Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Comunicação e Poder

Leão Zargo, em 07.07.15

 

O processo social e desportivo é eminentemente dinâmico. O “tempo” que vivemos hoje resulta do que aconteceu anteriormente e perspectiva o futuro, mas é fortemente condicionado pelos modelos de comunicação.

 

O desenvolvimento tecnológico dos meios de informação constitui um facto novo, que obriga os dirigentes desportivos a reorganizarem as formas de comunicação, implicando novos sistemas de ordenação, manipulação e difusão da realidade.

 

18608278_3CFr5.jpg

Há muito tempo que a “gestão da realidade” se instalou no Sporting de acordo com a estratégia de poder dos seus dirigentes. Como nos outros clubes, aliás. Acontece que, com Bruno de Carvalho, essa intenção de iludir (e de capturar) a realidade alcançou um nível como antes não se verificara, existindo agora uma agenda de comunicação planeada e executada de modo a constituir um elemento estruturante do modelo de gestão.

 

Como é habitual essa “gestão da realidade” visa as várias dimensões temporais com que se confronta. Se recuarmos no tempo veremos a sucessão dessa conflitualidade, desde a banca credora à comunicação social, da Auditoria à Assembleia Geral, dos empresários do futebol ao corte de relações com o FCPorto, de Bruma a Marco Silva, e assim sucessivamente. É neste contexto que se desenvolve a acção de José Quintela, vogal do Conselho Directivo e director-geral da Quintela&Reis Consultores, e das agências de comunicação YoungNetwork Group e WL Partners.

 

Nesta estratégia comunicacional prevalece o princípio de que o importante é a versão, não o facto. Assim, é necessário divulgar a versão, confundindo a veracidade dos factos. Esta estratégia é favorecida pela poeira que se vai instalando com o tempo: esbate-se a cronologia da sucessão vertiginosa dos factos, o que permite a sua manipulação temporal e protegê-los com uma máscara favorável. Uma vez estabelecida a versão torna-se extremamente difícil rectificá-la.

 
Em consequência, transformou-se o sistema de comando no Sporting. Modificou-se a matriz institucional e desenvolveram-se outros sistemas de domínio organizacionais. Por essa razão, surgiu a necessidade de difusão de novos valores e crenças, de ideologias que legitimassem a posição dos detentores do poder.

 

Hoje, existe uma nova estrutura de poder no futebol do Sporting, constituída por Jorge Jesus, Octávio Machado e Manuel Fernandes. Questionado por Judite de Sousa sobre quem manda no futebol do Sporting, Bruno de Carvalho respondeu que são “Jorge Jesus e o presidente”. Elucidativo, ninguém imaginaria uma partilha de poder assim com Leonardo Jardim ou Marco Silva!

 

publicado às 13:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


40 comentários

Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.07.2015 às 13:20

"Hoje, existe uma nova estrutura de poder no futebol do Sporting, constituída por Jorge Jesus, Octávio Machado e Manuel Fernandes"

O Rodolfo nao diria melhor.

Confesso que para mim é normal que os rivais (na voz dos seus adeptos) pretendam subalternizar a figura de BdC tentando fazer dele a rainha de Inglaterra (expressão do Presidente dos "lampiões"), assim se Jesus ganhar é porque ele não interferiu no seu trabalho , e secalhar até é um elemento inútil no SCP , pode vir outro Presidente que até se mantém o Jesus , se perder é porque arriscou e investiu demais e o seu projeto falhou , logo deve ser "corrido" do SCP.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 13:24

m1950

A referida estrutura existe e BdC confirmou o poder de JJ. O resto são extrapolações suas e o Rodolfo Reis não é para aqui chamado.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 07.07.2015 às 13:34

Espero que seja desta vez que tenho resposta, mas objectiva e não em lugares comuns e referências literárias.

Que veracidade dos factos foi/é manipulada?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.07.2015 às 13:38

Não deixa de ser curioso - ou talvez não - que este leitor venha a exigir "veracidade dos factos" quando os contorna habilmente perante essa mesma exigência.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 07.07.2015 às 13:55

Exemplos? Já que nunca confrontou a minha "manipulação dos factos", com factos.

Nunca.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 14:59

Lion73
Dou-lhe um exemplo recente que está na memória de todos nós: a rescisão com justa causa que afinal não foi com justa causa com o treinador Marco Silva.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 07.07.2015 às 15:20

Explique-me lá isso melhor, sff.

Porque suponho que não esteja a falar da 1ª proposta do clube, que foi uma proposta de rescisão amigável.

Ou da abertura dos canais noticiosos, no dia em que foi entregue a nota de culpa ao treinador, onde foi vendido como ponto central para a justa causa do despedimento de Marco Silva, um fato. Ou não ter-se vestido um fato.

É dessa manipulação de factos ou de plantação de noticias que se refere?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:37

Lion73
Para ilustrar o caso Marco Silva basta-nos o próprio BdC e o Zé dos Tachos. Não há a necessidade de recorrer a notícias plantadas nos jornais. Fiquemo-nos pela lenga lenga da informação presidencial da lista de reforços de inverno, o facebook e a rescisão com justa causa cujo processo teria 400 páginas. O Zé escrevia semanalmente artigos "assassinos" em A Bola.
É um exemplo de como se construiu uma versão conveniente para iludir os factos.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 07.07.2015 às 17:57

Desculpe lá, mas que factos são esses? Os seus? Ou a sua versão dos mesmos?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 18:01

Lion73
Obviamente que a lenga lenga da informação presidencial da lista de reforços de inverno, os escritos no facebook e a rescisão com justa causa cujo processo teria 400 páginas são factos indesmentíveis, tal como as crónicas do Zé em A Bola.
Versão terá sido "o filme de terror" presidencial!
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.07.2015 às 13:52

Por mais agencias de comunicação que este ou outro presidente tenha, no fim o que conta é sempre o mesmo - os resultados e se os analizarmos friamente - temos

Uma clara valorização do plantel

Resultados desportivos bastante aceitaveis

Resultados financeiiros excelentes (milagrosos se quiserem) , face à situação encontrada

Uma clara aproximação a Benfica e Porto e a expectativa real de lutar a sério pelo campeonatos


o resto é circinstancial - e à falta de melhor critica-se por tudo e por nada mesmo que não faça sentido

Um dos exemplos tem a ver com o poder de BC que è simultaneamente comparado de forma irresponsável a ditadores sanguinários como, Estaline, Hitler, Kim Jong-un, Salazar mas simultaneamente a estadistas sem qualquer poder como a rainha de Inglaterra

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:06

iorda

Está no seu pleno direito de considerar que "o resto é circunstancial". Eu penso que é central do processo de gestão de BdC. Cada opinião vale o que vale.

Mas, permita-me que lhe diga que não contestou nenhuma afirmação ou proposição do meu texto, limitando-se a referir alguns aspectos sistematicamente citados para elogio das qualidades de BdC. Mas, é outro o assunto do post.




















Sem imagem de perfil

De iorda9 a 07.07.2015 às 16:20

Não estou a falar de qualidades de BC, estou a falar de trabalho e resultados

E esses são concretos

o resto está bem escrito e não tenho conhecimentos para avaliar se corresponde à realidade mas não me afecta

Por exemplo - o que se fala agora do Rui Patricio - se o Sporting o vender, não é preciso nenhuma agencia de comunicação me dizer se é ou não bem vendido - o que contam são os factos, neste caso os valores dessa trasnsacção para poder avaliar

Assim como não há nenhuma agencia ou Quintela que me convença que dar 5M por Wolsvwinkel é um grande negocio, porque não o é e espero que o Sporting não o faça
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 16:33

iorda
Compreendo. O iorda9 escreve sobre as virtudes de BdC, mas o post pretende abordar outra problemática.
A vida do Sporting não se esgota em resultados desportivos e/ou financeiros de carácter conjuntural ou não por mais importantes que sejam. Também existe noutro patamar que diz igualmente respeito aos sportinguistas e é esse o assunto do post.
Sem imagem de perfil

De J. a 07.07.2015 às 14:20

Acho que já é altura, se quiserem que ainda os levem a sério, que se começe a materializar o que se quer dizer com factos concretos.
Não basta um texto bem escrito, com ideias a vulso, concluindo quase sempre da mesma maneira, sempre com base na opinião do autor.
Que versões se tentaram passar, e quais eram os factos?

Se quiser como ajuda, tem aqui as noticias do Record dos ultimos 2 anos, para começar:
- Jesus tem a fórmula para William render mais
- Patrão William regressa dia 20
- Teo Gutiérrez continua em agenda
- Wallyson e Gelson Martins com lugar reservado
- Acordo com o Norwich por Van Wolfswinkel
- Marco Silva ficou com cláusula antirrivais
- Palhinha chegou ao plantel principal ao fim de quatro meses
- João Palhinha: "O menino" que encanta Jesus
- Patrício, Adrien e Slimani estão de volta
- Entrevista de Jesus à CMTV adiada
- Acordo com Marco Silva livra Jesus de "constrangimento"
- Abrantes Mendes: «Não exijo que Jesus ganhe título de qualquer maneira»
- Nenhum reforço ultrapassará a folha salarial
- Estrutura está completa mas ainda pode entrar um "operacional"
- Quem gere o quê no leão
- Semana importante para decidir alguns dossiês pendentes
Sem imagem de perfil

De m1950 a 07.07.2015 às 14:32

2 dias.
Sem imagem de perfil

De J. a 07.07.2015 às 14:51

Exacto, 2 dias.... :-)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:12

J.

Diz que são umas ideias avulsas "sempre com base na opinião do autor". Não me parece que sejam ideias avulsas pois o texto reflecte de forma breve sobre a relação intrínseca entre Comunicação e Poder, aplicando a asserção à gestão de BdC.
Parece-me que não contesta qualquer asserção que faço, limitando-se a colar uma lista de títulos do Record que ainda há pouco tempo era o "Rascord"!
Sem imagem de perfil

De L a 07.07.2015 às 15:02

Nos últimos tempos poucas coisas me chocaram tanto como o Manel c/ o tablet. Ainda o vamos ver com auricular.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:14

L
Quem sabe se o Manel ainda não vai surpreender muitos sportinguistas! É de aguardar...
Sem imagem de perfil

De L a 07.07.2015 às 22:19

Caro Zargo,

Se há sportinguista que só muito dificilmente o Manel ainda consegue surpreender sou eu. E vou tentar ser só justo com o Manel também aqui no Camarote. Para além de um dos maiores símbolos ainda vivos do Sporting para todos os efeitos, ainda assim os mais antigos terão também outros e alguns nem o Manel. E também não quero ser injusto com o Sporting porque não é o único clube português que não valoriza os seus maiores activos como deveria. Diria mesmo que é um mal comum em muitos clubes senão na esmagadora maioria. Portanto um mal transversal a todo o futebol português.

O Manel além do Monstro como jogador, que como bem sabemos acompanhou sempre com uma tremenda dedicação ao Sporting; como treinador acumula três subidas de divisão no currículo! Três ao escalão maior! Campomaiorense, Santa Clara – onde o também recém endeusado Vítor Pereira falhou, por exemplo – e U. Leiria. E o que mais de 90% dos treinadores nunca conseguem em qq tempo. E hoje muito provavelmente contar-se-ão pelos dedos de uma mão. Isto tudo para dizer que o Manel não deveria ter sempre um lugar em Alvalade só por ser o Manel. O Manel nunca na vida deveria ter saído do Sporting porque tem efectivamente muito valor e até em várias áreas. Nomeadamente e como é mais que óbvio, mais ligado ao jogo! E se hoje não está a treinar isso só se fica a dever a um lado do futebol que nunca disse nada ao Manel. Mas voltando ao Sporting, muito mais valor que muitos que entram e saem e só por lá se passeiam, nunca chegando a deixar qq registo.

Nem há palavras para o que esta direcção já fez uma vez ao Manel! E quando alguém se lembra de escrever algumas perguntas para o Manel fazer ao Jesus não é o Manel que se está a cobrir de ridículo. Mas a quem o Manel ensina futebol de olhos fechados. E num painel televisivo que era seu por direito próprio!

E em relação ao reply do Zargo, claro que não foi muito boa ideia para o Bruno franchisar o futebol.

SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 22:32

Caro L
São muito justas as suas palavras a propósito do Manel. De facto, ele tem um percurso profissional enquanto jogador e como treinador. E é um sportinguista a sério.
Dito isto, não o devemos endeusar mas temos de o respeitar enquanto responsável por um percurso invulgar no nosso clube.

Há outros grandes jogadores que serviram o Sporting com galhardia e honra. Felizmente. Antes e depois do Manel, mas ele constitui uma referência.
Sem imagem de perfil

De L a 07.07.2015 às 22:39

Ainda me consigo esquecer sempre da subida com o Penafiel. E não é uma questão de endeusar ninguém. Como o Zargo diz e muito bem o que não falta a um clube centenário são legendas. É mais uma questão de ouvir gente a falar do Manel e de futebol e nem sabem o que é um chuto numa bola.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.07.2015 às 15:16

Caro Zargo,

“Elucidativo, ninguém imaginaria uma partilha de poder assim com Leonardo Jardim ou Marco Silva!”

Se por hipótese o Mourinho viesse treinar o Sporting será que transmitia este mesmo raciocino ou achava natural essa partilha de poder que refere?

O MS até pode vir a ser o melhor treinador do mundo, mas à data que entrou no sporting não era mais que uma promessa, com 2 anos de experiência na primeira divisão numa equipa de terceira linha. Acha mesmo que o SCP ou outro presidente dos grandes, daria carta-branca para tudo e mais um par de botas?

Em relação ao LJ que saiba trabalharam muito em conjunto, meter os dois no mesmo saco, está a ser injusto quer para o BdC, o que não me surpreende, é habitual na sua narrativa e para o LJ.
Sem imagem de perfil

De jose a 07.07.2015 às 15:18

O comentário anterior é meu.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:24

Caro Anónimo

A referência final a Jorge Jesus e ao seu poder efectivo em comparação com Leonardo Jardim e Marco Silva decorre da fase financeira expansionista que se verifica no Sporting desde a semana seguinte à final da Taça e que inaugural uma"época nova" no mandato de BdC.
Isso implica uma nova agenda comunicacional, uma adaptação do organograma institucional do clube e novos protagonistas. Até aí BdC considerava o treinador como uma peça da máquina da estrutura do futebol. Apenas. Agora, coloca o treinador ao nível de si próprio em termos de poder.
Sem imagem de perfil

De João Cruz a 07.07.2015 às 15:39

Ajude-me a compreender a seguinte frase: " fase financeira expansionista que se verifica no Sporting desde a semana seguinte à final da Taça e que inaugural uma"época nova" no mandato de BdC", por favor.

Já sabe qual vai ser o orçamento para a nova época? Se souber por favor informe-me, posso andar distraído e ainda não saber. Se por acaso está a concluir que entramos numa nova fase por termos contratado JJ então deixe-me dizer que está a fazer a mesma analise que grande parte dos comentadores associados aos nosso rivais fizeram aquando do anuncio da contratação de JJ. Foi realmente fantástico ver tanta gente a demonstrar "preocupação" com o nosso estado financeiro, eu não me importo que se preocupem principalmente quando acho que é por medo.

Deixe-me referir que até ao momento o que sabemos é que o orçamento seria ligeiramente superior ao do ano anterior (27M€) ora, vamos até assumir que tudo o que JJ e BdC comentaram sobre os valores envolvidos (BdC disse que a proposta do Sporting era a mais baixa e JJ disse que o Benfica tinha proposto o mesmo) era mentira e que na realidade o Sporting está a pagar 6M€/ano.....se o orçamento do Sporting passar de 27M€ para 33M€ fica chocado? É que neste momento não sabemos mais nenhuma outra "despesa" relevante, nada que nos prove que o orçamento vai subir de uma forma desmesurada, não temos nenhuma confirmação. Seria bom falarmos de factos, reais e oficiais. Para criar mais duvidas e boatos já temos "jornalistas" suficientes.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:58

Marcos Cruz
A conversa baseia-se em factos. A contratação de JJ e da sua equipa técnica, de Octávio Machado e Manuel Fernandes. As contratações que estão para vir (fala-se de Brian Ruiz, van Wolfswinkel e outros). Por cada titular que sair será feita uma contratação, obviamente.
Desta vez BdC não irá para a televisão anunciar os reforços provenientes da equipa B. Será JJ a dizer quais serão.
Para além disso, JJ vai querer obras na Academia, programas informáticos de treino e respectivos operadores técnicos. Faça as contas,

Não há necessidade de vir com a conversa estafada dos "comentadores associados aos nosso rivais". É de mau gosto e eu tenho cabeça para pensar.
Sem imagem de perfil

De João Cruz a 07.07.2015 às 16:29

João Cruz, o nome é João Cruz...não sei onde apareceu o Marcos....espero que não seja uma associação ao MS porque com esse não quero ter nada a ver....

Em relação à sua resposta, não posso fazer as contas porque não tenho os valores. Não sei qual o salário de cada um e muito menos quanto vão custar as obras (vou tentar saber com o GdL que ele tem jeitopara isso). Apenas me baseio em factos e comunicações oficias..... e até agora creio que não existam
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 16:41

João Cruz
É a segunda vez que me engano no seu nome. Peço desculpa, mas não houve intenção nem razão no meu lapso.

Não sabemos em rigor os valores em causa, mas é possível fazer um balanço porque há informações nunca desmentidas sobre o que foi proposto ao JJ e o custo da sua equipa técnica. Também pode-se calcular o salário de OM e de MF, sabendo que Inácio continua a receber o seu salário nas novas funções.
As condições contratuais dos jogadores que são referidos nos jornais também são conhecidas.
Portanto, é possível concluir que são valores elevados para um clube que há poucos meses atrás fazia deslocar a sua equipa B nos dias dos jogos para poupar na logística.
Sem imagem de perfil

De João Cruz a 07.07.2015 às 16:56

De acordo que se tivermos em conta tudo o que saiu nos jornais significará um aumento significativo no orçamento e surpreendente tendo em conta a situação que o clube tem vivido nos últimos tempos. De qualquer forma, prefiro aguardar até que o orçamento seja confirmado. Acredito também que no que diz respeito a salários de jogadores o mês de Agosto vai ser decisivo, não me surpreenderia que caso não consigamos a qualificação para Champions seja necessário cortar custos através de algumas vendas. Honestamente, não acho que sejam os vencimentos de OM ou MF que irão desequilibrar as contas, da mesma forma que ficaria muito surpreendido se as obras pedidas por JJ representassem um investimento significativo (milhões). Relativamente às obras prefiro até pensar de outra forma, se foram pedidas é porque fazem sentido com o objectivo de modernizar o clube e nesse caso será um investimento que teria sempre de ser feito, mais cedo ou mais tarde. Aguardemos até termos mais informação e acima de tudo quais os resultados que vamos conseguir.

Como já referi em outros comentários, neste momento dou o beneficio da dúvida a esta direcção mas quando chegar o momento de "cobrar" estarei presente. Se todas estas decisões deram mau resultado farei um mea culpa e serei o primeiro a criticar. Por enquanto, acredito e confio que este pode ser o caminho e sem dúvida um caminho melhor que aquele por onde seguimos nos últimos anos.....
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 17:14

João Cruz

Concordo que o tempo é revelador dos acontecimentos. Aguardemos, portanto.

Referi a despesa com os salários de OM e de MF porque constituem uma despesa nova num clube que contabilizava (contabiliza?) as fotocópias, fazia viajar a equipa B nos dias dos jogos e levou a cabo um despedimento colectivo no jornal Sporting.
Apenas por isso.
Mas, olhe, que tudo somadinho são muitos milhões de euros por ano, perto dos dez milhões. Isto é, um aumento no orçamento de 2014-15 (25M€) de cerca de 40%.
Sem imagem de perfil

De jose a 07.07.2015 às 16:35

Zargo,
Discordo.

BdC quando entrou, o clube estava completamente falido, sem dinheiro para contratar treinadores ou jogadores de primeira linha e continuaria pelo menos por mais um ano se não fosse a incompatibilidade entre MS e BdC.

Após dois anos com resultados financeiros positivos e desportivos aceitáveis, a ruptura com MS, estando o JJ disponível, estavam reunidos condições para fazer a primeira contratação cirúrgica e até acho bem que se comece pelo treinador. Não faz qualquer sentido fazer contratações cirúrgicas de jogadores sem ter um treinador que pelo menos em teoria seja excelente.

Obviamente que tendo um treinador com o perfil de JJ, o modelo de gestão desportiva tem que ser alterado, não é nada de especial, os modelos ajustam-se, alteram-se em função de novas realidades.

Em resumo, julgo que esta alteração deve-se essencialmente ao perfil de JJ, se fosse o Vitor Pereira, o poder provavelmente seria mais partilhado que os outros anteriores mas menos que o JJ, se fosse um estrangeiro, seria menos partilhado a não ser que fosse algum tubarão.

Em resumo, os modelos ajustam-se, são dinâmicos.
Esta mudança trás riscos acrescidos, as contratações cirúrgicas, incrementa significativamente a massa salarial. Vamos ver no que vai dar.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 16:52

José
Verifico que no essencial sobre este assunto está de acordo comigo. Como escreve com muita razão "obviamente que tendo um treinador com o perfil de JJ, o modelo de gestão desportiva tem que ser alterado, não é nada de especial, os modelos ajustam-se, alteram-se em função de novas realidades".
Precisamente.
Sem imagem de perfil

De jose a 07.07.2015 às 15:23

Caro Zargo,

“Elucidativo, ninguém imaginaria uma partilha de poder assim com Leonardo Jardim ou Marco Silva!”

Se por hipótese o Mourinho viesse treinar o Sporting será que transmitia este mesmo raciocino ou achava natural essa partilha de poder que refere?

O MS até pode vir a ser o melhor treinador do mundo, mas à data que entrou no sporting não era mais que uma promessa, com 2 anos de experiência na primeira divisão numa equipa de terceira linha. Acha mesmo que o SCP ou outro presidente dos grandes, daria carta-branca para tudo e mais um par de botas?

Em relação ao LJ que saiba trabalharam muito em conjunto, meter os dois no mesmo saco, está a ser injusto quer para o BdC, o que não me surpreende, é habitual na sua narrativa e para o LJ.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 15:26

Caro José
A minha resposta está em cima ao Anónimo, que verifico agora que é o José.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 07.07.2015 às 16:41

Caro Zargo,

"Há muito tempo que a “gestão da realidade” se instalou no Sporting de acordo com a estratégia de poder dos seus dirigentes. Como nos outros clubes, aliás."

Eu aqui diria um pouco diferente... Finalmente o Sporting (como clube Grande que é e que pretende continuar a ser...) tem uma politica de estratégia de poder, essencial para um clube que quer ganhar!

"Em consequência, transformou-se o sistema de comando no Sporting. Modificou-se a matriz institucional e desenvolveram-se outros sistemas de domínio organizacionais."

Que raio de matriz institucional existe num clube que em 30 anos foi 2 vezes campeão, e que no ultimo ano dessa matriz deu-nos um espectacular 7º lugar?! só se for uma matriz envelhecida e derrotada... neste aspecto pelo contrário, exige-se (repito... exige-se) uma mudança da matriz de quem nos governou! O direito a essa mudança reflectiu-se nas eleições de 2013 e nas sucessivas AG posteriormente.

"Elucidativo, ninguém imaginaria uma partilha de poder assim com Leonardo Jardim ou Marco Silva!"

Aqui destaco uma evolução na gestão de BdC... ser um bom Presidente não é ser coerente quando se erra... bem pelo contrário, é adaptar-se à mudança e às necessidades!
Nesse aspecto, BdC tem surpreendido muita gente, especialmente porque não lhe configuravam este tipo de características nos actos de gestão.

SL
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 07.07.2015 às 16:49

Caro Schmeichel
Os aspectos que refere não possuem necessariamente uma carga negativa.São uma constatação pessoal. Sei que o exercício do poder implica estratégias de consolidação e expansão. Não é assunto novo.

Há uma nova estrutura no futebol do Sporting. Em 2013 houve uma centrada em BdC que era assessorado por Inácio. Agora, há outra dirigida por JJ, assessorado por OM, em ligação directa com BdC.
O Record publica hoje um organograma dessa nova estrutura que se aproxima muito da realidade, onde se pode verificar quem depende de quem.
Sem imagem de perfil

De Basco "O Leão" a 08.07.2015 às 02:50

Vós sois levados da breca!
http://www.dicionarioinformal.com.br/breca/

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo