Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 09.09.14
 

 

O Sporting emitiu um comunicado, esta segunda-feira, para informar sobre a forma como serão disponibilizados os 8,93 milhões de euros por parte da Sporting SAD, para a construção do Pavilhão das Modalidades.

 

Não hesito em admitir que sou um autêntico leigo nesta matéria. Será possível alguém explicar-me o significado técnico desta operação ?

 

O comunicado está disponível aqui.

 

publicado às 04:53

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De sloct a 09.09.2014 às 08:25

O último parágrafo diz tudo. Quando é que os tais 1,07 milhões serão atingidos? E quem controla esse número?

E já agora, admitindo que se consigam atingir esse tipo de valores, o que acho bastante improvável, quem é que consegue garantir que chegada essa altura esse número seja suficiente?

Ou seja, o clube, não interessa de que forma, entra grosso modo com 9 milhões, e os adeptos entram com o resto. Se a obra derrapar, o que é o mais normal, quem paga essa derrapagem? O clube? Os adeptos?

No dia 31 de Fevereiro dum qualquer ano espero ter essa resposta.
Sem imagem de perfil

De joao a 09.09.2014 às 08:49

eu, não sendo propriamente leigo na matéria, também não percebi grande coisa. do pouco percebi resumiria dizendo que vai pagar dívidas da SAD ao Clube, algumas das quais ainda não existirão neste momento.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 09.09.2014 às 10:17

Comunicado críptico e difícil de decifrar. Afinal ficam 1,07 milhoes por angariar (que corresponderao à "conclusao final da construcao" - isto implicará que o resto da construcao pode ir avancando entretanto?). A parte das transferencias de dívida é simplesmente ininteligível, pelo menos após uma primeira leitura.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 09.09.2014 às 11:24

O que me pareceu que se quer dizer é mais ou menos isto:

Havia uma previsão que divida do SCP à SAD no âmbito do processo de fusão, que seria liquidada com recurso a um empréstimo a assumir pelo SCP já previsto e cujo montante correspondia à estimativa da divida de diversas entidades.

Como a divida real é inferior, a diferença entre esta e a estimativa, fica retida no SCP para construção do pavilhão.

O que não faz sentido para mim é a banca emprestar os 61.7 M com base numa estimativa e obedecendo a uma determinada lógica, quando, apurados os valores reais anteriormente estimados, estes se revelam inferiores.
"Precisa de 5000 Eur para pagar o carro? tome lá 6000 ..." há uns tempos não era assim tão estranho mas hoje já me parece menos provável

Ou então não percebi mesmo nada... :-D

Sem imagem de perfil

De SMCM a 09.09.2014 às 11:30

Vou fazer a minha interpretação que pode não estar correcta mas acho que talvez ajude a perceber.

Aquando da restruturação financeira efectuada o ano passado, escreveu-se no plano de restruturação elaborado para credores e devedores as entidades com dividas ou créditos pendentes à Sporting SAD. Quando o fizeram consideraram que o SCP e restantes empresas deviam 61,7milhões de euros à SAD. Entretanto devem ter apurado melhor os números e chegaram à conclusão que afinal a dívida é menor, ou seja é de 52,70milhões. Ora o teu plano de restruturação com as amortizações foi calculado para uma dívida de 61.7. Portanto ou reformulas o plano (coisa que agora não me parece aconselhável pois o Novo Banco vai querer certamente aproveitar para melhorar as suas condições) ou então a SAD "restitui" o valor em falta e o SCP fica efetivamente a dever os 61,7milhões.
Se o pavilhão for para o património do SCP. Tudo bem. Se for para a SAD então tudo mal...
Quanto aos 10milhões (9 do SCP - via divida à SAD + 1milhão dos adeptos) já dá para construir um pavilhão muito, muito, razoável até porque o sector da construção está a praticar preços muito em conta. É a melhor altura para o construir. Ainda não percebi onde é que vai ser construído. Espero que tenham a visão de o construir junto de uma estação de metro. O SCP é um clube nacional mas a falange de apoio está em Lisboa, "Alfacinha". E o futuro deste país são os reformados a irem passar o tempo - reformado vai de transportes públicos.
Espero também que não sejam totós e que peçam isenção de taxas municipais como o nosso rival SLB fez há bem pouco tempo. Entregaram na CML um documento do tempo da maria cachucha a dizer que a CML isentava taxas (do tempo do primeiro estádio da luz) e com isso pouparam quase 1milhão ali para o museu benfica e afins...

Eu por mim tentaria entrar em acordo com a reitoria da cidade universitária, para utilização partilhada do pavilhão. Eles cediam um cantinho naquele mega terreno mal aproveitado e o SCP fornecia o pavilhão. (tem estacionamento e paragem de metro).
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.09.2014 às 11:41

O pavilhão vai ser construido nos terrenos do antigo estádio, do lado das piscinas e do multidesportivo.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 09.09.2014 às 12:06

Eu também não percebi muito bem

No entanto já que se está a falar de 8,93 M - os restantes 1,07M são o total a angariar com a missão pavilhão - desses estão angariandos cerca de 400m e não me parece de todo impossivel até ao final do ano desportivo angariar os 600m que faltam, até porque a motivação é diferente se falta "apenas" 600m ou 9,6M
Sem imagem de perfil

De Rui a 09.09.2014 às 13:48

Penso que seria altura de se conhecerem mais detalhes sobre o pavilhão, nomeadamente a apresentação aos sócios do projecto de arquitectura do mesmo. Seria o gatilho para o aumento das contribuições dos sócios e para concluir que o valor que lhes é solicitado é atingível ou não.

SL
Sem imagem de perfil

De Petinga a 09.09.2014 às 14:18

Concordo. Nao é legítimo esperar que as pessoas invistam num projecto que nem sequer conhecem.
Por outro lado, dar dinheiro para um pavilhao do clube desportivo do nosso coracao é tudo menos um "investimento"...
Sem imagem de perfil

De Balajic a 09.09.2014 às 15:53

Eu não acho, mas tenho a certeza que ninguém percebeu rigorosamente nada em relação à forma como isto vai ser feito.

Logo no primeiro parágrafo, o comunicado diz que «os 8,93 milhões de euros a disponibilizar por esta sociedade [SAD] ao Clube [SCP], seja efectuado através do pagamento de créditos, actuais e futuros, que o SCP detém sobre a Sporting, SAD», ou seja diz, no fundo, que a SAD deve dinheiro ao clube e que para pagar essa dívida vai disponibilizar € 8,93 M.

«E essa dívida resulta do quê?», pergunta, e bem, quem conseguiu, como eu, digerir os dois primeiros parágrafos do comunicado. Pois, o terceiro parágrafo dá-nos (ou tenta dar) a resposta: «Os créditos referidos resultam do processo de reestruturação financeira do Grupo Sporting, no âmbito da qual estava previsto um pagamento de €61,70M pelo SCP à SAD (…)».

Hein? Como é que é mesmo? Então no segundo parágrafo diz-se que o SCP detém créditos “actuais e futuros” sobre a SAD e no terceiro parágrafo diz-se que esses créditos resultam do processo de reestruturação financeira do “Grupo Sporting” no âmbito da qual o SCP teria de pagar à SAD € 61,70M.

Então o crédito do SCP à SAD resulta de uma dívida que o SCP tem à SAD?

Mais à frente, no quarto e quinto parágrafos, parece que afinal o SCP tem uma dívida à SAD, mas esta também tem ao SCP, pois estava previsto que o SCP (e outras empresas do “Grupo Sporting”) teriam de pagar à SAD €61,70M, mas em 30/06/2014 lá se chegou à conclusão que, afinal, eram “só” €52,77M, pelo que a SAD tem de pagar à SAD, vejam só, precisamente €8,93M.

E o presidente do Sporting não anunciou, com pompa e circunstância no relvado de Alvalade, logo a seguir a um treino aberto e à comunicação (sui generis) da vinda de Nani e da venda de Rojo que € 9M resultantes da venda deste jogador iriam servir para a construção do pavilhão? Então já se perderam 700 mil euros pelo caminho?

Então e mistura-se a dívida do “Grupo Sporting” (SCP e outras empresas do “Grupo”) à SAD com a dívida do SCP (clube) apenas à SAD e com uma dívida que esta terá de €8,93M? E a quem? Ao SCP (clube) tão só? Ou ao SCP (clube) e às outras empresas do “Grupo Sporting”?

Confesso que isto só está ao alcance de quem, no dizer do presidente do clube, “é um exemplo, neste momento, daquilo que é a gestão e modernidade que é precisa para o futebol”.

Para além de concluir que sou mesmo “old school” (pois não entendo toda a “modernidade” de gestão que é explanada neste comunicado) consegui apenas chegar à conclusão que:

- O particípio passado do verbo “fundir”, segundo o novo acordo ortográfico (ou aquele que é utilizado em Alvalade), é “fusionado” (e não “fundido”), certamente, talvez, porque o verbo não será “fundir”, mas sim “fusionar”. Já não sei, porém, se irá haver uma fusão da SPM na SAD ou uma “fusionação”, mas, como já referi, este comunicado transborda de “modernidade de gestão” à qual sou, como é óbvio, completamente alheio…

- No penúltimo parágrafo, tanto se fala em “€52,70M de Euros” como, passado meia dúzia de palavras, já se fala em “€52,77M de Euros”. É, mais uma vez, o rigor da “modernidade de gestão” em todo o seu esplendor e que eu, como retrógrado que sou, não consigo alcançar.

- No último parágrafo, finalmente, o comunicado menciona que «a Missão Pavilhão continua em funcionamento até ser angariado o valor total de 1,07 milhões de euros», ou seja, esta direcção espera que, sem que seja mostrado qualquer projecto preliminar de arquitectura do pavilhão, sem um qualquer vislumbre daquilo que poderá vir a ser o pavilhão os sócios e adeptos do Sporting dêem mais dinheiro quando, no total, já deram 400 mil euros? Meus caros: quem tinha a contribuir por impulso, por emoção, pelo coração, já deu o que tinha a dar. Agora, terão que se esforçar um bocadinho mais e trabalhar no sentido de mostrar o que se está a pensar fazer (se é que já pensaram nalguma coisa). E, como diz o sloct, se a obra derrapar e ultrapassar os € 10M? Quem (e como) vai pagar o excesso? A Missão Pavilhão 2?

Enfim, é muita “modernidade de gestão” para mim…

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo