Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Comentário em destaque

Rui Gomes, em 21.10.19

screen-shot-2018-11-17-at-12-37-54-pm.png

Este recém-comentário do meu colega Nação Valente merece destaque imediato:

"No tempo em que dava aulas a jovens, havia vários tipos de alunos. Grosso modo dividiam-se em três grupos: Os que queriam aprender, e aprendiam, com facilidade; os que queriam aprender e tinham dificuldades, mas aprendiam com trabalho; os que não queriam aprender, nem queriam que outros aprendessem. Estes últimos, já adultos, andam por aí, e como não podia deixar de ser também no mundo do futebol.

Uma má época de uma equipa de futebol, seja qual for, é crime de lesa pátria, com reflexos na justiça social e na vida do dia a dia, na fome e na pobreza. Portanto, não há melhor motivo para vandalizar, para insultar, para mostrar à sociedade a falta de educação e de instrução que nunca quiseram ter.

Saiu o Sporting na rifa, mas podia ter saído a outro, porque eles andam por aí, sem ter nada de útil para fazer".

publicado às 21:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


11 comentários

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 21.10.2019 às 22:12

Caro Nação Valente,

que precisão a sua! Excelente! De facto, é um misto de tristeza e de tragédia, tendo essa gente passado em vão pelos bancos da Escola ocupam-se agora com a parte suja e deprimente da vida.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 21.10.2019 às 22:40

Sem querer generalizar, caro Leão Zargo, por que há sempre as devidas excepções, está gente sem noção do respeito pelo outro, invadiu o mundo do futebol, onde descarregam as suas frustrações, com o beneplácito de quem joga o jogo do vale tudo.

Este comentário em resposta a um leitor que justificava a violência, no Pavilhão João Rocha, como consequência normal dos resultados desportivos, é um desabafo de quem sente alguma impotência, perante o rumo que a sociedade está a tomar, não distinguindo o essencial do acessório.
Sem imagem de perfil

De Ferreira a 21.10.2019 às 22:20

Boa noite,

Não é a arranjar desculpas, que o Sporting vai resolver os seus problemas.

Todos os clubes tem arruaceiros.
Outros até ASSASSINOS têm.

Mas a diferença, é que têm dirigentes COMPETENTES/ CORRUPTOS que os sabem controlar, de modo aos adeptos "normais"/"educados" possam ir ao futebol/andebol/hóquei/etc... Em PAZ.

mas quando o "JEITO " é pouco... Tudo é um problema.

COMPETÊNCIA resolvia "quase" todos os problemas do nosso clube.

SL

Ferreira
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 21.10.2019 às 22:54

Ferreira,
Bate sempre na mesma tecla. A incompetência desta Direcção. Diga-me sinceramente, a competência de uma equipa directiva de um clube. mede-se apenas pelos maus resultados desportivos, numa determinada modalidade? Se sim verifique quantos anos teve Luis Filipe Vieira à frente do Benfica, sem ganhar títulos? E em consequência responda, com seriedade, se não é ou não competente?

Como pode afirmar que a Direcção não é competente, ao fim de um ano de mandato, com imensos problemas fundamentais resolvidos e até com os mesmos títulos que em cinco anos? Essa afirmação baseia-se em quê? Em má avaliação ou má fé?
Cometer alguns erros, passiveis de correcção, numa determinada área poem tudo em causa? Com todo o respeito, afinal que tipo de aluno foi o meu caro?
Sem imagem de perfil

De Ferreira a 22.10.2019 às 22:11

Boa noite Caro Nação Valente,

Você quer dar "carta branca" a esta direcção, independentemente do rumo levado. Na fé de algo "escondido" esteja a ser bem feito.

O Luís Filipe Vieira NUNCA andou a fazer esta figuras... com 4 vitórias em 18 jogos. Vá confirmar a história.

E de facto tem razão. É preciso tempo.
Mas também é preciso ser honesto e correcto.
Cumprir o programa eleitoral, mostrar rumo e não dizer algo hoje e outra coisa amanhã.
Insultar os sócios em público é indesculpável.

A mim parece me, que precisamos de outro tipo de liderança.
E se Frederico Varandas não muda, é porque pretende continuar a cometer os mesmos erros.
Não o posso desculpar a bem do clube.

Com luis Filipe Vieira sempre se viu um RUMO!!! FAZER DO SLB O MAIOR CLUBE PORTUGUÊS. Mesmo quando estava mal... SEMPRE PROMOVEU O BENFIQUISMO....

varandas faz o contrário.
HUMILHA O SPORTINGUISTAS.
E nunca promove o Sportinguismo.

Só um pormenor... LFVIEIRA conseguiu o que conseguiu com CORRUPÇÃO.
É ASSIM QUE VARANDAS VAI TER SUCESSO?????

PS: em termos de aluno, sempre me tive de esforçar e trabalhar para ter boas notas. E nunca atrapalhei os outros, era demasiado calmo e educado. Até demais.

SL

Ferreira
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.10.2019 às 23:03


Ferreira,
Sobre a questão do presidente do Benfica, usada como exemplo, generalizei. Mas já que me chama a atenção para a falta de rigor, vou dar alguns números:
Eleito em 2003, ganhou taças de Portugal em 2003/2004 e 2013/ 2014. Ganhou a Primeira Liga em 2004/2005 e voltou a ganhar em 2009/2010, para me referir às provas mais importantes.
Entre 2004/2009 não ganhou nenhum destes títulos. Neste intervalo uma Taça da Liga. Em relação a treinadores só para dar um exemplo despediu Fernando santos após o primeiro jogo de um campeonato.
Varandas e a sua Direcção ganharam em 201o/2019 as taças da Liga e de Portugal, num ano, pelas razões conhecidas , muito difícil. Na época em curso que ainda vai no início e que não está a começar bem, vamos ver.

Se leu o meu texto com atenção não pode ter visto nenhuma "carta branca". O que lá está de uma forma resumida, são aspectos positivos e negativos do seu mandato.

Das comunicações confusas de Varandas, tenho sido crítico. Insultar os sócios em público? A mim nunca me insultou. Quem insultou, em público, e várias vezes, atletas, sócios, adversários, foi o anterior Presidente. E não me lembro de o ter visto indignar-se, pelo menos neste espaço.
Humilha sportinguistas ou é humilhado?
Por fim, chamo a sua atenção para o comentário do leitor J. Oliveira. Diz uma coisa muito simples. Se começamos a demitir presidentes com base em maus resultados, abrimos um precedente bastante perigoso.
Sem imagem de perfil

De João Tavares a 21.10.2019 às 23:45

Perfeitamente, é isso mrsmo que se tem visto com as claques dos outros grandes: completamente controladas....
Só pode ser para rir.
Coloquem o benfica e o porto a perderem jogos/campeonatos consecutivamente e veremos quão bem controladas estão as suas claques...
O Varandas pode ter muitos defeitos, mas está a demonstrar tê-los no sítio ao fazer algo que nenhum outo dirigente teve coragem para fazer.
Sem imagem de perfil

De John Wayne a 22.10.2019 às 01:56

Meu caro Ferreira, se o Rui Gomes me permitir, vou responder ao seu comentário a dois níveis.

O primeiro tem a ver com o suposto controle que os «outros» exercem sobre as suas claques. Ou o amigo anda distraído ou alheado. Há pouco tempo, na ressaca de o Benfica perder o tão desejado penta (que horror, meu Deus!) e Rui Vitória mostrar todas as suas limitações, metade do Estádio da Luz gritava coisas como «Já foram todos, só falta o Vieira.» (leia-se já foram despachados) ou «Ó Vieira, vai para o c...!». Mais: não leu as notícias sobre as idas dos NN ao Seixal? Sobre os apertos nas garagens da Luz? Sobre pichagens no EL e Seixal? Não se apercebeu também das pichagens nas casas de diretores do Porto? Dos insultos e apertos à equipa de futebol? De esta ter sido obrigado, 30 minutos após o final de um jogo que perdeu, a subir de novo ao relvado para agradecer às claques, que não arredavam pé enquanto tal não sucedesse?

Em segundo lugar, a questão dos assassinos. Nenhum de nós é ingénuo e percebe o que o amigo tem em mente. Antes de mais, convém não cuspir para o ar, porque, como se tem visto, a saliva cai-nos na careca quando menos esperamos. Depois, quero elucidá-lo que as claques estão (todas dos 3 ditos grandes) prenhes de ladrões, traficantes, consumidores, violadores, etc., e ASSASSINOS. Não sabia?

Peço desculpa pelo testamento.
Imagem de perfil

De Rampante a 21.10.2019 às 23:35

Tendo o caro amigo sido professor e sendo que fui um aluno, que por circunstâncias da vida, acabou por estar inserido em turmas onde circulava algum lixo humano, deixe-me partilhar uma pequena história que nunca esquecerei, de um professor de matemática que tive.

Esse professor era "meio alheado" e dada a sua avançada idade, não se queria chatear muito com o facto de ter algumas turmas de disciplina "dificil". Pertencendo eu a uma dessas turmas, irritava-me o facto desse professor não impor a sua autoridade, e assim, impunemente, as aulas eram boicotadas, uma atrás da outra...
Certo dia queixei-me a viva voz, pois uma vez mais tinha sido assaltado na sua aula perante o seu olhar desinteressado... em "sua defesa" e com sala cheia pediu silêncio e perante todos disse: "o acto (de se assaltarem) não era importante... que podiam roubar-me o dinheiro, o almoço e os pertences que nada disso importava... havia algo que me roubavam todos os dias de muito mais valor e ninguém se importava... a sabedoria!".

Confesso que na altura "fiquei parvo" a olhar para o homem, mas percebi perfeitamente o que ele queria dizer...

Hoje, olho para trás e lamento ver que aqueles que me roubavam se contam entre mortos, presos e desaparecidos entre as sujas sarjetas da cidade... de nada lhes valeu o dinheiro que me roubaram.

Para a história fica um ano em que não aprendi nada de matemática, mas aquela frase, jamais esquecerei...
Sem imagem de perfil

De John Wayne a 22.10.2019 às 01:57

É uma história fabulosa!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.10.2019 às 21:52

Caro Rampante,
Uma história muito interessante e de certo marcante. Antes de ser professor fui aluno como todos nós. Foi em tempos de ditadura, onde a indisciplina quase não existia, até porque não era permitida.
Por circunstâncias que não vêm ao caso, enquanto jovem só frequentei a escola até ao segundo ano dos liceus. Nos dois anos onde andei para além do ensino primário, e onde não se aplicava o castigo físico, senti que podia pisar o risco desde que não fosse muito fora dos limites. Isto para concluir que o ser humano tem tendência natural para a indisciplina e precisa de ser disciplinado.
Numa outra vertente e como professor, quando a sociedade já tinha mudado muito, constatei que a noção de liberdade era confundida com libertinagem. E se no meu tempo de aluno o saber estava associado a melhores condições de vida, nestes tempos é desvalorizado porque se associa o êxito a ideias decorrentes de um certo facilitismo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo