Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate livre (6)

Rui Gomes, em 27.02.15

 

media_p18nb6eri38jcf7ifqb1mb814bd3.jpg

 

A partir de hoje, haverão mais oportunidades a "debate livre", para disponibilizar ao leitor a oportunidade de abordar qualquer temática do seu maior interesse. Veremos, então, a receptividade por parte dos leitores e também o efeito em eliminar os "off-topics" que continuam a surgir, apesar dos meus repetidos pedidos nesse sentido.

 

A ânsia evidenciada ontem por parte de alguns era tão enorme, que os levou quase a ignorar o tão importante embate com o Wolfsburg, para comentar, "off-topic", a notícia sobre o comunicado da Sporting SAD à CMVM, relativamente à recuperação de percentagens de passes de 13 jogadores.

 

Esta poderá ser uma das temáticas de hoje, em que o leitor até poderá contribuir para uma melhor clarificação da operação, especialmente perante adeptos como eu que não estão muito por dentro destes assuntos.

 

Segundo o que foi reportado à CMVM, a Sporting SAD passou a deter a totalidade dos direitos económicos dos futebolistas que integram o "Sporting Portugal Fund", num investimento global de 12,65 milhões de euros:

 

André Carrillo (20%), André Martins (40%), Chaby (2,5%), Cédric Soares (25%), Diego Capel (20%), Diego Rubio (15%), Diogo Salomão (25%), João Mário (15%), Zézinho (25%), Nuno Reis (15%), Seejou KIng (40%), William Carvalho (40%) e Wilson Eduardo (40%).

 

Uma excelente notícia, indubitavelmente, mas que carece de algumas informações adicionais para se verdeiramente compreender o seu significado e o impacte financeiro na SAD e no Sporting:

 

1. Além do que já tinha sido levado a cabo (ou está a ser levado a cabo) com a Holdimo, era a minha impressão que esta recuperação de percentagens de passes estava integrada no processo de reestruturação financeira;

 

2. No caso de William Carvalho, há muito que se fala que a Sporting SAD já era detentora da totalidade dos seus direitos económicos, mas, evidentemente, só a partir de agora é que passará a ser;

 

3. Partindo do princípio que a Sporting SAD não tinha o "cash flow" para efectuar esta operação com o Sporting Portugal Fund, qual é a origem dos fundos, ou haverá, então, um crédito lateral para a viabilizar ?... Ainda, a exemplo do que sucedeu/sucederá com a Holdimo, o pagamento ao Fundo será efectuado através de acções da SAD ?

 

Esta não é uma área do meu maior conhecimento e, por isso, estas questões me parecem pertinentes. É a minha esperança que os leitores venham a esclarecer o assunto, concretamente. E quando digo "concretamente", excluo suposições e conjecturas. 

 

Com tudo isto, o leitor continua livre de abordar qualquer outra questão.

 

publicado às 04:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


42 comentários

Sem imagem de perfil

De HY a 27.02.2015 às 22:17

"Eu, enquanto sportinguista, não tenho ilusões sobre o futuro do meu clube. Os dias de glória do passado nunca serão repetidos, apenas e tão só porque não temos condições para isso. Vamos continuar neste percurso do "quase" chegar lá, de competir para lugares secundários e talvez uma "tacinha" de vez em quando."

Rui, eu compreendo o que quer dizer, e até aceito que os dias de glória do passado não voltarão, se com isso se está a referir aos 4 campeonatos seguidos dos 5 violinos. Mas a sua conclusão, essa, jamais a aceitarei. Com brunistas, croquetes ou seja quem for, o Sporting é grande demais para aceitar tal destino. Se trabalharmos com competência e paciência, o nosso dia chegará, mais tarde ou mais cedo. Se não acreditasse nisso, não seria sportinguista!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 22:38

Bem... a minha referência era aos períodos de maior glória do Sporting, em que tivemos excelentes equipas e conquistámos títulos diversos, e não exclusivamente aos 5 violinos.

O dilema é uma questão de consciência em cada um de nós. Na minha, claro que desejo o regresso às conquistas e às boas equipas de futebol, simplesmente não vejo isso no nosso futuro e até nem sou uma pessoa pessimista.

Não me considero menos sportinguista por isso e, no meu caso pessoal, até é uma condição mais salutar, porque hoje em dia raramente me enervo a ver jogos, como era o meu estado constante durante muitos anos.

Em resumo, desejo mas encaro com mais serenidade, e creio realismo, o que se consegue a menos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 23:02

P.S. Não sei bem, talvez que "estado de espírito" seja um termo mais adequado ao que eu sinto.
Sem imagem de perfil

De HY a 28.02.2015 às 17:00

Nem pretendi insinuar que era menos sportinguista por isso, faltaria.
Nos últimos 40 anos ganhamos 4 campeonatos. Dá um por década. Antes, entre 60 e 80 ganhávamos uma média de 1 em cada 4 anos. São duas fases nitidamente inferiores ao que sucedeu antes. Deixamo-nos ultrapassar, tivemos dirigentes menos capazes, cometemos muitos erros e fomos menos aldrabões do que os outros. Mas o potencial continua a existir. Talvez tenhamos menos capacidade agora, mas não tem de ser um mal eterno. O futebol é muito volátil. Nos infelizmente, acrescentamos volatilidade, com as nossas mudanças constantes, de treinadores, de dirigentes e até de paradigmas. Dizemos agora que esta direcção está a gerir muito mal a formação, mas há uns anos houve um presidente que decidiu que deixaríamos de nos basear na formação para tentar imitar o modelo entreposto de jogadores de elevado potencial dos fruteiros. Viu-se o que deu....

Temos que saber o que queremos e suportar as consequências. Se queremos jogar com 8 jogadores da formação não lhe podemos exigir o mesmo que a oito internacionais A quase veteranos. Há que ter paciência e. Muita competência, porque temos (agora) menos dinheiro. Mas quando temos dinheiro, infelizmente, somos mestres em esbanjá-lo. Mas nada disto é inevitável. Consigamos nos estabilizar a presença na liga dos campeões, e tudo poderá mudar gradualmente.

A primeira coisa a fazer seria para de dar tiros nos pés... Mas parece que é sina. Até os nossos jogadores-caçadores conseguiram dar tiros nos pés...:-))
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2015 às 19:42

HY, uma das poucas ocasiões, rara até, que estamos em perfeita sintonia. Temos uma diferença fundamental, claro: o HY acredita neste presidente e eu não, apesar de algumas coisas que têm sido bem feitas.

Mas, pelo que sei, ele é um homem de baixo carácter e com o passar do tempo isso é cada vez mais aparente. Sei, inclusivamente, que salvo aquela mão cheia de lacaios que se ajoelham perante a sua pessoa, ele está cada vez mais a sentir dificuldades em ter quem esteja disposto a trabalhar com ele.

Muito disto, e mais, fundamenta a minha menos do que risonha visão sobre o futuro do Clube. Se estiver enganado, ficarei muito satisfeito, pelo Sporting.

Entre muitas outras coisas, detesto ver o nome do Sporting subvalorizado para dar destaque ao Bruno. Hoje, nas capas dos diários, sobre o relatório e contas da SAD, as letras "gordas" não eram SPORTING, mas sim a foto de Bruno de Carvalho.

Enfim... sei que não estamos de acordo nisto, mas lamento que seja a realidade.
Sem imagem de perfil

De HY a 28.02.2015 às 22:07

Oh Rui, desculpe lá mas desta vez quem meteu o Bruno ao barulho foi o Rui, não eu :-)

Parecia-me que a discussão estava noutro plano. Muito para lá deste ou outro presidente. Seja quem formo P do Sporting a realidade do clube é a que é até mudá-la acho que terá de ser como disse atrás. Os presidentes passam ( ultimamente até depressa demais) e o clube fica. De resto, eu acredito tanto neste como noutros, até me darem razão para não acreditar mais. E tanto quero que esteirada bem como o quis em relação a outros. O que não percebo, ou não concordo, é com essa...nem sei que lhe chamar, onda, crença, que alguma sportinguistas têm - e há muito pior do que o Rui, reconheço - de que este não pode fazer bem. Se alguém confunde isso com ser brunista...então já terei sido ...ista de todos os presidentes, pois apoiei todos até perceber que passaram a fazer parte do problema e não da solução (e isso aconteceu com poucos, deixe que lhe diga). E penso que é o que se passa com a maioria dos sportinguistas. O Rui lá dirá, mas eu conheço-o e sei como isto vai acabar. Pois, eu não conheço e prefiro esperar para ver. Critico quando acho que está mal, aplaudo quando acho que está bem.

Mas o problema do nosso sporting vai muito para lá de um ou outro Presidente. Oxalá este, e os seguintes, nos façam recuperar caminho. Ainda não há muitos anos tínhamos um presidente (ou mentor de presidentes, não me lembro em que fase foi) que assegurava que estávamos a construir as bases para sermos o mais poderoso clube português. Saiu tudo furado. Vamos,mas é recuperar devagar o nosso lugar e melhorar cada vez mais e um dia havemos de ter a sorte do nosso lado. Importante é estar em condições de a aproveitar ... E não a deitar imediatamente fora, como infelizmente temos vindo a fazer quase sempre quando o sucesso nos sorri.
Afinal, o Rui lembra-se da situação em que o Porto estava quando voltou a ser campeão em 78? Quem diria o que veio a seguir?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2015 às 22:35

Caro HY,

Concordo genericamente com o que afirma.

A única razão que mencionei o Bruno é porque ele está intimamente ligado ao presente do Clube e, por consequência, com impacte no seu futuro.

Concordo que tudo isto vai muito além de presidentes, mas é por de mais óbvio que, como líderes, a sua influência é enorme.

Acredite que no meu caso concreto, não se trata de não "gostar" de BdC. Não o respeito (e também não confio nele) porque entendo que o seu comportamento mesmo antes de chegar à presidência não é merecedor do meu respeito. Se acabar por fazer um trabalho positivo em prol do Clube, ficarei satisfeito, pelo Clube, mas a minha opinião dele dificilmente mudará.

P.S. Eu não sentiria prazer e qualquer orgulho em partilhar das proezas do Sporting, caso fossem conseguidas pelos mesmos meios que o FC Porto conseguiu muitas (não todas) das suas.

Sem imagem de perfil

De HY a 01.03.2015 às 12:14

200% de acordo com o PS, Rui. Só queria dizer que, futebolisticamente, as coisas podem mudar muito, mesmo quando a situação parece sem saída. Mas não através "desses" métodos. O que ainda torna a nossa tarefa mais difícil....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2015 às 13:41

Mas também não podemos ser "anjinhos" como já fomos em duas ou três ocasiões ao longo desta época e meia.
Sem imagem de perfil

De HY a 01.03.2015 às 16:56

De facto. Precisamos descobrir o nosso novo Manolo Vidal!!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2015 às 17:17

Mas, mesmo descobrindo-o, não podemos ter um presidente a interferir constantemente, especialmente um presidente que não se identifica, minimamente, com futebol, às raízes.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.02.2015 às 23:14

Caro Rui Gomes, se o chateio com as minhas respostas, não precisa de responder... afinal sou um mero brunista...

Mas aprendo muitas coisas neste blog, por exemplo que o mérito da escolha dos 2 treinadores não é de BdC (que talvez deveriamos ter ficado com Jesualdo...); também aprendi que no tempo de GL, se jogava com 8/9 da formação no 11 inicial...; portanto BdC nada mudou no Sporting, está tudo igual... as mudanças que existem foram só mérito dos treinadores!!

Quanto ao resto, ficou-me na retina esta sua frase, senão se importar, vou me relembrar para discussões futuras...
"Isto até não é uma crítica à actual política da SAD , é simplesmente a realidade no contexto meramente desportivo." pelos post e comentários que leio, não parece...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2015 às 23:55

Meu caro,

Onde é que eu indiquei que me incomoda ?... Cada um de nós tem a nossa maneira de debater as coisas e, por vezes, certas afirmações não devem ser levadas à letra, mas somente como parte integral da "discussão". Se me ouvisse discutir estas questões com os meus melhores amigos, ficaria convencido que somos inimigos.

E não tem necessidade de ser cínico comigo, porque eu sou uma pessoa muito frontal. Só me deve confrontar com aquilo que eu afirmo e não com o que outros dizem.

Essa minha frase que cita, é apenas nesse contexto específico, ou seja, quando eu insisto que necessitamos de 2/3 jogadores com a capacidade para fazer a diferença, é uma realidade, creio, inegável, por qualquer pessoa sensata, mas creio que não temos a capacidade financeira para tal.

No post não existe qualquer crítica à actual Direcção, se houvesse, não haveria ambiguidade alguma da minha parte. Como é possível agora confirmar através do comentário do Leão 1906, eu tinha a sensação que esta compra dos passes em pacote à Sporting Portugal Fund fazia parte da reestruturação financeira, e faz.

Eu comentei há dias, e não foi em resposta a si, que a contratação de treinadores, jogadores, etc. envolve sempre um misto de mérito e sorte. Por vezes, nas nossas vidas particulares, fazemos a decisão certa mas que sai errada, e o inverso também é verdade.

Como o Leão 1906 diz, e bem, com mais dinheiro disponível reduziríamos as probabilidades de erro, quanto a jogadores, mas nunca é uma garantia. Sempre que abordamos esta temática recordo prontamente a contratação de Fernando Torres ao Liverpool, pelo Chelsea , salvo erro por cerca de 60 milhões. O resultado está à vista e ele já regressou ao Atlético de Madrid.

Por fim, com a minha usual frontalidade e sinceridade, a acusação que lhe tenho dirigido é que se deixa levar, excessivamente, pelo momento e pela sua grande simpatia para com o actual líder. Dito isto, está no seu pleno direito, obviamente.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 28.02.2015 às 01:01

Caro Rui,

Queria destacar que o Sporting tem uma equipa muito jovem, e para se ser campeão,concordo consigo em que precisamos de jogadores com mais qualidade/experiência. É sabido que um jogador atinge o seu máximo entre os 26/29 anos,e quantos do nosso 11 têm essa idade? Rui Patricio, Nani e o Tanaka. O resto são tudo uns putos... por exemplo o Tobias e João Mário, o ano passado estavam na equipa B!

O Sporting agora já tem um equipa base, por isso espero uma mudança na politica de contratações futura (por exemplo quando BdC chegou, não possuíamos um único ponta de lança na equipa A...era necessário quantidade) por isso, creio que o objectivo para o ano seja a manutenção da maioria dos jogadores possível (nalguns casos vai ser difícil...) e reduzir o nº as contratações, mas aumentar em valor. Esperemos para ver...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo