Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do jogo falado, ao pote de Amorim

Naçao Valente, em 01.11.20

Desde que a televisão se tornou num grande estádio, que a realidade futebolística se democratizou-. Os adeptos de clubes que estão dispersos por todo e território e arredores, tiveram acesso aos jogos através de um ecrã televisivo. Nesse aspecto deu-se um avanço positivo.

Mas como em tudo existe o verso e o reverso da medalha.  Com essa realidade virtuosa, vieram muitos aspectos perniciosos. Aos comentadores das peripécias dos jogos, com apreciações pautadas pela subjectividade, foram acrescentados comentadores profissionais, ao serviço dos clubes, cuja função  principal, é fazer pressão sobre as instâncias com influência no futebol, com o intuito de tirar dividendos para os clubes que defendem. Estamos perante o jogo falado, quase tão importante como o jogo jogado.

Estes pontas de lança da opinião assertiva, andam mais assanhados do que nunca. A razão é simples. O Sporting CP, está, ao contrário das previsões, a bater-se “taco a taco” com os que há anos se consideram donos e senhores dos títulos em disputa, e cujos orçamentos e plantéis estão muito acima da média. Daí que se sirvam de  erros de arbitragem, incluindo, os polémicos, para considerar que os homens do apito protegem o Sporting CP. A verdade é que o percurso do Clube, é “limpinho limpinho”. Todos os pontos foram conquistados, com suor, trabalho, e sofrimento, e às vezes com brilhantismo, dentro das quatro linhas.

“Comentadeiros” avençados começam a estar assustados com o pote de Amorim onde pontificam meninos irreverentes, confiantes, competentes. O Pote de Amorim, não á apenas Pedro Gonçalves. São Nuno Santos, Porro Nuno Mendes, Mateus Nunes, Palhinha, João Mário, Jovane, Tomás, e outros que estão na rampa de lançamento. Uns adquiridos, outros produtos da formação, trabalhados e mentalizados por Amorim, que estão a responder acima das expectativas. E incomodam muita gente.

Outra lição que está a ser dada é que o valor de um treinador, não se mede pelos “níveis” que possui, mas pela capacidade e competência que demonstra. Tenho dúvidas que outro treinador, por mais currículo que apresentasse, estivesse a fazer este tipo de trabalho, visando o presente, mas também o futuro. Este é o caminho que sempre defendi, que deve continuar, sem  criar desalento ao primeiro percalço.

O campeonato é uma maratona. O esforço tem que ser bem gerido. Haverá momentos melhores e piores. Mesmo com a máxima competência no jogo jogado, será difícil chegar ao fim em primeiro. O jogo falado tudo fará para que não aconteça. Por isso, nunca é demais denunciá-lo, como bem o fez o Leão do Norte. E com apoio firme, e a estrelinha que também é importante, quem sabe se não podemos ganhar a maratona, sem triunfalismos e sem arrogância. Se assim for será uma estalado de luva branca, no atoleiro do futebol falado.E talvez o início de uma mudança, que urge.

publicado às 18:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds