Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Screenshot (337).png

Considerações de Rúben Amorim que achei interessantes, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Arouca, realizada esta sexta-feira:

Sobre Paulinho...

"Não estou sempre a elogiá-lo, limito-me a responder às vossas perguntas. Paulinho faz tudo aquilo que eu lhe peço, só não faz o que lhe daria mais valor junto dos adeptos e da imprensa: os golos. É muito importante, tem falhado na finalização. Tem de melhorar. Há períodos em que os avançados marcam menos golos. Poderão dizer que é um período longo, mas também já vi outros que não marcam durante um ano e depois explodem. Vocês (jornalistas) é que falam nisso. Eu dou a minha opinião".

Sobre a ausência de Pote...

"Não explica tudo. Temos vários jogadores de muita qualidade, mas temos de melhorar, ter outra capacidade à frente da baliza. Dar valor às vitórias. Se estivéssemos como no ano passado, em que só tínhamos duas oportunidades e marcávamos dois golos.... Agora criamos muito e temos de marcar mais. Já somos a melhor defesa, como no ano passado. Defendemos bem, mesmo sendo uma equipa ofensiva. Mas temos de fazer mais golos".

Sobre João Mário...

"Não tenho visto o rival. Tenho visto Matheus Nunes que está na Selecção. É um grande activo do Sporting, teve um crescimento enorme. O João Mário não teria aqui o estatuto nem sequer a influência que tem no Benfica. E ele sabia. Já falámos sobre isso. Estou muito contente com os meus jogadores. Não trocaria nenhum médio por outro. Mesmo com duas derrotas e o campeonato a funcionar. Cada um está bem onde está e foi para o sítio certo. E quando assim é ficamos todos contentes".

Sobre os poucos golos marcados...

"Chegar à área compete mais ao treinador de ajudá-los nesse caminho. Tivemos várias oportunidades onde os jogadores têm de decidir ou ter um dia melhor. Lembro-me de várias na cara do guarda-redes e não marcámos, por uma ou outra situação. E pelas estatísticas, que valem o que valem, mas mostram que rematámos à baliza, chegamos à área, mas temos de meter lá mais gente. Podemos dar e fazer mais. Ter outra capacidade de finalização. Às vezes depende da inspiração. Houve fazes em que criávamos menos perigo e marcávamos mais golos. Penso sempre que no próximo jogo vamos fazer mais golos. Mas o importante é não sofrer, pois geralmente fazemos sempre um golo".

publicado às 02:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Imagem de perfil

De David Rodrigues a 02.10.2021 às 12:07

Cheguei ao ponto de gostar tanto das "comunicações" do Rúben Amorim, como dos jogos. Um jogo passou a ter três partes: Conferência de Imprensa antes do jogo - O jogo - Conferência de Imprensa depois do jogo.

Uma verdadeira delícia. O apogeu foi atingido na vitória na Taça da Liga. Neto deu uma lição de humildade e inteligência após a vitória.

Ontem aprendi uma "lição" com o Leão do Norte. Assimilei, melhor: lembrei-me, que o melhor palco que os nossos adversários têm, às vezes somos nós que o oferecemos, disponibilizamos. O mais importante é o nosso Sporting, os valores com que foi erguido, que por si só já é suficiente para nos ocupar a totalidade da nossa atenção.

Cada vez mais apaixonado pelo trabalho que Rúben Amorim está a realizar no nosso clube. Não é um Deus e tem defeitos. E para ter palco para poder trabalhar e apresentar as suas valiosas peças de arte, "alguém" lhe preparou e disponibilizou os camarins, os atores, os roupeiros, o palco, toda uma estrutura que o legado Sportinguista construiu.

Paulinho é arma de arremesso para atingir o Sporting. E Paulinho constantemente e recorrentemente aparece nas conferências de imprensa. E têm sempre a mesma resposta, não como defesa, mas porque lhe colocam sempre o mesmo tema à frente. E responde sempre com a mesma naturalidade e simpatia. Não podemos confundir este sentimento com teimosia. Teimosos são os fracos de espirito e criatividade que não conseguem construir outras perguntas, uma vez que fazem sempre a mesma pergunta.

O tema João Mário foi outra grande resposta. Não foi pelo prisma desportivo que este excelente jogador saiu da esfera verde e branca. Foi o dinheiro, que não temos, que decidiu o seu futuro. E se faz mais falta noutro clube, se se evidencia de forma mais incidente nesse clube, é porque o nosso clube tinha, e tem, mais e melhores recursos para o meio campo. O que não temos é forma de "fabricar" dinheiro como os nossos rivais têm.

Nem tudo é negativo. Existe sempre uma forma positiva de ver as coisas. Podemos fazer alguma coisa para colocar (já) o Pedro Gonçalves a jogar? Não.
Mas, podemos ver a falta que este jogador nos faz. A sua ausência reforça o seu estatuto na equipa. E desta forma poderemos ser menos brandos a "criticar" algumas exibições do nosso mágico que tira golos da cartola com a sua varinha mágica. E Paulinho é o seu assistente.

A falta de golos. Este Sporting é um mistério. Quando joga mais fechado e não cria oportunidades de golo, marca um ou dois golitos. Quando cria oportunidades em catadupa marca poucos e em muitas vezes quando as cortinas do palco estão a fechar. Tenho muitas saudades dos jogos da primeira volta da época passada. Tínhamos algo que desapareceu: o jogo de tic-tac do nosso miolo. Guimarães, Santa Clara, Tondela, Gil Vicente, Boavista, Marítimo, um verdadeiro hino ao futebol. Paços de Ferreira para a Taça de Portugal.
Portimonense e Paços de Ferreira também me encheram as medidas, mas no final destes jogos já não tínhamos força nas canelas: Os jogadores tiveram que se agarrar uns aos outros.
O jogo em Famalicão foi um corrupio de golos falhados. "Porra" para os penaltis falhados que marcam psicologicamente os dois jogadores que os falharam. Nunca mais voltaram a ser os mesmos. Um bocado de exagero com o Nuno Santos.
Contra o Moreirense, não deixaram o Paulinho brilhar ainda mais.
Épico o jogo na Choupana. Nunca sofri tanto com um jogo.
Pelo meio, "ausências" nos jogos contra o Farense e o Rio Ave por exemplo.
Só o tempo e muito treino pode ajudar a equipa do Sporting a libertar-se desta mala-posta dos golos falhados. E reconquistar os níveis de confiança na hora de alvejar as redes contrárias, que já tivemos. Preocupado estaria eu, se não criássemos tantas oportunidades de golo.

Mais uma grande vitória do Rúben Amorim na conferencia de imprensa.
Que sela um bom prenuncio para o jogo contra o Arouca. A única coisa que nos interessa nesta jornada, vai ser a vitória contra o Arouca.
Mais nada interessa, exceto a conferência de imprensa que se segue.
O resto é paisagem.

E o verde é muito bonito a pincelar as cores da alma e coração dos nossos jogadores e adeptos!
Sem imagem de perfil

De Everton Costa a 02.10.2021 às 13:17

A resposta referente ao João Mário foi perfeita "Não vejo jogos do rival, vejo o Matheus Nunes que está na seleção".
Imagem de perfil

De David Rodrigues a 02.10.2021 às 14:35

Grande resposta! À altura e pergaminhos de um técnico Campeão Nacional com uma lágrima no canto do olho!
Sem imagem de perfil

De o acutilante a 02.10.2021 às 15:17

Grande resposta e os resultados contra Famalicão e Porto, provam-no.
Que mantenha sempre a excelente visão
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 02.10.2021 às 15:49

Veremos a resposta de outros quando lá mais para a frente, como é habitual nas suas equipas, falharem as pernas.
Será novamente culpa da Covid?
Sem imagem de perfil

De o acutilante a 02.10.2021 às 16:47

Suposições. Veremos quando momento chegar.
Contra o Arouca não conta. Já foi arrumado
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 02.10.2021 às 15:53

Sempre as mesmas perguntas "armadilhadas".
Paulinho, João Mário, Paulinho, João Mário...
Sem imagem de perfil

De o acutilante a 02.10.2021 às 16:48

São armadilhadas, sim senhor e Amorim não falha.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo