Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate ou arena de acusações ?

Rui Gomes, em 27.08.18

 

maxresdefault (1).jpg

 

Mais um debate entre candidatos à cadeira da presidência do Sporting - José Maria Ricciardi e Frederico Varandas - que aqueceu e muito e acabou por ser uma quasi-arena de troca de acusações.

 

José Maria Ricciardi:

 

"O Dr. Varandas quer ser uma espécie de presidente-treinador e ainda não percebeu que o presidente não é treinador nem adepto como o Bruno de Carvalho, com o qual está cada vez mais parecido.

 

Ele gostaria de ser treinador, até tirou o curso, tal como Bruno de Carvalho, e acha que pode desautorizar o treinador e discutir com os jogadores. Se continuar assim vai ter os mesmos resultados que Bruno de Carvalho.

 

O Dr. Varandas só diz barbaridades e espero que os sócios não o elejam, senão o Sporting acaba (...) Passa a vida a dizer mentiras e é totalmente desconhecedor da situação financeira da SAD.

 

Um apoiante meu, o Victor Espadinha, chama-o de Bruno Varandas. Ele devia convidar Bruno de Carvalho para a sua comissão de honra.

 

Entra sempre a ofender sobre a vida pessoal. Seja um homenzinho que pelos vistos não é e cinja-se aos assuntos do Sporting. É uma pessoa com problemas de carácter graves.

 

No ataque à Academia Sporting fechou-se à chave no gabinete e apareceu a rir-se. Tinha tanta influência sobre os jogadores que não impediu nenhuma rescisão. Não tem qualquer condição para ser presidente do Sporting".

 

Frederico Varandas:

 

"O Dr. Ricciardi diz que não precisa de perceber do 'core' do clube, mas eu acredito numa liderança em que se domine a estrutura do futebol. É fundamental conhecer a casa das máquinas. O organigrama do Dr. Ricciardi prova que ele não percebe do assunto.

 

A idade, para mim, não conta, ao contrário do que o Dr. Ricciardi insiste. Andei na escola de Oficiais do Exército e liderar é um dos pilares. Como militar recebi louvores e considerações por servir o país, coisa que o Dr. Ricciardi nunca saberá o que é.

 

O Dr. Ricciardi passa um terror sobre a situação financeira e parece que só ele é que tem a solução. Ele não tem noção do que é o Sporting e passa a vida em boatos, difamações e calúnias.

 

Mais uma vez tive que passar por isto [acusações] pelo Sporting, mas não me interessa. O que me preocupa é um candidato destes poder ser presidente do clube. José Maria Ricciardi desce baixo e, hoje [domingo], desceu ainda mais baixo. O que disse sobre o ataque à Academia é do mais baixo que há. É de uma absoluta falta de decência".

 

Devo esclarecer que não assisti ao debate e limitei-me a extrair estas afirmações dos sites noticiosos. Espero que corresponda à realidade dos factos, mais vírgula menos vírgula.

 

A título de curiosidade, dei uma olhadela no meu "velho" espaço da blogosfera, coisa que já não fazia há muitos meses, e fiquei deveras pensativo. Verifico que o seu administrador anda a fazer com Frederico Varandas o que fez durante anos com Bruno de Carvalho, até ter chegado a hora da penitência, claro. Vale o que vale, mas obriga-me a reflectir.

 

publicado às 03:53

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


47 comentários

Sem imagem de perfil

De João Daniel a 27.08.2018 às 10:10

Já tinha uma razão para não votar Ricciardi: José Eduardo. A partir de ontem (depois de assistir ao debate) passei a ter duas: a JE juntou-se a má criação, a arrogância e o vazio de ideias do próprio candidato.

Frederico Varandas tem um discurso muito fraco mas bate-se, convictamente, pelo seu (bom) programa. E o apoio de Dias de Cunha foi um certificado de garantia que me ajudou a decidir o meu voto.
Sem imagem de perfil

De Pepeu a 27.08.2018 às 10:31

Pois...
Eu aqui lamento discordar.
Dias da Cunha não pode ser certificado decgarantia para nada.
Está aliado ao descontrolo e descalabro financeiro que foi o projecto Roquette sendo ele o primeiro mentor ao permitir que o clube pudesse ser vilipendiado por todo e qualquer em proveito próprio.
Foram as piores contas do clube e que fizeram divergir daquilo que podia ter sido uma obra construída com pés e cabeça.
A senilidade de Cunha aliada à mediocridade de Godinho não podem ser nunca garante de coisa alguma... excepto de uma memória que não se quer esquecida!
Estamos medidos num belo molho de brócolos... isto é que eu acho!
E já começo a olhar para Benedito como se de alguém capaz se tratasse...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo