Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate livre (6)

Rui Gomes, em 27.02.15

 

media_p18nb6eri38jcf7ifqb1mb814bd3.jpg

 

A partir de hoje, haverão mais oportunidades a "debate livre", para disponibilizar ao leitor a oportunidade de abordar qualquer temática do seu maior interesse. Veremos, então, a receptividade por parte dos leitores e também o efeito em eliminar os "off-topics" que continuam a surgir, apesar dos meus repetidos pedidos nesse sentido.

 

A ânsia evidenciada ontem por parte de alguns era tão enorme, que os levou quase a ignorar o tão importante embate com o Wolfsburg, para comentar, "off-topic", a notícia sobre o comunicado da Sporting SAD à CMVM, relativamente à recuperação de percentagens de passes de 13 jogadores.

 

Esta poderá ser uma das temáticas de hoje, em que o leitor até poderá contribuir para uma melhor clarificação da operação, especialmente perante adeptos como eu que não estão muito por dentro destes assuntos.

 

Segundo o que foi reportado à CMVM, a Sporting SAD passou a deter a totalidade dos direitos económicos dos futebolistas que integram o "Sporting Portugal Fund", num investimento global de 12,65 milhões de euros:

 

André Carrillo (20%), André Martins (40%), Chaby (2,5%), Cédric Soares (25%), Diego Capel (20%), Diego Rubio (15%), Diogo Salomão (25%), João Mário (15%), Zézinho (25%), Nuno Reis (15%), Seejou KIng (40%), William Carvalho (40%) e Wilson Eduardo (40%).

 

Uma excelente notícia, indubitavelmente, mas que carece de algumas informações adicionais para se verdeiramente compreender o seu significado e o impacte financeiro na SAD e no Sporting:

 

1. Além do que já tinha sido levado a cabo (ou está a ser levado a cabo) com a Holdimo, era a minha impressão que esta recuperação de percentagens de passes estava integrada no processo de reestruturação financeira;

 

2. No caso de William Carvalho, há muito que se fala que a Sporting SAD já era detentora da totalidade dos seus direitos económicos, mas, evidentemente, só a partir de agora é que passará a ser;

 

3. Partindo do princípio que a Sporting SAD não tinha o "cash flow" para efectuar esta operação com o Sporting Portugal Fund, qual é a origem dos fundos, ou haverá, então, um crédito lateral para a viabilizar ?... Ainda, a exemplo do que sucedeu/sucederá com a Holdimo, o pagamento ao Fundo será efectuado através de acções da SAD ?

 

Esta não é uma área do meu maior conhecimento e, por isso, estas questões me parecem pertinentes. É a minha esperança que os leitores venham a esclarecer o assunto, concretamente. E quando digo "concretamente", excluo suposições e conjecturas. 

 

Com tudo isto, o leitor continua livre de abordar qualquer outra questão.

 

publicado às 04:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.02.2015 às 11:51

Deixo aqui um análise à politica de BdC relativamente aos passes de jogadores.

Enquanto vemos o Porto a comprar 20% do Brahimi e 30% do Aboubakar; e o Benfica a comprar velhos (Jonas e Julio César); o Sporting tenta comprar novos talentos e pelo menos 90% do passe, tentando desta forma valorizar os jogadores e depois ganhar o maior valor possível com uma transferência...

Podem criticar, mas digam uma alternativa a esta politica? dizem os criticos que deveríamos ter comprado menos, mas melhores... esquecem-se é quanto é que ganham de ordenado esses jogadores ditos melhores... (a titulo de exemplo o Ricardo Costa, pediu 800mil/ano).

Estou totalmente a favor desta politica, que cria condições de sustentabilidade futura para o clube, não pensando simplesmente a curto prazo, como tinha sido feito no passado. Existem coisas para melhorar, como é óbvio, mas genericamente cada ano que passa, temos uma equipa melhor e cada vez com mais experiência, e é assim que se cria uma equipa... aos poucos... e não contratando Elias e Pongolles!!

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 13:37

Fervor desmedido, como sempre caro Schmeichel.

Uma coisa é comprar jogadores de acordo com as possibilidades, outra, muito diferente, é comprar mais de 30, em época e meia, onde só uma mão cheia se aproveita. E depois vir argumentar que foi bem feito porque são baratos.

Eu, enquanto sportinguista, não tenho ilusões sobre o futuro do meu clube. Os dias de glória do passado nunca serão repetidos, apenas e tão só porque não temos condições para isso. Vamos continuar neste percurso do "quase" chegar lá, de competir para lugares secundários e talvez uma "tacinha" de vez em quando.

Para a época que vem vamos perder o Nani, e se William e Slimani também saírem, pensa, porventura, que é com ilusões que vamos preencher estas vagas ?
Sem imagem de perfil

De HY a 27.02.2015 às 22:17

"Eu, enquanto sportinguista, não tenho ilusões sobre o futuro do meu clube. Os dias de glória do passado nunca serão repetidos, apenas e tão só porque não temos condições para isso. Vamos continuar neste percurso do "quase" chegar lá, de competir para lugares secundários e talvez uma "tacinha" de vez em quando."

Rui, eu compreendo o que quer dizer, e até aceito que os dias de glória do passado não voltarão, se com isso se está a referir aos 4 campeonatos seguidos dos 5 violinos. Mas a sua conclusão, essa, jamais a aceitarei. Com brunistas, croquetes ou seja quem for, o Sporting é grande demais para aceitar tal destino. Se trabalharmos com competência e paciência, o nosso dia chegará, mais tarde ou mais cedo. Se não acreditasse nisso, não seria sportinguista!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 22:38

Bem... a minha referência era aos períodos de maior glória do Sporting, em que tivemos excelentes equipas e conquistámos títulos diversos, e não exclusivamente aos 5 violinos.

O dilema é uma questão de consciência em cada um de nós. Na minha, claro que desejo o regresso às conquistas e às boas equipas de futebol, simplesmente não vejo isso no nosso futuro e até nem sou uma pessoa pessimista.

Não me considero menos sportinguista por isso e, no meu caso pessoal, até é uma condição mais salutar, porque hoje em dia raramente me enervo a ver jogos, como era o meu estado constante durante muitos anos.

Em resumo, desejo mas encaro com mais serenidade, e creio realismo, o que se consegue a menos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 23:02

P.S. Não sei bem, talvez que "estado de espírito" seja um termo mais adequado ao que eu sinto.
Sem imagem de perfil

De HY a 28.02.2015 às 17:00

Nem pretendi insinuar que era menos sportinguista por isso, faltaria.
Nos últimos 40 anos ganhamos 4 campeonatos. Dá um por década. Antes, entre 60 e 80 ganhávamos uma média de 1 em cada 4 anos. São duas fases nitidamente inferiores ao que sucedeu antes. Deixamo-nos ultrapassar, tivemos dirigentes menos capazes, cometemos muitos erros e fomos menos aldrabões do que os outros. Mas o potencial continua a existir. Talvez tenhamos menos capacidade agora, mas não tem de ser um mal eterno. O futebol é muito volátil. Nos infelizmente, acrescentamos volatilidade, com as nossas mudanças constantes, de treinadores, de dirigentes e até de paradigmas. Dizemos agora que esta direcção está a gerir muito mal a formação, mas há uns anos houve um presidente que decidiu que deixaríamos de nos basear na formação para tentar imitar o modelo entreposto de jogadores de elevado potencial dos fruteiros. Viu-se o que deu....

Temos que saber o que queremos e suportar as consequências. Se queremos jogar com 8 jogadores da formação não lhe podemos exigir o mesmo que a oito internacionais A quase veteranos. Há que ter paciência e. Muita competência, porque temos (agora) menos dinheiro. Mas quando temos dinheiro, infelizmente, somos mestres em esbanjá-lo. Mas nada disto é inevitável. Consigamos nos estabilizar a presença na liga dos campeões, e tudo poderá mudar gradualmente.

A primeira coisa a fazer seria para de dar tiros nos pés... Mas parece que é sina. Até os nossos jogadores-caçadores conseguiram dar tiros nos pés...:-))
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2015 às 19:42

HY, uma das poucas ocasiões, rara até, que estamos em perfeita sintonia. Temos uma diferença fundamental, claro: o HY acredita neste presidente e eu não, apesar de algumas coisas que têm sido bem feitas.

Mas, pelo que sei, ele é um homem de baixo carácter e com o passar do tempo isso é cada vez mais aparente. Sei, inclusivamente, que salvo aquela mão cheia de lacaios que se ajoelham perante a sua pessoa, ele está cada vez mais a sentir dificuldades em ter quem esteja disposto a trabalhar com ele.

Muito disto, e mais, fundamenta a minha menos do que risonha visão sobre o futuro do Clube. Se estiver enganado, ficarei muito satisfeito, pelo Sporting.

Entre muitas outras coisas, detesto ver o nome do Sporting subvalorizado para dar destaque ao Bruno. Hoje, nas capas dos diários, sobre o relatório e contas da SAD, as letras "gordas" não eram SPORTING, mas sim a foto de Bruno de Carvalho.

Enfim... sei que não estamos de acordo nisto, mas lamento que seja a realidade.
Sem imagem de perfil

De HY a 28.02.2015 às 22:07

Oh Rui, desculpe lá mas desta vez quem meteu o Bruno ao barulho foi o Rui, não eu :-)

Parecia-me que a discussão estava noutro plano. Muito para lá deste ou outro presidente. Seja quem formo P do Sporting a realidade do clube é a que é até mudá-la acho que terá de ser como disse atrás. Os presidentes passam ( ultimamente até depressa demais) e o clube fica. De resto, eu acredito tanto neste como noutros, até me darem razão para não acreditar mais. E tanto quero que esteirada bem como o quis em relação a outros. O que não percebo, ou não concordo, é com essa...nem sei que lhe chamar, onda, crença, que alguma sportinguistas têm - e há muito pior do que o Rui, reconheço - de que este não pode fazer bem. Se alguém confunde isso com ser brunista...então já terei sido ...ista de todos os presidentes, pois apoiei todos até perceber que passaram a fazer parte do problema e não da solução (e isso aconteceu com poucos, deixe que lhe diga). E penso que é o que se passa com a maioria dos sportinguistas. O Rui lá dirá, mas eu conheço-o e sei como isto vai acabar. Pois, eu não conheço e prefiro esperar para ver. Critico quando acho que está mal, aplaudo quando acho que está bem.

Mas o problema do nosso sporting vai muito para lá de um ou outro Presidente. Oxalá este, e os seguintes, nos façam recuperar caminho. Ainda não há muitos anos tínhamos um presidente (ou mentor de presidentes, não me lembro em que fase foi) que assegurava que estávamos a construir as bases para sermos o mais poderoso clube português. Saiu tudo furado. Vamos,mas é recuperar devagar o nosso lugar e melhorar cada vez mais e um dia havemos de ter a sorte do nosso lado. Importante é estar em condições de a aproveitar ... E não a deitar imediatamente fora, como infelizmente temos vindo a fazer quase sempre quando o sucesso nos sorri.
Afinal, o Rui lembra-se da situação em que o Porto estava quando voltou a ser campeão em 78? Quem diria o que veio a seguir?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2015 às 22:35

Caro HY,

Concordo genericamente com o que afirma.

A única razão que mencionei o Bruno é porque ele está intimamente ligado ao presente do Clube e, por consequência, com impacte no seu futuro.

Concordo que tudo isto vai muito além de presidentes, mas é por de mais óbvio que, como líderes, a sua influência é enorme.

Acredite que no meu caso concreto, não se trata de não "gostar" de BdC. Não o respeito (e também não confio nele) porque entendo que o seu comportamento mesmo antes de chegar à presidência não é merecedor do meu respeito. Se acabar por fazer um trabalho positivo em prol do Clube, ficarei satisfeito, pelo Clube, mas a minha opinião dele dificilmente mudará.

P.S. Eu não sentiria prazer e qualquer orgulho em partilhar das proezas do Sporting, caso fossem conseguidas pelos mesmos meios que o FC Porto conseguiu muitas (não todas) das suas.

Sem imagem de perfil

De HY a 01.03.2015 às 12:14

200% de acordo com o PS, Rui. Só queria dizer que, futebolisticamente, as coisas podem mudar muito, mesmo quando a situação parece sem saída. Mas não através "desses" métodos. O que ainda torna a nossa tarefa mais difícil....

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds