interrompido a partida".

Pote de fumo e tocha no relvado resultaram em 10,200 euros de multa; a  entrada e permanência de materiais pirotécnicos no recinto valeu mais 4,463 euros, bem como o comportamento incorrecto do público.

E, para finalizar, a pièce de resistance... multa de 510 euros por causa de insultos das claques dirigidos ao próprio presidente. "Os adeptos afectos ao Sporting CP (…) gritaram repetidamente nos minutos finais da partida, as seguintes expressões: ‘Varandas cab***, pede a demissão", "Ó Varandas vai para o car****’", explica o comunicado do CD.

Frederico Varandas mencionou há dias, num seu discurso, e tem razão, quando diz que neste tipo de situações o Sporting é punido duplamente e que face às circunstâncias exige-se responsabilidade individual.

Hoje em dia há meios nos estádios para identificar a vasta maioria de espectadores. Casos que deveriam ser da responsabilidade das autoridades e não apenas resolvidos com multas aos clubes.

publicado às 03:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


22 comentários

Imagem de perfil

De Mike Portugal a 15.01.2020 às 09:11

Há uma coisa que não faz sentido no último parágrafo.
Tendo o clube meios suficientes para encontrar os culpados, porque é que é da responsabilidade das autoridades? O clube é que tem que ir atrás das pessoas culpadas com as provas de vídeo e aplicar-lhes a multa.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 10:00

Quando um crime aconteça na presença dos agentes da autoridade, o agente tem que fazer o auto de ocorrência, ou não é assim? Não é preciso ser chamado para tal. Os estádios são frequentados por agentes fardados e spotters que não fazem o seu trabalho, de tomar conta destas ocorrências e de expulsar os infractores. Tão simples quanto isso. Quanto à responsabilidade criminal, depois seria o Sporting a ter que processar os infractores pela responsabilidade das multas pagas. Mas sem o auto de ocorrência, o Sporting pouco mais consegue fazer. As câmaras estão viradas para o campo, não para as bancadas.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 15.01.2020 às 09:53

Quem organiza o jogo é responsável pelas multas, não é ? Então expliquem-me uma coisa. E se isto acontecer, por exemplo, no final da taça da liga ou da taça de Portugal quem paga, quem é o responsável ?
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 09:56

Estava mesmo à espera de um posto destes para suscitar uma notícia que vi à uns dias, wuabti ao jogo de Setúbal. Ora, rezava a notícia, que a Juve Leo e o DUXXI tiveram autorização de entrar no estádio sadino com todos os "apetrechos" da ex-claque. As imagens não o desmentem. Agora, deixo a pergunta. Como é que é possível que a PSP tenha permitido a entrada de material não autorizado em recintos desportivos quando é público que estás claques foram rescindidas com o clube afectas?
Volto a frisar, a multa, de agora em diante, deveria ser imediatamente endereçada à PSP e à empresa de segurança que não cumpriu a lei! Eles passariam imediatamente a fazer cumprir a lei para todos.
O Presidente tem mesmo que começar a assacar as responsabilidades a quem não faz cumprir a lei e não ser o Sporting a pagar a fatura. Já chega desta palhaçada. O Sporting não pode fazer mais. Já baniu a claque e, a partir daí, são adeptos como todos os outros, com os mesmos deveres. É insultado e ainda tem que pagar uma multa por ser insultado. Só neste país.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 10:30

É o contrário….. para poder responsabilizar a JuveLeo pelas tochas é preciso haver um acordo de pareceria…. de facto só neste pais ou melhor só num pais de croquetes, chamar escumalha a um grupo composto por milhares de sportinguistas dever ser considerado um não insulto e a promoção da paz.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 11:21

Se diz que para poder responsabilizar o JL precisa de parceria, então a PSP não está definitivamente a fazer o seu trabalho, ao permitir todo o tipo de material entrar para estas pessoas e ao não identificar os infractores das violações constantes durante os jogos, visto que já não há contrato e são adeptos como todos os outros.

Mais, incorre num erro. A parceria para claque é a tal que permite à FPF multar legitimamente o Sporting pelo que as suas claques provoquem, porque existe uma ligação oficial daquele grupo de adeptos ao clube, como se fossem funcionários do clube. Ao não terem essa parceria, o Sporting demarca-se do que esses adeptos fazem e deve, pode e devia responsabilizá-los pelos danos das multas. A ideia é inversa ao que diz.

A parceria é uma assunção do clube pelos danos que a claque provoque. A rescisão dessa parceria termina com essa assunção e consequente responsabilidade em assumir os danos provocados por aqueles adeptos. Assim como não deve assumir um dano pelo que eu possa provocar apenas porque visto um cachecol do Sporting por não pertencer a uma claque, também não deve assumir as infracções praticadas pelos adeptos das ex-claques, com o beneplácito das instituições de segurança.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 11:54

Talvez não tenha alcançado o meu comentário…..

O acordo de pareceria com as claques é um acordo no qual o Sporting pode acordar determinados pressupostos com as claques…. só cabe ao Sporting e às claques a inscrição dos direitos e deveres de cada um…. a PSP, a Liga, a FPF, não tem nada a haver com isto…. por exemplo o benfica não tem claques, e é o clube em Portugal com mais multas por mau comportamento dos seus adeptos. Você está no fundo a dar razão ao benfica, porque estes também entendem que não têm responsabilidade pelos actos dos seus adeptos….. não posso concordar com esta visão!
Na minha forma de ver, só tendo um acordo firmado com as claques estas podem ser controladas, e digo mais ainda, a prova de que isto é verdade é que mesmo sem subsídios a JuveLeo não tem parado a contestação ao Varandas, logo não observo nenhuma melhoria na estratégia de purga perpetuada pelos defensores do Varandas.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 12:25

Acho que está a misturar coisas. Uma coisa é o Benfica dizer que não tem claques, mas refere-se e apoia as mesmas sob outra denominação. Aos olhos da FPF, apoiar direta e indiretamente um grupo de adeptos, quer lhes chame claques, amigos, família ou o que quer que seja, é apoiar uma claque e, assim, é responsável pelo que estas pratiquem sob esta organização. O Sporting rescindiu o contrato com as claques e deixou efetivamente de as apoiar, direta e indiretamente. Publicamente anunciou que apenas passava a ter as restantes duas, por enquanto, apoiando-as dentro dos termos acordados e retirando todo o apoio oficial àquelas.

Por isso, a JL e a DUXXI não são claques oficiais do Sporting, como tal, não pode o Sporting ser responsabilizado por isso. E isso é uma grande, grande diferença! Quando não são oficiais, são um grupo de adeptos que deve aderir à lei, assim como os restantes de nós e, aí, já a PSP e o Estado devem intervir porque é uma situação pública, externa ao clube, quer seja na entrada do estádio, ao não permitir a entrada de objectos proibidos por lei, como durante o evento, através da identificação e expulsão dos infratores da lei, assim como após os eventos. Sinceramente, não lhe consigo explicar de outra forma para que melhor entenda, caro.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 12:30

Você está completamente equivocado….. um normal adepto do Sporting….. repito um adepto, não é sócio, não é da claque, é apenas adepto….. este adepto se mandar uma moeda, uma tocha, uma cuspidela, etc.…. será sempre o Sporting a ser responsabilizado!
E por isso digo que é demonstrativo de incompetência esta forma de acabar com as claques, sem termos precavido forma de as controlar. Aliás em linha com o relatório da PSP onde alega ser um erro acabar com a casinha da JuveLeo já que era uma forma de os agrupar num único local.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 15:11

O adepto não conseguiria mandar uma tocha porque a PSP não as deixa entrar no estádio, normalmente. Logo aí, o seu raciocínio falha. Segundo, atirar uma moeda ou uma cuspidela, é ou não um crime??? Se é um crime, independentemente de onde ocorra, ou como os sujeitos estejam vestidos, deve ser tratado como tal, através da atuação dos agentes da autoridade que estão presentes.

O que a FPF faz, em multar o clube só porque o adepto vestia-se da sua cor, é uma solução preguiçosa e perigosa!!!!! O clube, sem culpa e sem responsabilidade direta ou indireta, anda a ser multado pelos comportamentos de outros. Seria o mesmo que se ir pedir responsabilidades ao promotor de um espetáculo musical porque uma pessoa da audiência atirou uma garrafa de água ao músico. Ou ainda, ser condenado pelo crime de homicídio apenas porque os adeptos se vestiam das suas cores. É pura estupidez! Eu sou sportinguista e, para prejudicar outro clube com multas constantes, visto um cachecol desse clube e ando a atirar garrafas de água ou cuspidelas aos árbitros ou jogadores... Acha isto normal?!?!?

Aqui, o pensamento deve ser sempre o de LIGAÇÃO EFECTIVA ao clube, através de um "contrato de claque" com respectivos apoios concedidos, o que não acontece com a JV nem DUXXI, tendo-lhes sido retirados todos esses apoios. Quanto a todos os restantes 40 000 adeptos no estádio, têm que ser as instituições de segurança A FAZER CUMPRIR A LEI de todos, não a FPF a encher a barriga de multas disparatadas. Proibir a entrada de objectos proibidos e identificar e fazer o auto de ocorrência de todos os restantes incidentes expulsando, caso seja disso, o/s adepto/s em questão é da responsabilidade dos agentes da autoridade e empresa de segurança. O clube não pode ser responsabilizado pelo comportamento de 40 000 indivíduos só porque vestem um cachecol!!!!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 15:30

Caro RASR,

Eu percebo o que está a dizer….. que tem lógica…. mas diga-me um caso em que o que descreve aconteceu na realidade?
Em Inglaterra temos vários exemplos em que é o próprio clube a punir o adepto…. a Federação inglesa não pune o adepto mas sim o clube.

Na minha ideia a legislação está feita assim para evitar mais violência, porque se assim não fosse os actos de violência nunca iriam ter afectação desportiva no clube, que é o que custa mais ao normal adepto…. por exemplo qual foi a razão para o benfica ter feita aqueles anúncios para os seus adeptos a solicitar que não houvesse petardos e tochas na Europa? foi simplesmente um aviso da UEFA de jogo à porta fechada….. e os adeptos com medo disso cumpriram. Se fosse apenas a ameaçar com processos individuais, não se resolve.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 16:03

Caro, não acontece porque as autoridades não atuam junto dos prevaricadores, tirando um ou outro caso pontual, que há. Quanto a FPF atuar junto dos clubes pelas suas claques, é normal que assim aconteça. Os clubes têm uma ligação efetiva com as suas claques, logo, o clube assume a responsabilidade pelo seu comportamento. Mas não é responsabilizado pelo comportamento de adeptos individuais. Quando são outros adeptosm (fora das claques), é a polícia que deve e atua.

Neste momento, o Sporting foi pioneiro em cortar relações institucionais com duas das suas claques. Não aconteceu neste burgo antes. Agora, a FPF não sabe atuar e continua a agir da mesma forma como antes, como se fossem claques oficiais, multando o clube pelo comportamento de adeptos normais. Da mesma forma, as instituições de segurança continuam a agir da mesma forma, como se fossem claques oficiais, tal como pudemos ver no Estádio do Setúbal, que teve JL e DUXXI com todo o seu material permitido dentro do recinto desportivo. É proibido por lei!

Quanto à FPF, estão a agir erradamente e o Sporting tem que recorrer de todas as multas desde o momento em que cortou oficialmente relações com elas e as mesmas continuam a gerar multas ao clube pelo seu comportamento, para bem da lei e das instituições. É uma decisão pioneira e requererá um esforço pioneiro, do Sporting. A FPF não pode, repito, não pode multar o Sporting pelo comportamento de adeptos normais. É uma situação de polícia! Tanto por terem permitido a entrada dos objectos proibidos assim como pelos cânticos impróprios.

Quanto à sua segunda parte, não tem qualquer razão. Por mais que estes saibam que o clube é prejudicado pelos seus comportamentos, eles continuam a fazer. Não é pelos avisos nem pelas multas que os do Benfica cessaram os seus comportamentos deliquentes e infratores, assistidos todos os fins de semana. Assim como não aconteceu no Porto nem no Sporting. Aí, o caro, está a sonhar com uma utopia!!! Não aconteceu e não acontece, por isso, não é essa a solução. A responsabilização pessoal e individual é que é a solução, igualmente adoptada na sociedade em geral. Eu não prevarico para não ser individual e pessoalmente responsabilizado. Se o mesmo acontecesse no futebol, já toda esta escambóia tinha terminado.
Sem imagem de perfil

De RASR a 15.01.2020 às 16:04

E não é ameaçando, é efetivamente responsabilizando, processando o prevaricador. A ameaça só serve até certo ponto e, no futebol, esse ponto já foi ultrapassado. As penas pessoais têm que efetivamente ser aplicadas, para bem do futebol e do desporto.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 16:53

Só posso dizer que concordamos em discordar….

No meu entendimento as claques nunca irão ser ilegalizadas, e o processo iniciado pelo Varandas não resolve nenhuma questão de violência, mas apenas o ego de alguns sportinguistas que gostam de confundir crimes praticados por alguns indivíduos com o facto de milhares de indivíduos que pertencem às claques não terem feito nenhum crime, e portanto têm o direito de pertencer a um grupo organizado.
Aliás, o próprio Varandas manteve o subsidio à Torcida Verde, portanto considera que é possível as claques terem um acordo de pareceria com o Sporting….. o verdadeiro problema é a JuveLeo ser contra o Varandas, porque durante mais de um ano não houve problema em subsidiar a JuveLeo.

Só lhe vou deixar esta nota... não nota um comportamento diferente das claques do benfica em jogos europeus? isso só acontece porque estão com um processo condicionado de jogo à porta fechada….. dou-lhe outro facto, o Hugo Inácio, o assassino do Jamor, foi condenado e por acaso mudou a postura dos Noname em relação a este facto? como é óbvio não…. porque a nossa Liga e FPF não penalizam o benfica por este facto, considerando o gozo dos adeptos do benfica perante o homicídio uma questão de brincadeira e gozo….. portanto, concluo só os castigos aos clubes resolvem a questão das claques.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 10:27

Se a direcção do Sporting estivesse interessada em defender o clube, em vez de promover a anarquia na JuveLeo tinha aproveitado o ataque de Alcochete para rever o acordo de pareceria com as claques, obrigando a responsabilização das mesmas pelas multas e deduzindo aos apoios esse respetivo valor. A isto chamaria estratégia de controlo das claques e de defesa dos interesses do nosso clube.

O que temos assistido é retórica pura e dura contra as claques, sem substância prática nenhuma…. e porque isto acontece? porque o presidente do Sporting não é o Estado, porque só o Estado tem poderes para aplicar legislação contra as claques, e o que o presidente do Sporting tem feito é apenas a promoção da violência, tanto no discurso, como na impossibilidade de arranjar uma solução que promova a pacificação da relação com as claques.
A JuveLeo vai continuar por muitos mais anos do que a presidência do Varandas, com ou sem apoios do Sporting, porque trata-se de uma organização composta por milhares de indivíduos, com receitas próprias. No fundo esta guerra do Varandas é uma guerra mediática, sem resultado prático, porque as criticas das claques não diminuiriam bem pelo contrário.
Sem imagem de perfil

De HY a 15.01.2020 às 10:43

Receitas próprias? Oh Schmeichel, isso inclui os bilhetinhos facultados pelo Sporting e depois vendidos 3 vezes mais caros como eu testemunhei directamente em Eindhoven? Ou as lucros da venda de alguns pozinhos brancos?

Eu defendo totalmente o direito de o Schmeichel defender a sua dama e às vezes até acho que, ;mesmo quando não concordo, coloca questões que devem ser respondidas...mas a defesa cega das claques nesta guerra...ainda não percebeu, Schmeichel, que aqueles rapazes fazem um grande favor ao Varandas cada vez que o insultam?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.01.2020 às 11:05

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De HY a 15.01.2020 às 11:12

Dispenso ajudas de iluminados do outro lado da 2a circular...há de facto coisas que só daquele lado...camiões de pneus, motoristas traficantes, advogados que trabalham por conta própria, OPAs daquele tipo que a gente sabe, contratos circulares de jogadores que se valorizam quando não jogam, juízes que favorecem quem todos sabemos.. deixem-nos tratar dos nossos problemas e ocupem-se dos vossos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.01.2020 às 14:23

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De HY a 15.01.2020 às 14:26

O comentário anterior era meu...foi pena, porque a coisa prometia tornar-se interessante… :-)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.01.2020 às 14:39

Salvo erro, o outro comentário foi de um tipo chamado Borges, banido há muito do blogue. Como não tem vergonha alguma, continua a aparecer.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 15.01.2020 às 11:16

Claro que têm receitas próprias…. as musicas que passam em Alvalade não são da JuveLeo? não têm quotização? não têm merchandising? desde camisolas, a Cd's, etc.…

A vossa ignorância/ ódio tolda-vos o pensamento…. a organização das claques é um direito permitido pelo Estado, a única coisa que pode ser discutida é se o Sporting apoia ou não as claques…. a discussão para se acabar com as claques é ridícula porque não cabe ao Sporting definir isso, mas sim ao Estado.

Quanto ao seu fim de comentário….. concordo a 100%.... tem sido a JuveLeo a maior defesa do Varandas, porque os sportinguistas que apoiam esta direcção só o fazem porque acham justo as punições à JuveLeo, já que estratégia para o clube tem sido zero e tem havido sportinguistas distraídos de fazer perguntas sobre o rumo do clube.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 15.01.2020 às 14:04

Estes vândalos não são sportinguistas! E alguns que os defendem, até deveriam de ter vergonha de se afirmarem sportinguistas. É a política da terra queimada, eles querem prejudicar ao máximo, o Sporting, não é Varandas (que está lá de passagem, como todos os presidentes). Não é Varandas que paga as multas é o Sporting! É uma vergonha. Eu que apoio a existência de claques (com eleições livres supervisionadas pelo Clube, sem cadastrados na direcção, com Gamebox a preço mais acessível mas vendidas pelo Clube, sem empregados pagos pelo Clube, e com apoio para jogos em Alvalade e deslocações com orçamento e transparentes ao cêntimo e, claro, sem fazerem politica a favor ou contra qualquer direcção. Não é essa a função das claques!) fico triste quando acontecem estes actos, que quem o faz seja quem for, só pretende é acabar com o Clube, mas o Sporting Clube de Portugal é Eterno!
Sem imagem de perfil

De António Vieira a 15.01.2020 às 14:45

Penso que as autoridades, deveriam identificar alguns dos arruaceiros pelos desacatos e penaliza-los pelos estragos feitos, acho que não foi o Sporting que os mandou fazer o que fizeram...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo