Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De tanga

Rui Gomes, em 30.04.20

21105016_F4Vcq.pngO FC Porto falhou o reembolso do empréstimo obrigacionista de 35 milhões que tinha contraído, por via de – mais – uma emissão de obrigações. Como é bem óbvio, este default não dá saúde nenhuma às relações dos clubes com o mercado financeiro, o que sobra, porque já foram proscritos dos bancos.

Independentemente do dano reputacional, que também já afectou o Sporting, a questão de fundo que este episódio suscita é o do modelo operacional dos clubes portugueses, que teimam em não ver mais além do seu próprio umbigo, a meias com a sacralização de uns mitos, que conduzirão inexoravelmente o futebol português à penúria.

E nem se pense que o Benfica está fora. Apenas vive a euforia de umas transferências bem sucedidas, mas as falhas estruturais permanecem. Bastou o falhanço do Kransnodar e a manutenção de custos fixos completamente absurdos, para o FC Porto colapsar, como aconteceu no Sporting, com o despesismo demagógico da era Bruno.

Esta vida no proverbial fio da navalha tem um fim anunciado e que é a progressiva perda de competitividade internacional, onde está, como sabemos, o dinheiro.

A Europa do futebol já percebeu que a solução está em abrir os clubes ao investimento externo, de que o paradigma mais bem sucedido é o caso do campeonato inglês.

Em Portugal, a gente do futebol também já percebeu, falta apenas a coragem de alguém dizer que o 'rei vai nu'. Mesmo naquele jogo de sombras em que a gestão do Benfica se transformou, se vislumbra essa preocupação, porquanto, por detrás daquela pretérita OPA, estava a disponibilização subsequente de capital a um ou mais investidores; não é debalde que LFV cita amiúde o exemplo do Lyon.

Prevejo que as circunstâncias ditarão que vai ser o FC Porto o primeiro a dar o passo em frente e outros seguirão, por opção ou necessidade. O timing é essencial, porque há uma grande distância entre a parceria e o resgate.

Carlos Barbosa da Cruz, Record

publicado às 03:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 30.04.2020 às 15:24

Caro Julius

Até porque os casos em Portugal têm corrido muito mal, Atlético, Aves, Belenenses, etc. etc.

Caro Rui Gomes

Ainda bem que acompanha o meu pensar em relação a esta matéria, é sempre bom estar acompanhado por pessoas inteligentes e sabedoras (nomeadamente sobre futebol) como é caso do Rui.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.04.2020 às 15:36

Há muito que é este o meu pensar, caro J. Oliveira. Admite-se,como aliás refere no seu comentário, investidores, mas nunca com o clube a perder a maioria e o respectivo controlo.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 30.04.2020 às 15:55

Investidores a serio procuram ter a maioria , investirem o seu dinheiro com total controle de como , quando e quanto investem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.04.2020 às 16:02

Compreendo o seu ponto e é válido, sem dúvida, mas tudo é negociável.

Concordo que é um cenário preocupante ter alguém a investir uma fortuna, só para ver a gestão nas mão de elementos que, em alguns casos, nunca estiveram envolvidos no futebol.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.04.2020 às 15:55

P.S.: Devo acrescentar, no entanto, que não gosto de ver pessoas eleitas a comandar o futebol do Sporting, a raiz da vasta maioria dos erros cometidos.

O presidente do Conselho Directivo será sempre, em situação maioritária, o presidente da SAD, e muito embora se reconheça que deve ter a última palavra nomeadamente no que diz respeito a orçamentos e afins, nunca devia assumir a liderança do futebol. Essa, devia estar nas mãos de profissionais competentes.

O eterno problema do Sporting, além de financeiro, é tanto ou mais estrutural, e enquanto não houver alterações radicais neste contexto, continuaremos na mesma.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 30.04.2020 às 16:02

No comentario que fiz nao descrevi a minha opiniao do que gostaria que aconteça apenas descrevo cenarios possiveis de vir a acontecer por muito que nos possa custar.

É um facto que a clubite em Portugal ja faz parte do ADN dos adeptos associados portugueses mas quem comanda na verdade é o $ e nao as vontades ou sentímentos de fë por muito nobres que sejam.

Se nao reduzirem os orçamentos brutais que se aplicam neste momento (80 a 100M) quem estiver á beirinha de ter que ceder, de ter que arrear pode nessa encruzilhada tomar esse caminho , nao está nem estará nunca fora de parte vir a acontecer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.04.2020 às 16:10

Só aconteceria (acontecerá), numa situação de absoluto desespero, com o fim do futebol no Clube como consequência.

Tudo é possível neste Mundo, mas há coisas muito improváveis.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo