Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dias cinzentos no futebol

Rui Gomes, em 29.01.21

21312452_L0T3b.pngEm breve saberemos se o Conselho de Disciplina da FPF se preocupa com a justiça. Isto, se muito à boa maneira portuguesa a decisão não for tomada depois do dérbi. Falamos de Palhinha, claro, e do amarelo ridículo que viu no Bessa. A pontaria de Fábio Veríssimo foi tramada, ele que deu o exacto mesmo número de amarelos a uma equipa que fez 13 faltas, frente a outra que fez... 25. Coisas do além.

Muito mau para o futebol o facto de a despenalização do também ridículo quarto amarelo a Otamendi ter sido ignorada pelo Conselho de Disciplina. Só se fosse verificada fraude, arbitrariedade ou corrupção. Como o órgão não tem quaisquer meios de prová-lo, está aberto o caminho à demissão da decisão. Volte, Meirim, está perdoado. Seria interessante saber o que pensa o agora consultor de tamanha aberração. Cinzento, pois...

Artigo da autoria de Bernardo Ribeiro, Director de Record

publicado às 03:48

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 29.01.2021 às 10:45

Mais um que faz parte da cartilha lampiónica. O cartão amarelo a Palhinha foi mal mostrado mas o Conselho de Disciplina não pode despenalizar o Palhinha por causa de Otamendi. A cartilha lampiónica é um ser vivo, evolui, adapta-se às circunstâncias; primeiro era a tese do precedente mas como o autor da cartilha percebeu que esse era um caminho perigoso, porque o precedente já existia, insiste agora em que Otamendi devia ter sido e despenalizado e não foi, logo Palhinha também não pode ser. Enfim, pensei que a "grande" vitória do SLB, ontem, que se iniciou com um golo patético, teria afastado o medo de ir a Alvalade, mas, aparentemente, continuam com medo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 11:04

" O cartão amarelo a Palhinha foi mal mostrado mas o Conselho de Disciplina não pode despenalizar o Palhinha por causa de Otamendi".

Bem... não é essa a minha interpretação desta afirmação de Bernardo Ribeiro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 11:13

P.S.: Acho que o que ele diz aproxima-se muito do parecer de Soares Franco.
Sem imagem de perfil

De RASR a 29.01.2021 às 11:39

Acho que interpretou mal as palavras do comentador. Ele está efetivamente a criticar a decisão do CD em manter decisões tidas em campo, mesmo que erradas, por causa da doutrina inglesa "jogada em campo". Ele até refere que mais valia manter a anterior direção do CD porque eram mais objetivos do que a subjetividade deste, que mantem más decisões tomadas por maus árbitros que apitam subjetivamente em campo, apenas por causa dessa doutrina.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 11:59

Amigo Green, acredite que o Bernardo é tudo menos cartilheiro, dentro das limitaçôes que tem ainda é dos que comenta com justiça, tenho a certeza do que afirmo caro amigo, a posiçâo que tem no Record nao lhe permite ir mais alêm mas se pode contar com alguém desse jornal que mete travão em muitas coisas esse alguém é o Bernardo Ribeiro.
Imagem de perfil

De Greenlight a 29.01.2021 às 12:19

Se a grande preocupação de Bernardo Ribeiro fosse a injustiça óbvia, evidente, gritante sobre o Palhinha, para não dizer roubo cometido sobre o Sporting, não tinha necessidade em falar em Otamendi, ou seja todo o raciocínio de BR poderia manter-se sem falar em Otamendi. A conversa acerca de Otamendi lançada pela cartilha lampiónica é uma viragem de 180 graus sobre a primeira tese lampionica, de que despenalizar Palhinha seria abrir um grave precedente. Agora, a cartilha sustenta que já há um precedente, o da não despenalização embora ninguém diga, eu pelo menos não li nem ouvi, o que é que o árbitro em questão terá dito ao CD. Enfim, até pode ser que Bernardo Ribeiro não faça parte da cartilha lampiónica, mas parece.
Finalmente, há que dizer que a cartilha lampiónica já conseguiu uma coisa. A acção do árbitro que agiu premeditadamente e de uma forma grosseira e descarada para prejudicar o Sporting já vai longe, ele coitadinho até terá reconhecido o erro, qual erro qual carapuça, agiu por encomenda, por ser um corrupto ou quando muito, um medroso, com receio da mafia que domina o futebol português. Já não se discute o roubo mas sim jurisprudência, precedentes, etc. Não há dúvida que a cartilha lampionica é eficaz.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 12:32

Amigo Green, nós podemos aqui omitir sempre o lance do Otamendi mas depois de ser tema de muita conversa (provocado pela cartilha) o Bernardo tem responsabilidades no jornal e seguir o que os "media" pedem e publicamente nâo o pode omitir, é obrigado a analisar dessa forma, eu creio que o faz inteligentemente deixando vincado que o CD da Federaçâo está equivocada quando dá prioridade á proteçâo de erros grosseiros dos árbitros em vez de procurar diminui-los para que prevaleça a verdade desportiva.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 21:16

Desconheço as simpatias clubísticas de Bernardo Ribeiro, mas neste artigo acho que ele está a ser objectivo.

O facto de mencionar também o caso do Otamandi apenas dá credibilidade aos seus argumentos relativamente a Palhinha.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2021 às 11:31

O futebol português sempre a demonstrar que em Portugal só existem os 3 Grandes.... dizem que não se despenaliza o Palhinha porque o Otamendi também não foi depenalizado...... o argumento nunca poderia ser esse, mas sim dizer que nenhuma outra equipa teve uma despenalização de um amarelo, não podemos ver o futebol que é um campeonato com 18 equipas onde as leis se aplicam apenas a 3 clubes. Assim se vê o porquê de sermos dos paises mais corruptos da europa, começa no nosso pensamento e na nossa falta de exigência pela igualdade de tratamento.
Se o Palhinha fosse despenalizado, começaria no futebol português uma espécie de análise doentia a todos os pós-jogos analisando ao infinito todas as faltas e cartões amarelos..... o caminho deveria ser penalizar o árbitro, mas não vejo muita gente interessada nisso.
Sem imagem de perfil

De RASR a 29.01.2021 às 11:45

Não entende que qualquer clube tem o direito de pedir a reapreciação de sanções tomadas em campo??? Se assim não fosse, para além de todo o poder que a equipa de negro já tem, ainda seria maior!!! Até um juiz de tribunal pode ser reapreciado nas suas decisões, mesmo que seja apenas por multa. Não acha que seja justo que um clube que se viu desprovido de um jogador fulcral por causa de um amarelo ridículo e escandalosamente claro não possa pedir a reapreciação do julgamento do árbitro, que muitas vezes apita, não apenas por mando obscuro, mas também por pressão do momento?

O amarelo não pode ser reapreciado em campo, como o vermelho direto através do VAR, logo, tem de haver outro mecanismo que previna estas injustiças. Se os clubes usam ou não desse mecanismo vai de cada um! Se o amarelo foi dado claramente em défice de argumentação e de razão, existe toda a legitimidade para o clube pedir a reapreciação.
Sem imagem de perfil

De RASR a 29.01.2021 às 11:53

Quanto ao argumento que levanta de que apenas existem 3 clubes. Quando se referem ao julgamento do Otamendi, é por facilidade de argumentação e, igualmente, porque os casos dos 3/4 grandes têm outra exposição na CS. Se um clube de outra envergadura mais reduzida faz o mesmo pedido, simplesmente não vem na CS. Vai culpar quem? É normal que exista maior foco nos 3 grandes sendo estes quem move mais atenção. Lá fora é igual, apenas existem mais clube do que 3 sendo que também são países com 10 vezes mais população do que Portugal. Se se lembrar de outros casos, traga-os a lume, se ficar mais descansado.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2021 às 12:09

RASR,

Portanto o que está a defender é que todas as faltas e todos os cartões possam ser alvo de uma pós análise..... percebo o que está a defender, mas esta ideia iria criar uma caça todas jornadas do amarelo mal mostrado ou do amarelo que não foi mostrado...... sinceramente é uma perda de tempo, porque continuamos a fugir da questão essencial que é termos uma arbitragem mais competente e menos influenciável pelas forças de poder, o que pelos vistos alguns sportinguistas defendem é transformar os pós jogos em palcos de discussão infindável sobre a justiça de determinado amarelo. Na prática isto iria beneficiar os clubes do costume, porque têm mais palco mediático, melhores advogados, mais influência nos poderes de decisão. Só se defende um campeonato justo com regras e direitos iguais para todos os clubes.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 12:07

Schmeichel , caro amigo nao vejo assim tão complicado, uma coisa é ver-se um lance á lupa através das camaras e admitir-se o erro do árbitro na visão que teve do lance outra bem diferente são os erros grosseiros logo detetados á vista desarmada.
Afinal existe um Conselho de Disciplina para fazer o seu trabalho de análises e nada deve ser inflexivel quando se trata de defender a verdade desportiva quando se tratam de erros graves que directamente possam ter influência nos resultados de uma partida.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2021 às 12:15

Julius,

O futebol será sempre subjectivo..... para mim como é óbvio não era amarelo, mas talvez seja falta, logo é um lance subjectivo. Não transformem a arbitragem numa ciência exacta que não o é.
Se o amarelo do Palhinha for revertido, todos os amarelos deste campeonato têm de ser alvo de reanálise, é uma questão de coêrencia, e sinceramente a verdade desportiva não se defende com regras especificas para o Sporting, ou se aplica em todos os jogos do campeonato ou não se aplica.

Se acharem sensato andarmos todos os fds a analisar os cartões amarelos, depois não digam que a culpa de não se discutir futebol jogado seja da Comunicação Social.....
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 12:24

Schmeichel , e qual é a sua ideia de subjectividade nesse lance do Palhinha? Entendo o que pretende dizer mas existem lances que se podem de facto contar varias histórias sobre eles mas tem outros que só se pode contar uma só por tão clara e evidente que é.

No caso do lance do Palhinha a outra que se poderia contar é que o árbitro interpretou uma açâo faltosa a impedir uma jogada de iminente perigo. Mas se vermos as imagens essa versâo cai por terra, primeiro porque o jogador do Boavista tem um movimento lateral á baliza depois porque estavam vários defesas do Sporting á frente, ora não sendo tambem uma falta grosseira não existem mais histórias para contar restando uma unica que é a do erro claro e grosseiro do árbitro.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2021 às 14:00

A minha opinião é que é falta, mas não é falta para amarelo..... na minha opinião também acho que o árbitro vinha com a missa encomendada para tramar o Sporting...... mas há-de haver alguém que achará que o amarelo foi justo e portanto ficamos na discussão da subjetividade a que está inerente o futebol.

Reverter no pós jogo, o que se passou em campo na minha opinião destrói o futebol..... é por causa disso que foi criado o VAR, e se querem que se analise amarelos, então que coloquem o VAR a analisar amarelos..... Não ponham é os adeptos de futebol andar todos os fins de semana a discutir se determinado amarelo é justo ou não.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 14:09

Mas tem que existir um qualquer mecanismo que meta travão e diminua os erros grosseiros dos árbitros intencionais ou não, a bem da verdade desportiva. É preferivel discutir se foi ou não amarelo que discutir as reais intenções dos árbitros.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2021 às 14:44

O mecanismo em campo é utilizar o VAR e no pós jogo chama-se pontuação dos árbitros..... na minha opinião continuamos sem atacar o verdadeiro sistema que é a nomeação e pontuação dos árbitros.... erros dos árbitros sempre irão ocorrer, outra coisa bem diferente é árbitros a cometer sempre os mesmos erros e é por isso que as nomeações/pontuações são essenciais para mudar a arbitragem.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 15:19

Utlizar o VAR até acredito que ainda venha a ser utlizado tambem para os cartôes amarelos em lances de erros claros dos árbitros de campo, mas ficar-mos só á espera que os arbitros venham ser castigados pelos seus erros é melhor esperar sentado e é aí que discordo.

Porque estamos sempre dependentes das mentes que os nomeiam e que os castigam quando sabemos que os interesses se sobrepôem quase sempre á verdade desportiva, tem sim em simultâneo que existir um sistema de lei clara para todos que trave o erro grosseiro , que defina fronteiras do que se considere excessivo e que tenha autoridade de reverter esse erro de forma célere.
Sabemos que o VAR tambem é manejado por gente sem escrúpulos mas ficam expostos quando erram grosseiramente e pôe-se mais a jeito á critica geral.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 21:12

Em Portugal, os obreiros obscuros não estão minimamente preocupados com "crítica geral", isso é para pessoas com integridade e não para essa gentalha.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 21:16

É um facto mas pelo menos incomoda sempre. Os corruptos não gostam de ser expostos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 21:18

Em Portugal não há vergonha alguma, quase tudo é feito à vista de todos, com total impunidade.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 21:21

Näo nos podemos resignar nunca o Mundo dá muitas voltas, nada é eterno.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 21:34

Na minha vida sempre foi assim e não são poucos anos.

Em Portugal há uma cultura, uma mentalidade, uma maneira de estar na vida, que leverá várias gerações a modificar, se alguma vez.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 29.01.2021 às 21:41

Amigo um dia as pessoas enchem-se de vez e a " coisa " estoura.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2021 às 21:45

Será melhor esperar deitado, nem sentado dá!!!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo