Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Custos da pandemia

Rui Gomes, em 21.06.20

21312452_L0T3b.pngO período que atravessamos tem tido custos vários e enormes para a economia nos mais variados sectores do País. Por muitos milhões que nos digam que chegam da Europa, a verdade é que na vida real o impacto positivo está ainda muito longe de ser sentido. E todos conhecemos vários casos de desemprego, de famílias em situação precária, de pessoas cujos negócios sofreram rombos brutais ou outros que ainda nem sequer voltaram à actividade. Os clubes não são diferentes. Aliás, é por isso que se está a jogar sem público nos estádios. Se o sal do futebol são os golos, os adeptos são a pimenta e este jogo a que hoje temos direito é melhor do que nada, mas sensaborão sem as muitas pessoas que o amam poderem sentar-se nas bancadas.

O empréstimo obrigacionista lançado pelo Benfica mostra como mesmo os emblemas que se dizem mais preparados e apresentam as contas mais sólidas precisam de ajuda. A falta de liquidez a isso obriga. O FC Porto também pediu um empréstimo bancário para pagar salários e o Sporting terá adiantado parte da verba de Bruno Fernandes.

Cada um combate a crise à sua maneira mas ninguém escapa às dificuldades. Porque estes tempos de pandemia são mesmo duros. E se os grandes estão assim, imaginem os outros. A luta continua mas a vida não está fácil. Não está mesmo.

Artigo de Bernardo Ribeiro, Director de Record

publicado às 15:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 21.06.2020 às 20:52

Em devido tempo, com competência e de forma responsável, a Direção do Sporting CP adoptou medidas e planos de contingência, que salvaguardaram os soberanos interesses da instituição e dos seus profissionais, atletas e assalariados.
Excelente trabalho, justo é reconhece-lo, pese embora todo o contexto de dificuldades e a triste, lamentável e extremamente perigosa situação pandemica que atravessa o Mundo.
Assistimos todos à panaceia, à sobranceria e repetidas afirmações de incomparável robustez econômica e ímpar saúde financeira, por parte de quem se julga a acha, acima da Lei, de tudo e de todos.
Mas a sabedoria popular, é sempre um ensinamento de Vida: apanha-se mais depressa um mentiroso, do que um "coxo".
Perante tal, apenas esboço sorrisos, porque são tempestades em mares que felizmente não navegamos, e para os quais temos rumo e navegação à vista.
Eu sou Sporting.
Fraterno Abraço Leonino.
Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 22.06.2020 às 10:36

Subscrevo caro Rumo Certo, é precisamente assim que eu penso!
Gosto muito de lhe ler, da sua postura positiva, assertiva e de grande leão!
Bem haja!

Eu sou Sporting (a todas as horas)
Grande abraço,
Carlinha

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo