Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CR7: os golos da década

Rui Gomes, em 28.12.19

81434237_10221694980189715_1106993237467332608_n.j

Nesta década, entre a Selecção Nacional, Real Madrid e agora a Juventus, com a época em curso ainda a meio, Cristiano Ronaldo marcou o número fenomenal de 555 golos, uma média superior a 55,5 golos por época.

Um goleador nato como nunca se viu na história do futebol, será a melhor descrição para este brilhante futebolista formado no Sporting Clube de Portugal.

É de prever que ainda tenha mais dois ou três anos na sua espectacular carreira, período em que os números globais irão naturalmente sofrer um acréscimo adicional.

publicado às 15:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De RCL a 28.12.2019 às 16:40

Ao Cristiano Ronaldo nunca faltou gasolina.

Lazlo Boloni ficou encantado com o enorme talento do ainda juvenil, 16 anos, que o fez alinhar na primeira equipa na pré-temporada de 2001/2, estreando-se logo a marcar contra o Atlético.
Não me lembro de ver na CS qualquer notícia sobre Cristiano Ronaldo. Só acordaram quando do jogo com o Manchester United . Ferguson, que não dormia, correu a contrata-lo por uma ninharia. Negócios à Sporting.

Diz a História que talentos como Pelé, Maradona, Cristiano Ronaldo e Messi aparecem de 50 em 50 anos. Quem viver verá, como dizem os nossos amigos brasileiros.
Sem imagem de perfil

De arrebenta a 28.12.2019 às 18:26

Negócios à Sporting?

Foi o jogador júnior mais caro no mundo até essa altura e que ninguém conhecia...Sinceramente!
Sem imagem de perfil

De RCL a 28.12.2019 às 18:58

Ninguém é força de expressão. Quem seguiu as camadas jovens, sabia que Cristiano Ronaldo estava destinado para grandes feitos.
Na altura Soares Franco, vice presidente de Dias da Cunha, disse ser muito difícil segurar Ronaldo contra a vontade, e era. Mas podiam ter esticado mais, Ferguson batia as paradas.

O Sporting deu ao futebol português os 3 maiores jogadores dos últimos 35 anos mas não tirou daí grandes proveitos financeiros ao contrário de outros que vendem gato por lebre.
Sem imagem de perfil

De arrebenta a 28.12.2019 às 20:38



O Sporting vendeu um jogador júnior por um preço nunca antes visto. Querer comparar os preços de agora, com os de 2002, só por ignorância ou má fé. É preciso não esquecer que foi há 17 anos! Nessa altura um jogador feito e com prestigio mal chegava aos 30M€ e eram muito poucos. Enfim...Há paciência...
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 28.12.2019 às 18:28

Talentos como ele é verdade, aparecem de 50 em 50 anos, mas em Portugal só há dois, Peyroteo e Eusébio.

Qualquer um deles com melhor média de golos que Ronaldo.

Obviamente que Ronaldo é um dos melhores marcadores de sempre, e um dos jogadores mais titulados que a história já viu.

Só acho que dizer que é um goleador como nunca se viu, é faltar à verdade histórica, até em detrimento de um jogador, esse sim, do Sporting.

Na verdade, Peyroteo é o jogador com melhor média de golos de sempre, mais do que Pele, Eusebio, Messi e Ronaldo.

Critérios, embora compreensíveis, pouco factuais.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.12.2019 às 18:42

Este é uma tema muito subjectivo e critérios vários.

Nunca saberemos o que Peyroteo faria no futebol actual, nem sequer Pelé ou Eusébio, embora não tenha o mínimo de dúvida que seriam na mesma grandes jogadores.

Cristiano Ronaldo tem um factor que o separa de todos os outros: jogou nos três campeonatos de topo: Inglaterra, Espanha e Itália. Nem Messi tem/teve a coragem de jamais sair da sua zona de conforto desde a formação, numa equipa cujo futebol é sempre orquestrado com ele em mente.

Eu até acho que o Cristiano fez muito mal em ir para a Itália e para a Juventus, equipa que não é bem liderada e que não tem um meio campo e um sistema de jogo para dar ensejo á sua veia goleadora. A Juventus nunca ganhará a Champions, mesmo com ele na equipa. Não tem os "cavalos" necessários!
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 28.12.2019 às 19:16

Caro Rui Gomes

Subjectivo é dizer que este é o "melhor de sempre", e outros considerandos.

Factual, é dizer que o melhor marcador da história é fulano de tal. Depois, podemos aplicar como bitola a média de golos, ou simplesmente o seu numero.

E em todos eles, Ronaldo não é o melhor, logo, não é factual que seja um goleador como nunca se viu.

O melhor de sempre do futebol mundial, em média de golos em jogos oficiais, é Peyroteo.

Depois, de portugueses, temos Eusébio, marcou 1,02 golos por jogo. CR7 marcou 0,72 golos por jogo (São só 42% de diferença).

Na selecção Eusébio marcou 0,64 golos por jogo e CR7 marcou 0,575 golos por jogo.

O melhor de sempre em golos marcados, salvo erro, é Josef Bican, com 1468 golos, reconhecidos pela FIFA, e nessa lista, Ronaldo nem está nos 10 primeiros, sendo a 10º posição de Eusébio.

Era disso que estava a falar, sem tirar mérito a Ronaldo, que nos tempos que passam é um semi-Deus.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.12.2019 às 21:19

O caro lê muito e pensa que sabe tudo.

Alguns de nós vimos vários destes jogadores jogar, muitas vezes. Há realidades além de estatísticas assim como não é justo comparar o futebol moderno ao que se praticava noutros tempos.

Para mim, Pelé é o melhor jogador de sempre, superior a Maradona.

No futebol moderno, não há um goleador como Cristiano Ronaldo, nem Messi.

Peyroteo foi o que foi no seu tempo, incomparável.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 28.12.2019 às 21:35

Na verdade leio muito, mas estou longe de saber muito pouco, quanto mais tudo.

Eu vi jogar Pele na TV, Eusébio ao vivo, muito pouco, Maradona, Cruiff, etc etc.

Para mim, o melhor de sempre é Maradona, porque faço uma avaliação em que contam factores como personalidade, carisma, inovação, liderança.

Maradona, foi o único jogador que vi ganhar um Mundial praticamente sozinho, ganhou uma Taça UEFA e campeonatos italianos por um clube que nunca tinha ganho nada.

Como sabe, eu tenho uma visão baseada em factos, não pretendia desvalorizar a sua opinião. Se dei essa ideia, desde já me penitencio.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.12.2019 às 21:42

"Personalidade, carisma, inovação, liderança"... de Maradona superior a Pelé?

Desculpe, mas deve estar a falar de outros jogadores que não estes!!!

Enfim...
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 28.12.2019 às 21:51

Como gosto de ler, aqui vai uma frase de uma das minhas leituras

"Não é mau não ter opinião.
Mau é ter opinião, não expô-la, e concordar com a opinião dos outros.”
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.12.2019 às 22:36

Não me parece pertinente à nossa conversa. Ambos temos opiniões, embora diferentes e posso garantir-lhe, aparências por vezes não obstante, que nunca procuro nem espero concordância.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.12.2019 às 21:43

P.S.: Há factos e há factos...
Sem imagem de perfil

De London Lion a 29.12.2019 às 05:50

Pot favor tantos dados incorrectos. Para ja desde que o Ronaldo joga a avancado e nao a extremo na seleccao a media de golos dele e superior a 1 golo por jogo. Segundo o Ronaldo e o Segundo melhor marcador de sempre de seleccoes e provavelmente Vai see o primeiro e um jogador iraniano a federacao asiatica them muitas equipas nao profissionais (irao ganhou imensos jogos 14-0 e afins contra equipas de carteiros).

Em termos de golos oficiais o Ronaldo e o sexto melhor de todos os tempos muito acima do eusebio apesar de jogar a medio muitos anos. Estatisticamente o eusebio esta a anos luz do Ronaldo e nunca jogou numa liga competitiva. O setimo e o Messi.
O eusebio esta em numero 13. O bican them 805 golos officials. O Ronaldo esta a 75 golos dele e provavelmente Vai ultrpassa-lo se jogar mais duas epocas. O Messi tem somente 15 golos menos que o Ronaldo e esta numa liga em qué se marca mais e e dois anos mais novo por isso eats record vai eventualmente ser do Messi (sem lesoes).
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 29.12.2019 às 16:55

O único dado eventualmente incorrecto, refere-se a Bican, que segundo alguns historiadores terá mais de 1700 golos, o que não é comprovável.

A sua ideia é apenas desvalorizar os dados, para poder afirmar a sua convicção.

As minhas opiniões já estão expostas, tenho os meus gostos e preferências, os dados são objectivos e a sua interpretação é livre.

O Ronaldo, toda a gente sabe que é um dos melhores de sempre, mas passam sempre a mensagem que não se pode comparar por isto e aquilo - concordo.

Especialmente se tivermos em conta que nos "velhos tempos" se jogava com bolas permeáveis à agua, que muitos futebolistas de hoje não a conseguiriam colocar a 50 metros, que se jogava em pelados, com botas da "tropa",não havia substituições nem cartões, que se jogava lesionado, que as operações eram muito mais invasivas e de difícil recuperação, nem sequer havia fisioterapeutas, quanto mais fisiologistas, nutricionistas, treino mental e psicológico, conhecimento cientifico de treino, etc, etc, etc...

Há sempre várias maneiras de analisar uma questão, e as nossas preferencias clubisticas ajudam a essas decisões.

No entanto, sem preferencias, está Pele, que considerou Eusébio melhor que Ronaldo e Messi. Fala quem andou lá dentro e é considerado por muitos o melhor de sempre.
Não consta que Pele fosse benfiquista.

Essa sua conclusão de que Ronaldo passou a jogar a avançado e tem média de golos superior a 1, é bastante curiosa.

Mas a verdade é a que escrevi, e se se der ao trabalho, vá verificar os golos de Ronaldo e Eusébio, o tal do campeonato pouco competitivo, frente a selecções campeãs do mundo, e talvez se admire da diferença abissal entre os dois.

É como digo, cada um vê o que quer.
Sem imagem de perfil

De LondonLion a 30.12.2019 às 06:46

Vi bastantes golos do Eusébio e do Pele e do Maradona. Pena não poder ver mais dos cinco violinos. Mas temos no Ronaldo provavelmente um dos mais jogadores de todos os tempos e parece que metade da população do pais tem como hobby tentar desvaloriza-lo. Mas estatísticas e uma coisa que eu sigo há muito por isso sei bem do que estou a falar.

Sobre a falta de susbtituicoes não e aqui nem ali para as estatísticas individuais. Sim e verdade que o futebol era mais violento as bolas muito mais pesadas particularmente na chuva mas a defesas eram muito mais abertas e os jogos com muito menos intensidade. Vejo os vídeos do Pele e não tenho duvida nenhuma que hoje em dia não marcava nem metade dos golos (sempre que sofreu marcação cerrada nos mundiais desapareceu do jogo). O Eusébio possivelmente marcava visto que muitos dos golos dele são mais na raça do que na técnica. Mas o Messi e o Ronaldo tem os golos que tem numa época em que e difícil marcar, desde os anos 80 em que se começou a jogar um futebol mais defensivo so o Romario se aproxima dos números deles.

Sobre a opinião do Pele vale tanto como a minha ou a sua ou menos ainda visto que tem conflito de interesses. O Pele e imensamente vaidoso e fica irritado sempre que alguém diz que este ou aquele jogador e melhor que ele. Metade das suas declarações são que o Ronaldo e o Messi não valem nada (já disse que o neymar, ronaldinho gaucho, tulio, etc... etc... etc...eram todos melhores que o ronaldo ou o messi). Não há nenhum comentador internacional que ponha o Eusébio numa lista de GOATs. Consideram-no um belíssimo jogador sem duvida mas na escala de um george best, cruijff ou beckenbauer. O Eusébio foi considerado o melhor da Europa uma vez e o segundo melhor outra (que perdeu por um voto para o bobby charlton) mas isto quando o Pele nem podia competir para este prémio porque jogava no Santos. O Ronaldo foi considerado o melhor do mundo 5 vezes e esteve em segundo ou terceiro 8 vezes. O domino do Ronaldo e do Messi não tem comparação na historia do futebol.

Relativamente a estatísticas.
Depois do mundial de 2014 o Ronaldo for transformado pelo Fernando Santos na principal referencia do ataque da seleciono nacional. Desde então tem 47 golos em 46 jogos. Golos a equipas que alguma vez foram campeãs do mundo ou europeias antes ou depois o Eusébio tem 14 o Ronaldo ... 16. Pois o Ronaldo teve de facto mais jogos. Portugal esteve numa única fase final com o Eusébio e havia fases finais todos os dois anos como há hoje. Portugal esteve em 8 fases finais com o Ronaldo.

Esse mito que o Ronaldo só marca a equipas facas e isso mesmo um mito o Ronaldo tem 65 golos nos knockout stages da champions league o segundo e o Messi com 46 o terceiro tem 21! Depois da fase de grupos contra o que hoje em dia são as melhores equipas do mundo. E um dos recordes do Ronaldo que o Messi não vai igualar. O Ronaldo tem 128 golos na champions apesar de não marcar nos primeiros 29 jogos porque jogava a médio (por isso que as estatísticas de golos por jogo valem o que valem). Mas em termos de golos por jogo o Peyroteu e o Bican são incomparáveis.

Relativamente a total de golos o Bican dizia ele mesmo que tinha 4 ou 5 mil e o messi marcou mais de 2000 nas camadas jovens do Barcelona. Não se podem incluir jogos amigáveis nestas contas. Jogos oficiais em campeonatos organizados (que mesmo assim inclui os campeonatos regionais do Brasil) excluindo amigáveis e jogos de exibição o Bican tem 805 e o Pele 767. Os 1200 e tal do pele incluem tudo amigáveis, camadas jovens ate os golos que ele marcou na equipa do exercito.

O Romario também diz que tem mais que tem 1200 e o tulio maravilha diz que tem 2000 a única estatística comparável e golos oficiais. Porque assim mais de 500 também eu tenho.

Sei que o Rui não gosta de links mas neste caso e apropriado

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_footballers_with_500%2B_goals

Eu sei que hoje em dia há mais jogos oficiais mas não me parece que a lista favoreça jogadores recentes. Jogadores activos depois de 2000 nos 20 primeiros só há 4 o Romario, Ronaldo, Messi e o Ibra. Não tenho duvida nenhuma que o líder desta lista vai ser o messi a não ser que o Ronaldo venha fazer uma perninha para a liga portuguesa.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 30.12.2019 às 19:36

Caro London Lion

Agradeço a sua resposta que me mereceu uma atenta leitura.

Não vou refutar a sua opinião, que é diferente da minha, porque se baseia na sua maioria em factos e sua interpretação.

Só um reparo, frente a equipas campeãs mundias, Ronaldo marcou a Argentina, e à Espanha, total de 4 golos.
Eusébio marcou à Inglaterra, França, Espanha, Argentina, Brasil, Itália, num total de 10 golos.

Eusébio deixou a sua marca de grande jogador no Mundial 66, "trabalhado" para a Inglaterra ganhar, e tem a melhor marca de um goleador numa fase final de um Campeonato do Mundo.
O seu jogo frente à Coreia do Norte, ainda hoje é considerado um dos melhores de sempre num Mundial.

Eu não faço parte das pessoas que desvaloriza o Ronaldo, os seus feitos por Portugal fazem-no merecedor da nossa admiração.

Outra coisa, não obstante os números serem como o algodão, é considerá-lo o melhor de sempre.
Pode ser o que mais golos marcou, o que mais títulos tem ( o Sérgio Ramos e o Arbeloa e outros espanhois têm mais), e o seu profissionalismo e dedicação à profissão não estão em duvida.

Na minha opinião, que já expressei, nem sequer é o melhor português de sempre, e a nível mundial terá mais do que meia dúzia à sua frente.

Há coisas que não são mensuráveis, a genialidade, a criatividade, por exemplo.

Como já vi que é conhecedor, acha que se Eusébio estivesse numa equipa espanhola, ou italiana, não teria mais 3 ou 4 ou 5 Taças dos campeões?

Mesmo com o Benfica, poderia ter ganho mais, mas todos sabemos a diferença que havia entre o Portugal arcaico da década de 60 e o resto da Europa. Mesmo assim esteve em 4 finais, duas delas com o Benfica a jogar com 10 jogadores.

E Ronaldo? Se estivesse no Sporting, ou mesmo no Benfica ou FCPorto de hoje, quantos títulos internacionais teria? E Bolas de Ouro?

As comparações são ingratas, e são enviesadas pelas nossas lentes coloridas.

As minhas são encarnadas, e eu reconheço isso, mas não deixo de reconhecer os feitos de Ronaldo, que são enormes.
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 30.12.2019 às 19:58

Caro London Lion,

Já agora, e para encerrar a temática, deixo aqui uma reflexão para demonstrar que na verdade não é possivel comparar épocas diferentes.

Sabe quantas vezes estaria Ronaldo, nas décadas de 60 e 70, na Taça dos Campeões, mesmo jogando no Real Madrid?
Uma! Nunca ganharia as Taças que tem.

Nesse tempo, era preciso ser-se Campeão Nacional ou Europeu para participar.

Hoje em dia, temos um Campeão Europeu que não é campeão nacional há 20 anos!!!

Sabe quantas vezes estaria a selecção nacional, com Ronaldo, numa fase final de europeu ou mundial?
Talvez uma.

Pois, hoje em dia vai "toda a gente", já não é só o 1º classificado na fase de grupos.

Com as regras de "antigamente", Portugal não seria Campeão Europeu .

Por maioria de razão, nem Ronaldo, nem Messi, nem ninguém, teria os golos que tem, a fazer 30 jogos por época.

Calculo que muitos jogadores das décadas de 60 a 90, portugueses, teriam ido a todos os mundiais e europeus que foram disputados, como a actual selecção nacional, caso as regras fossem as actuais.

"I rest my case"
Sem imagem de perfil

De LondonLion a 31.12.2019 às 06:55

Neste caso acho que temos que concordar em discordar e nunca disse que o Eusébio não era um enormissimo jogador. Uma das grandes razoes para o Benfica ter disparado em termos de campeonatos ganhos na década de 60 (combinada coma falta de capacidade do Sporting substituir os cinco violinos).

Mas caso as coisas fossem como antigamente e houvesse muito menos transferências internacionais com a quantidade de jogadores de topo que esta nos principais campeonatos vindos dos 3 grandes acho que ate estavam mais umas quantas tacas Europeias em Portugal.

E a equipa do Benfica mesmo sem o Eusébio não era assim tão mazinha! A taca dos campeões em 61 nem tinha Eusébio e a de 62 apesar de importante era discutível se o Eusébio era a principal referencia (relativamente acabado de chegar). O Eusébio foi muito mais importante para as finais de 63, 65 e 68. Mas o Coluna o Águas, o Augusto e o Simões (e possivelmente estou a esquecer me de alguns) eram todos excelentes jogadores.
Sem imagem de perfil

De arrebenta a 28.12.2019 às 18:47

Comparar os jogadores de agora com aqueles que jogaram há cerca de 60 anos, quando do inicio do futebol profissional, é mesmo um exercício facílimo para certa gente...
Faz-me lembrar aqueles que dizem na CS, que este ou aquele jogador de agora é o melhor jogador de todos os tempos, como se essa gente tenha visto jogar os melhores futebolistas dos últimos 70 ou 80 anos, desde o inicio do profissionalismo.

Eu posso dizer que o melhor futebolista que vi jogar foi o Pelé, porque vi jogar todos os melhores da sua geração, incluindo Di Stefano. Na TV claro...
Sem imagem de perfil

De ChakraIndigo a 28.12.2019 às 19:18

Obrigado por me dar razão, não estava à espera da sua parte
Sem imagem de perfil

De RCL a 28.12.2019 às 19:54

Pelé e Cristiano Ronaldo, para mim, foram os maiores de todos os tempos . Pelé foi campeão Mundial em 1958, 1962 e 1970 , fez mais de 1200 golos, é o jogador com mais títulos conquistados. Nunca fez um golo com a mão , não precisava!
Cristiano Ronaldo foi campeão nas 3 Ligas mais importantes da Europa, 5 ligas dos Campeões, Campeão Europeu, 5 BOLAS DE OURO, o melhor marcador da LC, bateu todos os recordes, só falta um que vai bater.
Messi e Maradona vem um pouco abaixo.
Sem imagem de perfil

De António a 29.12.2019 às 00:41

Há um que tem 6.

Bateu todos os recordes? A sério?

O que é "triste" nisto tudo é a idolatria cega pelo homem. Toda a gente percebe e compreende que haja um grande afeto pelo mundo sportinguista pelo Ronaldo. Isso é mais do que aceitável e justo até. O que me parece irrelevante e contraproducente é a idolatria em forma de seita.

Não há problema nenhum a esse nível. Todos os males do mundo fossem esses e nós estávamos todos no Éden, mas pronto, só quis meter a minha colherada.

Ah, e ninguém ganha sozinho. O Jordan fazia quase 40 pontos de média por jogo, no entanto só foi campeão quando teve ao seu lado outra grande estrela.
O próprio Rui reconhece, e bem, este facto ao mencionar a escolha da Juventus.
Aliás, o grande golpe de génio do Cristiano foi perceber o que era o Real de Madrid a todos os níveis e ter-se transferido para lá. Se tivesse ficado no United tinha atingido todas as marcas e ganhado os troféus que ganhou? Obviamente, não. Foi muito inteligente, ele e a sua retaguarda, e, aliando às suas qualidades dentro de campo, aí temos o extraordinário futebolista que é.
Sem imagem de perfil

De London Lion a 29.12.2019 às 05:55

Oficiais excluindo amigaveis e os golos que marcou com os amigos ou com a equipa do exercito o Pele tem 767 golos e mesmo muitos destes foram no campeonato regional bater nos ceguinhos. Se fossemos contar os golos das camadas jovens e amigaveis o Ronaldo vai no golo 2000 e Segundo consta o Messi no 3000 ou assim (e o bican them 4 ou 5 mil).
Sem imagem de perfil

De António a 29.12.2019 às 00:31

Nesse período de tempo, há um rapazinho que marcou ainda mais golos.
Sem imagem de perfil

De LondonLion a 29.12.2019 às 06:51

E os mais um ponto do Ronaldo. Os extremos normalmente acabam a carreira muito cedo. O Ronaldo reinventou o ser estilo de jogar e ate o corpo 3 ou 4 vezes para prolongar a longevidade. E jogando num estilo bastante diferente continua a ser um jogador de topo. O Ronaldo extremo, o Ronaldo médio interior, o Ronaldo segundo avançado, o Ronaldo ponta de lanca sao jogadores diferentes mas todos de topo. Nenhum outro jogador nesta lista jogou em tantas ligas de topo e reinventou a sua maneira de jogar tantas vezes. Todos ou quase todos jogaram a carreira inteira na mesma equipa na mesma posição.
Sem imagem de perfil

De António a 29.12.2019 às 14:30

Concordo absolutamente na questão das posições. Já o tópico dos campeonatos onde jogou só mostram a inteligência da escolha. Fenomenal seria sair do Real e ir para o Nápoles e interromper o reinado da Juventus.

É um pouco como Guardiola: Barça de Messi, Xavi, Iniesta, Puyol, Busquets; Bayern dominador absoluto na Alemanha; City a gastar mundos e fundos numa Inglaterra com United, Arsenal, Chelsea, em crise clara (uns mais, outros menos, mas em crise), até levar com um Liverpool fenomenal. Assim, é "fácil" ganhar. Outra história é levar o Valência, o Leicester, etc., aos títulos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo