Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dormir com o inimigo

Naçao Valente, em 14.12.18

 

BRM_BMAG_1934P262.jpg

 

Escrevi aqui, recentemente, um texto sobre este assunto, mas face aos desenvolvimentos subsequentes e à enorme importâcia que tem para a vida do Sporting, parece-me oportuno abordar de novo o  tema.

 

Realiza-se amanhã a reunião magna com o intuito de decidir se se dever manter ou não a suspensão aplicada ao destituído ex-presidente e elementos da anterior Direcção. A Mesa da Assembleia Geral decidiu, ao arrepio dos Estatutos, e numa operação que foi delineada em política de bastidores, pouco transparente, levantar a suspensão transitoriamente aos suspensos, para poderem participar na referida reunião.

 

Parece-me uma decisão aberrante e perigosa. Aberrante pela forma antidemocrática como foi decidida, ironicamente em nome da democracia. Perigosa porque abre uma porta que estava fechada, a quem demonstrou claramente à sociedade, que lhe interessa mais o seu poder pessoal, que os interesses do Sporting. 

 

Nunca é de mais lembrar que a democracia tem regras, que nenhum verdadeiro democrata deve ultrapassar e é sempre conveniente acentuar, que o presidente destituído, apenas tem um único objectivo: restabelecer o seu poder ditatorial no Sporting. Basta ver o seu último post de Facebook.

 

Transigir com quem tentou tomar de assalto o Clube, criando órgãos paralelos e ilegais, é um acto de falta de coragem em assumir funções sem tibiezas. Querer deitar na cama com o inimigo é correr sério risco de vida. O ex-presidente já mostrou para quem tem olhos de ver, que se está borrifando para a democracia, e que depois de levar cartão vermelho de uma percentagem muito elevada de associados, continuou a querer manter-se em jogo a qualquer preço.

 

A esta mais que  incompreensível benesse que a Mesa da Assembleia Geral deu, creio que com o beneplácito do Conselho Directivo, os sócios devem responder com firmeza. Devem comparecer em força, como na Assembleia Destitutiva, porque o que está em jogo não é uma questão menor. É um processo que deve caminhar no sentido de encerrar de vez uma página negra do Sporting. O anterior presidente não pode ter a oportunidade de voltar. A unidade não se faz com quem continua a assombrar o Sporting.

 

publicado às 16:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 14.12.2018 às 16:49

Caro Nação Valente,

Não posso aceitar que refira esta questão de permitir o contraditório a BdC como uma questão antidemocrática…. em primeiro lugar, o Varandas foi eleito com um determinado pressuposto que era o de Unir o Sporting, perante este facto, o Varandas ao longo da campanha deu sempre a ideia de que iria respeitar o mandato do ex-presidente BdC. Perante estes dados, em que é que se baseia para poder criticar esta direcção do Sporting, por simplesmente ser fiel ao pressuposto eleitoral pelo qual foi eleito?!
Parece-me que estão a buscar todo e qualquer argumento para criar uma divisão no Sporting…. acho isto inaceitável tendo em conta o barulho que anda à volta do Sporting desde há muito tempo, exigia-se mais consideração por quem tenta que os extremos não definam o rumo do Sporting, quando refiro os extremos refiro-me aos brunistas e aos anti-brunistas.

Na minha forma de ver, só poderia seria um acto antidemocrático se esta direcção não respeitasse o que foi apresentado aos sócios como seu programa eleitoral…. Acho de bom tom o direito ao contraditório, independentemente do que dizem os estatutos, estamos a falar de permitir durante 15 minutos que um ex-presidente possa falar numa AG…. não acho nada do outro mundo, e se por acaso estes 15 minutos derem origem a algo conflituoso, os grandes responsáveis são os que têm estado nos últimos dias sempre a mandar gasolina com o intuito de isto ser decidido com base no amor/ódio que cada um nutre pelo personagem. A democracia estará sempre garantida no voto da AG, é isto que é essencial em democracia, a representação da vontade dos sócios.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 14.12.2018 às 17:20

Caro Schmeichel,

A minha posição sobre o assunto está bem clara: nenhum sócio suspenso poderá participar e intervir em AG, chame-se BdC ou Zé dos anzóis. Essa participação é anti estatutária.
A convocação de AG para votar este assunto foi decidida e aceite com base num pedido onde estão os pressupostos dos recorrentes que levaram à sua aceitação. Estes garantem o direito ao contraditório e segundo julgo saber podem ser consultados, por que quiser fazer a defesa.
A magnânima concessão de palavra aos suspensos é além do que já referi, uma redundância.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 14.12.2018 às 18:42

Esta direcção o que pretende é que não seja possível ao BdC vir alegar que lhe foi aplicada qualquer sanção sem o aval dos sócios... existem duas formas de combater os extremos... uma é colocá-los de parte... outra é permitir o contraditório e nesta fase em que o BdC está em baixo não seria inteligente criar a ideia de que isto é um esquema contra ele.
Perfil Facebook

De Victor Peres a 15.12.2018 às 11:00

Cara Schmeichel, se está suspenso, nunca poderia participar numa AG pois as AG’s deverão ser sempre participadas pelos sócios de pleno direito. Se eu não tiver pago as minhas 2 últimas quotas não posso participar, porque pode um sócio suspenso - situação muito mais grave - ter mais direitos que eu?
Aliás, tal situação não estando contemplada nos Estatutos, não pode ser nunca validado. Ou estaremos a incorrer na mesma ilegalidade de que acusámos o anterior CD que foi fazer tábua rasa dos estatutos.
A esta AG deveria competir ratificar as decisões tomadas pelos órgãos do anterior CG. Só.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds