Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate livre (6)

Rui Gomes, em 27.02.15

 

media_p18nb6eri38jcf7ifqb1mb814bd3.jpg

 

A partir de hoje, haverão mais oportunidades a "debate livre", para disponibilizar ao leitor a oportunidade de abordar qualquer temática do seu maior interesse. Veremos, então, a receptividade por parte dos leitores e também o efeito em eliminar os "off-topics" que continuam a surgir, apesar dos meus repetidos pedidos nesse sentido.

 

A ânsia evidenciada ontem por parte de alguns era tão enorme, que os levou quase a ignorar o tão importante embate com o Wolfsburg, para comentar, "off-topic", a notícia sobre o comunicado da Sporting SAD à CMVM, relativamente à recuperação de percentagens de passes de 13 jogadores.

 

Esta poderá ser uma das temáticas de hoje, em que o leitor até poderá contribuir para uma melhor clarificação da operação, especialmente perante adeptos como eu que não estão muito por dentro destes assuntos.

 

Segundo o que foi reportado à CMVM, a Sporting SAD passou a deter a totalidade dos direitos económicos dos futebolistas que integram o "Sporting Portugal Fund", num investimento global de 12,65 milhões de euros:

 

André Carrillo (20%), André Martins (40%), Chaby (2,5%), Cédric Soares (25%), Diego Capel (20%), Diego Rubio (15%), Diogo Salomão (25%), João Mário (15%), Zézinho (25%), Nuno Reis (15%), Seejou KIng (40%), William Carvalho (40%) e Wilson Eduardo (40%).

 

Uma excelente notícia, indubitavelmente, mas que carece de algumas informações adicionais para se verdeiramente compreender o seu significado e o impacte financeiro na SAD e no Sporting:

 

1. Além do que já tinha sido levado a cabo (ou está a ser levado a cabo) com a Holdimo, era a minha impressão que esta recuperação de percentagens de passes estava integrada no processo de reestruturação financeira;

 

2. No caso de William Carvalho, há muito que se fala que a Sporting SAD já era detentora da totalidade dos seus direitos económicos, mas, evidentemente, só a partir de agora é que passará a ser;

 

3. Partindo do princípio que a Sporting SAD não tinha o "cash flow" para efectuar esta operação com o Sporting Portugal Fund, qual é a origem dos fundos, ou haverá, então, um crédito lateral para a viabilizar ?... Ainda, a exemplo do que sucedeu/sucederá com a Holdimo, o pagamento ao Fundo será efectuado através de acções da SAD ?

 

Esta não é uma área do meu maior conhecimento e, por isso, estas questões me parecem pertinentes. É a minha esperança que os leitores venham a esclarecer o assunto, concretamente. E quando digo "concretamente", excluo suposições e conjecturas. 

 

Com tudo isto, o leitor continua livre de abordar qualquer outra questão.

 

publicado às 04:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De Balajic a 27.02.2015 às 21:57

Caro Rui,

Poupe o seu latim. É uma discussão que não leva a lado nenhum.

Por um lado, porque esta direcção não tem uma "política" nem um "modelo" para nada. Nem sequer para o futebol. Por outro lado, discutir com o interlocutor em questão (devia ser o que estava hoje de serviço) é como "malhar em ferro frio"...

Acho piada ler que esta direcção foi a que "mais apostou na formação" quando não existe "aposta" nenhuma.

Por vontade do presidente, quem jogava era os "pernetas" que ele foi buscar (basta recordar aquela conferência de imprensa em que ele "anunciou" ao treinador quais seriam os "reforços de Inverno"). Jogam estes pois são os jogadores melhorzinhos que temos, porque aquilo que foi contratado só seria titular no Arrentela.

Rui Patrício, aposta desta direcção? Cédric, aposta desta direcção? Adrien, aposta desta direcção? André Martins, aposta desta direcção? João Mário, aposta desta direcção? Quando muito deste treinador...

O William é "aposta da direcção"? Aposto que o presidente nem o conhecia...Nas camadas jovens jogava a 10 e, por vezes, a 8. No Cercle jogava a médio direito. Leonardo Jardim "criou" o melhor médio defensivo português. Tivesse sido o JJ a fazê-lo e teria dado "n" entrevistas e reportagens...

E o Tobias Figueiredo? Aposta? Quando o "desterraram" para o Reus? Ou quando o treinador se viu forçado a "lançá-lo aos lobos" porque o Maurício foi vendido, o Sarr é um caso perdido e o central comprado em Janeiro veio lesionado? Isto é que é uma "aposta"?

Resta quem? O Carlos Mané?

E o Bruma, o Ilori, o Dier, o Zezinho, o Betinho, o Rúben Semedo (outro "desterrado" em Reus), o Alexandre Guedes, o Zezinho?

Para além disto tudo, basta ver as revoluções e o "entra e sai" constante da formação e os resultados das camadas jovens (em que, pela primeira vez desde que me lembro, os juvenis não foram apurados para a fase final) para vermos a tal "política de futuro" que existe...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo