Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 images.jpg

 

Para alívio de todos os sportinguistas o Bruno Carvalho encerrou um problema que ele próprio criou, mas conhecendo bem o personagem nunca se sabe. No meio disto tudo o Sporting foi obviamente o grande perdedor, tendo dado durante largos dias uma imagem de desnorte para gáudio dos nossos adversários e reabrindo as feridas do divisionismo interno.

 

O que mais sobressaiu neste caso foi o verdadeiro carácter de Carvalho, tantas vezes aqui descrito com justiça neste blog. Incapaz de tomar uma decisão que achava justa mas que percebeu ser impopular e tendo tentado “popularizá-la”, usando nomeadamente os amigos Eduardos para lançar o maior ataque interno à honorabilidade de um treinador do Sporting de que há memória, com receio também de uma cisão directiva, deixou-os cair depois de demasiado tempo a deixar o barulho à volta do tema tornar-se ensurdecedor. Os métodos usados para desgastar Marco Silva para além de vergonhosos, deixaram marcas irreparáveis na relação entre os dois, o que para o futuro do Sporting não pode ser positivo.

 

Triste figura fez o Zé Eduardo que no fim até já achou bem termos como treinador alguém que no próprio dia voltou a apelidar como um “diabo” e fazer mais uma série de acusações graves que vai ter que provar em tribunal, mas ok como é bom treinador já pode ficar. Na verdade isto não me admira em quem se identifica como grande apoiante de Bruno Carvalho – ao menos se este tivesse na sua área de responsabilidade a mesma competência que Marco Silva aparenta ter …

 

Os índices de popularidade de Carvalho estão agora bem abaixo do que ele acha justo (o que concerteza não será demonstrado na sempre condicionada e enganadora pouco representativa AG de dia 17 de aclamação/relegitimação para a qual o trabalho de arregimentação vai bem avançado) e agora está refém de um simples empregado do clube.

 

Depois do vergonhoso episódio com Manuel Fernandes, sem esquecer muitas outras situações que temos aqui alertado como por exemplo as contratações “cirúrgicas” de mais de 30 jogadores, a maioria com fraca utilização; a mentira quanto à injecção de dinheiro no clube; a situação caótica na Academia; o ainda maior isolamento e afastamento dos poderes de decisão; a incapacidade de renovar com Bruma, Ilori, Dier e as maiores promessas sub-18 e toda uma atitude trauliteira e lampiona que envergonha a maioria dos sportinguistas; a reputação de Carvalho levou mais um forte rombo, mesmo entre os seus maiores defensores. O que lhe sobra é a reestruturação financeira que estava alinhavada e que em alguns casos até é embaraçosa para o clube como a troika foi para Portugal e a guerra com os fundos, que há três anos eram apresentados pelo Bruno como a salvação do clube (mais um flip-flac que fez).

 

Na questão do Manuel Fernandes confesso que gostei de o ver “de rabinho entre as pernas” fazer as pazes com o grande capitão, mesmo sabendo da pouca honestidade do gesto (o que me ri agora quando no Sábado o Bruno dizia que afinal até é saudável termos opiniões diferentes). Neste caso com o Marco SIlva, fez-me pena vê-lo na televisão tão “bola baixa”, parecia que lhe estavam a apontar uma pistola para dizer o que disse sem a mínima convicção e até se esqueceu de usar a sua habitual voz rouca e arrastada.

 

O Bruno e a sua fanática e pouco representativa falange de apoio (agora menor e mais nervosa) sabe muito bem que os sportinguistas não lhe perdoarão mais uma argolada deste género e cá estaremos atentos para, tal como fizemos neste caso, tentar que o fim seja o melhor para o Sporting.

 

publicado às 11:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 05.01.2015 às 14:15

Absolutamente patética a forma como uma franja de adeptos, completamente alienados, uns mais com a direcção anterior com alguma razão, outros sob um culto de personalidade absolutamente patético. Uns e outros tentam agora sair da crise imolando o José Eduardo. Mas deviam ter todos muito cuidado para onde mandam o José Eduardo porque estão a fazer o mesmo ao Bruno e porque não, ao Barroso, entre outros. Nem ninguém percebeu a tentativa mal engendrada de tentarem coordenar uma tentativa de assassinato do carácter do treinador, só com o intuito de o descartar sem custos. E uma tentativa de coordenarem o desenlace da crise, que ainda correu pior. Até nisto se viu a imensa competência, sempre tão apregoada. Eram bons era para tentarem sketches de gags da Mafia. Nunca se sabe, talvez tenham descoberto a verdadeira vocação. Com o Pina em stand up. E todos muito longe de qualquer clube porque nenhum precisa de palhaços!

E onde, diga-se de passagem, voltam a ser patéticos, quando à boleia de umas declarações puramente episódicas do Manuel José - que tão bem tratou o José Eduardo já agora – também concluíram que o treinador agora não precisa de ser amigo do presidente da estrutura!? E já tinham todos idade para conhecer o verdadeiro desenlace da crise em Leiria, para além dos 4 resultados. Porque é o que acabará também por acontecer em Alvalade, mais cedo ou mais tarde e desta vez com um treinador com 4 anos de contrato. Deve demorar muito até ouvirmos outra vez falar dos basta ou dos casuals do chefe da claque. E depois, já pensaram como ficam todos? E o que realmente importa, o Sporting?

Numa estrutura de futebol o presidente e o treinador não têm que ser amigos pessoais mas têm que estar sempre em perfeita sintonia, o que eu por exemplo nem sempre estou com muitos amigos. Em matéria de futebol deviam estar sempre muito à frente de uma relação de amizade. Já ouviram falar em remarem sempre todos para o mesmo lado ou em solidariedade institucional acima de tudo? Ou como as coisas estão, decidirem-se ao menos pelos mesmos reforços, já não era nada mau. Pelo menos depois não aparecia outro idiota a dizer que o treinador não conhece o projecto do Sporting nem tem cultura sportinguista.
Sem imagem de perfil

De jose a 05.01.2015 às 15:28

Caro L,
Porque é que o Presidente e treinador têm que estar sempre em sintonia? Essa não percebo. Num casal ainda que vivem na maior das felicidades, acha que estão sempre em sintonia? Um ambiente desses deve ser bastante monótono, triste, cinzento...

Se me disser que para o exterior devem de preferência passar uma imagem de sintonia, aí concordo, caso contrário a CS faz logo uma crise.
Sem imagem de perfil

De L a 05.01.2015 às 15:55

Caro José,

A culpa é do surrealismo em que o Sporting viveu, sobretudo nas últimas duas semanas. É perfeitamente normal que agora se digam os maiores disparates, que vão aliás continuar. Numa estrutura de futebol, presidente, DD - se houver, pode perfeitamente não haver - e treinador têm que ser um só! Até para não jogarem os jogadores de um ou outro. E pode perguntar a qualquer treinador. Quando não acontece, rescindem-se os contratos. Já aconteceu com JF e Jardim. Claro que aguenta-se sempre algum tempo mas alguém acredita que o presidente mudou de impressão só porque sentiu o chão a tremer por baixo dos pés? E agora de um momento para o outro vão-se aturar 4 épocas? Ficou foi tudo muito pior!
Sem imagem de perfil

De jose a 05.01.2015 às 16:06

L,
Voce adora colocar palavras na boca de terceiros.

Pela entrevista do LJ, este disse que sempre teve uma excelente relação com BdC com divergências obviamente. No dia que a relação entre presidente e treinador não houver divergências algo vai mal. LJ saiu porque teve convites irrecusáveis.
Com JF, foi o BdC que não quis a sua continuidade e escolheu um bem melhor.

Concordo consigo que só deve haver um treinador e que saiba no sporting só há um, MS.

A nossa selecção num europeu de futebol ja teve 4 treinadores e até deu bons resultados...

Sem imagem de perfil

De L a 05.01.2015 às 16:09

Vou repetir a única coisa que está em causa. E são dois números, não é nenhum tipo de relação. 4 anos e 2M de euros!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds