Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Convocatória para o Villarreal

Rui Gomes, em 20.02.19

 

52872313_10155801426701555_7964885025000783872_n.j

 

Em equipas que ganham não se mexe, mas Marcel Keizer vai ser obrigado a fazer pelo menos uma alteração, dado que Acunã não está disponível por castigo.

 

O que mais intriga neste momento não é o 'onze' inicial mas sim se o treinador vai optar pela mesma estratégia que resultou tão bem contra o SC Braga. Não há dois jogos iguais, mas se recuarmos uma semana para o jogo da 1.ª mão, reflectimos sobre a inutilidade do meio-campo do Sporting, o sector que mais exige rectificação neste embate em Espanha.

 

Com isso em mente, parece-me que o 3x4x3 ou o 3x4x1x2 é a fórmula necessária, dando uma muito mais sólida linha média à equipa, que em si permitirá mais posse de bola e maior pressão sobre o adversário.

 

Creio que a equipa inicial do Sporting vai ser a seguinte:

 

Renan; Ristovski, Coates, Tiago Ilori e Borja; Gudelj, Wendel e Bruno Fernandes; Diaby, Raphinha e Bas Dost.

 

Destaque para a convocatória do jovem defesa dos sub-23, Thierry Correia.

 

Bom jogo e boa sorte Sporting!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Imagem de perfil

De Clorophilo a 20.02.2019 às 13:40

Com a equipa sugerida pelo Rui voltamos ao 4x3x3, certo?
Parece-me bem; mas talvez o treinador mantenha o Salin na baliza. Seria injusto tirá-lo, até porque não foi por ele que perdemos o jogo da 1a mão.

Jogue quem jogar, o mais importante é a atitude. Os jogadores do Sporting são melhores e têm obrigação de ganhar. Haja espírito leonino!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2019 às 13:59

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Clorophilo a 20.02.2019 às 15:45

Sim, concordo essa ideia.
Só uma coisa: também não convém reduzir o Sporting à maior ou menor inspiração de Bruno Fernandes. Isso seria mau para a equipa e para o próprio B. Fernandes. (Não alinho em idolatrias à moda de Carnide...)
Há lá outros capazes de fazer a diferença e há outros com potencial para chegar ao nível do Bruno.
Tal como se diz em bom futebolês:
«O mais importante é a dinâmica colectiva.»

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo