Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dia pouco consequente no mercado

Rui Gomes, em 01.09.15

 

mercadodabola.jpg

  

Não sei bem quais eram as expectativas dos adeptos, mas aqueles que esperavam ver chegar mais algum reforço de relevo terão ficado desapontados. Talvez mais preocupante, são os casos que ficaram por resolver, a exemplo de Oriol Rosell, Zakaria Labyad, Valentin Viola, Diogo Salomão e Cissé. Sinto enorme curiosidade para ver como vão lidar com estes jogadores que, neste momento, apenas treinam e não jogam.

 

A transferência de Ramy Rabia já era esperada há alguns dias e veio-se a confirmar que o negócio (750 mil euros) permite ao Sporting recuperar quase todo o investimento feito. Isto, considerando comissões, salários e outros custos.

 

Já Diego Rubio e Wilson Eduardo deixam a ideia que o objectivo principal foi a redução da folha salarial, uma vez que terão saído a custo zero. Não me vou dar ao trabalho de questionar em detalhe a situação do jovem chileno. Depois de ter sido o melhor marcador da equipa B, com 14 golos em apenas 20 jogos, não mereceu fazer a pré-época com Jorge Jesus, que praticamente nem sequer o conhece. Gostava que a SAD explicasse o que motivou a sua postura com este jogador.

 

Ainda se verificou a inconsequente rescisão com Jorge Santos. Um jogador que apesar do contrato de longa duração não terá justificado a sua continuidade.

 

Da equipa B esperava-se mais algum movimento em termos de cedências, em princípio no que refere a Ryan Gauld, Fokobo, Daniel Podence e, porventura, ainda Sacko e Dramé. Nada aconteceu. João de Deus anda a treinar com cerca de 27/28 jogadores.

 

Por fim, e talvez muito mais importante, temos os jogadores cujos contratos terminam em Junho de 2016 e que ficarão livres para assinar a custo zero em Janeiro, caso as respectivas renovações não sejam asseguradas até lá: André Carrillo, André Martins e Marcelo Boeck.

 

Uma nota final para alertar sobre duas outras questões: o mercado na Inglaterra sé fecha esta terça-feira, por conseguinte, é de admitir que algo ainda poderá surgir nesse sentido. O outro caso concerne Ezequiel Schelotto, o já referido extremo argentino que rescindiu com o Inter de Milão antes do fecho do mercado em Itália. Como jogador livre, poderá agora assinar por quem desejar. Não o conheço, mas o seu currículo não impressiona, dado que foi contratado pelo Inter há quatro épocas e passou as últimas três emprestado a três clubes diferentes. Vale o que vale.

 

 

P.S.: O notório Shikabala nem merece referência.

 

4137_937d6c29da1e7fb48bab3f0e5a1f0453.png4138_1c69f517efca2e306fe60c3fde7acfd1.png

 

publicado às 03:49

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


57 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.09.2015 às 08:45

Os jogadores Labyad, Viola e Salomão foram inscritos na Liga.

Viola chegou mesmo a colocar um post no twitter com o estádio de Alvalade ... sintomático do que seria mais tarde a sua inscrição na Liga.

Não sei sinceramente se ainda haverá hipoteses de algum deles sair para a Turquia ou para a Russia.

Sobre Shikabala, apesar da venda ter dar dado lucro a sua passagem foi tão negativa que a sua venda só foi mesmo bandeira no Cairo.

SL,
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 08:52

Sérgio,

Ainda não vi comunicado do Sporting a confirmar a saída de Shikabala.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.09.2015 às 09:05

Rui nem vai ver muito provavelmente pelo o que eu acima já escrevi.

Foi aprensentado no Zameleck e emprestado ao clube treinado pelo ex-jogador Mido, outro que passou ao lado de uma grande carreira.
Sem imagem de perfil

De Leão Justo a 01.09.2015 às 22:20

De certeza que o Shikabala já foi vendido? Onde está o comunicado à cmvm?
Foi oficialmente apresentado nalgum lado? Por favor informem
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 22:27

Já fiz essa pergunta precisamente porque ainda não li qualquer notificação formal nesse sentido, apenas versões jornalísticas.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.09.2015 às 09:09

Caro Rui
Também fiquei algo surpreendido com a actuação do Sporting no mercado de transferências. Mas ainda pode acontecer alguma coisa no que se refere à Inglaterra, Rússia e Turquia.
Parece-me estranha esta nova disposição do Sporting à maneira de entidade financeira tipo Fundos: coloca-se um jogador num determinado clube a troco de uma percentagem do passe e aguarda-se pelo rendimento.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 01.09.2015 às 09:46

Caro Leão Zargo,
Desculpe lá meter-me no tema, mas porque estranha uma disposição do Sporting num cenário bastante interessante para o clube?
1º - Que eu saiba o SCP recebe logo à cabeça um X
2º - Liberta-se de mais um salário (desce o encargo mensal)
3º - Ainda pode vir a beneficiar de uma futura venda

Isto não é bem à maneira dos Fundos... mas se assim lhe quiser chamar... eu e é a minha opinião, não acho nada mal este tipo de negociação!

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 11:39

Diga lá quanto é que o Sporting recebeu "à cabeça" !!!
Sem imagem de perfil

De PSousa a 01.09.2015 às 11:51

Num dos casos, li num jornal qualquer que o SCP recebia 30% do valor do passe e depois em futuras vendas os restantes 70%.
Os 30% será o valor à cabeça.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 12:26

Desculpe, mas não sei que "jornal" é esse nem sequer compreendo o que está a referir.

Se o passe tem um valor negociado, o jogador seria vendido por esse valor.

Compete a qualquer clube nesta situação explicar quanto recebeu, se alguma coisa. Se não indica que recebeu uma determinada verba, como podemos nós concluir que recebeu X ?
Sem imagem de perfil

De PSousa a 01.09.2015 às 13:05

Rui,
Li num jornal, mas este é o comunicado da SAD, eu depreendo (mas posso estar errado) que o clube espanhol pagou 30% do valor e que o SCP fica com 70% do passe.
Não acredito que vá a 0€ e que se fique só com 70% do passe....

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, informa que chegou a acordo com o Real Valladolid Club de Fútbol , para a transferência a título definitivo do atleta Diego Rubio, ficando a Sporting SAD com 70% do passe do jogador."

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 13:20

Precisamente por isso compete ao Sporting explicar quanto, se alguma coisa, recebeu. Salvo essa explicação concreta, só podemos concluir que saiu a custo zero.

Daí que eu tenho indicado no post que o objectivo primordial terá sido a redução da folha salarial.

Salvo explicação em contrário, o que aparenta ter acontecido - e concordo com as opiniões que consideram isto estranho - é que o Sporting disse "leva o jogador mas nós ficamos com 50%, 60% ou 70% do passe". Qualquer lucro será numa futura eventual venda. O outro clube tem forçosamente de ter uma %, caso contrário seria um empréstimo e não uma transferência a título definitivo.

Se de facto o SCP recebeu algo pela percentagem do passe que cedeu, terá de o declarar num próximo Relatório e Contas, mesmo que não seja obrigado a declarar mesmo à CMVM. Até isso acontecer, só podemos contar com "custo zero".
Sem imagem de perfil

De PSousa a 01.09.2015 às 13:24

Rui,
Não me acredito que tenha sido a zero, porque se foi... é um ERRO da direcção!
A única explicação seria a redução da massa salarial, mas não deixaria de ser um ERRO libertar um activo a pensar nos 70% futuros....
Não sei qual o valo mínimo que se tem de declarar à CMVM, no entanto aguardemos pelo relatório de contas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 13:37

Teremos de esperar por uma explicação, entretanto, não podemos andar por aqui a atribuir quaisquer valores sem conhecimento de causa.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 10:25

À maneira dos Fundos seria incluindo cláusulas de venda obrigatória em datas pré-definidas, obrigatoriedade de aceitar propostas para venda acima de valor x, ressarcimento do Sporting sempre que se recusarem ofertas pelo jogador acima de valor y.
Realmente, vale tudo para dizer mal...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 01.09.2015 às 12:46

Petinga
Não falei mal de quem quer que fosse. Apenas manifestei estranheza.
Ou será que também não se pode manifestar estranheza quando a Direcção não se sente obrigada a clarificar o que quer que seja?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 12:57

Caro Leão Zargo,

Deve ter em consideração a mentalidade do Petinga e a sua missão na vida. Tudo o que não seja a dizer ámen ao que a Direcção decide e faz é DIZER MAL.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 15:35

Já a mentalidade do Rui Gomes é clara: tudo o que a direccao do Sporting faz é mal feito.
E adora responder-me mesmo quando nao tem argumentos para o fazer
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 14:28

Uma sugestao:
E que tal esperar até ao jornal Sporting de Setembro, que de há 2 anos para cá informa os adeptos sportinguistas como mais nenhuma publicacao afecta a um clube o faz?
Sem imagem de perfil

De L a 01.09.2015 às 22:28

Como qq aplicação financeira que busca retorno ao balcão de qq Instituição Financeira. Porque não estamos a falar de mais nada. Assim que o retorno pretendido é assegurado sai obviamente a ordem de venda. Caso o clube pretende ainda assim continuar com o jogador só tem que assegurar ele o retorno aos investidores. Qq investidor - independentemente da área - aprecia e muito o retorno do capital. E quanto mais cedo melhor! Clarinho como a água! Sobretudo para os clubes s/ dinheiro que procuram a solução "fundos". E só é escuro para quem gosta de falar do que não sabe. Assim como é dito e sabido que assim que uma das partes não cumpre com aquilo a que se comprometeu normalmente há problemas. Aliás a envolvente meramente financeira dos fundos de investimento no futebol ainda é o que eles têm de melhor.

A comparação devia ser mais com quem nunca tinha ouvido falar de pagar o empréstimo e a respectiva valorização de putos perfeitamente desconhecidos através de uma pequena percentagem dos direitos económicos. No caso do Rubio – que já chegou a uma das melhores selecções sul americanas – enquanto jogou com regularidade, claro está - já pressupunha inclusive algum retorno por qq empréstimo. Numa boa negociação para o Sporting tb claro. Mas isto com lacinhos na 2ª Liga Espanhola tem muito mais piada.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 02.09.2015 às 05:42

Fala muito, mas nao convence pela razao simples: entao o Fundo deixa o clube assumir o encargo de pagar salários e prémios de jogo, correr o risco da contratacao e arcar com todo o ónus de um jogador que nunca se sabe se vai resultar e fica, ao mesmo tempo, na tranquilidade de saber que tem o seu rendimento garantido? Excelentes negócios.
Corrobora, no fundo, o que respondi ao Zargo: dizer que o Sporting agora faz negócios "à maneira dos Fundos" é mesmo de quem nao sabe como os Fundos funcionam.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 01.09.2015 às 09:10

SL
Espero eu, que a "retenção" de Carrilo seja para renovar com o mesmo!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.09.2015 às 09:26

Se houvesse interesse de todos na renovação a mesma já teria ocorrido.
Para mim saira no final da época para o FCP (é esta a minha convicção apenas e só).
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 10:23

Eu acho que vai haver uma surpresa e o jogador vai renovar. Fica aqui o meu palpite antes de qualquer informacao oficial.
Sem imagem de perfil

De sergiom_ a 01.09.2015 às 14:29

Concordo com o Sérgio, o filme carrillo terá o mesmo epilogo da novela maxi pereira.

Má abordagem em relação a este dossier,
Imagem de perfil

De Profeta a 01.09.2015 às 10:20

O Carrillo pode assinar por outro clube em Janeiro, mas até ao fim da época é nosso, ou não??
Sem imagem de perfil

De m1950 a 01.09.2015 às 10:44

Sim , o jogador é livre para negociar com quem quiser em Janeiro ( ano civil ) , no fim da época pode ir embora sem qualquer indemnização ao Sporting.

Normalmente o que acontece , é que mesmo antes de Janeiro , os clubes tentam fechar negócio com os jogadores , ou seja o Carrillo já poderá mesmo ter pré-acordo com outro clube , embora seja ilegal , é o que acontece.

Vantagem do custo zero : é que o clube que o contrata tem disponibilidade para compensar o que não pagou na transferência em prémio de assinatura e comissões para o empresário, ainda para mais quando estamos a falar de um jogador que com o contrato firme vale no mínimo 25M.

Até ao fim da época é nosso sim senhor , mas imaginemos que é anunciado que o jogador tem acordo com outro clube em Janeiro , dificilmente não será encostado para o SCP não estar a valorizar o ativo de outrem.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.09.2015 às 10:57

m1950,

Para nós vale 25M€ ou mais para o mercado não vale tanto ... caso contrário já teria saido.

SL,
Sem imagem de perfil

De m1950 a 01.09.2015 às 11:27

Acho que o facto de estar a meses de ser livre condiciona claramente o que oferecem por ele , apesar do jogador peruano não ser muito valorizado na Europa , acredito que Carrillo já valha este valor , embora precise de se mostrar mais às grandes equipas , sendo um jogador do SCP e do Jesus , visibilidade não faltará , e acho que é um jogador que fazia muitos estragos na premier.

Depois claro , confesso que tenho óculos verdes... o problema é que vejo o Martial a sair por 80M .
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.09.2015 às 11:49

Eu por mim negociava exclusivamente com o mercado inglês, ninguem tem a capacidade financeira de torrar dinheiro como eles ... é um absurdo os valores que eles pagam pela maioria dos jogadores que contratam.

SL,
Sem imagem de perfil

De sergiom_ a 01.09.2015 às 14:33

Não terá sido por acaso que o Sporting tentou colocá-lo no leicester mas ao que parece, pelo que ouvi na tvi24, ele recusou. Eram 12 milhões (é dinheiro) ainda que só tivesse-mos direito a 50%
Sem imagem de perfil

De MG a 01.09.2015 às 16:55

O Carrillo é o tipo de jogador que tanto adormece a meio de um jogo (algo que nem tem acontecido nos jogos desta época) como estando bem pode tirar um coelho da cartola e resolver o jogo. Nessa medida é com agrado que vejo a sua permanência no clube, por outro lado, acho um erro crasso a possibilidade de um jogador com o seu potencial poder sair a custo zero em Janeiro. É o tipo de gestão que associamos ao antigo presidente do qual BdC se tem distanciado para nosso agrado, por isso, espero que o bom campeonato que possamos fazer e a permanência na Liga Europa sirvam de argumento para uma renovação e que depois saia em Junho.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 10:23

Copo meio-cheio... ou meio-vazio.

Podemos sempre focar-nos no que ainda nao foi resolvido. Ou podemos olhar para o que está feito.

Acho que os negócios Rubio-Wilson Eduardo foram os possíveis. Vendendo jogadores com idades abaixo dos 26 anos e mantendo percentagens dos passes tenta-se salvaguardar a possibilidade de valorizacao que (realisticamente) existe.

O negócio Rabia surpreende-me, porque o Sporting vende por um pouco mais do que comprou apesar de o jogador nao ter feito um minuto com a equipa A.

Rosell, Labyad, Viola e Martins sao os casos mais problemáticos (nao todos na mesma situacao). Ninguém me tira da cabeca que o 2. e o 3. terao certamente recusado mais de uma hipótese sobre a mesa (precisamente porque os seus salários estao demasiado acima daquilo que valem). Esperemos que da Turquia ainda possa hoje vir bom vento...
Imagem de perfil

De Profeta a 01.09.2015 às 10:25

O Sporting tem actualmente um conjunto de jogadores, que em condições normais (falo de arbitragens) lhe permite lutar por todos os títulos em Portugal, e até, quem sabe, fazer uma boa Liga Europa, e chegar ao mais longe possível.
Mesmo que seja importante vender já, era importante fazer um esforço, e resistir até ao fim da época. Para o ano é provável que façamos muito dinheiro em transferências. William Carvalho, Adrien, João Mário, Slimani, ou Jefferson, Carlos Mané, ou quem sabe, até o Gelson (pode explodir esta época) têm mercado.
Mesmo que se tenham que vender um número considerável de jogadores, numa segunda época de Jesus, a adaptação à saída desses jogadores, não será tão difícil, e haverá sempre uma folga financeira para continuar a investir (pelo dinheiro das vendas).
Sem imagem de perfil

De Petinga a 01.09.2015 às 14:29

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 01.09.2015 às 10:32

Uma pergunta "inocente".
O que é que acontece aos 50% que Zahavi reclama, se o contrato do Carrillo chegar ao fim e ele não assinar por ninguém e ficar livre?
Sem imagem de perfil

De m1950 a 01.09.2015 às 10:47

Um contrato são direitos federativos e direitos económicos , o fundo mantém sempre 50% dos direitos económicos de Carrillo a não ser que alguém os compre , não expira o direito do fundo aos 50% apenas porque o direito federativo do Carrillo expirou com o clube com o qual está vinculado.
Sem imagem de perfil

De OCR a 01.09.2015 às 10:50



Julgo saber que o comissionista perderá a sua percentagem no fim do contrato, mas nada impede que continue ligado ao jogador.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 01.09.2015 às 10:47

Com o problema Carrillo, e não tendo adquirido nenhum extremo acho que o Viola poderia perfeitamente ficar.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 01.09.2015 às 11:17

Vai renovar até 2021 com clausula de 60M. É a notícia que espero receber esta semana , porque perder este jogador depois de tudo o que passámos até ele jogar como deve ser era muito mau , e pior ainda se para um rival fosse.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 01.09.2015 às 12:06

Há uma coisa que não percebo. Como é que nós podemos ficar com 70% do passe do Rubio? Não foi proibido os passes dos jogadores pertencerem a mais do que 1 entidade?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.09.2015 às 12:44

Mike,

Vou tentar explicar mediante o que eu entendo ser as novas regras. E esta explicação é apenas para ti, porque há aqui quem já sabe tudo e, como tal, não necessita de explicações. Isto também responde à tua primeira pergunta.

- A proibição é aplicável a "terceiras" entidades, não clubes.

- As novas regras indicam que contratos (com Fundos) assinados pré 1 de Maio de 2015 serão respeitados até à sua validade contratual.

- Os que foram assinados entre 1 de Janeiro e 30 de Abril de 2015, terão a validade máxima de um ano, sem prorrogação possível.

O termo que é utilizado nas novas regras e em todas as explicações que seguem é "validade contratual". Eu entendo, portanto, que quando o contrato do jogador deixa de ter validade, o mesmo acontece com o Fundo, caso contrário o Fundo continuaria a ser "terceira entidade" para o resto da carreira de um jogador, salvo surgir alguém a pagar a sua percentagem. Ou então, o contrato do jogador com o clube termina, o clube nada receberá inerente a direitos económicos mas o Fundo continuará apto a receber. Ou seja, o novo clube com quem o jogador livre assina teria de compensar o Fundo, o que significaria que o jogador só seria livre até ao limite da percentagem do Fundo. No caso concreto de Carrillo, se ele não renovar com o Sporting, só ficará 50% livre, dado que o Fundo tem a outra parte.

Isto é o que eu sempre entendi ser o significado das novas regras e dei uma nova olhadela à instantes para confirmar.

Contrário aos mito em voga, o Fundo, salvo algum qualquer acordo obscuro, e acredito que existam, tem todo o interesse na renovação do jogador, porque o clube terá de chegar a um acordo relativamente ao valor do passe. Creio que é o que está a acontecer com Carrillo e o seu empresário já afirmou em mais do que uma ocasião que espera por um acordo entre o Sporting e o Fundo.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 01.09.2015 às 14:31

Obrigado pelo esclarecimento, Rui.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo