Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crónica do cota-diano, do tempo sem futebol

Naçao Valente, em 14.04.20

mardi-gras-two-masks-with-different-emotions-vecto

O massagista "lampiónico"

Há quem diga que a idade está na cabeça, mas o corpo passa ao lado de teorias e segue a normal marcha da natureza. Por mais que diga ao meu esqueleto que não seja queixinhas, que não se deixe abater apenas por uma dorzinha aqui, uma ardor acolá, um mal estar "acoli”(aiaiai) não me ouve. Não ouve mesmo.

Vai daí, por mais que diga ao meu ombro que não ligue ao protesto dos tendões, e ao seu choradinho, o facto é que não se cala. É pior que bebé chorão. E tanto me chateou que lhe fiz a vontade e levei-o ao massagista.

Estava sentado na sala de espera, com direito a senha e a ecrã plano de televisão, quando saiu do gabinete de massagens um paciente seguido do de um matulão “praí” de um metro e noventa. Reparei nas manápulas que saiam das mangas da bata branca. Era o homem das massagens. Mandou-me entrar, e depois de um breve diálogo, pediu-me para me deitar, em cima de uma marquesa. Foi então que reparei numa faixa vermelha e branca, colocada na parede em frente,onde se lia SLB. Se tivesse visto antes, de certo que tinha saído, sem dar cavaco. Mas era tarde.

-Dispa-se, deite-se de bruços e imagine que está em cima de uma marquesa de verdade, disse.

Nada mal para começo de tratamento. O cavalheiro mostra sentido de humor, embora brejeiro. Aceito, como processo de descontrair o paciente e criar proximidade.

Palavras não eram ditas comecei a sentir a delicadeza das manápulas no meu lombo. Pancada de criar bicho. Aguenta por seres queixinhas, disse no recesso da intimidade corporal. Até a marquesa gemeu, mas foi de dor.

-É pá, a sua coluna tem mais curvas que a estrada do Sabugueiro. Ainda é muito novo para estar neste estado. Não faz desporto? O SLB tem um ginásio à sua espera.

-Não sabe, mas eu não tenho tempo disponível, e além disso sou sportinguista, atrevi-me a dizer.

- Ai é? 

Agarra-me no braço puxa, puxa, roda, roda, de tal modo que este parece uma ventoinha a sair do eixo. Será que ainda está agarrado ao corpo?

-Não sou assim tão novo, respondi timidamente. Pelo menos já tenho idade para ter juízo e não me meter nestas alhadas, pensei…

- Sexagenário? Não lhe dava essa idade! Se tirar as banhas e pintar o cabelo, até parece um jovem. ---Sabe o que lhe digo? Saia do sofá, vá caminhar, olhe para as gajas, para as novinhas claro, vai-se sentir melhor, e até ainda muda para o "glorioso".

- Pró glorioso, nem morto, balbuciei,  mas logo me arrependi.

O braço ainda está no seu lugar. Até ver. E vem mais pancada. Agora dá-me um apertão tão forte na carcaça que senti que o esqueleto se separava da musculatura. Se é que ainda tenho esqueleto no verdadeiro sentido do termo.

- Pois é…coluna toda empenada…é uma pena. Caminhe…olhe para as tipas…velhas não…faça sexo…endireita a espinha e outras coisas, como o ânimo, bem entendido, sentencia o massajador.

Nem dou troco à conversa. Palavras para quê? Quero é que o matulão acabe, para sair dali, mas continua e volta ao braço,

Roda, roda, roda, roda
Roda, roda, sem parar
Tanto roda, tanto roda,
Que ao lugar há-de voltar

Porra, além de torturador também é versejador. Deixo-me levar na onda para ver se o tempo passa. Mentalmente vou dizendo,

Soda, soda, soda, soda
Soda soda sem parar
Deixa-me o braço num oito
E ainda tenho que pagar.

Quando nada o fazia prever, volta o apertão da ordem. Desta vez penso que me vão sair as miudezas pela boca, mas vá lá, ainda conseguiram voltar ao seu sítio, ou quase.

-É o que lhe digo, comece por caminhar cinco quilómetros, dez quilómetros e depois sexo. Tem que ser, você parece um puto, tem que viver como tal…

-Puto que o pariu. Quilómetros e quilómetros de sexo. Mas onde é que eu estou? Numa sala de massagens, numa câmara de tortura,  num consultório de sexologia, ou numa sucursal do "benfas". A medo arrisco dizer: “não se atrase, tem muita gente à espera”.

-Terminámos e não se esqueça dos meus conselhos. Aplique a minha receita e não se arrependerá.

Uff! Vamos lá ver, se ao menos consigo caminhar. Quanto ao resto logo se vê. Bem, se alguém tiver um corpo queixinhas, ou de certo modo achar que exagero, tenho o cartão do fulano e recomendo. 

Palavra do cota-diano

publicado às 21:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 15.04.2020 às 02:18

Roda, roda, roda, roda
Roda, roda, sem parar
Tanto roda, tanto roda,
Que ao lugar há-de voltar

Soda, soda, soda, soda
Soda soda sem parar
Deixa-me o braço num oito
E ainda tenho que pagar.

Bemmmmmmmmm, meu caro amigo Nacão Valente, o que me ri com a sua narrativa!

A dado momento, depois de se confessar sportinguista (fez super bem)..temi que o massagista do clube rival lhe pusesse o ombro pendurado numa orelha ou assim! hahahah

Está a ver? Ainda há benfas com jeitinho para alguma coisa!
Obrigada amigo, adorei!!
Beijinhos e melhoras!
Carlinha
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.04.2020 às 13:25

Obrigado estimada Carlinha. Muito gosto em vê-la por cá. Espero que esteja bem. Cuide-se. Quanto ao dito massagista não voltou a ter outra oportunidade. Mudei-me para mãos mais delicadas.
Beijinhos
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 15.04.2020 às 10:45


Ahahahah… foi o seu momento Zen, caro Nação Valente. Não volte lá, por amor de Deus, esse lampião tem um plano. Se calhar, é rebentar consigo. Cuidado!

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 15.04.2020 às 13:30

Não volto não, caro Leão Zargo. Jurei que se saísse dali pelo meu pé, não voltaria. Antes a tendinite.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo