Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Varandas e PdC.jpg

Excerto da capa do jornal "A Bola".

O Sporting emitiu ontem um comunicado à CMVM, a informar acerca das transacções de jogadores no mercado de Verão.

Ao consultar o comunicado, o mesmo despertou em mim dois sentimentos contraditórios: a felicidade por ver algo muito bem feito, e a revolta por o mesmo espelhar algo que para mim é inaceitável.

O muito bom

A comunicação acerca das transacções de jogadores foi algo implementado no Sporting em 2015 com o propósito de dar transparência acerca da principal actividade do Clube. Apesar da excelente medida, depressa se verificou que novos tempos (mais criativos nos negócios) exigem mais detalhe acerca do principal negócio do Clube e Frederico Varandas mostrou estar bem à altura para responder a essa exigência, não só continuando a divulgação das transferências, mas incluindo cada vez mais informação extra. Este ano não foi excepção e daí que o comunicado nos mostre bastantes detalhes acerca das diversas entradas e saídas, incluindo o nome dos empresários intervenientes no negócio, condições futuras, etc…

Note-se que a elaboração deste comunicado é fundamental para que os sócios e adeptos se possam informar acerca de cada negociação, mas também para trazer uma pressão extra à comunicação social que tanta vez vive de rumores, pois sabendo que os valores reais serão conhecidos, sentir-se-á menos tentada a fazer manchetes baseadas em nada e que tantas vezes prejudicam o futebol.

O assim-assim

Este comunicado em vários aspectos foi apenas “assim-assim”, logo a começar pela data de publicação, pois nunca havia sido publicado tão tarde o que me deixa com a inevitável ideia que se queria esconder algo antes da AG de sábado, pese embora os assuntos fossem completamente distintos.

Depois, e apesar de alguns negócios muito bem detalhados, outros há cuja informação é zero e nesses fica sempre aquele pensamento: “Será que estão a esconder alguma coisa? Ou é tão lesivo para o Sporting que nem divulgam?”

Há ainda algumas situações que clarificaram comunicações anteriores, como por exemplo o empréstimo de Sarabia, que, afinal, incorreu em elevados custos até aqui omitidos.

Por fim, verifica-se que apesar das comissões a empresários muito baixas que o Sporting pagou (redução gigantesca), há ainda ocorrências curiosas, como o pagar comissões quer em compras quer em vendas e ainda em empréstimos, bem como ainda o caso curioso de Domingos Andrade onde o Sporting pagou mais de comissões a empresários que pelo passe do próprio jogador.

O inaceitável  

A divulgação do comunicado veio confirmar os rumores de alguns jornais que diziam que Sporting e FC Porto tinham-se juntado num negócio “fictício”, de troca de jogadores secundários, supra inflacionados, ao estilo do que o Porto já tinha feito com Guimarães.

O silêncio do Sporting acerca deste assunto é ensurdecedor e sem qualquer clarificação por parte da Direcção sobre o mesmo e vendo agora com este comunicado a real dimensão do que foi feito (troca valorizada em 11M em cada jogador), a mim pessoalmente, deixa-me muito, mas mesmo muito desconfortável.

Note-se que sem outros detalhes e justificações (e parece mesmo que não existem), este é um negócio que além das potenciais ilegalidades, não trás qualquer vantagem visível e imediata ao Sporting, tendo apenas e aparentemente ajudado o nosso rival (FC Porto) a livrar-se das amarras do fair-play financeiro da UEFA… e mesmo que este fosse um negócio vantajoso para o Sporting, a total falta de ética e o “chico-espertismo” do mesmo, seriam mais do que suficientes para me manifestar, pois não posso ser um acérrimo critico à “negociata” que o FC Porto fez com o Guimarães e depois assobiar para o lado quando o Sporting faz o mesmo.

Ainda para mais, existe a agravante desta inenarrável acção, ter sido feita com um rival a quém o nosso Presidente chamou “bandido” e que “estaria a mais no futebol”.

Como nota final sobre este assunto, desejo e espero que Varandas venha urgentemente a público explicar esta aparente “negociata”, pois ele mesmo disse uma vez que “cortaria a sua mão se o Sporting se visse envolvido em investigações a transferências…”… é que, depois de deixar o Sporting, a mão far-lhe-á com certeza muita falta para continuar a sua actividade enquanto médico.

publicado às 12:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Perfil Facebook

De Paulo Alexandre a 26.10.2021 às 15:10

De repente parece que já ninguém se lembra que viemos da maior crise económica global, pelo menos da nossa geração, os clubes, assim como toda a actividade económica, sobreviverem a isto é por si um feito a enaltecer, no caso do Sporting é um verdadeiro milagre.
Imagem de perfil

De Rampante a 26.10.2021 às 15:33

Caro Paulo Alexandre,
infelizmente já me cruzei com várias crises económicas e algumas bem piores que a atual, como por exemplo a despoletada em 2008, que durou praticamente até 2015.

Mas indo para o caso em particular, e focando-me apenas na parte financeira, não vislumbro qualquer vantagem para o Sporting... se a houve e que possa justificar a "artimanha" realizada, seria bom a Direção dar conhecimento da mesma aos seus associados.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.10.2021 às 16:34

Caro Rampante,

A grande vantagem para o Sporting, em princípio, é desportiva, segundo todas as informações disponíveis sobre o jovem Marco Cruz.

Parece-me que é uma vertente que está a ser completamente ignorada, consequência da indignação emocional e em grande parte despropositada, por alguns.
Imagem de perfil

De Rampante a 26.10.2021 às 17:11

Amigo Rui,
não descuro que possa existir vantagem desportiva, e até acredito que esta tenha sido a forma encontrada para trazer o jogador...
Mas tal como se coloca um preço num jogador, também se deve colocar "um limite" naquilo que o Sporting está disposto a fazer, para trazer esse mesmo jogador.

Mas não vamos voltar a entrar por ai, e vamos sim simplificar e admitir que este expediente foi condição exigida pelo Porto.
Ora, aparentemente o Sporting ganha um bom jogador e o Porto ganha uma fatura que lhe dá jeito para se safar do fair-play financeiro da UEFA, sem que isto tenha consequências de tesouraria para o Sporting. Aparenta ser um bom negócio, mas...

Vamos agora ver a componente desportiva:
O Sporting ganha uma boa promessa do futebol.
O Porto vê-se livre da UEFA, logo ganha capacidade para ir ao mercado comprar jogadores e atacar o Campeonato português com mais folga... Campeonato esse que é o objetivo principal do Sporting...
Será que podemos continuar a dizer que mesmo na componente desportiva o Sporting ficou a ganhar???

Esquecendo agora toda a parte ética, legal, etc... do negócio... eu jamais daria armas ao meu rival para me "roubar" o campeonato, em troca de uma qualquer promessa, por muito bem referenciada que ela estivesse.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds