Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Boa época do Sporting justifica-se pelo calendário?

"Temos a pequena vantagem de não estarmos nas competições europeias, mas ganhámos mais vantagem quando tínhamos os mesmos jogos que os nossos concorrentes diretos. Ganhámos uma Taça da Liga, o Benfica teve menos jogos este mês e conseguimos ganhar pontos. Só que pode acontecer o contrário. Também já li que as semanas longas são boas quando se ganha, não temos de pensar em nada, só em ganhar ao Gil Vivente e não em quem joga, ou não, a meio da semana."

A candidatura ao título

"É uma questão de coerência. Da mesma forma que as coisas mudaram num mês, com o aumento de vantagem, podem mudar ao contrário. A equipa é a mesma, é uma equipa nova, não só por ser jovem, mas porque mudámos muito de um ano para o outro. Sabemos que ainda vamos sofrer muito, não tenho conhecimento da resposta a qualquer período adverso. É uma questão de coerência. Vamos fazer aquilo que combinámos no início da época: jogo a jogo e fazer o caminho dessa forma".

Sobre a diferença para o segundo lugar, como fala para os seus jogadores? Há medo?

"Não há medo nenhum, há a noção que se pode perder tudo em três jogos, já aconteceu no passado. Esse receio até é bom porque mantém o foco nas coisas. Medo não temos, os sportinguistas estavam divididos quando começámos, mas fiquei feliz por vez um ex-presidente falar recentemente, os sportinguistas estão mais unidos, mas faltam resultados desportivos. Isto pode mudar de um momento para outro. O que temos de fazer é dar o máximo, estamos orgulhosos mas cautelos. A nossa atitude não vai mudar. O que os jogadores podem tentar fazer todas as semanas é dar o máximo e correr muito".

Deslizes dos rivais mexem com jogadores?

"Sabemos o resultado dos nossos rivais, eles comentam isso de manhã, mas o nosso foco enquanto equipa técnica é chamá-los à terra e então trabalhar em relação ao que podemos controlar. Como é que o Gil Vicente pode vir a jogar, que sistemas pode usar... Esse é o nosso foco. Claro que eles sabem, mexe um bocadinho com os jogadores mas não com a equipa técnica."

publicado às 21:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


11 comentários

Imagem de perfil

De Leão do Norte a 08.02.2021 às 21:52

Conferência ao nivel do Rúben Amorim!

Prudência, coerência e inteligência.

Gostei especialmente da referência ao ex-presidente.
Sem imagem de perfil

De João Gi, a 08.02.2021 às 23:35

Mais uma boa CI de RA. O treinador do Sporting percebe que estamos numa fase crucial da temporada, em que a equipa tanto pode manter a embalagem ou perder o pé. A equipa do Sporting só tem dois aliados. Ela própria e a massa adepta do Sporting. Esperemos pois por mais um jogo de vontade de ganhar, determinação e concentração máximas da equipa, para o Sporting conseguir sair da Barcelos com a vitória. SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.02.2021 às 23:48

Sem dúvida!!!
Sem imagem de perfil

De LeaoCapel a 09.02.2021 às 02:08

Este jogo está-me a causar mais ansiedade que o habitual. Talvez por jogarmos depois dos rivais, o que já não acontecia há algum tempo.
Nunca mais é hora...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2021 às 02:11

Na realidade, o que está a acontecer, entre adeptos, é que a ansiedade tem vindo a aumentar com o passar de cada jogo e de cada vitória.

Eu noto isso em mim, o que é muito invulgar, dado que há muito que me deixei de enervar com jogos.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 09.02.2021 às 10:18

Caro amigo temos que a conter e não deixar que contagie outros porque é de todo prematuro, estamos muito longe ainda e a diferença pontual é muito enganosa, diria que na pontuação antiga dos 2 pontos por vitória e ganhando hoje em Barcelos o Sporting dificilmente perderia o título mas com pontuação a 3 pontos cria ideias falsas e perigosas, 2 jogos de má sorte e volta tudo ao mesmo.

Não existe qualquer título existe sim que só estamos em 1º com alguma diferênça pontual mas que na verdade é ainda muito curta para uma 2ª volta muitíssimo complicada e difícil que teremos que enfrentar.

A ansiedade dos adeptos se for excessiva acabará tambem por invadir a equipa e vamos obrigar o treinador ao dobro do trabalho mental para que os jogadoeres mantenham a cabeça bem fria sem perderem tempo com ideias que não interessam ter agora porque só vão atrapalhar.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 09.02.2021 às 10:09

Caro LeãoCapel,
Tocou no ponto, a "ansiedade" que está de facto a crescer no seio dos adeptos do Sporting e isso não é nada bom, sei que é um fenómeno dificil de controlar mas devemos manter a moderação e não deixar que ela avance demasiado.

Essa mesma ansiedade que descreve é a mesma que temo que comece a invadir os nossos jogadores principalmente os mais jovens inexperientes.
Rubem Amorim ja tocou no ponto quando diz que os jogadores já comentam os resultados dos rivais e ele sabe melhor que ninguém que tem que rapidamente parar tudo isso, o próximo inimigo que a equipa irá enfrentar é precisamente o serem invadidos pela ansiedade e isso irá tolher-lhes as ideias, os movimentos.

Na medida que os jogos avançam e a diferênça para os rivais aumenta ou se mantém mais se falará do título, mais se fica convencido que será uma realidade e vos garanto que é de todo prematuro falar sobre titulos no inicío das segundas voltas do campeonato, 5 ou 8 pontos de vantagem não são nada ainda, quando com 2/3 jogos sem vitórias se juntam todos de novo.

O Sporting tem saídas de veras muito complicadas e tudo pode cambiar num ápice.

Hoje a equipa tem que ir de cabeça fria para o jogo, saber que é melhor que o Gil Vicente e que não pode entrar no jogo da mesma forma que o fez em Alvalade que quase o perdíamos, aos 82 minutos o Gil ganhava.

Temos só e ainda que pensar só em nós no que podemos e devemos fazer, como se tudo começasse de novo hoje e com mentalidade de irem para o jogo como se de uma final se trate, porque é isso mesmo é uma final.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 09.02.2021 às 20:19

Quando havia público nos estádios sim, a ansiedade da bancada muitas vezes passava para os jogadores, mas agora não é o caso, não há público e isso em termos de ansiedade pode ser benéfico.
Saiba o treinador controlar a motivação e a ansiedade dentro do balneário e o resto virá por acréscimo, não creio que a ansiedade dos adeptos, dada a conjuntura atual, seja um problema.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 09.02.2021 às 11:45

Um discurso muito coerente e prudente
Muito bem Rúben Amorim


Beijinhos Rui
Feliz Dia

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo