Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ditadura ou democracia, no futebol?

Naçao Valente, em 03.02.21

naom_5790b6f1198e9.jpg

Quem não viveu numa ditadura, pode imaginá-la mas nunca vai conhecê-la. A experiência é a mãe de todas as coisas. Vivi numa ditadura e sei bem o que é. Por isso, quando em 25 de Abril de 1974, se iniciou o processo que levaria à construção de uma democracia em Portugal, pude ver qual a real diferença.

Ao fim de quarenta anos, temos um país melhor, mais desenvolvido, mais justo e livre. Mas os resquícios do poder ditatorial continuam a viver na mente de muita gente. No seu dia a dia, nos seus comportamentos, vêm muitas à superfície tiques ditatoriais. Digamos que a ditadura não está na Lei, mas continua nas mentalidades.

No desporto em geral, e no futebol muito em particular, os tiques de poder totalitário são constantes. Atrevo-me até a dizer, que as diversas formas de poder ditatorial ainda se encontram plasmadas na própria lei que rege o sector desportivo. Pergunto: haverá algum clube desportivo, onde se pratica, em pleno, uma verdadeira democracia?

Mas muito do que se passa nos diversos órgãos que regem o futebol, leva a questionar se ali se pratica autêntica democracia. Qual o processo que leva à composição desses órgãos? Arranjinhos, compadrios, pressões, influências? 

Vem isto a propósito, mais especificamente, dos órgãos que dirigem a arbitragem. Não se parecem com corporações próprias de um poder totalitário? E os árbitros na sua actuação, que limites têm eles ao poder discricionário? Não será mais um sector onde o erro não tem consequências? Ou faz de conta que tem?

Os árbitros são necessários, como juízes, claro, para a realização do jogo. Mas será que não confundem arbitrar com tornar-se os artistas do espectáculo? Os artistas não têm que ser exclusivamente os atletas no campo? Será que sem estes, os homens do apito teriam razão para existir? Pergunta retórica.

No entanto, analisando o problema por outra perspectiva, não terão os clubes também responsabilidade, por muito do que acontece, ao aprovarem os regulamentos, que o sector da arbitragem aplica, a seu belo prazer? Ou de uma forma dogmática? Não serão os clubes que lhes dão o excesso de poder de que se queixam?  

Em jeito de conclusão, pergunto simplesmente: não estará o mundo do futebol a precisar de uma revolução? Não estará o sector da arbitragem a precisar do 25 de Abril que nunca teve?

publicado às 03:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


55 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 13:14

Existem aqui dois aspectos distintos..... um dos aspetos é o facto do controlo dos poderes do futebol português pelo Benfica e Porto, isto acontece já há anos, tanto na Liga como na FPF..... outra situação é a questão do Palhinha, porque eu apesar de concordar que o Palhinha não deveria ter levado cartão amarelo, na minha opinião o Sporting não deveria pedir regras especificas para o Sporting, mas sim ser o clube representante da ética e das regras iguais para todos, deveríamos ser o estandarte da guerra contra o controlo do futebol português pelos Grandes. Acho que se criou aqui um caso de exceção, por muito justo que seja, na minha opinião isto vai distrair do essencial e vai criar uma ideia de que foram criadas regras especificas para o Sporting.
Espero estar errado, mas vamos ouvir esta coisa do Palhinha anos e anos, como ouvimos anos e anos sobre o penalty do Jardel na Luz...... os rivais vão utilizar este caso contra nós no futuro.
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 03.02.2021 às 13:18

De certeza que é ou foi excepção? Não existem casos recentes similares em que o CD decidiu com 2 pesos e 2 medidas?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 14:13

Assim de cabeça não me recordo de outro amarelo despenalizado..... mas o meu problema não é haver um outro caso semelhante.... o meu problema é que eu defendo regras iguais para todos, portanto o Sporting para ser coerente deveria defender uma espécie de Conselho de Disciplina para analisar os pós-jogos analisando todos os amarelos mostrados e por mostrar.
No fundo esta lógica vai beneficiar mais uma vez os Grandes, porque são os que têm maior espaço mediático, e ninguém vai perder tempo a analisar um amarelo mal mostrado a um jogador do Farense, por exemplo...... é esta desproporcionalidade que faz do nosso campeonato um campeonato pequeno.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 03.02.2021 às 15:03

O que deve estar sempre em primeiro lugar é a verdade desportiva. No caso concreto, Palhinha foi retirado do jogo com um erro grosseiro, senão propositado. Ninguém pode ter poder absoluto. Se a lei o permite, tem de ser mudada. O Sporting fez bem em "levantar a lebre" para si e para todos os outros.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 15:14

Verdade desportiva é igualdade de tratamento a todos os clubes, não é analisar um lance isolado e aplicar regras diferentes.

Se mostrar mal um cartão amarelo é um erro grosseiro.... o que se chama não marcar um penalty? e não mostrar um amarelo?

O meu problema com isto tudo é criar um precedente que na pratica vai trazer mais confusão aos pós jogos e não vai trazer mais verdade desportiva, porque isto vai ser usado apenas na defesa dos Grandes em Portugal.
Faz-me lembrar os sumaríssimos que só eram usados nos jogos dos Grandes..... no fundo isto é a mentalidade portuguesa.....
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 03.02.2021 às 19:09

Shemeichel

Aconteça o que acontecer, uma coisa é certa o Bruno de Carvalho não voltará ao Sporting!

SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 03.02.2021 às 20:20

Nem mais caro amigo e fê-lo perante as regras da lei.
Sem imagem de perfil

De AlexandreP a 03.02.2021 às 15:17

Caro Schmeichel,ca esta um exemplo de um amarelo despenalizado a favor do benfica:

https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/admissao-de-erro-e-imagens-reverteram-castigo-a-jogadora-do-benfica

Nao queremos ser especiais. Queremos justiça.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 16:34

Caro Alexandre,

Se não quer tratamento especial..... então todos os jogos terão de ser alvo de uma análise pós jogo aos cartões amarelos..... ou pelo menos todos os clubes poderão ter o direito de pedir revisão aos cartões.

No caso que referiu é mais uma vez em beneficio dos clubes Grandes..... é exatamente esse aspecto que estou a criticar, em Portugal é o mediatismo que determina as acções dos Conselhos de Disciplina e está mal, e é demonstrativo do nosso atraso cultural.
Sem imagem de perfil

De RCL a 03.02.2021 às 15:21

Schmeichel
Quem interpôs a providência cautelar foi Palhinha, um direito que a Constituição Portuguesa lhe confere. Não foi o Sporting. O cartão ficou suspenso, agora o CD terá de decidir. Mas o Sporting x Benfica já ERA.
O seu presidente fazia uma gritaria do camano mas o Sporting era sempre comido. Isso agora mudou. O Sporting voltou a contar.
Habituem-se!
SL
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 16:47

A sua resposta demonstra primeiramente que não percebeu o meu ponto..... como é óbvio esta decisão está dentro da lei, se assim não fosse não teria sido tomada...... outra questão bem diferente é analisar porque razão foi tomada esta decisão no caso do Palhinha..... é porque o jogo seguinte é com o benfica? é porque não foi falta? é porque foi falta mas não era para amarelo? qual é o critério? Não houve mais amarelos injustamente mostrados ao longo do campeonato? as coisas não podem ser só às vezes e porque sim.....

Quanto ao final de comentário..... o Sporting não é a das equipa com mais amarelos do campeonato? eu do que vejo é o mesmo de sempre, facilmente nos mostram amarelos, facilmente marcam faltas duvidosas contra nós, portanto sinceramente não vejo melhorias nas arbitragens contra o Sporting.

SL
Sem imagem de perfil

De RCL a 03.02.2021 às 17:05

Schmeichel
Uma no cravo outra na ferradura.
Percebi bem o que você quis dizer, aliás na linha de muitos saudosistas.
Sou Sporting não sou de nenhumm presidente mas Varandas, em quem não votei, se continuar com esta agenda terá o meu voto em eleições futuras.
Quero o Sporting campeão.
SL
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 17:20

Que raio de resposta..... transformou isto numa coisa do BdC vs Varandas...... o que é que esta discussão tem a haver com isso?!?!

Todos queremos o Sporting campeão, alguns são é contra revisionismo dos cartões, e alguns também acham que ganhámos o jogo com o Matheus a titular coisa que nunca aconteceria se a decisão viesse em tempo útil, portanto querer o Sporting campeão não tem nada a haver com revisionismos de cartões.

SL
Sem imagem de perfil

De RCL a 03.02.2021 às 20:31


SL
Imagem de perfil

De Julius Coelho a 03.02.2021 às 20:35

Schmeichel, recorda-se do Sporting - Porto? O que se passou?
O arbitro marcou penalti e expulsou o jogador do Porto depois veio o VAR da VARina do Tiago Martins num lance em que existem 2 contactos do jogador do Porto dizer que é um lance de duvidas e que no entender dele os contactos não foram impedimento ao Pote de rematar.
O Protocolo diz que o VAR só deve intervir se tiver a certeza absoluta que o árbitro errou na sua decisão e todos vimos que no mínimo é duvidoso porque houve contactos por conseguinte o VAR nao podia intervir, depois vieram os moralistas dizer que o Tiago Martins esteve certo porque procurou a verdade desportiva e todos acharam isso muito bem, porque para alguns essa foi a verdade desportiva do lance mesmo que o Tiago Martins não cumprisse as regras do protocolo.

No caso Palhinha todos viram qual era a verdade desportiva e como ficamos então? Continuamos a ser comidos de cebolada? Ficamos de braços cruzados como bons escuteiros dos bons exemplos e das boas maneiras? E a ver os outros somar pontos?
Sem imagem de perfil

De RASR a 03.02.2021 às 16:22

Terá de nos elucidar melhor, porque o Caro continua nessa argumentação que o Sporting teve regras próprias. Onde estão essas regras próprias que mais nenhum clube pôde ou pode usar??? A lei? Os regulamentos??? A própria Constituição são regras próprias apenas do Sporting?????????? Terá que nos mostrar que o Sporting teve direitos exclusivos e reservados neste caso que mais nenhum clube teve, caro. Sem isso, apenas parece que está ressabiado por o Sporting ter ido à luta, ter ganho a luta em campo de direito e ter ganho o dérbi!!!

Por mim, o Sporting fez tudo o que foi possível para ser o estandarte da moral e da ética desportiva. Estes dois conceitos não querem inclusivamente dizer que a instituição tem de sofrer mais do que os outros, sair com mais marcas e cicatrizes que os outros, mas apenas que tem de ser superior na sua conduta executiva e levar os valores desportivos no seu ADN sempre que se mostra. Não tem de ser um bobo da corte que se ri enquanto os outros o comem de cebolada e deve usar todos os mecanismos LEGAIS à sua disposição para não ser prejudicado por decisões manifestamente injustas! Isso é ser-se moral e eticamente superior! É uma demanda solitária, visto que sempre que um regulamento obscuro passa com aprovação quase maioritária, o resto da Liga aplaude (por que será???) com a reprovação do Sporting.
Sem imagem de perfil

De RASR a 03.02.2021 às 16:34

E, mais uma coisa, continuar a dizer que vai abrir precedentes disto ou daquilo, lembre-se que o sistema jurídico português baseia-se em códigos, em regulamento, em leis antecedentes que regulam a vida dos seus destinatários, não em precedentes.

Pouco nos interessa que o Benfica, confundido pelo banho de bola que viu contra uma equipa de putos, nos venha suscitar o que quer se seja. Foram vencidos dentro de campo. Eles é que nos tentaram vencer nos corredores das sombras. Não tiveram sorte, desta vez. Já tiveram mais sorte em anos anteriores, com demasiados "acontecimentos" bizarros a acontecerem sempre ao mesmo que não consegue vencer um campeonato à 19 anos!!! Deixe-se dessa argumentação bolorenta e apoie o seu clube em vez de encarreirar por desculpas fétidas e sem base.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 03.02.2021 às 16:56

Caro RASR,

Acho que é possível ser sportinguista e ser-se contra revisionismo aos cartões amarelos, ou não é possível? porque agora é o Palhinha, mas vamos ver como isto acaba..... e como vai ser usado pelos nossos rivais.

Faço-lhe esta pergunta o que achou dos processos sumarissimos no passado?

Na minha opinião foi mais um esquema à tuga..... beneficiando os Grandes e sem critério algum..... o principio teórico por detrás estava certo, o problema é a pratica, criou uma guerra de comunicação nos pós jogos porque se passava o tempo a pedir sumaríssimos aos rivais, e o mesmo vai acontecer neste revisionismo aos cartões amarelos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo